História Dangerous Love - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais, Waddles
Tags Bill, Mabel, Mabill
Visualizações 170
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Heheeh... EU SEI QUE DEMOREI, MAS AQUI ESTOU EU! *v*
Gente me desculpem pela demora REALMENTE demorada.. Tava tendo uns probleminhas que fizeram com que ficasse tristonha e que todo o capítulo qual estava perfeito apagasse ;-;
ENTÃO ME DESCULPEEEM!!!!!!!!!!!!

Então, quero agradecer pelos Comentários e Favoritos de:

YS-Wolf
ViciadaEmOkegom
PegasusUzumaki
chyppher
Tati-Costa
Crying_Baby
kallyUnder
clara3kawaii
Deffy
Robirin
starfire-
flayzodane
Coffe_G
Ravena_rotch
desabar
gellyn_winter
DDDaturi
Dulce-Hinata
ArianeHoseok
Mily-cipher
leticiasolano
Jazzpara_sempre

Sejam muito bem-vindos! Amo Cês <3

Bom, não tenho muito o que falar aqui, mas eu vou dizendo que:

Tenham uma boa leitura! Tchau e Bjs *3*


(Desculpem pelos erros ortográficos, erros de pontuação e palavras repetidas ^^)

Capítulo 4 - Boate


Mabel On

 

      Eu mantinha os olhos fixos na tela da TV que iluminava por completo o ambiente. Tinha embalagens, garrafas e saquinhos no chão, comia lentamente e às vezes errava a entrada, dando em pegar no canto da boca e bochecha.

      Prestava e colocava minha total atenção no seriado que passava nos sábados e domingos, um típico romance entre a Nerd e o Popular, mas mesmo assim nunca perde a graça. Sempre gostei desse tipo de gênero romântico, pois quando era criança sempre sonhei em ter um romance desse para minha vida assim que chegasse à maioridade... Contudo, não era como eu pensava e sonhava.

      Minha atenção fora tirada pela vibração insistente e o toque originalmente dele soar pela sala e atrapalhando na melhor parte do filme. Retiro ele debaixo de mim, olho o visor vendo o nome “Candy”. Resmungo irritada por ela atrapalhar, porém atendo mesmo assim.

     — Alô, Mabel? — Respondo com um “hum”. — Ah, ainda bem... Mabel você, por acaso, está fazendo alguma coisa?

     — Sim, ESTAVA... Por quê? — Dou ênfase, ouço uma risada constrangida sua.

     — É porque eu, Grenda e a Pacifica vamos para uma boate, queríamos perguntar se você quer ir... — Sua voz tinha um tico de esperança que não deixava ser visível.

      Coço a bochecha, miro a televisão que ainda passava o romance falsamente feliz entre a popular mixuruca e o popular gatão... É, faz um bom tempo que não saio, além do mais, eu sempre recuso todos os pedidos que ela me manda nos sábados ou feriados...

      Por que não?

     — Ok, Candy, eu irei com vocês. — Tiro rapidamente ele da minha orelha ao escutar um grito contido, todavia, infelizmente, falho. — Vocês vêm me buscar?

     — Nós iremos te buscar.

 

 

 

      Ouvi o toque de três buzinas do lado de fora, calcei o último par do tênis e corri, abri a porta com um pouco de força e a fechei toda desajeitada, mas fechei. Fui até o camaro azul parado bem em frente a minha casa. Abri e sentei no banco detrás ao lado de Grenda que estava bem arrumada, juntamente de Pacifica e Candy... Ok.

     — Ei, por que estão assim... Tão arrumadas? — Indago confusa. Candy não me disse nada sobre estar arrumada.

     — Isso é porque estamos indo para a boate que abriu agora e que ela é bem popular e uma das melhores que já abriu! — Grenda respondeu. —... É o que todos dizem.

     — E é a primeira vez que iremos ir lá! Inauguraremos todas juntas! — A Chiu disse animada, dando um gritinho de empolgação, e batendo palminhas.

     — Tá, tá, quando chegarem lá vocês podem comemorar e gritar à vontade, dentro do meu carro não, então fiquem quietas. — Mandou a loira autoritária.

 

(...)

 

      Finalmente havíamos chegado de frente à boate, assim que sai do carro dei de cara com aquele lugar enorme, mas de longe aparentava ser totalmente pequeno... Como todos dizem:

      As aparências enganam.

      Quando olhei para o lado e falar com as meninas, elas já haviam sumido da minha vista... Infelizes.

 

      Autora On

 

      Apressou-se a entrar, a garota teve de infiltrar-se na pequena multidão que estava para entrar e se divertir. Ela teve que tampar os ouvidos, pressionava a palma, pois a batida estava absurdamente alta. Não por frescura nem nada, mas Mabel odiava coisas muito altas, pelo fato de sua audição ser meio sensível.

      Uma agonia preencheu seu interior, a multidão de, praticamente apenas, jovens a empurrava uma contra as outras. E, assim que conseguiu sair, acabou dando de cara com o bar cheio de papeis de azulejos pendurados acima, estranhando muito aquilo, no entanto, para disfarçar se assentou num dos banquinhos roxo escuro, quase preto.

      Incomodou-se ao dar de cara com um casal bem do lado se engolindo... Definitivamente, aquilo era cem por cento, esquisito. Olhou para o barman que fingia nem ver àquilo ou já estava acostumado. Ela seguiria o exemplo dele...

     — O que irá querer senhorita? — Corou, a voz grave e sedutora daquele homem charmoso era de subir aos céus.

     — Ah não, eu não bebo coisas alcoólicas... Você me veria um suco, por favor? — Ele apenas confirmou com a cabeça e entrou na portinha atrás de si.

      Olhou ligeira para o casal que, agora, estavam quase se comendo. Sua vontade era de dizê-los para procurarem um canto. Bufou alto propositalmente na certeza de chamar a atenção dos dois... Mas nem fizeram questão de olha-la. A batida leve chamou sua atenção, o copo de vidro que continha gelo tilintava em cada canto dentro dele. Agradeceu e começou a tomar o suco devagar. Virou a cabeça à procura das três que deveriam estar consigo neste momento, as avistando dançarem no meio da pista de dança ao som de música eletrônica.

      Percebeu alguém sentar no banquinho vago do lado esquerdo, mas não olhou, pensando ser mais um casal a querer se comer e ficar mais incomodada do que nunca. Uma risadinha divertida fora escutada da pessoa qual acabara de se sentar.

     — Não esperava vê-la aqui, Mabel. — Arregalou os olhos e viu a pessoa, corando rapidamente.

     — R-Ryan! O-O que está fazendo a-aqui?! — Gaguejou e ele riu de novo.

     — O que mais seria? Me divertir é claro... E devo presumir que veio fazer o mesmo, certo? Está aqui sozinha?

     — Não, vim com a Grenda, Candy e Pacifica... E você? — Sorriu, tomando mais um gole.

     — Vim com a Jessica. — Apontou para a ruiva que olhava para eles com o semblante raivoso. — Já, já voltarei para lá... Vim pedir uma bebida para ela. Por favor, poderia colocar uma vodca em um desses copos descartáveis, de preferência, vermelho? — Pediu. O homem virou para fazer o pedido. —... Você por acaso está com algum cara aqui? — Perguntou aleatório, Mabel estranhou, contudo o rosto avermelhou... Ela era considerada a “sem graça” por nunca ter ficado com homem nenhum.

     — C-Claro que não estou... Apenas vim pegar um s-suco, heheh... Heh.

      Amaldiçoava-se por ter gaguejado, simplesmente, odiava admitir essas coisas a alguém que você tem “uma paixão altamente secreta”. Discretamente olhava todos os lados em busca de uma escapatória. Por sorte achou suas amigas, agora sentadas em canto longe da pista de dança, a chamarem com acenos rápidos e convidativos.

      Ryan olhara na direção que mirava. Mabel o olhou como se pedisse permissão para sair de perto dele. Ele a disse que não precisava de permissão alguma, despedindo-se e encaminhando até a sua companheira que tinha a cara tomada pela irritação. Então quando o viu entrar em meio e sumir, Mabel, fez o mesmo, indo para as amigas.

      Depois de quase ser exprimida na multidão finalmente conseguiu chegar nelas, estas quais já aparentavam estar bêbadas. Suspirou, negando com a cabeça... Teria de agora cuidar de certas irresponsáveis.

      Entendeu agora porque a chamara.

 

 

 

      Já haviam se passado da meia-noite. Encontrava-se na calçada em frente à boate conversando com um taxista, o dando as coordenadas de suas casas. Decidira que era a hora delas irem para casa antes das coisas saírem do controle, pois tinham bebido demais.

      Terminou de dizê-lo recebendo a típica confirmação de que chegariam são e salvas em suas casas. Deu uma palavrinha com elas, mesmo estando invulneráveis a distinguir as falas da Pines, quase um sermão, e logo deu adeus a elas antes do taxista dar a partida e virarem a rua.

      Olhara o movimento da rua, sabendo que àquela não estava cem por cento seguro de permanecer ali. Percebendo logo que também estava na hora de ir, sendo a única a manter-se sóbria diante aquela situação deplorável de suas amigas. A única coisa que faria seria: deitar-se e dormir até a hora determinada.


Notas Finais


Esse capítulo ficou confuso? ficou. No entanto peçam que ignorem isso pela primeira vez XD

NO PRÓXIMO O BILL VAI APARECER SÓ PARA DIVAR (É a única coisa que ele sabe fazer)! Então guardem o coraçãozinho <3

Estarei escrevendo brevemente o capítulo 5, que surpreendentemente sairá em breve :3

Novamente peço desculpas a todos, principalmente a gellyn_winter que pediu muito, mas acabei demorando '*////* foi mal flor XD

Tchau e Bjs Fofos e Fofas *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...