História Danger ( Jung Hoseok ) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok
Visualizações 529
Palavras 1.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente
Avisos: Estupro, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo não viihtado!

Capítulo 13 - Decisão


Fanfic / Fanfiction Danger ( Jung Hoseok ) - Capítulo 13 - Decisão

Depois que ele disse aquilo, tentei de todas as maneiras afasta-lo de mim, fiz isso porque meio que fiquei exicitada, então não posso correr o risco de me entregar, ainda mais com vontade.

O dia passou rápido, e logo chegou o sábado, hoseok de manhã me acordou com beijos molhados e encostando em mim seu pênis ereto, porque ele é assim..? Tão... necessitado de toques, será que so os meus, ou ele faz isso com outra?

Preguiçosamente, me levantei a pedido dele, e tomei um banho, estou começando a ficar acostumada com ele querendo me olhar sempre quando estou tomando banho.

Terminei meu banho, e o mesmo como sempre, ficou no banheiro pra me ver se vestir.

Rapidamente fiz isso e arrumei meu cabelo fazendo uma trança, então fui pra sala onde ele me espera

¤`

Cheguei lá o banquete estava pronto, várias comidas muito apetitosas, e meu estômago deu sinal de vida.

- Vai ficar em pé mesmo,ou... vou ter que te pegar no colo..?! - Hoseok falou grosso, e estupidamente bruto.

- Não precisa, não quero ser tocada por você! - Falei sem pensar, que merda, logo um suspiro de medo saiu de mim, hoseok continuou me olhando com raiva nos olhos.

- Eu juro que da próxima vez que falar isso, eu te bato (S/N)! - Falou, e depois sorriu debochado - Você sabe que eu posso te comer a hora que eu quiser não sabe...? - Assenti, por medo - Então fiquei bem quieta, não queria me ver mais louco do que ja estou pra te foder!

Ele so pode ser louco, bufei irritada, e peguei meu prato com raiva, me servir pegando todas as comidas que queria comer brutamente, ele não pode fazer comigo, me deixar presa, e pedir pra mim satisfaze-lo.

Me sentei e comecei a comer de cabeça baixa, até quando eu vou ficar aqui, so pensar isso me lágrimas caíram facilmente.

- Porque você ta chorando?! - Ele bateu na mesa, e fez meu copo de suco tremer.

Continuei sem responder nada, ele respirou fundo, e novamente falou, so que dessa vez me fez ficar com medo:

- ME RESPONDE S/N!! -Gritou, batendo novamente na mesa.

- Não é nada...- Sussurei.

- EU QUERO A VERDADE, FALA ANTES QUE_

- NÃO É NADA,MERDA!, VOCÊ TÁ SE ENCOMODANDO COM MINHAS LÁGRIMAS?! - Gritei, e o mesmo me olhou incrédulo.

- Não derevia, mas estou sim, sabe porque...?! Eu odeio de ter chorar!!

- Você!, você é o motivo desse choro!! - Falei fanhosa por conta do choro.

- Eu?! Oque eu te fiz..?! - Perguntou, oque era óbvio.

- Oque você fez?! Você so poder sofrer de alguma doença, me sequestrou, e pretende a todo momento me estuprar e não fez nada...?- Perguntei sarcástica.

- Você quer ir embora...?- Perguntou, e travou o maxilar, isso ficou extremamente sexy.

- Você vai me deixar ir por acaso..?!

- RESPONDA A MINHA PERGUNA! - Gritou.

- Mas é óbvio que eu quero... - Falei baixinho.

- Pra sair com Bambam...? e dar pra ele como presente de aniversário..?! - Ele apertou os punhos.

- Q-que ?! Claro que não, não sou uma vadia, me respeite!.

- Respeito...- Murmurou sarcástico - Você não vai sair da qui, até que eu queria!

- Nós temos escola, seu... - Pensei- Eu não posso reprovar de ano Hoseok... por favor! - Falei chorosa.

- Que se foda, você não precisa trabalhar, eu te sustendo, como estou fazendo agora! - Me olhou, e rapidamente parei de comer, e derrubei o prato no chão por raiva, te sustendo? 

- É.. pode jogar, você vai sentir fome, e é isso que vai comer! - Ele disse.

- Eu te odeio Hoseok...- Falei raivosa.

- Eu te amo....- Falou enquanto nossos olhos se debatiam um por ódio, e outro por amor.

Tentei me levantar mas ele não deixou, e por medo, como sempre, o obedeço.

- Me deixar ir pro quarto Hoseok..- Pedi manhosa.

- Oque vou ganhar se te deixar ir...hm?! - Ele abaixou a mão, e pelos movimentos sei que; ele enfiou a mão na bermuda.

- Eu_

- Hm... você sabe oque é isso?! - Engoli seco, Hoseok se levantou e relevou seu pênis ereto.

- S-sei...- Falei por ele ter lançado um olhar mortal.

- Sabe oque ele quer...?! 

- Não Hoseok...- Falei nervosa, o idiota ficou parado na minha frente balançando seu membro sem parar.

 - E-eu... - Ele gemeu e continuou a se masturba - Eu quero, Eu quero você... agora!

- Eu não quero!  - Desviei o olhar, e Hoseok virou meu rosto brutamente, e me obrigou ficar parada, ele começou a enfregar a cabeça do pênis dele, nos cantos da minha boca 

- Eu juro que tento...- gemeu - Mas... é mais forte que eu, me chupa s-s/n! 

- N-não h-hobi...- Apelei pelos apelidos.

- PARA.PARA.PARAA!! - Ele passou a mão no cabelo - Filha da puta, não chora... vaca do caralho... você ta fazendo isso pra me destabilizar,não.é?!! - Depois dele ter falado. Hoseok começou a jogar tudo oque via pela frente no chão.

Então ser carinhosa com ele fazendo algo de errado, o deixa culpado..?

A cada minuto ele ficava mas trastornado por não parar de chorar, ele gritava, e me xingava de nomes horríveis.

Por impulso, afastei a cadeira rápido, e corrir pro quarto ouvindo os gritos dele:" Volta aqui s/n!!" " agora" não pensei duas vezes entrei no quarto, e fechei a porta com a chave.

Ouvi os passos dele vindo até o quarto, e logo ele parou na porta.

- Abre essa merda! - Ele disse, batendo e forçando. Forçando maçaneta o tempo todo.

Isso não pode acontecer de novo.

- Eu não vou abrir Hoseok!, não vou...- Falei, comecei a procurar algo que me defendese caso ele entrasse no quarto, e achei o celular dele em cima da cômoda.

Peguei rapidamente, destravei e não tinha senha, Glória, digitei o número de Lisa e logo ela atendeu:

- Lisaa?!

- S-s/n...?! Meu deus, onde você está?!

- Hoseok.. e-ele -' parei de falar e desliguei o celular, Lisa não ia me achar a tempo, então não tive outra opção.

- H-hobi...- chamei baixo.

- Oi...- Ele respondeu, parencendo estar cansado.

- Você q-quer...?

- Quer oque..?! - Ele tentou novemente abrir a porta.

- F-fazer sexo comigo.

- Onde você quer chegar com isso?!

- Só me responde, você quer...?

- Muito... e não é sexo, quero fazer amor.

- Você vai ficar melhor depois disso...?

- Como.assim.ficar.melhor?! - Ele pareceu não entender oque eu falei.

- Ser carinhoso, e menos bruto comigo...

- Você quer...?!

- Quero...- Sussurei.

- Me desculpe por ter sido assim... - Ele disse.

Então, tive a conclusão que: se fizesse tudo ficaria melhor, talvez ele ate me deixasse  ir embora,então:

- A noite...- Falei.

- A noite...?! Você vai...- Ele parou, e depois falou eufórico: - Ta... a noite! - E foi embora, me deixando sozinha no quarto, pela primeira vez sem estar comigo ou vendo oque estou fazendo.



Entre o certo e o errado, temos que fazer oque vai nos deixar bem.

Viih-tae♡



Notas Finais


(S/N)... tudo bom?, oque você vai fazer amiga..? Quero saber, comentem aí...

Favoritem ♡

Sigam-me @viih-tae


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...