História Dangerous Love! - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Alren, Camariana, Drama, Norminah, Romance, Semi, Vercy, Violencia
Visualizações 84
Palavras 743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Noite xuxus. Boa leitura!

Capítulo 10 - O Que Fará Por Mim!


Fanfic / Fanfiction Dangerous Love! - Capítulo 10 - O Que Fará Por Mim!

Pov Ariana!

 

Beijei Camila, no intuito de mostrar que estou do lado dela. O beijo era calmo e só envolvia nossos lábios, finalizei com vários selinhos e olhei fundo em seus olhos.- Por que está fazendo isso Ariana?- Camila indagou e me olhou confusa.- Eu já te falei, Eu amo você e estarei ao seu lado.- Falei e a encarei.- Eu cravei duas adagas em você e coloquei uma faca na sua garganta.- Ela falou sem tirar seu olhar do meu.- Então estamos quites, eu te dei um tiro e se você não percebeu, quando colocou a faca no meu pescoço, eu coloquei minha arma na sua barriga.- Falei e ela sorriu. Você sabe que ambas poderia-mos ter morrido agora pouco né?- Ela indagou.- Eu sei, como já te falei, eu morreria por você.

O resto do dia ficamos na cama abraçadas, Camila ficou deitada entre minhas pernas e eu apenas fiquei acariciando seus cabelos. Nana.- Camila me chamou.- Hum.- Eu fiz um som nasal para ela continuar.- Eu amo você.- Meu coração acelerou com a frase de Camila.- Eu também amo você Camz.- Nossos olhares se encontraram e eu me perdi naqueles olhos achocolatados.- Você vai me ajudar?- Ela indagou.- Mas você já tem o seu informante no FBI, tenho certeza que o Harry sempre te passa os perfis certos.- Falei e Camila arregalou os olhos.- C... como você soube?- Ela indagou incrédula.- Simples, depois que pedi pro Harry levantar sua ficha, tivemos nosso encontro a noite e eu sabia que você saiu aquela noite, exatamente para me matar. Foi fácil juntar as peças e saber que Harry era seu informante.- Falei e sorri vitoriosa.- Realmente ele não mentiu quando falou que você era a melhor.- Camila falou e acariciou meu rosto.

- Meu amor, eu quero saber sua história, quero saber o que te levou a seguir esse caminho.- Falei e a olhei.- E quando descobrir você vai me prender?- Ela indagou.- Não, eu farei diferente.- Falei e Camila me olhou confusa.- O que fará por mim?- Ela indagou.- Simples, em nosso último encontro, você irá me ferir gravemente e você irá desaparecer por um tempo. Eu irei voltar para a cede do FBI, após minha recuperação parcial e direi que o assassino desapareceu e eu não consegui descobrir a identidade a tempo. Irei pedir dispensa do FBI e voltarei para Miami para viver com você.- Falei e ela sorriu.- Não quero te machucar.- Ela acariciou meu rosto.- Será necessário, mas eu ficarei bem.

Acabamos mudando de assunto, pois a pequena Sofia entrou no quarto e veio ficar junto a nós, passamos a tarde toda com ela, a pequena sempre tomava cuidado para não nos machucar, acabei contando um de meus casos, mas escondi os fatos violentos e ei uma versão mais leve. Os olhinhos da pequena brilhavam a cada detalhe e ela falou convicta que iria querer ser igual a mim.- Viu só, eu achei a minha substituta.- Falei e Camila sorriu.- Minha irmãzinha, será a melhor.- Camila falou e Sofia me olhou.- Nana, você vai me ensinar tudo, né?- A pequena indagou.- Farei questão de ser a sua tutora quando você entrar para o FBI.- O sorriso da pequena aumentou mais ainda.- Você é a melhor Nana.- Sofia falou.- É o que dizem.- Camila falou e me olhou.

A noite chegará e o restaurante estava lotado, Camila foi ajudar na cozinha, pois não poderia se esforçar demais. Decidi me levantar e fui fazer o que de melhor poderia oferecer, fui fazer a segurança do restaurante e como eu esperava, ninguém ousou dar em cima de nenhuma das garçonetes. As vezes eu ia até a cozinha ver como Camila estava.

- Vocês duas não deveriam se esforçar demais.- Sinu falou e eu sorri.- Ao menos eu posso ser útil em algo.- Falei e ela sorriu.- Você está se sentindo bem querida?- Dessa vez foi Alejandro que expressou sua preocupação.- Estou sim, obrigada Ale.- Falei e ele sorriu. A noite foi bem agitada no restaurante, mas nada de diferente aconteceu. O restaurante finalmente fechara e ajudei a organizar tudo. Fomos para o quarto e eu me deitei na cama com Camila.- Boa noite meu amor.- Falei e colei nossos lábios, dei vários selinhos.- Melhor boa noite da minha vida.- Camila falou e demos mais um selinho. Deitamos e Camila me abraçou por trás, fomos dormir de conchinha e eu fui lentamente adormecendo, sentindo o corpo quente de Camila, colado ao meu.


Notas Finais


Essas duas ainda vão aprontar muito.

Espero que gostem.

Compartilhem com os amigos, favoritem e comentem se puderem, vamos interagir.

Até o próximo capítulo.

Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...