1. Spirit Fanfics >
  2. Dangerous - Alice Cullen (Crepúsculo) >
  3. Problems

História Dangerous - Alice Cullen (Crepúsculo) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor



Capítulo 7 - Problems


Fanfic / Fanfiction Dangerous - Alice Cullen (Crepúsculo) - Capítulo 7 - Problems

"Você sabe que eu quero você

E você sabe que preciso de você

Eu quero tanto

Seu romance ruim"

Bad Romance - Lady Gaga

A noite passou rapidamente, fiquei assistindo filmes de terror com Alice até seis horas da manhã (pelo menos, o que o fogo de nós duas nos permitiu), quando tivemos que nos arrumar para ir para a escola.

-Argh... Não podemos ficar mais cinco minutos? – Alice perguntou, abotoando a blusa.

-Infelizmente não. – resmunguei, colocando meu sutiã.

-Vamos ficar aqui só mais um pouco... – ela pediu, me puxando para um beijo.

Retribuí o beijo segurando no rosto da garota, eu não queria sair dali, estava quase desistindo de ir para a escola quando Rosalie entrou no quarto, batendo a porta.

-Estamos atrasa... Uh, momento íntimo. Belo sutiã, S/n. – ela disse, soltando uma risadinha.

Alice bufou, revirando os olhos e rindo.

-Ficou mais bonito quando tirei do corpo dela. – ela disse, sorrindo e saindo do quarto.

-Pelo visto aproveitaram bem a noite, te vejo lá embaixo S/n. – Rose disse, saindo logo depois de Alice e rindo.

-Certo. Vejo vocês lá. – falei um pouco envergonhada. 

Vesti minha roupa rapidamente, torcendo para que Alice colocasse uma fechadura nova na porta. 

Quando desci para o primeiro andar encontrei todos os Cullen na cozinha, Bella estava no meio deles. Eu sabia o porquê dela estar tão “protegida”. Eles estavam com medo, e com certa razão, eu havia passado dos limites.

-Bom dia... – falei quase me um sussurro.

-Bom dia! – todos responderam, exceto Edward.

-É... Será que eu posso...? – comecei, olhando para Bella.

Mas antes mesmo que eu pudesse dizer qualquer coisa, Edward entrou na frente dela, como um cão protegendo seu pote de comida.

-Edward, tá tudo bem. Vamos lá fora S/n? – Bella perguntou, fazendo com que Edward a olhasse, com ódio em seus olhos.

-Se quiser que ele vá junto, por mim tudo bem. – falei, mesmo desejando que a garota fosse sozinha comigo.

-Não, vamos nós duas. – ela disse, me deixando levemente aliviada.

Ela desceu da cadeira com dificuldade, o que me fez sentir mais culpa ainda, mas sem se importar com o olhar de todos sobre ela. A garota se aproximou de mim, me levando para fora da casa. Pela primeira vez eu não me senti atraída pelo cheiro de Bella.

-Acredito que isso chocou os Cullen agora. – eu disse rindo. – achei que você tinha medo de mim.

-E... Pra ser sincera, eu tinha, mas ontem à noite me fez perceber que a culpa nunca foi sua... Você não escolheu me atacar. – ela começou. – Acredite, eu não estou irritada, eu quero mesmo ser sua amiga.

Era claro que Bella estava sendo sincera, eu tinha medo de machuca-la, mas parecia que eu estava cada vez mais perto de conseguir me controlar perto dela.

-Eu também quero ser sua amiga Bella, mas o Edward... 

-Eu vou conversar com ele, Edward só se assustou com tudo que aconteceu, tenho certeza de que em algumas semanas ele não vai nem se lembrar do que aconteceu. – ela disse, tentando me tranquilizar.

Ah, claro! Até porque todo dia alguém tenta matar a namorada dele.

-Obrigada Bella. – agradeci, sorrindo sinceramente para a garota.

Ela sorriu em resposta, e logo os Cullen saíram. Cada um indo em direção ao seu carro.

-Vejo vocês depois da escola! – Esme disse se despedindo dos filhos. – espero ver vocês duas também. – ela estava se referindo a Bella e eu.

O caminho até a escola foi tranquilo, fiquei conversando com Alice e Rosalie o tempo inteiro sobre o baile do final do semestre, que aconteceria em dois meses.

-Você vai, não é? – Rose perguntou para mim.

Eu realmente não sabia o que responder... A pergunta que mais percorria em minha cabeça era “ficar com Alice ou fazer o que meu pai me pediu?”, por isso não tive tempo de pensar em nada da escola, nem mesmo as provas finais.

-Acho que sim. – respondi, tentando disfarçar a preocupação que tomou conta de mim.

-Como assim “acho”? Você vai ser o par da minha irmã! – ela disse, indignada.

-Não enche Rose. – Alice respondeu, com indiferença. 

Mesmo tentando disfarçar, era claro no rosto de Alice que ela queria que eu ficasse para a formatura, e eu queria mais do que tudo ir com ela, mas eu não sabia quanto tempo seria necessário para Edward ligar os pontos e descobrir a verdade sobre mim.

-Mas vocês namoram! – Rose exclamou ainda indignada, arregalando os olhos quando percebeu o que estava acontecendo.

Eu nunca havia parado para falar sobre isso com Alice, estávamos juntas, sim, mas de que jeito?

-Eu... Bom, o baile parece uma ótima desculpa para usar vestidos bonitos. – encerrei, logo fazendo com que Rose mudasse de assunto.

Ficamos pelo resto do caminho falando sobre vestidos, o que não me interessou muito, então fiquei admirando a paisagem até a escola.

-Vejo vocês nas aulas. – Alice disse, saindo do carro e batendo a porta. 

-O que deu nela? – perguntei, mesmo já sabendo a resposta.

-Eu não devia ter falado que vocês estavam namorando... Eu não sabia... – Rose começou, mas a interrompi antes que colocasse completamente a culpa nela mesma.

-Ei, não foi sua culpa, eu devia ter falado sobre isso com Alice antes de... Enfim, eu acho melhor irmos. – falei, tentando evitar pensar na noite que tivemos.

*** 

Tive apenas duas aulas com Emmett e Jasper no primeiro, e nenhuma com Alice, eu estava começando a ficar preocupada com o comportamento dela.

-Ei! – uma voz ecoou no corredor onde eu caminhava sozinha.

-Sim? – respondi, me virando para o dono da voz.

-Consegue se lembrar de mim? – o garoto loiro perguntou, sorrindo e colocando as mãos no bolso.

Eu não fazia ideia de quem caralhos era aquele idiota.

-Claro! – menti, mas o garoto não acreditou muito.

-Mike, eu sentei do seu lado no seu primeiro dia de aula no refeitório. – ele disse. Finalmente me recordei do garoto. – você me emprestou uma caneta na biblioteca no seu segundo dia e...

-Já entendi. – o cortei, sorrindo. – o que quer Mike?

-É... Você sabe que faltam dois meses para o baile, né? – ele perguntou. Continuando quando assenti com a cabeça. – Eu queria saber se...

Parei de escutar o garoto quando Alice apareceu atrás dele, na outra ponta do corredor, ela olhava decepcionada para nós dois, o que me fez ficar preocupada. 

-E então? – o garoto finalizou.

-Desculpe... O que disse? – perguntei, voltando minha atenção para o garoto.

-Se quer ir ao baile comigo... – ele disse, um pouco sem graça.

-Ah... Eu... Eu não vou para o baile, não sou do tipo que participa dessas festas de escola. – encerrei, voltando a andar sem ouvir o que o garoto tinha para dizer. 

Fui o mais rápido que eu podia na direção onde Alice estava, eu precisava falar com ela de qualquer jeito, o que havia acontecido hoje cedo tinha sido estranho, sim, mas não era motivo para ela correr de mim.

-Vai com calma aí. – Emmett zombou, mas o sorriso do seu rosto sumiu ao ver que eu estava preocupada. – Ei! O que houve?

O garoto me parou e me levou até um canto do corredor, tentando evitar as pessoas que passavam perto de nós.

-Alice... Ela está diferente desde hoje cedo, foi por causa do que Rose disse. – suspirei. – ela achava que nós estávamos namorando, mas não falamos sobre isso ainda, e então ela...

-Ficou irritada... Eu sinto muito S/n, tem algo que eu possa fazer por você? – ele perguntou, parecia estar sendo sincero.

-Sim... – falei, o abraçando logo depois.

Mesmo com seu corpo gelado, na mesma temperatura que o meu, eu conseguia sentir o calor das emoções de Emmett, senti que o abraço era sincero, o que me reconfortou. Eu gostava dele, mesmo sendo um pouco irritante ás vezes, não sei como eu poderia ser feliz sem as piadas dele no refeitório...

-Obrigado Emmett, preciso procurar Alice agora. – falei, desfazendo o abraço.

O garoto apenas assentiu com a cabeça sorrindo, logo voltei a correr pelos corredores da escola procurando Alice por todo lugar, sem sucesso. Onde ela estaria? Não poderia ter saído da escola, ainda teríamos algumas aulas.

Me afastei dos meus pensamentos quando senti uma mão puxando meu pulso, pela força que usará eu já sabia quem ela.

-Alice! – exclamei, me virando para a garota e a abraçando. – quase me matou de susto!

-Precisamos conversar sobre você S/n... E, principalmente, sobre nós. – ela disse séria, mas retribuiu o abraço.

Agora eu tinha certeza de que estava ferrada.



Notas Finais


Hmmmm
Tretas por aí?
E essa amizade do Emmett e da S/n?🛐
Jajá posto o próximo :))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...