História Danger - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Jay Park
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, Jay Park, Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 2.320
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não me matem okay...
E espero que gostem...

Capítulo 16 - Just a fragile girl


Fanfic / Fanfiction Danger - Capítulo 16 - Just a fragile girl


- Acho que hoje terei de me apresentar não é mesmo? Afinal você precisará de um nome pra gemer. - O loiro prendia as mãos de Young Mi na cama aproveitando que a mesma ainda estava sobre o efeito da droga que lhe aplicaram.

Chanyeol que estava amarrado em uma cadeira logo ao lado da cama começava a acordar aos poucos, mas por conta da droga ainda estava muito zonzo para entender o que acontecia a sua volta.

- Me chamo Yoongi, mas hoje poderá me chame de daddy. - Ele termina de amarrar as mãos da garota e senta a seu lado na cama encarando Chanyeol. - Boa noite Sr. Park!

- Quem é você? - Chanyeol recupera a consciência por completo e tanta não transparecer o nervosismo de ver a namorada naquela situação.

- Sou o cara que vai transar gostoso e fazer sua namorada gemer loucamente hoje. - Yoongi passava a mão nas coxas da garota que estava voltando a si. - Boa noite minha linda. - Ele a olha.

- Você o que seu filho da puta? - Chanyeol começa a se debater.

- Vou foder a sua namoradinha gostosa! - Yoongi se vira para Young Mi que o reconhece e mesmo tentando não transparecer o medo era evidente em seus olhos, ela então tenta se levantar mais é impedida pelas amarras. - Lembra o que eu disse que faria com você em quatro paredes aquele dia que fiz isso na frente daquele seu amiguinho? - Ele enfia a mão por baixo de sua blusa indo em direção aos seios da garota. - Chegou o dia de brincarmos.

- Tira a mão dela seu desgracado! - Chanyeol se debatia na cadeira ao ver Yoongi tocar Young Mi, a mesma segurava as lágrimas ao sentir as mãos de Yoongi por seu corpo.

- Qual é Chanyeol, como pode ser tão egoísta e ter esse corpo todo só pra você? Apesar que tenho certeza que algum daqueles seus amiguinhos ja brincou com ela, o Jongin talvez? Jay tenho certeza que ja fodeu ela gostoso. - Yoongi olhava pra Chanyeol enquanto adentrava a mão pelo sutiã da menor. - Hoje vou te ensinar a gemer um nome novo. - Ele apertou de leve o local fazendo a mais nova morder o lábio de ódio. - Apesar de não serem tão grandes são gostosos de se brincar... - Ele sabia que apesar de relutar os toques faziam efeito no corpo da garota.

- Seu verme desgraçado eu vou fazer questão de te matar por isso. - Chanyeol estava tomado de raiva. - Vou estourar sua cabeça com um único tiro!

- Pode fazer isso tudo depois, agora estou meio ocupado. - Yoongi se direciona ao pescoço da garota dando um beijo e aproveitando para marcar o local com um chupão.

- Me perdoa Mi... - Chanyeol tinha os punhos cerrados.

- Tudo bem Oppa... - Young Mi tinha a voz falha por conta das lágrimas, e seu desesperado aumentou ao sentir o corpo de Yoongi sobre o seu.

- Sente como só a visão desse corpo me deixou. - Yoongi se debruçou sobre a mesma a fazendo sentir seu membro já duro. - Imagina como não vai ser gostoso a hora que ele estiver dentro de você! - Ele a beija mesmo a força ainda massageando seus seios.

- Desgraçado! - Young Mi se contorce após morder Yoongi o fazendo sangrar.

- Vagabunda! - O mesmo lhe dá um tapa no rosto da garota. - Acho bom aceitar o beijo antes que eu coloque outra coisa na sua boca! - Ele a olha malicioso sentado sobre ela retirando o cinto.

- Se tocar nela mais uma vez você morre! - Chanyeol tinha os olhos tomados de raiva.

- Toca-lá como? Assim? - Yoongi rasga a blusa que a menor usava e deixa uma mordida em seu seio direito ainda coberto pelo sutiã. - Vai fazer o que aí amarrado? - Ele ri da reação de Chanyeol e desce a mão até o cós da calça da garota que se debatia embaixo de si. - Quanto mais você se mexer aí embaixo mais duro ele fica. - Yoongi a encara puxando a cintura da garota conta seu membro fazendo um leve movimento como se a estivesse estocando e a mesma fecha os olhos relutando contra o que aquilo causava em seu corpo. - Acho que estou conseguindo mexer com você, não é minha querida? - Ele repete o ato subindo uma mão e apertando seu seio. - Pode gemer, eu deixo. - Ele sorri e quando ia abrir sua calça é impedido pelo estrondo da porta sendo arrombada. - Mais que porra é essa! - Ele se vira e vê Namjoon na porta acompanhado por Jongin.

- Tira a mão dela seu desgraçado! - Jongin adentra o quarto e tira Yoongi de cima da mais nova com um chute que o leva ao chão.

- Ele é meu Jongin! - Chanyeol tentava se soltar.

Namjoon o ajuda a se soltar enquanto Jongin segurava Yoongi, e assim que Chanyeol fica livre vai pra cima de Yoongi desferindo socos em seu rosto. Namjoon solta as mãos de Young Mi e a ajuda a levantar, a mesma tremia e tentava esconder o corpo já que sua blusa fora rasgada.

- Aqui pequena... - Jongin a cobre com sua jaqueta e a abraça forte. - Esta tudo bem minha pequena...

- Eu nao disse? Tenho certeza que ele ja fez ela gemer a noite inteira e você ne sabe. - Yoongi tentava se proteger dos socos.

- Cala voca desgraçado! - Chanyeol ja tinha as mãos cheias de sangue.

- Chanyeol chega! Você vai mata-lo! - Namjoon tenta segurar Chanyeol.

- Essa é a intenção! - Chanyeol tenta se soltar de Namjoon que havia o tirado de cima de Yoongi que ja se encontrava desacordado. - Me solta!

- Não Oppa... - Young Mi corre até ele o abraçando tentando o acalmar.

- Ele não merece viver depois do que fez! - Chanyeol a abraça.

- Ouve ela Chanyeol. - Namjoon coloca a mão em seu ombro. - Ela está assustada, temos que tira lá daqui.

- E vamos... - Chanyeol afunda a cabeça da amada em seu peito cobrindo seus ouvidos e pega a arma de Namjoon dando um tiro na cabeça de Yoongi.

- Chanyeol! - Jongin vai até ele pegando a arma. - Ela precisa sair daqui!

- Desculpa pequena... Desculpa deixar ele encostar em você... - Chanyeol volta a abraça-la.

- Temos que sair daqui. - Jay aparece na porta para buscá-los. - Agora!

Jongin e Namjoon puxam o casal para fora e seguem para o carro, Young Mi ficou o caminho todo de volta para casa abraçada ao namorado trêmula e completamente calada. Assim que chegam Chanyeol sobe com a mesma para seu quarto e a faz tomar um banho quente, apesar de insistir em ficar com a menor a mesma o trancou para fora do banheiro se dizendo estar "suja".

- Aquele desgraçado mereceu morrer hyung, se não fosse nossa chegada ele teria... - Jongin não consegue terminar a fala ao pesar no que poderia ter acontecido a amiga.

- Mais ele não devia ter atirado nele ali, na frente da Young Mi... Ela quase foi... Ver aquilo não era o melhor conforto pra ela no momento. - Namjoon se joga no sofá.

- Tenho que concordar com o Namjoon, apesar daquele desgraçado ter merecido morrer sabemos o histórico médico dela... Quase ser estuprada já deve ter sido o bastante pra ela ficar em pânico, saber que o namorado estourou a cabeça do agressor não a faria ficar melhor. - Jay suspira.

- Vou ver como ela está! - Jongdae se levanta.

- Não é melhor deixar os dois sozinhos? - Namjoon o olha.

- Se a conheço bem deve ter se esquivado dele, e ele como namorado preocupado pode te-la deixado sozinha. E tudo que ela menos pode agora é ficar sozinha... - Jongdae sobe até o quarto de Young Mi encontrando Chanyeol encostado a porta do banheiro. - Cadê ela?

- Tomando um banho... Não quis que eu ficasse com ela lá dentro, diz que está "suja" e não quer que eu a veja... - Chanyeol passa as mãos pelos cabelos suspirando.

- Você é mesmo um idiota né Park Chanyeol! Sabe que Young Mi tem crises de pânico e mesmo assim deixa ela se trancar no banheiro? - Jongdae o empurra da frente da porta e bate desesperado na mesma chamando pela amiga que não respondia, ele então sem pensar duas vezes arromba a porta e entra encontrando ela abraçada aos joelhos debaixo do chuveiro ligado ainda com a roupa com a qual chegara, com exceção da jaqueta de Jongin que estava no chão perto da porta. - Pequena... - Ele se aproxima e tenta abraça-la mais ela o empede.

- Eu estou suja oppa... - Ela o afasta mais ele a abraça com força. - Ele tocou em mim Dae... - Ela o chama pelo apelido que o chamava quando era mais nova.

- Minha linda você não está suja, não foi sua culpa... - As lágrimas de Jongdae se fundiam a água que o molhava.

- Eu não queria Dae... O Chany... Ele... Ele vai me odiar... - Ela chorava.

- Não vai Mi, Chanyeol te ama e sabe que você não teve culpa. Ele queria ter te protegido... - Ele puxa a garota para longe do chuveiro e vê Chanyeol sentado a porta escondendo o rosto com as mãos.

- Mais agora eu tô suja... Ela não vai mais querer tocar em mim... Ele deve estar com nojo de mim... - Ela abraçava o próprio corpo tentando se esconder.

- Não diga isso! Não tem por que ele ter nojo de você. Graças a Deus não aconteceu o pior... Vem pequena, você precisa se secar, é muito tarde pra você ficar molhada assim...

- Mais... Eu não quero que ele me veja... - Ela enfim levanta a cabeça e o olha.

- Então vamos fazer assim, você toma um banho enquanto eu pego roupas limpas pra você e depois a gente conversa sobre o Chanyeol. Okay? - Ele acaricia seu rosto.

- Promete ficar na porta? Não quero ficar sozinha... Não quero que ele entre e me veja assim...

- Eu prometo, vou apenas pegar sua roupa e volto. - Ele a ajuda a levantar e nota que Chanyeol não estava mais a porta, e quando sai o mesmo lhe entrega roupas limpas da namorada. - Você vai precisar ser forte Chanyeol... - Jongdae da um leve tapinha no ombro do maior e volta para o banheiro onde após colocar as roupas da garota sobre a pia fica apoiado a porta de costas pra ela.

Após o banho Young Mi coloca as roupas e cutuca de leve as costas de Jongdae que se vira e a olha, a mesma usava agora uma blusa de moletom e um shorts de pijama e assim que Jongdae da passagem pra que ela saia do banheiro ela vê o namorado a sua espera sentado na cama.

- Me perdoa pequena... - Chanyeol se mostra forte mais a mesma apenas abaixa a cabeça envergonhada. - Está tudo bem... - Ele vai até ela mais ela recua

- Eu não queria... Eu juro... - A voz da garota era embargada de lágrimas.

- Eu sei pequena. - Chanyeol a toma nos braços em um abraço apertado. - Você não teve culpa, eu devia ter te protegido melhor...

- Eu estou suja... Se você não me quiser mais... - Ela é interrompida por Chanyeol que a afasta apenas para olha-la nos olhos.

- Isso não foi sua culpa, você não está suja meu amor. E eu jamais vou te deixar, nunca mais pense nessa hipótese ouviu? - Ele enxuga as lágrimas em seu rosto e a garota apenas assente o abraçando forte, um abraço cheio de medo.

Jongdae deixa o quarto silenciosamente enquanto Young Mi abraçava o namorado como se quisesse o impedir de ir a qualquer lugar, e após convencê-la de que não a deixaria ele a coloca sentada na cama e seca seus cabelos e mesmo incomodado com a marca em seu pescoço não deixava isso transparecer a garota. Jongdae assim que chega ao final da escada e tem o olhada de todos os garotos sobre si desaba, o mesmo se encontrava sentado na escada com os olhos fechados.

- Hyung? - Jongin se aproxima.

- Ela se sente suja! Ela não queria que ninguém a visse! Ela achou que Chanyeol teria nojo dela! - Jongdae se levanta e solta as palavras quase como gritos

- Desgraçado! - Baekhyun se levanta nervoso.

- Fica calmo hyung... - Jongin o abraça.

- Calmo? Você tinha que ver os olhos dela cheios de medo... - Jongdae diz baixinho para o mais novo. - Ela estava se culpando...

- Eu vou acabar com todos eles! - Jay joga o copo que tinha em mãos longe e se direciona a porta.

- Calma hyung! Ela precisa de todos nós agora... - Namjoon o empede. - Todos aqui queremos mata-los um por um mais ela precisa da gente, o mais importante agora é ela saber que estamos todos aqui e que isso não foi culpa dela...

- Você tem razão... Mais eu juro que vou acabar com eles de uma vez por todas! - Jay respira fundo e volta para a poltrona onde estava.

O restante da madrugada foi carregado com o clima tenso que se fazia na casa, apesar de Young Mi dormir tranquilamente nos braços do namorado após muitas lágrimas vindas de ambos, no andar de baixo o clima era de ódio e preocupação. Nenhum dos meninos quiseram deixar a casa, então como a mesma era grande acabaram por dormi lá a espera do amanhecer para enfim poder ver a garota.




Notas Finais


Já me odeiam ? 🤣
Prometo tentar não ser tão ruim....
E não peguei pesado no "estupro" pois não é um dos gêneros que queria abordar nessa fic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...