História Dançando para o amor. - Capítulo 55


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Personagens Originais
Tags Marichat
Visualizações 34
Palavras 1.266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,meus amores, espero que gostem do capítulo de hoje
Uma boa leitura.

Capítulo 55 - A frieza de um rei


E então, todos começaram a deixar os estábulos reais para começar o duelo entre um dos guardas reais com o príncipe Chat Noir, todos pareciam estar muito ansiosos com o duelo entre o jovem príncipe com um dos guardas do seu pai , enquanto ambos estavam caminhando, algo acontecia no castelo.

 

 

[ … ]

 

 

 

- Quebra de tempo - No castelo real - Nos corredores - Na chegada da sala do trono.

 

 

 

Um dos outros guardas reais quando soube sobre o duelo do príncipe com um dos seus colegas , decidiu então, contar para o Hawmoth sobre o duelo dele , correndo pelos corredores do castelo para chegar a sala do trono, passando por diversos criados que estavam terminado com os seus afazeres, antes de se recolherem para dormir depois de um longo dia.

 

 

Depois que algum tempo de corrida , o guarda real chegou na frente da porta da sala do trono, bateu diversas vezes na porta , esperando a autorização de dentro para entrar , esperando por vários minutos , foi quando ele ouviu uma voz seca de dentro , autorizando a sua entrada , reconhecendo a voz seca sendo do rei Hawkmoth, o guarda entrou dentro da sala do trono sem a menor cerimônia.

 

 

 

~ Na sala do trono.

 

 

 

Ao entrar na sala do trono, o guarda entrou o rei Hawmoth sentando em seu trono real, olhando secamente para ele , percebendo isso , o guarda engoliu seco, procurou coragem dentro de si mesmo , respirou fundo , começando a caminhar em direção do trono real , olhando para o rei com sua cabeça erguida.

 

 

[ … ]

 

 

 

Hawmoth : ___ O que você quer , seu imprestável, não está vendo que eu estou esperando pelo filho mais velho, resolver largar de ser mimado , para terminar a conversa comigo, também eu estou insatisfeito com a demora dos guardas que eu enviei a um bom tempo !? - olhando seco para o guarda que se ajoelhou para ele, falando que estava esperando pelo filho mais velho dele , mostrando a sua insatisfação com os guardas que tinha enviado para buscar.

 

 

 

Guarda : ___ É sobre o seu filho mais velho que estou aqui, meu rei ! - respondeu calmo para o rei, fazendo uma reverência para ele , dizendo que a notícia era sobre Chat Noir.

 

 

 

Hawmoth :__ O que está esperando ,seu inútil , um convite ?! - vendo o guarda curvado perante, xingando ele novamente, ordenando para que o guarda não demore para contar.

 

 

 

Guarda : ___ Ah sim, meu rei, eu ouviu dos meus outros colegas , um dos guardas que enviou para buscar a sua Alteza Real, príncipe Chat Noir … ! - aceitando a ordem do rei , começando a contar sobre o duelo, sendo interrompido de maneira rude pelo rei , sentindo o olhar frio do rei nele.

 

 

 

Hawkmoth : ___ Eu nem preciso de uma apresentação tola sobre o meu filho, apenas quero que me dê a notícia com clareza, sem muita enrolação , seu imbecil ! - olhando friamente para o guarda , reclamando da apresentação do guarda sobre o seu filho , ordenando para que o guarda apenas dê a notícia , xingando ele.

 

 

 

Guarda : ___ … Lamento , meu rei, essa vai ser a última vez ! - pedindo desculpas por sua apresentação tola , olhando calma para o rei, ainda mantendo a sua reverência ao rei, prometendo que não ia fazer de novo.

 

 

 

 

Hawkmoth : __ Pare com essa enrolação toda, as suas promessas não tem valor algum que preste, eu apenas quero que me dê a notícia a respeito do meu filho, ou senão, vai ter uma pena muito severa ! - olhando mortalmente para o pobre guarda , dizendo que as promessas dele não tinham valor algum, ordenando mais uma vez que o guarda deixe com a enrolação.

 

 

 

Guarda : ___ Sim, meu rei , eu ouvi alguns guardas dizendo que o seu filho vai duelar contra um dos guardas reais que o senhor enviou para buscar ele , também soubemos que o cuidador de cavalos tentou a ajudar o príncipe a fugir para o reino vizinho ! - aceitando o olhar de mortal do rei, contando tudo para o rei , olhando para o rei.

 

 

 

Hawkmoth : __ Ah sim, então, quero que tragam o cuidador de cavalos para mim, eu quero pessoalmente dar o meu castigo a ele ! - acreditando nas informações do guarda, ordenando para que tragam o Miguel para ele, querendo dar o castigo dele pessoalmente.

 

 

 

Guarda : ___ Ás suas ordens, meu rei, mas , enquanto ao duelo, vai deixar que ele aconteça ? - aceitando a nova ordem do rei , olhando calmo para ele, querendo saber a opinião do rei a respeito do duelo.

 

 

 

Hawmoth : ___ Deixe acontecer, se o duelo for para trazer o meu filho para mim, que seja feito ! - respondendo ao guarda , ordenando para que o duelo aconteça , olhando friamente para o guarda.

 

 

 

Guarda : ___ Sim, meu rei, eu mesmo vou trazer o cuidador de cavalos ao senhor ! - aceitando a decisão, fazendo uma reverência para ele , dizendo que ele mesmo ia trazer o criado traidor.

 

 

 

Hawkmoth : ___ Ótimo, não demore muito seu imprestável ! - vendo o guarda curvado para ele, aceitando a sua inciativa, ordenando para ele não demore , xingando o mesmo mais uma vez.

 

 

 

Guarda : ___ Sim, meu rei , estou indo agora mesmo ! - aceitando a nova ordem do rei , ainda curvado perante ele , falando que ia cumprir com as ordens dele , começando a se levantar perante o rei.

 

 

 

Hawkmoth : ___ Vai indo, seu imprestável , não quero nada de moleza , ou senão, vai receber um castigo pior que eu vou dar para o criado traidor ! - ordenando para que o guarda se apresse, olhando friamente para ele , ameaçando em dar um castigo maior para o guarda .

 

 

 

Guarda : ___ Estou indo,meu senhor, com licença ! - aceitando as ameaças do rei , terminando de se levantar perante ao rei , pedindo licença para o monarca , fazendo a sua última reverência ao rei para demostrar o seu respeito.

 

 

 

Hawkmoth : ___ Ande logo , seu imbecil, ou vou pedir para a minha guarda pessoal dar um jeito em você ! - ficando furioso com a demora do guarda, detestando as suas reverências, ameaçando- o com a sua guarda pessoal, apontando nervosamente para o guarda.

 

 

 

Guarda : ___ Sim, senhor, eu estou indo agora mesmo, até mais ! - ficando com medo da guarda pessoal do rei , despedindo -se apressado do rei, começando a correr para cumprir com a sua ordem de trazer o criado traidor.

 

 

Hawmoth : ___ Eu estou cercado de incompetentes mesmo, nenhum destes guardas imprestáveis atende uma ordem minha , tudo por culpa da minha esposa , Le Paon, que vive passando a mão na cabeça destes infelizes ! - vendo friamente o guarda correndo para ir embora, reclamando de todos,jogando a culpa da incompetência dos guardas em sua esposa.

 

 

 

[ … ]

 

 

 

Enquanto o rei falava mal de toda a sua segurança, esperando nervosamente pelo regresso do seu filho para terminar com a conversa sobre o casamento de Chat com a princesa Lila.

 

 

 

[ … ]

 

 

~ Quebra de tempo - Nos jardins reais - No incio do duelo.

 

 

Finalmente, depois de muito caminhar, todos já tinham chegando nos jardins reais, todos pareciam ansiosos com o começo do duelo entre o jovem príncipe com um dos guardas reais.


Notas Finais


me desculpe por algum erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...