História Dangerous Love - Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 48
Palavras 721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capitulo 1


Nesse momento me encontro dentro da sala de aula. Sem ninguém. Apenas eu. e isso eu já estou acostumada, nunca fui de ter amigos, pelo meu jeito de ser. Mas eu não estou nem ai, eu sou assim e ponto.

(...)

Quando eu tiro o fone de ouvido, ouço o sinal tocar. E espero até a aula começar, e já que é o primeiro dia de aula, vejo varias pessoas que não conheço entrando na sala e se sentando, e logo em seguida vejo a professora entrando na sala para dar a sua aula de matemática. Entrou um garoto por último na sala interrompendo a aula.

- Desculpa ter chegado atrasado professora...- o garoto tentava se explicar e pronúncia o nome dela.

-Professora Yang - A professora ajudou ele à completar a sua frase - pode-se sentar - ela falou e ele obedeceu, logo sentando na cadeira que estava na minha frente.

O menino do lado não parava de zoar ele, por ter chegado atrasado, e isso já estava me irritando, eu estava querendo prestar atenção na matéria.

- Ei, dá pra você parar de falar um pouco, eu estou tentando prestar atenção! - digo irritada apontando para o quadro.

Ele simplesmente não me deu ouvidos, e continuou...

- Ei, garoto. Eu estou falando com você.

- Garota, me deixa em paz. Que saco.

- Claro! Mas só depois que você calar a boca.

No mesmo momento ele calou-se, e começou a escrever as coisas que estavam no quadro, eu fiz a mesma coisa.

Logo quando acabo de escrever o conteúdo do quadro, o sinal toca. Fazendo com que todos os alunos saíssem da sala. Eu sempre sou a última. Pelo simples motivo de ter que procurar meu fone na mochila e também porque eu sou do fundão. Saio da sala. Vou pra qualquer lugar mais calmo naquela escola que eu tanto odiava.

No intervalo fico olhando ao redor da escola, e sempre vejo as mesmas coisas de sempre... Meninas se jogando pra cima dos meninos, e os meninos fazendo cantadas ridículas pras meninas, e isso ocorria com os meninos da minha sala, e um deles é o garoto que eu discuti hoje mais cedo.

Quando o sinal toca anunciando que o intervalo havia acabado, vejo todos os alunos entrando em suas salas, e eu logo vou para o mesmo destino.

A próxima aula seria educação física, e eu não gosto nem um pouco dessa aula, mais eu sou obrigada a obedecer essas regras, fazer oque... Eu espero a maioria das meninas saírem, pra eu ficar mais confortável, porquê eu sinto vergonha de me vestir na frente dos outros. Quando entro no vestiário ouço gemidos vindo direto de uma cabine que tinha ali no local, quando eu ouço a fechadura da cabine sendo aberta, corro pra me esconder em uma outra cabine.

- Você é maravilhosa, meu bem - ouço uma voz masculina ecoar pelo ambiente.

- Ah oppa você é demais- ouvi isso e fiz ânsia de vômito, essas melancolias não combinava comigo de jeito nenhum. Logo ouço a porta do vestiário de fechando e saio da cabine que eu me escondia.

Vou até o armário do vestiário pegar minhas roupas de educação física e sinto uma mão no meu ombro,  quando viro é o mesmo menino que discuti hoje cedo.

- Oque você está fazendo aqui garota?

- Eu que te pergunto, oque você está fazendo dentro de um vestiario feminino??

- Por algum motivo, isso te interessa? - perguntou fazendo uma cara irônica- Eu não te devo satisfação não garota.

- Muito menos eu. - falei rígida.

- Olha garota você presta atenção... Porque você não sabe com quem está se metendo.

- Sei sim, eu estou me metendo com uma criança, que se acha superior a todos.- Nesse momento ele me empurra com bastante força fazendo meu corpo todo bater contra os armários, que se encontravam atrás de mim.

- Nunca mais se meta comigo, e eu sei que você ouviu tudo que aconteceu entre eu e a Momo aqui dentro, então se você contar pra alguém eu juro que você vai se arrepender profundamente de ter nascido - Ele me solta saindo do vestiário.

Eu não vou me meter no caminho dele, mais eu não prometo nada se ele se meter em meu caminho.


~Dangerous Love~





Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...