1. Spirit Fanfics >
  2. Dangerous is sexy, baby (DOB) >
  3. .fried chicken and beer? happy yeongie!

História Dangerous is sexy, baby (DOB) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


menti. não me importo com nada, eu só quero fazer fanfic e foder o taeyeong *-* rsrsrs
é para meu próprio benefício
pra quem for ler é só um extra rs

Capítulo 2 - .fried chicken and beer? happy yeongie!


Era no meio do verão, as performances dos D.O.B se resumiam as sextas-feiras. Dias muito quentes, que deixavam a camisa de qualquer um que dançasse naquele sol de fim de tarde ensopadas. Park Jin e Hwani viviam ocupados pela tarde e só participavam da performance a noite, alguns dias apenas eram Taeyeong e Bonggeun performando. 

Os dois eram um bom time. Se complementavam até. Tinham uma boa química e se entendiam em questão de performance. Bonggeun eram um dos membros que Taeyeong tinha uma maior afinidade, justamente por terem a idade próxima e Bonggeun agia com muito aegyo, e meio que Taeyeong tinha uma queda por ele. 

Bonggeun gostava de ficar hypando Taeyeong quando ele dançava, falando coisas como "sexy" e "fofo" no microfone, imitando uma voz mais grossa só pra fazer o menor rir. Eles não tinham muita diferença de altura, mas Bonggeun continuava sendo maior que Tae e tratava ele com carinho. Por conta disso, Taeyeong tinha criado uma afinidade com o rapaz das bochechas gordinhas e olhinhos redondos.  

Bonggeun postava fotos dos dois no instagram e marcava a tag #BongTaeng, os dois já tinham até feito um busking com roupinhas iguais porém de cores diferentes, até compartilhavam roupas um do outro, e não era como se o Lee se incomodasse com a proximidade que o mais velho estava criando. Até incentivava e achava graça quando Bonggeun o provocava no meio do ment, sussurrando na sua orelha e tentando beijar sua bochecha.  

Ah, e Taeyeong estava tão frustrado sexualmente.  

Ele queria muito transar e ultimamente, quando olhava para Bonggeun, o via como um alvo ambulante que precisava ser traçado. Sentia que o rapaz tinha uma recaída por garotos, principalmente com seu crush inegável por Jaehwan, que era um hétero que jura de pé junto que só come mulher. Taeyeong queria dar novos horizontes para Bonggeun, e não teria problema nenhum em ser o amigo de foda do maior. 

Por isso, em uma sexta-feira, após a performance do time e eles terem tirado fotos com as fãs, ele se aproximou de Bonggeun e encostou seus ombros juntos, iniciando uma conversa com o rapaz, que parecia cansado. 

"Bonggeun hyung," Chamou sorrindo, fazendo o dito cujo tirar os olhos do celular e lhe dar atenção. 

"Ah, Taeyeongie" Cumprimentou e ambos ajustaram os passos para andarem lado a lado, ficando um pouco mais para trás dos outros, que conversavam mais na frente. 

"Hoje foi um dia muito quente, né?" 

"Verdade," Concordou e fez um bico. "só quero ir pra casa e dormir." 

"Eu também" Sorriu com malícia, mas Bonggeun não pareceu perceber nada. "Então, eu queria perguntar se você quer ir na minha casa hoje?" 

"Sua casa?" Perguntou confuso com a proposta repentina e Taeyeong acenou positivamente com a cabeça. 

"É, a gente podia pedir frango frito e cerveja," Deu de ombros e Bonggeun pareceu ponderar a proposta. "a gente podia até jogar e você podia dormir lá hoje." 

"Okay, só se você pedir duas caixas de frango frito." 

"Fechado." Taeyeong sorriu e Bonggeun passou o braço por cima dos seus ombros. Os dois rapazes saíram rindo e conversando no decorrer do trajeto, fazendo piadinhas sobre os erros que os amigos tinham feito naquela noite. 

Ambos se despediram do resto dos companheiros e Taeyeong liderou o caminho pro seu apartamento, que não ficava muito longe dali. Sentia saudades de morar com seus pais, mas precisava se mudar pra ter um pouco de privacidade e lidar com seu trabalho, além de ficar mais próximo de Hongdae. 

"Pode entrar, hyungie" Taeyeong convidou e Bonggeun fez um som de concordância.  

Taeyeong olhou para Bonggeun de cima a baixo enquanto o mesmo retirava o casaco e os tênis. Lambeu os lábios e sorriu inocente quando o outro o olhou. "O banheiro" Chamou e Bonggeun o seguiu até o cômodo indicado, "pode tomar banho primeiro". 

"Por que você não toma comigo?" Indagou, já começando a desabotoar as calças e puxar a blusa suada do seu corpo. Taeyeong mordeu o lábio inferior e desviou o olhar, dando de ombros. Ah, como queria tomar um banho coladinho e esfregar as costas do Kang. 

"Depois eu tomo, vou aproveitar e pedir o frango logo." Respondeu, preparado para sair do banheiro, mas não sem antes sem dar uma última olhadela no rapaz de cueca. "Vou deixar umas roupas em cima da cama pra você vestir." 

"Okaay~" Ouviu enquanto fechava a porta do banheiro. Taeyeong pegou algumas roupas maiores que o seu corpo e deixou em cima da cama, enquanto pedia duas caixas de frango frito e cerveja para poder curtir aquela noite.  

Quando Bonggeun saiu do banheiro, já de banho tomado, Taeyeong deu um suspiro baixinho com o rapaz de cabelo meio molhado com sua camisa branca e calça de moletom. Queria tanto dar uma provinha, mas sabia que teria que esperar mais algum tempo, até realmente criar uma conexão mais sexual. 

"Se o frango chegar você paga, Bonggie!" Cantarolou e ouviu um "Hey!" indignado, que ignorou em função de tomar seu banho.  

Se despiu completamente e puxou seu cabelo loiro-castanho para trás, se olhando no espelho. Mandou um beijinho para seu reflexo e tomou um banho bem tomado, pra ficar bem limpinho e cheirosinho para poder se esfregar "sem querer querendo" em Bonggeun. Podia até culpar a bebida por suas ações ousadas. 

Após o banho, vestiu uma blusa enorme que achava que era de Yuseong e um short confortável. Quando entrou no seu quarto, Bonggeun estava sentado no chão de pernas cruzadas, perto da cama e abrindo as caixas de frango frito junto com as garrafas de cerveja. 

"Hmmm, alguém pagou a conta" Taeyeong provocou sentado ao lado do rapaz, encostando as costas na cama e puxando uma coxa de frango pra comer. Bonggeun revirou os olhos. 

"Acho que tu só me chamou aqui pra pagar a comida..." Resmungou e Taeyeong fingiu uma surpresa falsa. 

"Meu Deus, como ele descobriu meu plano infalível?" Comentou e riu alto quando Bonggeun o empurrou com o cotovelo. "Ai, hyung! É brincadeira. Eu juro que só queria sua companhia!" Disse sério, segurando o riso e Bonggeun sorriu. 

"Aham, sei, eu finjo que acredito." 

"Esse hyung não acredita em nada do que eu digo." Reclamou de brincadeira e ambos caíram na risada.  

Os dois começaram a comer todo o frango e beber mais cerveja que o necessário, deixando-se levar pela conversa leve e o filme que Taeyeong tinha posto no notebook na frente deles. As risadas começaram a ficar mais frequentes, causadas pela bebida alcoólica nos sistemas dos rapazes e Taeyeong começou a ficar mais travesso, puxando a camisa de Bonggeun para si e descansando a mão em sua coxa, acariciando discretamente.  

Bonggeun tinha o rosto vermelho e os olhos pesados, deixando seu peso cair pelo lado do Taeyeong em busca de apoio. O menor ria, com as bochechas e orelhas vermelhas, jogando a cabeça pra trás e murmurando coisas que não faziam muito sentido. Ambos estavam muito bêbados quando a cerveja e o filme acabaram. 

"Uh, a gente deveria dormir agora?" Bonggeun perguntou, voltando a sentar direito e se alongar, enquanto Taeyeong colocava as caixas de frango frito ao lado e colocava o notebook em cima de sua cama. 

"Nãoooo" Negou manhoso e Bonggeun soltou uma risada fraca pela fofura do maknae, o olhando inquisitivo. "vamos brincar!" 

"De que?" Se virou de lado para poder ficar de frente para o menor, que imitou a pose do rapaz. Os dois ainda meio moles por conta da bebida. 

"Hmmm..." Fingiu estar pensativo e ergueu o dedo indicador, como se tivesse uma ideia. "de verdade ou desafio!" 

"Pelo visto eu só vou escolher verdade, porque eu não vou me levantar daqui tão cedo" Disse enrolado e Taeyeong concordou. 

"Então vamos só jogar verdade ou verdade!" Falou como se fosse uma ideia brilhante e ambos caíram na gargalhada, como se aquilo fosse a piada mais engraçada no mundo. Meu Deus, o que a bebida alcóolica não faz com dois indivíduos? 

"Gira a garrafa" 

"Mas hyung só tem nós dois aqui." 

"Ah, então jokenpô pra ver quem vai primeiro!" 

"Jo-ken-pô!" 

Taeyeong ganhou e fez uma dancinha da vitória com os braços. Agora que começaria seu plano de verdade, mais cedo do que esperava, porém quanto antes, melhor! 

"Okay, Kang Bonggeun!" Taeyeong ordenou e Bonggeun cruzou os braços, estreitando os olhos para seu oponente. "você já recebeu um boquete de alguém?" Perguntou na lata e Bonggeun arregalou os olhos, pego de surpresa. 

"Uh..." Gaguejou e abaixou o olhar meio envergonhado. "Passo!" 

"É sim ou não, Bonggie" Insistiu e sorriu confortante. "Tudo bem, é só um jogo, eu tô só brincando" 

"Só uma vez... e nem foi tudo isso" Falou sobre sua respiração e logo mudou de assunto. "E você, Taeyeong, já teve vontade de ficar com garotos?" Sorriu como se o feitiço tivesse virado contra o feiticeiro e Taeyeong franziu as sobrancelhas. Há! Daquela fruta já tinha provado há muito tempo. 

"Sim. E já fiquei." Respondeu sincero e Bonggeun fez um som de desacreditado, acenando positivamente com a cabeça. 

"Ele é sincero, ele." Coçou a cabeça, meio sem-graça com a honestidade de Taeyeong, porém muito bêbado pra realmente dar atenção para aquilo. Deu um pequeno sorriso para o mesmo, fazendo um sinal com a mão, querendo prosseguir com o jogo.  

"Bonggeun, você tem um crush no Hwani hyung?" Perguntou sorrindo maligno e Bonggeun quase se engasgou, batendo no peito para desentalar. 

"Que tipo de pergunta..." Desviou o olhar e acenou levemente com a cabeça. "sim, mas ele só fica com garotas... mas tá tudo bem! É só um crushzinho de nada!" Tentou se explicar e Taeyeong colocou a mão no seu joelho, dando tapinhas amigáveis.  

"Eu entendo." O pequeno já tinha se apaixonado por amigos héteros então entendia o sofrimento pelo qual o outro estava passando.E a sensação de nunca poder ficar com alguém que você gostava doía. 

"E você..." O mais velho começou, levantando um olhar curioso. "realmente já teve um caso com o Jin hyung?"  

Taeyeong suspirou baixo e concordou com a cabeça, lembrando vagamente do passado dos dois. 

"Muito tempo atrás." Admitiu e Bonggeun fez um som de entendimento.  

"E com o Donghan hyung...?" 

Taeyeong ignorou que supostamente era sua vez de perguntar e negou com a cabeça. 

"Nunca." Taeyeong olhou para Bonggeun, que parecia pensativo e lambeu os lábios lentamente. "Bonggeun hyung," Chamou baixinho e o outro inclinou a cabeça pro lado. "você já teve vontade de ficar comigo?"  

Bonggeun ficou sem palavras por um momento, apenas piscando atônito. Sentiu a mão de Taeyeong subir pela sua coxa e sorriu envergonhado, com certeza o mais novo estava o pregando uma peça, mas quando bebia, Bonggeun virava um bêbado honesto. 

"Sinceramente?" Enrolou com a língua e tampou a boca com uma mão. "Já!" Riu tímido e Taeyeong sorriu, se aproximando lentamente do maior.  

"E de me beijar, já?" Sussurrou, já subindo no colo e sentando nas suas coxas do mais velho, que não mostrou resistência, esquecendo completamente do jogo naquele momento. Não era sua vez de fazer a pergunta? Ah, tanto faz... 

"Aham" Respondeu no mesmo tom, embriagado com o contato mais próximo e Taeyeong abraçando seu pescoço, aproximando seus rostos vermelhos e quentes. Hm... Isso não era errado? Beijar um companheiro de equipe? Ah, quem liga, Taeyeong parecia tão necessitado... Bonggeun ainda era seu hyung. Ele deveria ajudar seu dongsaeng quando necessário... 

"Bonggeun hyung..." Murmurou uma última vez, antes de conferir se realmente não teria resistência nenhuma ao encostar seus lábios molhados nos lábios quentes de Bonggeun, que apenas fechou os olhos, aproveitando a sensação de beijar uma boca masculina... Não tinha muita diferença pra ser sincero... Ou será que era a bebida atrapalhando seus sentidos? 

Bonggeun fez um som estrangulado quando Taeyeong puxou seu cabelo e inseriu sua língua habilidosa dentro da sua boca, deixando o mais velho embasbacado com a ousadia do menor. Não era acostumado com beijos tão intensos assim. A última garota com que tinha ficado era tão ingênua quanto ele, então só deram beijos singelos e tímidos. 

Depois de tentar acompanhar o ritmo do beijo lascivo de Taeyeong, que deixou Bonggeun sem ar nenhum nos pulmões e muito perdido, o menor sorriu com a inocência do maior, querendo devorá-lo e dominá-lo por completo. Hm, então era esse o lado que Bonggeun despertava em Taeyeong. O lado dominante e que controlava todos os passos do sexo. 

Taeyeong passou as mãos pelos ombros do maior, querendo relaxá-lo. Distribuiu beijos pela orelha e pescoço de Bonggeun, fazendo o rapaz gemer baixo e estremecer contra seus toques quentes. O mais velho tinha o coração na boca, tentando retomar a respiração perdida e não sabendo que podia se sentir tão excitado com um garoto no seu colo, que estava disposto a lhe tirar dos seus eixos. 

"Yeongie, droga" Murmurou, tremendo ao sentir a língua de Taeyeong passando pela linha do seu pescoço. "e-eu não sei o que eu deveria fazer..." Disse preocupado com sua inexperiência ser um peso para Taeyeong, que riu fraco contra a pele do maior. 

"Tudo bem, Bonggie, deixa tudo comigo... Só segue o que eu tô fazendo" Mordeu o lóbulo da orelha do mesmo e voltou a beijá-lo apaixonadamente. Os beijos ainda eram meio atrapalhados e molhados e cheio de estalos, por conta da embriaguez e por estarem se adaptando ao corpo um do outro.  

Bonggeun, que não sabia o que fazer com suas mãos, as colocou nas coxas grossas de Taeyeong, que murmurou positivo entre o beijo. O mais novo rebolou levemente contra a pélvis do maior, que gemeu arrastado ao sentir a movimentação contra seu pau, que estava duro sem seu consentimento! 

O menor finalizou a pegação com um selinho demorado e uma lambida no lábio inferior do mais velho, logo descendo do seu colo e saindo do quarto. Bonggeun ficou parado, muito confuso e indeciso se tinha feito algo de errado ou não, encarando estático sua ereção dentro das calças... Mas não teve muito tempo para pensar nisso quando Taeyeong voltou do banheiro, só de cueca, com um preservativo e lubrificante em mãos. 

"Vamos brincar mais, hyung?" Disse de maneira sexy, se ajoelhando na frente do rapaz, que concordou com a cabeça inconscientemente, engolindo em seco. Taeyeong riu e deixou as coisas de lado, ajudando o maior a tirar a camisa e a calça – expondo sua ereção, já que ele estava sem cueca. Hmm... Taeyeong analisou, era um pau bonito e de comprimento razoável. 

"Tae–" Não conseguiu falar, pois foi interrompido pelo outro. 

"Você quer que eu te pague um boquete gostoso, Bonggeun hyung?" Perguntou, molhando os lábios e iniciando uma masturbação em Bonggeun, que se contraiu contra a mão quente do menor. Kang imaginou a boquinha vermelha de Taeyeong e aquela língua habilidosa no seu pau e comprimiu os lábios. 

"S-Sim, por favor"  

Taeyeong segurou o riso com a polidez que Bonggeun usou de repente e caiu de boca no comprimento do maior, conseguindo enfiar tudo dentro da sua boca e garganta de uma vez só. Bonggeun gemeu alto e se controlou muito para não gozar. Puta que pariu. Era a primeira vez que lhe pagavam um boquete tão bom e olha que Taeyeong nem tinha começado direito! 

"Porra, Taeyeongie..." Mordeu o lábio inferior com força e apertou os dedos no carpete. "N-Não..." Respirou pesado e Taeyeong subiu pelo seu pau, começando a lamber a cabecinha e olhando para cima.  

"Você é tão fofo, hyung" Disse contra sua ereção e Bonggeun fechou os olhos. "Me dá vontade de comer todinho..." 

Bonggeun abriu os olhos, assustado. 

"M-Me comer?"  

Taeyeong riu, pegando o lubrificante e despejando na sua mão. 

"Não se preocupe, hyung" Pediu, voltando a dar beijinhos na glande do maior. Sua mão lambuzada foi até a própria bunda, se enfiando dentro da cueca e começando a preparar sua entrada. "eu vou adorar sentar no seu pau." Lambeu toda a extensão e o engoliu novamente pra sua boca quente, enquanto enfiava três dedos dentro de si. 

"Porra, porra..." Se apoiou na cama e colocou o braço sobre os olhos, tentando se controlar para não gozar e completamente grogue com a situação que se encontrava. Se era a assim a boca de Taeyeong, então... Oh, ele ia transar com Taeyeong... Ele já estava transando com seu dongsaeng... mas seu crush no Hwan... Voltou a olhar para Taeyeong tão empenhando em seu pau e deu um grande foda-se para qualquer outro pensamento que não fosse aquele garoto na sua frente. 

Taeyeong se afastou e retirou a cueca que usava. Bonggeun apenas o encarava, completamente imóvel, pois não sabia o que fazer. O menor sorriu e rasgou a camisinha, encapando o pau duro de Bonggeun com maestria, como se já tivesse feito aquilo centenas de vezes – e não tinha? –, enfim, espalhou mais lubrificante no comprimento do maior e se sentou no colo dele novamente. 

Ambos se encararam nos olhos e Taeyeong piscou lindamente para Bonggeun.  

"Você tá pronto, hyung?" Sussurrou perto da sua boca e Bonggeun passou os braços pela cintura de Taeyeong, estabilizando seu corpo pequeno e sensual. 

"Quando você quiser..." Suou frio, nervoso e com tesão. Taeyeong voltou a beijá-lo, encaixando seu pau na sua entrada e sentou de uma só vez na sua ereção, obrigando a Bonggeun a interromper o beijo e apertar a cintura do menor com força, sem intenção de machucá-lo, porém o prazer foi tão intenso que deixou o mais velho completamente fora do ar. E não era como se Taeyeong não aprovasse um pouco de agressividade na hora da transa. "Porra!" Urrou, descansando a cabeça no ombro do menor, a respirando saindo em lufadas de ar. 

"Hmmm, hyungie" Taeyeong gemeu, rebolando levemente contra seu pau, se acostumando rapidamente com o novo intruso dentro do seu corpo. "Deixa eu me foder, por favor, vai" Pediu com seu aegyo natural e Bonggeun concordou tremido, tentando buscar forças para que ele não gozasse e acabasse com a brincadeira tão rápido. Seria uma vergonha gozar três segundos depois de ter enfiado. 

Taeyeong começou a subir e descer contra o pau de Bonggeun e os dois gemiam baixo, abraçados um contra o outro. O maior estava de olhos fechados, concentrado no próprio prazer – que era muito para ele aguentar em seu estado bêbado – e Taeyeong estava agarrado no pescoço de Bonggeun, focado em quicar em seu colo, tentando fazê-lo acertar seu pontinho mágico. O menor estava tão excitado quanto o outro. Sabia que não faltaria muito para gozar. 

"Com força, hyung" Sussurrou e Bonggeun agarrou os quadris de Taeyeong, o forçando contra seu pau, querendo cada vez mais prazer e intensidade.

Taeyeong acelerou os movimentos e ouviu um grunhido alto e arrastado de Bonggeun, sabendo que o mesmo estava gozando dentro de si. Só esse pensamento excitou Taeyeong, que continuou se fodendo, mas dessa vez masturbava seu próprio pau entre os corpos, gozando logo em seguida, gemendo deleitado no colo de Bonggeun, que abraçou o menor com força. 

Taeyeong caiu cansado contra o corpo do mais velho, a respiração desregulada de ambos se chocando ocasionalmente. Bonggeun riu fraco e Taeyeong seguiu o som da risada. Ambos se encararam e se beijaram lentamente. Taeyeong se ajoelhou, tirando o pau de Bonggeun dentro de si e a camisinha usada também, jogando-a junto com as caixas de frango. Começou a se limpar com uns lenços umedecidos e Bonggeun o olhava, suspeitosamente. 

"Não me diz que esse era teu objetivo quando tu me convidou pra cá?" Resmungou bêbado e Taeyeong sorriu astucioso. 

"Quem sabe?" 

Bonggeun se levantou e se jogou na cama.  

"A gente pode transar em cima da cama também?" 

"Não," Resmungou sem pensar. Taeyeong só transava na cama com Yuseong hyung. Era um hábito que ia ser difícil de sair. Ouviu um "Ouch." de Bonggeun e tratou de inventar uma desculpa. "não quero sujar os lençóis." Balançou a cabeça para parar de pensar naquele hyung e nas saudades que sentia dele, e sentiu Bonggeun o abraçando por trás.  

"Mas a gente pode transar de novo, né?" Depositou um beijo no pescoço de Taeyeong, timidamente. O menor se virou no aperto e abraçou Bonggeun de volta, mas dessa vez beijando os lábios inchados do maior. 

"Sim." 

"Agora?" 

"Ow, cowboy" Olhou para baixo, vendo outra ereção em Bonggeun. "Okay." 

Ah, nunca comer frango frito e cerveja tinha sido tão gostoso. 


Notas Finais


ah safado, novos amigos de sexo! yeeey! é culpa da bebida, eu juro, tinha alguma coisa naquele frango........


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...