História Dangerous Love! - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani, Selena Gomez
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Alren, Camariana, Drama, Norminah, Romance, Semi, Vercy, Violencia
Visualizações 19
Palavras 790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 12 - Tudo Deu Certo!


Fanfic / Fanfiction Dangerous Love! - Capítulo 12 - Tudo Deu Certo!

Pov Camila!

 

O plano de Ariana é bom, mas ela confia muito em mim achando que eu não tentarei mata-lá. De qualquer forma, hoje a noite o assassino de Miami vai oficialmente morrer e de bônus a agente do FBI talvez morra também. Eu gosto de Ariana mas, ainda não confio que ela queira me ajudar e mais importante, não estou totalmente certa de que ela me ame realmente. Ela é uma agente do FBI, a melhor de todas pelo que Harry me contou, pra ela é fácil entrar no perfil que criou e deixar minha guarda baixa, para me prender no final. Essa dúvida está me deixando cada vez mais intrigada.

- Camila, você entendeu?- Ariana indagou.- Eu entendi.- Falei e sorri.- Só que você tem que lembrar que eu não mato minhas vitimas com armas de fogo e sim com adagas e espadas.- Falei e Ariana me olhou.- Isso é fácil, você vai fazer o homem segurar segurar as suas adagas antes de você joga-las em mim.- Ariana falou. Confesso que a ideia dela é perfeita, mas pro azar dela eu estou disposta a presenciar duas mortes essa noite.

- Camila, a nova garçonete chegou para o trabalho.- Minha mãe falou e eu me levantei.- Estou indo mãe.- Falei.- Ah, avisa Ariana, que a Lauren está aqui.- Ela falou e Ariana se levantou.- Vou acabar tendo ciúmes dessas visitas.- Sorri e fomos para o restaurante. Eu já conhecia a nova garçonete pois fiz a entrevista com ela, já sabia que era a garota que eu salvei. Passei o dia acompanhando Allyson nos seus afazeres, mas sempre olhando para a mesa em que Ariana e Lauren estavam, me parecia uma conversa descontraída demais, para ser sobre trabalho, principalmente porque as duas riam o tempo todo. Isso já estava me incomodando.

O resto da tarde fiquei ajudando Allyson e pensando em como seria a noite. Preciso fazer tudo certo e como eu nunca falhei, será algo fácil de eu fazer. Tenho uma certa pena de Ariana, ela não faz a menor ideia que vai morrer também, o mais irônico é que ela vai ser vitima do próprio plano que elaborou.- Está pronta?- Ariana indagou.- Estou sim. Terminei de arrumar minhas coisas e andamos pela rua.

- Já sabe qual é nosso alvo?- Indaguei.- É aquele ali, levantei a ficha dele e é um assassino, ele fugiu da cadeia semana passada.- Ariana falou e eu sorri.- Então vamos iniciar.- Me separei de Ariana, dando a volta no quarteirão e atraindo nossa vitima para um beco. Como previsto ele me seguiu e estava com uma faca. Ótimo isso facilita.- Socorro.- Pedi  e logo Ariana apareceu para ser a heroína.

- Parado.- Ela falou apontando a arma.- Nesse momento eu o fiz segurar minhas duas adagas, ele não entendeu nada e soltou elas para segurar sua faca. No momento que atirei minhas adagas em Ariana, acertei seu ombro direito e seu joelho direito. Quando ela iria cair, fez um movimento rápido e atirou com a mão esquerda, um tiro preciso, antes do homem cair no chão ele atirou a faca que acertou em cheio o abdômen de Ariana, quando eu ia correr na direção dela, vi o homem ser alvejado com mais 15 tiros. Instintivamente levantei minhas mãos e me ajoelhei.- Você está bem garota, não se feriu?- Uma garota de cabelos pretos, falou e veio em minha direção.- E..  estou.- A encarei.- Ótimo, atenção preciso de uma ambulância imediatamente, agente gravemente ferida. Garota por gentileza, pressione o ferimento abdominal.- Ela falou e eu o fiz, ver Ariana naquele estado me incomodou muito, eu acabei decidindo acreditar no que Ariana me disse e não queria mata-lá, mas agora ela está com um grave ferimento.- E você seria?- Indaguei sem tirar os olhos de Ariana.- Agente Iglesias. Você se arriscou demais saindo a essa hora da noite, por sorte Ariana estava presente.- Ela falou e eu a encarei.- Eu fiquei preocupada com Ariana, pois ela falou que iria atrás do assassino essa noite, ela não estava totalmente recuperada.- Falei e voltei a olhar para Ariana.- Então você é a garota por quem Ariana, falou estar apaixonada.- Ela me olhou.- Sou e eu também estou apaixonada por ela- Falei firme.- Bom, o caso está resolvido certo. O assassino está ali esticado no chão com 16 tiros no corpo, vamos a ambulância chegou e vai levar Ariana, você vem no meu carro.- Ela estendeu a mão e eu segurei.- A proposito, pode me chamar de Verônica ou somente Vero, sou a melhor amiga de Ariana e posso te afirmar que ela vai sair dessa. Ariana é muito forte.- Ela falou e tentou me tranquilizar, entramos em seu carro e seguimos a ambulância em direção ao hospital.


Notas Finais


Será que Ariana vai sobreviver?

Até o próximo capítulo.

Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...