História Dance With Me - YoonMin (Yaoi Fanfic) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Jimin, Min Yoongi, Park Jimin, Romance Gay, Suga, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 379
Palavras 2.362
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Boyfriends


_Pov Min Yoongi_

Se isso não era amor de verdade, era uma doença. Porque o Min Yoongi que eu conhecia, não se declarava nem para a própria mãe.

Se isso é uma doença.. eu não quero ser curado.


{...} Não vou ser hipócrita de falar que não foi divertido em algum momento. Afinal, Jimin estava lá. Mas também não vou admitir que gostei em um nível que faria de novo.

Assim que terminamos de comer, me joguei deitado no sofá, rapidamente, antes que alguém ocupasse o lugar. Jimin e as meninas voltaram da cozinha logo atrás e se sentaram no chão, antes que Jimin pudesse se sentar com elas, segurei seu pulso.

Min Yoongi: Aqui. - O garoto sorriu tímido e sentou na pontinha miserável que sobrava no sofá. - Qual é, Jimin? Deita aqui. - Bati no meu abdômen, como um pedido para que se deitasse sobre mim, assim ele fez, corado.

Lalisa Manoban: Vocês são fofos, sabia?

Min Yoongi: Uhum. Eu sei. Mas obrigado por lembrar.

Lalisa Manoban: De nada. - A garota riu divertido.

Min Yoongi: Quando vocês vão embora? - Envolvi um de meus braços na cintura de Jimin, acariciando o local, e deixei o outro caído para fora do sofá.

Jennie Kim: Nós não vamos embora.

Min Yoongi: Não..?

Kim Jisoo: É uma festa do pijama, Yoongi. Vamos dormir aqui.

Min Yoongi: Não mesmo.

Pensamentos: Eu pensei que ficaria sozinho com Jimin, aish.

Park Jimin: Yoonginnie, é assim que funciona uma festa do pijama.. - O menor apoiou o queixo sobre meu peitoral e me fitou.

Min Yoongi: Mas eu achei que nós.. - Suspirei, interrompendo o que iria dizer.

Lalisa Manoban: Acho que a gente está atrapalhando. Eles querem se pegar mais.

Park Jimin: Lisa, não...

Min Yoongi: Na verdade, eu quero, mas não na frente de pessoas.

Kim Jisoo: Estou confusa. Você está brincando ou falando sério?

Roseanne Park: Ele está falando sério, Jisoo. - Rosé se levantou e suspirou. - Eu vou embora.

Park Jimin: O que..? - O garoto saiu de cima de mim, se levantando. - Por que, Rosé?

Roseanne Park: Eu não quero atrapalhar nada.

Park Jimin: M-mas.. ele só está brincando, não é, Yoonginnie? - O menor me fitou, esperando uma resposta. Suspirei e levantei.

Min Yoongi: Eu estava brincando, Roseanne. Relaxa. Eu sou hétero. - Eu sei que era exatamente isso que Jimin queria ouvir. Mesmo sabendo que era uma mentira bem óbvia, eu falei, não queria constrangê-lo, apesar de que eu não achava ser um constrangimento que elas soubessem.

Park Jimin: Viu, Rosé?! Fica.. - O menor implorava.

Roseanne Park: Yoongi deve estar cansado. - Roseanne fitou as outras. - Vocês vão vir, meninas?

Kim Jisoo: Ah.. se você vai embora, também vou. - As garotas se levantaram.

Park Jimin: N-não vão embora.. - Envolvi meus braços na cintura de Jimin, por trás.

Min Yoongi: Tchau. Sonhem com os anjos, e não comigo. Beijinhos.

Roseanne Park: Tchau.. - Assim que elas se retiraram e a porta foi fechada, Jimin se soltou de meus braços e me deu um soco no ombro que teve a intenção de ser forte, mas não foi.

Park Jimin: Por que fez isso? - Indagou alto.

Min Yoongi: Ei, por que está gritando?

Park Jimin: Não estou gritando, mas estou prestes a gritar! - O garoto cruzou os braços, irritado.

Min Yoongi: Eu só queria passar mais tempo com você, sozinhos para ser mais específico. Eu te amo, Jimin, gosto de quando ficamos juntos, mas elas de alguma forma atrapalham. Desculpa se eu estraguei sua festa, não foi minha intenção. Se eu soubesse que estaria irritado agora, não teria feito. - Um silêncio terrível se fez presente no local, em poucos segundos, Jimin me abraçou em um ato inesperado. 

Park Jimin: Me desculpa.. e-eu estava com medo do que elas pensariam sobre nós. É tão confuso para mim..

Min Yoongi: Jimin.. - Suspirei e retribuí o abraço. - Se é confuso para você, imagine para mim? Mas não podemos nos esconder de todos, isso está indo mais longe do que eu pensava.

Park Jimin: Eu tenho medo do que vão pensar..

Min Yoongi: Você não viu como elas reagiram hoje? Foi bem positivo, acho que daria certo.

Park Jimin: Rosé parece nutrir sentimentos por você, além disso, ela não pareceu nada animada hoje.. não quero perder a amizade dela.

Min Yoongi: A Rosé? Mesmo depois dos meus vácuos? Wow.

Park Jimin: Eu não sei se.. é algo tão forte quanto o que sinto por você.. mas ela sente algo, e isso de alguma forma me incomoda.

Min Yoongi: Nada é tão forte quanto o que sentimos um pelo o outro nesses dias, Jimin. Você é a pessoa responsável por roubar meu coração em tão pouco tempo. Eu poderia dizer milhões de coisas agora para você.. mas nada, nada mesmo, iria descrever o que sinto quando estamos próximos. E é por isso que eu não quero me esconder de pessoas próximas. Sei que Rosé entenderia, afinal ela é sua amiga, deve te apoiar, não acha? - Ainda abraçados, fechei meus olhos e comecei a acariciar suas madeixas. - Eu tenho certeza que elas não deixariam de ser suas amigas. E mesmo se isso acontecesse, eu estaria com você, sabe que nunca te deixaria. Eu quero dizer que te amo perto delas, quero andar de mãos dadas com você se elas estiverem junto, quero que elas saibam o que temos. Se esconder de tudo e todos parece uma boa opção, mas as vezes acaba prejudicando alguém; como podemos estar prejudicando Rosé. Não gostaria de vê-la triste, não é? Então a melhor opção é contar o mais rápido.

Park Jimin: ... eu te amo tanto, sabia? - O menor escondeu seu rosto em meu ombro. - Eu juro que.. semana que vem contaremos, tá bom..? 

Min Yoongi: Apenas quando se sentir confortável, também não posso lhe forçar.

Park Jimin: Eu vou tomar coragem.. vamos contar juntos, não é?

Min Yoongi: Claro. - Desfiz o abraço e beijei a testa do garoto, que sorriu docemente.


_Pov Park Jimin_

Okay. Depois dessa conversa eu tive mais certeza ainda que o amava. Era difícil para mim ter que assumir que era gay, me relacionava com um garoto,  e que cuja minha melhor amiga gostava. Seria três notícias em uma, e isso me assustava. "O que elas pensarão?" - Repetia inúmeras vezes tentando imaginar qual seria a reação delas. Eu já estava mais tranquilo com a situação, Yoongi havia me acalmado. Era bom saber que ele estava por perto, comigo.


{...} Alguns dias depois, terça-feira


Enquanto Moon enchia minha cabeça com assuntos aleatórios, eu me arrumava para a aula de balé.

Park Moon: Ei, Jimin, você está ouvindo o que estou dizendo?

Park Jimin: Quer que eu seja sincero..? Não.

Park Moon: Aish. - O garotinho se retirou do quarto, finalmente me deixando em paz. Suspirei relaxado e peguei minha bolsa.

Park Jimin: Omma! Estou indo! - Disse enquanto descia as escadas.

Park Won: Ah, Jiminnie. - A mais velha saiu da cozinha com um pano de prato em mãos. Me virei para fitá-la. - Eu e seu pai não estaremos em casa hoje. Cuide bem de seu irmão, huh?

Park Jimin: Oh.. onde vocês irão?

Park Won: Passaremos a noite fora. Amanhã é nosso aniversário de casamento. - Minha mãe sorriu de orelha a orelha, com seus olhos quase se fechando, quando como eu sorria. - Ah, Moon irá dormir na casa do amiguinho. Leve ele com cuidado.

Park Jimin: Ah.. sim. Cuidarei dele e o levarei em segurança. - Fiz uma breve reverência. - Tchau, Omma.

Park Won: Vá com cuidado. Tchau, meu amor. - Sorri para a mais velha e me retirei.

{...} A escola não ficava muito longe de minha casa. Em poucos minutos havia chegado. Me direcionei até a sala de dança, assim que entrei cumprimentei a todos que estavam presentes. Estranhei o fato de Roseanne não estar lá, ela nunca demorava ou faltava as aulas.

Park Jimin: Jisoo, onde está Rosé?

Kim Jisoo: Parece que ela pegou um resfriado.

Park Jimin: Ela não virá? Terá ensaio para a apresentação anual.

Kim Jisoo: Parece que não.

Park Jimin: Obrigado pelas informações.. - Fui até o cantinho da sala e deixei minha bolsa no chão. Troquei de sapatos ali mesmo, como sempre fazia. Enquanto amarrava a fita de minhas sapatilhas, um ser pálido, conhecido como Min Yoongi, mas por mim, como amor da minha vida, agachou a minha frente amarrando as sapatilhas para mim.

Park Jimin: Obrigado, Hyung.

Min Yoongi: Por que não me chama de "Oppa" aqui, huh? 

Park Jimin: Mas você nem gosta..

Min Yoongi: Agora eu gosto. Me chame assim, entendeu? - Yoongi era estranho, mas eu gostava disso. Sua bipolaridade ou sei lá o que fosse, o deixava estranhamente fofo.

Park Jimin: Okay, Oppa. - Ri nasalmente. O maior me ajudou a levantar, em seguida, depositando um beijo em minha testa.

Min Yoongi: Como foi seu dia? Se alimentou bem? Não tem feito dietas esquisitas constantemente, huh?

Pensamentos: Bendita hora que fui contar sobre isso.. eu tenho certeza que ele irá perguntar todos os dias.

Min Yoongi: Sim, eu vou perguntar todos os dias. - Como se lesse meus pensamentos, disse.

Park Jimin: Não.. eu não tenho feito dietas. 

Min Yoongi: Eu realmente me preocupo com sua saúde. É assim que funciona um relacionamento, não é?

Park Jimin: Não sei. Nunca estive em um..

Min Yoongi: Boa tarde, Park Jimin? Como assim?

Park Jimin: Oras.. nunca tive um relacionamento.

Min Yoongi: Que desperdício. - O maior suspirou. - Então, iremos contar hoje, huh?

Park Jimin: H-hoje..? Tudo bem. Acho que consigo..

Min Yoongi: Ótimo. - Ele sorriu, como se realmente quisesse aquilo como nunca quis algo.

Park Jimin: Só tem um problema. Rosé não veio.. ela era a que mais precisava saber.

Lalisa Manoban: Saber de quê? Fofocas? Quero.

Jennie Kim: Agradeço se eu saber também.

Park Jimin: Há quanto tempo estão ouvindo..?

Kim Jisoo: Desde a parte do "Oppa".

Min Yoongi: Que ótimo. Então já podemos contar.

Park Jimin: M-mas eu.. - Antes que eu pudesse terminar, Jin-Kyong bateu palmas fortemente.

Jin-Kyong: Chega de papo! Vamos começar. - As meninas se afastaram, me fazendo soltar um suspiro de frustração.

Min Yoongi: Ei.. relaxa, bebê. - O maior acariciou meu rosto e sorriu.

{...} A aula passou devagar, tão devagar, que pela primeira vez eu estava odiando todos aqueles exercícios. Eu só queria contar e ir embora, fugir e nem saber o que falariam.

Jin-Kyong: Muito bem. Por hoje é só. - Suspirei aliviado. - Menos para Min Yoongi e Park Jimin.

Park Jimin: Huh?! Por que eu?

Jin-Kyong: Irá ensaiar com Yoongi, não irá? Roseanne não está aqui de novo.

Park Jimin: Ah.. tudo bem..

Min Yoongi: Ei, eu gosto de dançar com você, sabia?

Pensamentos: Aish.. ele não é nada discreto..

Park Jimin: A-ah.. - Minhas bochechas esquentaram, e eu já sabia que meu cosplay de tomate estava ligado.

Jin-Kyong: Ah, que bonitinhos. - Kyong apertou nossas bochechas. - Vamos logo começar isso.

Lalisa Manoban: Bom ensaio, meninos. Tchau. Ah, e não esquecemos sobre o que queriam contar. Vamos cobrar.

Park Jimin: Okay.. tchau, meninas... - Acenamos para elas, assim elas se retiraram.

Jin-Kyong: Vamos lá.

{...} Ensaiamos, ensaiamos, e ensaiamos. Tirando o fato de que Yoongi quase torceu o tornozelo, foi tudo perfeito. Eu não sei se foi estranho de minha parte desejar que Roseanne faltasse mais vezes, mas eu realmente desejei. Mesmo sabendo que Yoongi poderia me tocar daquele jeito quando quisesse, eu gostava que fosse ali, com aquela música, aquele grande espelho a nossa frente; eu me sentia bem, vivo, livre. Eu já não tinha mais dúvidas de que estava vivendo um filme escolar da Disney. Clichê, não é? Hunf.. eu sei.

Yoongi me levou até em casa. Estávamos acabados de tanto ensaiar e eu precisava de um banho urgente.

Park Jimin: Tem certeza que não quer entrar? Meus pais não estão.

Min Yoongi: Eu preciso tomar um banho, Jimin.

Park Jimin: Toma banho aqui.. eu lavo suas roupas e coloco na secadora.

Min Yoongi: Eu não quero dar trabalho. Além disso, você precisa levar seu irmão na casa do colega.

Park Jimin: Yoonginnie Oppa, por favor..! Eu não quero ficar sozinho..


_Pov Min Yoongi_

Park Jimin: Yoonginnie Oppa, por favor..! Eu não quero ficar sozinho.. - Implorou manhoso.

Pensamentos: ...... *glitter* *glitter* *glitter* *glitter* *glitter* ......

Min Yoongi: Okay, eu não resisto.. - Selei nossos lábios rapidamente.

Park Jimin: Ei.. aqui não.. 

Min Yoongi: Mas..

Park Jimin: Os vizinhos são fofoqueiros..

Min Yoongi: Ah, tudo bem.

Park Jimin: Vem..! - O menor sorriu animado e me puxou para dentro da casa.

Min Yoongi: Vamos tomar banho juntos? - Sorri malicioso enquanto o garoto me arrastava até seu quarto.

Park Jimin: Você quer..? - Perguntou inocentemente.

Min Yoongi: Quero. - Entramos em seu quarto.

Park Jimin: Oh.. - O menor soltou minha mão e se virou para me olhar. - Tudo bem.. - Sorriu como uma criança alegre.

Min Yoongi: Ei.. - Comecei a rir. - Você é fofo, e inocente. Gosto disso.

Park Jimin: Sou..?

Min Yoongi: É.

Park Moon: JIMINNIE! - O irmãozinho de Jimin, que se não me enganasse se chamava Moon, adentrou ao quarto correndo e abraçou o garoto.

Park Jimin: Hey, Moon.

Park Moon: Papai e mamãe saíram agora pouco. Eles disseram que podemos pedir pizza! - Ele parecia animado e bem agitado.

Park Jimin: Legal. Iremos pedir a pizza mais tarde, tá bom? - Jimin acariciou o rosto do garotinho.

Park Moon: Yeees! - Assim que Moon se virou para voltar de onde veio, me fitou surpreso. - Ei, eu não te vi aí.

Min Yoongi: Agora está vendo, huh?

Park Moon: Sim.. - Ele se aproximou tímido e me abraçou. - Oi, namorado do Jimin.

Min Yoongi: Oi, irmão do meu namorado.

Park Jimin: E-ei..

Park Moon: HA! EU SABIA! - O garotinho pulou animado. - Hyung, quando você vai dar uma aliança para meu irmão? - Perguntou enquanto puxava a barra de minha blusa. 

Min Yoongi: Nhan.. assim que eu tiver dinheiro para comprar uma.

Park Jimin: Yoongi.. não brinque com essas coisas! Ele vai acreditar.

Min Yoongi: Eu disse que estava brincando? - Fitei Jimin, que pareceu surpreso.

Park Moon: Fico feliz por vocês! - Moon sorriu e me abraçou, logo indo abraçar o irmão. - Bom.. vou deixar os pombinhos sozinhos! Até. - Ele correu para fora do quarto, batendo a porta com certa força.

Min Yoongi: Ele é uma figura. - Ri anasalado e deitei na cama de Jimin. - Mochi, eu preciso de um beijinho. Vem aqui. - Ouvi o suspiro do menor, que se deitou por cima de mim, deixando um breve selar em meus lábios.

Park Jimin: Yoongi..

Min Yoongi: Huh?

Park Jimin: Nós somos namorados..?

Min Yoongi: Uhum.

Park Jimin: Oh.. m-mas..

Min Yoongi: Você não quer que sejamos?

Park Jimin: N-não! Eu quero.. quero sim..

Min Yoongi: Que bom. - Sorri.

Park Jimin: Eu te amo..


Notas Finais


Ei, minhas babies paçocas :3 Espero que tenham gostado do capítulo.

(Talvez eu poste mais um capítulo hoje, porque vou viajar mais uma vez; sim, eu viajo pra caralho :v Para não deixar vocês muito tempo sem capítulo, vou postar mais um, possivelmente.)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...