História Dangerous Love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Kpop, Romance
Visualizações 2
Palavras 1.165
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - First


Fanfic / Fanfiction Dangerous Love - Capítulo 2 - First

Mais uma noite no Paradise Cassino Walkerhill, o cassino mais popular da Coreia do Sul, meu foco hoje? Pegar eles, ou melhor.. Pegar a filha deles! Quem matou meus pais está aqui hoje, e pelo que eu sei bem bêbados.

-Cara! Ali estão eles e você não sabe, eles têm uma filha e ela é linda e...- Kook vem até mim segurando um copo de vodka.

-Hum.. sabe acho que antes de matá-los vou torturá-los- pisco para o Kook que me olha desconfiado já sabendo que eu tinha alguma coisa em mente.

-O que você vai fazer Jimin?- Interroga desconfiado.

-Chama os meninos que o plano vai mudar.- vou caminhando em direção ao barmen, peço um copo de vodka com gelo. Bebo tudo em um só gole e sinto minha garganta arder.

-O que foi Jimin?!- Jin aparece com um cigarro no canto da boca e os outros aparecem logo depois.

-Meninos, o plano vai mudar. Kook, você vai me levar até a filha deles, e eu vou me apresentar educadamente, vou leva-la para o carro e blábláblá! Um tiro em sua cabeça deve resolver, depois voltamos para os pais dela e já sabem o que vai acontecer...- Sorrisos diabólicos são desenhados na boca dos rapazes que em seguida balançam a cabeça concordando.

-Porque você não sequestra ela Jimin e coloca ela naquele casa escondida em Busan?- Suga indaga- Depois você cuida dos pais dela cara!

-Ok! Vou levá-la comigo, vocês cuidem dos pais dela, dêem uma porrada neles e os mantenham presos até eu ir ao local, a pior noticia vai ser que a filhinha desapareceu.- Dou um sorriso diabólico.

-Adoro histórias assim!- Tae fala animado.- Depois você se apaixona por ela e no fim são felizes.. e..

-E nada Taehyung.. Vamos kook.

Kook me leva até a garota e quando a observo melhor percebo que ela é realmente muito bonita! Isso é ótimo, pra mim.

-É aquela vadia ali...- Aponta para uma garota.

-Ok cara! Pode falar para os rapazes que podem cuidar dos vagabundos que mataram meus pais. Quando eu levá-la para a casa em Busan só vou voltar no outro dia ok?

-Ok boa sorte aí cara, qualquer coisa tô por perto.

Nos despedimos.
Caminho em direção a garota e apenas mantinha o meu olhar nela, era como se fosse apenas eu e ela naquele lugar, me aproximei lentamente da garota e sussurrei em seu ouvido:

-Vamos dançar?- Percebo que ela me ignora, ótimo um pequeno desafio.

Me afasto e fico a observando, seu corpo tinha curvas maravilhosas e seu cabelo brilhava a cada cor que reluzia no mesmo, seus olhos possuem um castanho que minha omma tinha..
Esse olhar me deixa cada vez mais com desejo de vingança, meu pais não mereciam morrer daquele jeito!

Continuo encará-la e ela percebe, se afasta das pessoas e começo segui-la. Ela entra no banheiro e eu vou atrás, quando ela sai do box me encontra sentado na pia.

-O que você quer? Eu sei quem você é..

-Sabe? Sabe quem eu sou?

-Quem não saberia? Você é o gangster mais rico e temido da Coréia do Sul.. E bonito também de acordo com as revistas.

-Ah e você acha isso?- Me aproximo da baixinha que não recua.

-O que você quer?

-VOCÊ!

A pequena e linda mulher com saltos e vestido vermelho sorri e sai do banheiro me deixando plantado com um sorriso no rosto.
Eu realmente me perco no olhar dessa baixinha.

Saio do banheiro e vou atrás da mulher do olhar cativante, sento na bancada VIP e ali está ela, dançando.
Nossos olhares se encontram e eu apenas a encaro, um sorriso é desenhado sem seus lábios avermelhados e ela inicia uma dança sensual, sem querer mordo meu lábio fazendo a pequena sorrir.

Levanto e vou ao encontro da mesma que não para de dançar, seguro sua mão e a tiro dali.
Entro no elevador e empurro a pequena que choca seu corpo contra o elevador, colo meu corpo com o seu por impulso minha mão segura a sua nuca e sem querer acaricio o seu cabelo.
Meus olhos estão fixados nos dela, parecia que o tempo tinha parado ali, que não haveria um amanhã.
Meus lábios encontram os dela, sinto um leve sabor de morango por causa da bebida, sua mão gélida toca meu rosto.
Sua língua dança sensualmente com a minha, sinto sua mão dentro da minha camisa percorrer todo o meu abdômen, distribuindo pelo meu corpo pequenos arrepios.

A porta do elevador se abre e nós separamos rapidamente, enquanto as pessoas entram aproveito a chance, pego o meu celular e ligo para Jeon.

*Jeon- Cara você está atrapalhando a minha porrada sabia?
*Jimin- tudo OK.. Te vejo em Busan.
*Jeon- Você prometeu viu.. Quero meu toddynho.
*Jimin- Ahh Jeon você cresce físicamente mas não psicologicamente.
*Jeon- Olha quem fala, já você é o oposto nanico..

Desligo a ligação e dou um sorriso, esses meninos são a minha vida.
O elevador para no estacionamento, seguro a mão da pequena e puxo a mesma que me acompanha em silêncio.

Desligo o alerta do meu carro (Lamborguini Huracan) e entro no mesmo, olho para a mulher de vestido vermelho e a mesma está em pé me encarando.

-Entra..

-Pra onde você vai me levar?

-Está com medo? Você vai gostar..- Pisco para a baixinha que sorri com o meu ato -Entra vai..

Abro a porta e ela entra, coloca o sinto e me encara. Coloco o meu sinto, ligo o carro e vou sentido Busan.
Ainda longe olho para a pequena que dorme serenamente no carro, dou um sorriso leve e continuo dirigindo.

Após 346 km de distância, finalmente chego a Busan depois de 4:20Hrs.
Penso melhor... mesmo sabendo que essa pequena é um pouco inocente eu não vou deixar as coisas fáceis..
Dirijo pelas ruas de Busan que estão desertas e finalmente encontro a casa que fica no meio do nada.
Na verdade essa era a minha antiga casa.. Essa é a primeira mulher que entra nessa casa sem ser a trabalho.
Foi aqui que eu nasci.. Aqui está toda a minha infância...

Desço do carro, dou a volta e seguro a pequena em meus braços, um empregado aparece e entrego a chave do carro para o mesmo que liga o carro para estacionar na garagem, entro na casa e todos os empregados me olham assustados... Dou um sorriso e subo as escadarias.

Nessa casa tem 8 quartos com suite, deixei o maior para a pequena que dorme serenamente em meus bracos e escolhi ficar com o dos meus pais.

Abro a porta do quarto com certa dificuldade, entro e caminho até a cama, deito a pequena e retiro seus saltos.
Cubro-a com o cobertor e a mesma sorri, meu Deus como ela é linda..

Saio do quarto, fecho a porta e caminho em direção ao meu quarto, retiro toda a minha roupa e vou para o banheiro.
Após um banho bem relaxante, saio do banheiro e entro no meu closet, coloco uma box preta Calvin Klein e deito na cama adormecendo logo em seguida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...