História Dancer X Dancer - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Dança, Dançar, Dançarino, Dance, Jimin, Kim Namjoon, Namjoon, Park Jimin, Romance
Visualizações 78
Palavras 1.877
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estão prontos?

Boa leitura!

Capítulo 12 - Capítulo 12


Às vezes ir dormir na casa da YeRi é perturbador. Ela não parou de falar a noite toda sobre o Jimin, o NamJoon, a competição, o Young-Nam. Eu realmente gostaria de ter tampões de ouvidos e pegar no sono facilmente. Infelizmente dormir menos do que eu precisava.

2 dias para a competição

Hoje a YeRi iria para a academia comigo, porque ela queria conhecer o Jimin. Eu não era a favor disso, mas ela me perturbou tanto, que eu só quis que ela parasse de falar e listar mil e um motivos para conhecê-lo [nenhum deles me convenceu].

-Olha, se você realmente quer ir comigo, vai ter que se arrumar mais rápido! Inclusive, eu não sei o porquê você está passando tanta maquiagem, são oito da manhã, YeRi. Pelo amor de Deus!

-Exatamente, são oito da manhã, a minha cara tá inchada, eu estou cheia de olheiras e Park Jimin vai estar lá.

-E daí? -levantei uma sobrancelha- E daí que o Jimin vai estar lá? O que isso tem a ver com você estra passando maquiagem a esta hora?

-Ah... nada. -se levantou e foi se vestir. Após o café, nós fomos para o ponto. E NamJoon foi o primeiro que vimos ao adentrar o edifício.

-Bom dia coisa linda. Bom dia YeRi. -me abraçou.

-Eu não senti falta alguma de você... -revirou os olhos.

-Afinal, o que você está fazendo aqui?

-Eu vim acompanhar a minha amiga hoje.

-Mentira. Ela só veio porque queria conhecer o Jimin.

-Jimin? Ele veio aqui mais cedo e foi embora há uns cinco minutos. Acho que disse que teria que resolver umas coisas da competição hoje. -deu uma pausa e pensou- Ah, e amanhã também. Então ele não vai poder te ajudar nos últimos ensaios.

-Era só o que me faltava...

-Então eu vim pra nada? -NamJoon fez cara de tédio ao encará-la.

-Ótima amiga você é... -ela riu nervosa.

-Eu estava apenas brincando. Vamos? É agora que a aula começa? -saiu andando na frente- Qual é a sala?

-5A. Vai entrando, eu já vou.

-Certo. -entrou na sala.

-Como sabe que o Jimin não vai poder vir?

-Ouvi ele conversando com Hyun-Shik. Ainda tem vinte minutos até a aula começar, quer tomar um café?

“-Querendo ou não, alguém sempre acaba desenvolvendo sentimentos, EunJae. Sempre.

-Tá querendo dizer que...

-Que se você não desenvolveu, pode ter sido ele. Ele sempre te tratou com carinho demais, e o jeito que ele olhava pra você... acho que eu nunca vi nem o Young-Nam me olhar daquele jeito.”

-É melhor eu... fica com a YeRi, para ela não ficar sozinha.

-Ah, certo. Eu posso comprar o café e levar lá, pode ser?

-Vai compra pra YeRi também?

-Óbvio que não! -eu ri e assenti. Ele sorriu e saiu. Fiquei alguns segundos ainda parada no mesmo lugar e fui para a sala. YeRi estava sentada próxima à porta com o celular na mão.

-Demorou. Achei que tinha ido embora e me largado aqui. Aí sim eu teria vindo à toa. -riu.

-Você tá estranha ultimamente...

-Estranha? Como assim estranha, EunJae?

-Eu não sei. Mas tá estranha. -deixei minha bolsa no canto e comecei a ligar os aparelhos. Minutos depois NamJoon apareceu.

-Cheguei. -levantou um dos copos de café, sorrindo. Me entregou um.

-Obrigada. -sorri.

-Por nada.

-Huh. Eu não ganho?

-Tem uma cafeteria aqui do lado. Custa 2.000 wons. Os atendentes são muito educados.

-Aish. Eu odeio você. -NamJoon sorriu e se sentou.

-Dessa eu já sabia.

-Vocês não têm jeito mesmo, cruz credo. -bebi meu café e liguei a música para me aquecer. Dessa vez era FXXK IT do BigBang. A música tinha uma batida contagiante, com o início da música mais calmo, e então o rap. YeRi não desgrudava o olho do aparelho que estava em suas mãos, e NamJoon acompanhava todos os meus movimentos com os olhos. Isso não costumava me incomodar antes... mas depois do que YeRi me disse, eu tenho ficado um pouco receosa sobre ele. Eu estava fazendo o possível para não o olhar.

Eu apenas não queria que a nossa relação mudasse. Não queria tratá-lo diferente, não queria me afastar. NamJoon era o melhor amigo que eu tinha, não podia deixar que sentimentos estragassem o que tínhamos.

-Parece que temos uma plateia hoje... -Hyun-Shik entrou na sala um pouco antes da musica acabar, me fazendo parar para olha-lo- Não pare, querida. Continue, esta indo bem! O Jimin não vem hoje, então somos eu e você. Mas não vai ser um problema, já que você é quase uma profissional nesta coreografia. -sorriu e foi para o rádio- Pronta?

-Eu nasci pronta, senhor.

-É essa a atitude! -deu play e eu comecei a música. Me concentrei em mim e nós movimentos que eu reproduzia. Apenas nisso.

Agora meu corpo se movia com muito mais facilidade do que no início, quando ainda estava aprendendo. Antes era como ter que andar sobre o gelo, descalça, sempre escorregando e caindo. Mas após muitas quedas, e aprender alguns truques, eu ganhei patins e consigo deslizar perfeitamente, acertando tudo.

Mas e já estava tão acostumada com a companhia dele, que me era estranho dançar sozinha. Imagino como me sentiria em cima daquele palco, com o olhar de milhões de pessoas sobre mim, e mais cinco me avaliando.

-Está perfeito, EunJae.

-Perfeito? -ri e balancei a cabeça- Ainda não cheguei lá.

-Vai ficar até tarde novamente?

-Hm. -assenti- Só assim me sentirei segura.

-Não acho que seja bom para sua saúde que esteja praticando assim direto. Descanse hoje, amanhã é o último dia. Vai ter tempo.

-Mas eu...

-Por favor, EunJae, ouça as palavras do seu instrutor. Digo isso apenas porque me importo com sua saúde. Você precisa estar bem e descansada para a competição. Chega de passar o dia dançando, já está fazendo isso há duas semanas direto. -assenti lentamente.

-Certo... eu vou almoçar, e vou para casa então... obrigada, seonsaengnim -fiz reverência. Ele sorriu satisfeito, se despediu e saiu.

-Então... vamos?

-Vamos. NamJoon, você ainda tem aulas, né? -ele assentiu.

-Sim. Nós falamos mais tarde?

-Certo... -ele sorriu.

-Até mais, EunJae. -acenei e saiu.

-O que achou, YeRi? Eu estou bem?

-Tá ótima, amiga! Você está no nível dos dançarinos, com certeza!

-Cadê ele? Eu sei que ele está aqui! Jimin, para de fugir de mim! -gritaram do lado de fora da sala.

-Ele realmente não está aqui. -era a voz de NamJoon.

-Ah, por favor... ele está aí dentro com aquela garota, não está? Sai da frente! -gritou de novo e abriu a porta de forma agressiva- Aonde ele está?

-Ele quem?

-Jimin. Park Jimin!

-Não sei onde Jimin está. Ele não apareceu por aqui hoje.

-Me poupe desses joguinhos. -se aproximou de mim- Ele não desgruda de você desde que se conheceram naquele bar!

-Olha, Cho-Hee... eu sinto muito que vocês tenham terminado, e que ele não queira falar com você, mas... eu não tenho nada com isso.

-Você tem sim. E como você tem... se você não tivesse aparecido naquela noite, eu e Jimin estaríamos juntos agora! Mas não... ele tinha que conhecer a dançarinhazinha de merda que você é para atrapalhar meu relacionamento!

-Espera aí! Tá dizendo que ele terminou com você só porque nós nos conhecemos?! Faça-me um favor, e se enxergue! Eu não tenho culpa se você foi uma péssima namorada para ele, não tenho culpa que você perturbe tanto a mente dele que ele queira ficar longe de você. Não tenho culpa de ser uma pessoa melhor do que você.

-Você não é melhor do que eu, EunJae. Em nada. Eu sou mais bonita, tenho mais dinheiro, canto mais, danço mais, eu... -gargalhei.

-Você... dança mais do que eu? -ri em desdém- Eu nunca fui de me colocar acima de ninguém, mas você dizer pra mim que dança bem... tá brincando, né?

-EunJae, vamos embora. Deixa ela aí. Ela não merece que você se rebaixe ao nível dela. -YeRi segurou meu pulso.

-Tem razão. Não sei porque estou perdendo meu tempo aqui... Se eu fosse você, parava de vir aqui. Não vai conseguir nada, vão ser apenas viagens perdidas. -passei por ela e disse sem olhar para trás- Passar bem.

-Vamos. -YeRi finalmente me puxou para fora do prédio, deixando Cho-Hee sozinha na sala- Era a ex do Jimin?

-Era... Jin-Myung tinha razão. Cho-Hee é uma pessoa péssima. Estou com dor de cabeça.

-Vamos, eu pago o almoço hoje. -entramos no carro e ela foi em direção ao restaurante. Fizemos nossos pedidos e logo estávamos comendo- Devemos passar na farmácia? Como está sua cabeça?

-Estou melhor, obrigada YeRi. -ela sorriu.

-Agora, que namoradinha que ele foi arrumar hein... ela é tão egocêntrica.

-O pior é que ela não parecia ser desse jeito quando eu a conheci. Só ficou assim depois que eu conheci o Jimin.

-Você meio que roubou o namorado dela, então...

-Quem roubou o quê? Eu no roubei nada. Ela simplesmente acabou com o próprio relacionamento, e o Jimin fez uma escolha. Só isso. Não existe isso de roubar namorado.

-Certo... como está a comida?

-Ótima. E a sua?

-Também.

┱┲┱┲┱┲

Eu estava apenas jogada em minha cama sem fazer nada. Reconhecem o significado da palavra tédio? Que tédio! YeRi tinha ido para casa se arrumar para sair com Young-Nam e NamJoon havia saído com Jin-Myung. Jimin ainda não havia aparecido e eu não tive mais notícias de Cho-Hee, felizmente.

-Que chatice... -deitei de bruços e peguei o telefone. Abri o aplicativo de mensagens e digitei:

Ei

Tá fazendo o que?

Em menos de trinta segundos meu telefone vibrou com uma nova mensagem:

Estou saindo daqui agora.

Aconteceu alguma coisa?


Cho-Hee foi lá hoje de novo...


Fazer o quê?


O que mais ela iria fazer lá, Jimin?

Foi te procurar, claro.


Ahn...

Podemos nos falar depois?

Vou precisar resolver um outro assunto agora...


É...

Tudo bem.

Nos falamos depois...


Ele acabou de dizer que estava saindo de lá... que outro assunto ele resolveria?

Ao abrir o Twitter, a primeira coisa que vi foi uma publicação de Cho-Hee. Era uma foto de onde Dancing Busan era apresentado, com a legenda: “Já faz algum tempo que não venho aqui. Mas algo especial me fez voltar antes”

Eu apenas queria ligar para Jimin e perguntar o que exatamente ele tinha para resolver. Mas eu tinha muito medo da resposta que receberia. Eu estava insegura e com medo.

E se não fosse ele a me atender?

Será que esse algo que levou Cho-Hee até lá não foi algo, mas alguém?

Um forte sentimento de solidão tomou conta do meu corpo, e eu não sabia para quem ligar. Meus amigos tinham planos e estavam se divertindo, enquanto eu estou deitada na cama, com milhões de pensamentos que não deveriam ser meus.

Mas... por que sinto tanto medo de perder algo que sequer é meu?

Eu nunca gostei da ideia de sentir ciúmes... para mim é como estar inseguro consigo mesmo. É por isso que passei a minha adolescência evitando relacionamentos e envolvimentos românticos, ou algo do tipo. Ao pensar nisso agora, não sei se já estou pronta para me entregar à esse tipo de emoção. Ainda mais na situação em que estou.

Eu realmente não sei do que Cho-Hee é capaz de fazer para ter Jimin de volta.


Notas Finais


O que acharam? Por favor comentem!!
Até o próximo! 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...