1. Spirit Fanfics >
  2. Dancing In The Fire - Vincenzo (PT-BR: Original) >
  3. Capítulo 1

História Dancing In The Fire - Vincenzo (PT-BR: Original) - Capítulo 1


Escrita por: giodideus

Capítulo 1 - Capítulo 1


Parece que depois de todo o esforço e pressão, Erika finalmente pôde sentir um pouco de alívio em sua vida. Não era exatamente o emprego dos sonhos e nem mais interessante, mas foi o suficiente para agradar a própria família que, apesar de sempre incentivar, ou exigir, que ela seguisse a carreira jurídica, ela finalmente estava trabalhando em um escritório de advocacia. Como diretora financeira, mas era num escritório de advocacia. Sua família foi obrigada a se conformar.

Na verdade, foi uma grande surpresa para Erika surgir um emprego como esse no meio de tantos advogados e promotores, mas, além disso, a Wusang também era uma empresa que tinha funcionários fixos e, com a grande fama do escritório, foi necessário contratarem um diretor financeiro qualificado.

Era o emprego perfeito para Erika, ela tinha certeza que sua vida a partir dali seria incrivelmente séria e entendiante, mas seria bem longe de sua família, então o tédio seria um pequeno preço a pagar pela paz.

- Você é aquela estrangeira recomendada?

- Oh, sim. Erika Davis - ela cumprimentou Han Seung-hyuk, o CEO da Wusang, com um aperto de mãos.
- Dávish? Dévisu?
- Erika, você pode me chamar só de Erika. Ah! Acho que eu deveria ter te chamado de "sunbae", me desculpe.

sunbae: expressão coreana designada a alguém que tem um cargo superior.

- Ah, estrangeiros... Você é mais jovem do que eu pensei, deve ser impressionante para ter tido recomendações para trabalhar aqui.
- Eu me esforcei bastante - ela sorriu de forma seca depois de ter percebido que foi uma completa decepção para o que o Sr. Han estava esperando.

Ele rapidamente a encarou de cima a baixo e falhou miseravelmente ao tentar esconder sua expressão de reprovação. Mas ela não se abalou, seu currículo direcionava a imaginação de qualquer pessoa à uma imagem de alguém mais intimidadora. Ainda que estivesse acostumada com isso, ela já percebeu que não gostava de seu chefe. Ela rapidamente percebeu que ele parecia ser o tipo de pessoa que força uma simpatia que ele não tem.

- Bom, me siga que eu vou levá-la à sua sala e depois eu enviarei alguém para te mostrar o resto do prédio.

Nossa, ele realmente estava muito decepcionado para nem ter se dado ao trabalho de mostrar sua própria empresa para alguém que não seria uma estagiária.

Erika apenas concordou e durante o caminho soltou alguns elogios insignificantes sobre a decoração do prédio para tentar surpreender com algo além de seu currículo (o bom gosto).

Depois de subir alguns andares Seung-hyuk abriu a porta da nova sala de Erika para que ela entrasse. Pelo menos ele não havia perdido o cavalheirismo.

- Você não vai ter muitas preocupações com os aparelhos e programas, tudo é de última geração e fui informado que você não precisa de instruções detalhadas, o que é um grande alívio.
- Eu basicamente devo organizar as planilhas de pagamento dos funcionários e analisar os gastos da empresa e dos clientes, certo sunbae?
- Uau - ele forçou um sorriso tão grande que Erika pensou que seu rosto ia rasgar - Bom, conheça seu novo ambiente de trabalho e daqui a pouco vai chegar alguém para te mostrar o prédio.

Ele saiu da sala e nem sequer se deu o trabalho de diminuir o tom de voz ao falar com a faxineira.

- Só chame qualquer estagiário para mostrar o prédio para essa garota. Francamente, eu fiquei impressionado com o currículo, mas ela é totalmente sem graça. Ainda bem que não é uma nova advogada, seria mais decepcionante ainda...

Erika apenas suspirou encarando sua sala.
Uau, ela tinha uma sala só dela que tinha uma janela com visão para a parte rica de Seoul, ar-condicionado, uma mesa enorme com um computador que com certeza nunca a faria passar raiva mais outras mobílias que eram simples, mas com certeza custavam boa sorte do seu salário e era uma sala incrivelmente chata. O tédio emanava até mesmo no aroma amadeirado daquele lugar.

Ela correu para testar sua nova cadeira de executiva, que era bem confortável por sinal, e começou a ler um papel que tinha a lista de coisas que ela deveria fazer que não era nada mais além do que ela havia imaginado que faria.

Organizar o pagamento dos funcionários fixos seria fácil, ela sempre fez isso como distração no estágio e sempre sobrava muito tempo para ela exercitar seu verdadeiro hobbie.

Alguns que descobrissem sobre isso poderiam chamá-la de fofoqueira ou curiosa (não que isso fosse totalmente mentira), mas Erika sempre teve uma grande paixão pelo jornalismo investigativo. Ela estava sempre atenta a tudo e amava andar bem informada. Segredos de pessoas importantes eram sua paixão e se mudar para o outro lado do mundo foi uma opção por vários motivos e, dentre eles, estava sua segurança. Ninguém sabia que alguns poucos segredos foram vazados por causa dela e talvez nunca iriam descobrir, mas ela preferiu não arriscar mesmo que não fossem pessoas tão famosas. A oferta de emprego na Coreia foi a oportunidade perfeita em vários sentidos.

O seu tão sofrido curso de coreano acabou sendo útil no final de tudo, e se mudar para um outro país desenvolvido não era uma má ideia.

- Vamos ver o que você me aguarda Coreia...


Notas Finais


Fala cambada, bem vindos à minha história.
Boa leitura!
:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...