História Dangerous - Imagine Park Jimin - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Ação, Assassina, Bts, Imagine, Imagine Jimin
Visualizações 274
Palavras 1.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei com mais um capítulo fresquinho pra vocês! Prometo que vai ficar mais interessante mais pra frente!!!
Boa leitura <3

Capítulo 4 - Divertido


Fanfic / Fanfiction Dangerous - Imagine Park Jimin - Capítulo 4 - Divertido

 

{06:35h AM}

 

Tudo o que eu mais queria era ficar aqui, deitado pelo resto do dia, quentinho, dormindo tranquilamente, mas a realidade é cruel e frustrante, tenho que me levantar nesse frio de matar e ir à luta. 

Felizmente já é sexta feira, esse fato realmente melhora meu dia em noventa porcento, noventa porque tenho uma aula na faculdade que sempre acaba com todas as minhas expectativas de ter um dia realmente bom, não é pela aula, mas sim pela professora, tem algo nela que eu não gosto nenhum pouco, pelo jeito é recíproco, pois ela me trata com indiferença mesmo diante de todos os meus esforços para ser o melhor de seus alunos. Sinceramente? Caguei... A matéria dela de longe é a mais importante do curso, então só ignoro. 

Todos os professores pegam muito no meu pé por eu ser bolsista, mas ela em especial é a campeã, talvez ela seja amiga da coordenadora Ji Hoo, só isso explica sua implicância com a minha pessoa. 

As aulas passam voando, quando menos espero já está na hora de ir para o serviço, assim como todos os outros dias, corro para me trocar e sigo para o trabalho. 

 

Ao final do dia, como hoje é sexta feira, sou convidado por minha colega de trabalho a ir ao happy hour em um bar que fica próximo a empresa, todos no escritório vão e ela usa justamente essa desculpa como pretexto para me convencer, aceito mesmo sabendo que amanhã tenho que acordar cedo para ir a aula de dança onde J Hope ministra. 

Jogo dois canecos de chopp goela adentro enquanto belisco alguns petiscos na mesa, socializo com meus colegas de trabalho. 

É incrível como as pessoas são fora da empresa, Sun Hee, a garota que me convenceu a estar aqui, é totalmente diferente, no trabalho ela é sempre mais centrada e quieta, fora da empresa ela é uma garota divertida e comecei a achar que ela é bem atraente depois dos dois canecos cheios que virei a pouco. 

Passamos um tempo no bar, mas ao olhar as horas, percebo que tempo demais já se foi.

 

- Desculpem, mas eu já tenho que ir, está ficando tarde...

- Tchau Sr. Park! - diz meu chefe me dando um aperto de mão. 

- Espere, eu vou com você! Já está tarde para mim também... - diz Sun Hee se levantando da mesa. O pessoal já nem se manifesta mais, pois toda vez ela faz isso, sabe que eu não vou deixar ela ir sozinha até sua casa então aproveita a companhia.

- Vamos então.. Tchau gente! Até segunda feira. - e assim todos se despedem de mim.

 

No caminho até a casa de Sun Hee, fomos conversando sobre o trabalho e a faculdade, já que ela também cursa direito, é uma conversa rápida, sua casa fica bem próxima do trabalho, por isso não me importo de acompanhá-la, quero que ela esteja segura. 

Chegamos a porta de seu prédio, Sun Hee está mais alterada que em outros dias, talvez tenha abusado um pouco além do que deveria no álcool, ajudo ela com as chaves e como forma de agradecimento um pouco forçado demais, me puxa para um beijo, dou passagem já que não estou de todo sóbrio, seu beijo é calmo, no entanto não é o melhor que já provei, acho que esperava um pouco mais, ela parece ser uma pessoa interessante, apesar de não estar no seu mais puro estado mental, por isso não vou além, encerro nosso beijo.

 

- Você não quer me acompanhar? - diz manhosa.

- Não, quer dizer... Eu tenho algumas coisas para fazer amanhã bem cedo...

- Tudo bem então... - diz frustrada.

- Não fique triste, está bem? Quem sabe algum outro dia...

- Ok. Boa noite Sr. Park... 

- Você sabe que pode me chamar de Jimin.

- Sim, mas acho sexy te chamar assim... - diz com um sorriso sacana nos lábios. 

- Como quiser... Preciso ir. Boa noite Senhorita Sun Hee. - dou um sorriso mais sacana ainda e me afasto, seguindo meu caminho. Não diria que estou dando falsas esperanças para a garota, realmente não tenho interesse nela, mas quem sabe.

 

Chego em casa fazendo o mínimo de barulho possível, não quero acordar minha mãe que certamente já está descansando de seu dia pesado de trabalho, mas em vão, pois assim que escuta o barulho da porta já desce as escadas.

 

- Filho? Porque chegou tão tarde? 

- Teve um happy hour depois do serviço mãe, Sun Hee meio que me obrigou a ir... 

- Sei, e você não quis nenhum pouco ir por causa dela né... - diz cruzando os braços.

- Não, eu só fui porque ela insistiu muito.

- Sei bem, e essa boca toda borrada de batom não significa nada não é? 

- O que? - Corro até o espelho mais próximo esfregando os lábios mas fui tapeado, minha mãe jogou verde e eu caí direitinho. - Você venceu! 

- Eu sempre venço ... - diz dando um beijo em minha bochecha. - Boa noite filho!

- Boa noite mamãe.

 

Não acredito que caí nessa, Sun Hee nem estava de batom... deveria ter desconfiado. Bom, agora já era, fui descoberto. 

Apenas quero relaxar com um banho, e assim faço. Logo já estou na minha cama debaixo das cobertas prestes a pegar no sono.

 

A luz do dia ilumina todo o meu quarto subitamente, demoro um pouco até perceber que na verdade Hobi quem abriu as cortinas e com empolgação logo estava jogado em cima de mim gritando como sempre, gostaria de tentar entender de onde ele tira toda essa energia que sempre exala. Não dura muito pois se levanta rapidamente com cara de nojo quando nota que eu estou de cueca, saindo do quarto. 

Começo a me trocar pois sei exatamente porque está aqui, e se chegou a esse nível quer dizer que eu estou atrasado. 

Tomamos café com minha omma e fomos para academia de dança, começaremos uma coreografia nova essa semana, já está tudo pronto, só resta que os alunos aprendam. Aos sábados costumo atuar como “assistente” do J Hope, pois a turma a quem da aula é muito grande, cerca de 20 pessoas, ele não dá conta sozinho e para mim é um prazer já que não posso trabalhar com o que gosto. 

 

Corre tudo bem durante a aula, nossos alunos mandam muito bem, modéstia parte, somos ótimos professores... 

 

No caminho de volta para casa, passo no mercadinho como de costume para comprar algumas besteiras, passarei o restante do dia em casa, jogando vídeo game e não fazendo de nada, desta vez não tenho nenhum trabalho da faculdade para fazer. Literalmente sábado é meu dia favorito da semana.

 


Notas Finais


Por hoje é só meus amores, mas amanhã tem mais!
Desculpem qualquer erro, se houver algum me avisem.
Me sigam para receber notificações sobre novos capítulos!


Leiam “Passion Trip” que tá a coisa mais linda!

https://www.spiritfanfiction.com/historia/passion-trip--imagine-park-jimin--imagine-jungkook-12194937


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...