História Dangerous Love - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Esquadrão Suicida, Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Coringa (Jack Napier), Peter Parker (Homem-Aranha)
Visualizações 86
Palavras 1.105
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Dangerous Love - Capítulo 1 - Capítulo Único

As coisas estavam tranquilas nas ruas de New York, os Vingadores haviam salvado a todos. Deis que voltará Peter não se sentia 100% Tony não estava mais ali para lhe dar broncas, tudo parecia um caos.

~

O Homem-Aranha se balançava com sua teia entre os prédios, em todos os lugares possíveis tinha algo sobre Tony Stark, o que deixava o menino ainda mais triste.

A noite já chegará, o amigão da vizinhança, estava a observar a grande cidade, procurando qualquer pedido de ajuda ou coisa do tipo.

_ Peter._ Diz a voz grossa se aproximando do rapaz.

_ Oi._ Disse sem nenhum ânimo.

_ É impressionante como esse trabalho te estressa. _ Diz o homem rindo.

_ Jack._ Peter grita tirando a máscara.

_ Pronto calei._ Diz pondo as mãos sobre a boca.

_ O que diabos faz aqui?_ Pergunta o garoto estressado.

_ Só vim ver como está. _ Disse abaixando sua cabeça. _ Deis que te conheci as coisas para mim mudaram muito, meu mundo não é o mesmo. _ Diz o homem de cabelos verdes.

_ Não fale nada._ Disse o menino se aproximando do homem._ Queria o que? Sou um herói e você um vilão, achou mesmo que poderíamos ficar se amando? Foi uma noite apenas, uma só, eu estava confuso, triste, não tinha idéia do que estava fazendo, acabei me entregando para um marginal._ Diz totalmente enfurecido.

_ É isso que acha que eu sou?_ Perguntou o homem, segurando o rosto do rapaz._ Quero que dia isso olhando nos meus olhos._ Peter engoliu o seco, fechou os olhos firmemente deixando algumas lágrimas caírem. _ Foi o que pensei._ Disse o Coringa abraçando o rapaz.

_ Não podemos fazer isso._ Disse Peter chorando.

_ Mas nós queremos._ Disse o homem apertando mais o menino em seu abraço.

_ Pare._ Disse Peter caindo ao chão, o homem apenas se abaixou ao lado do garoto._ Não posso, não posso me entregar a você, não posso viver no seu mundo, tem noção de quem eu sou?_ Disse Peter chorando.

_ Não somos do mesmo mundo, mas Peter eu amo você. _ Disse o homem segurando o rosto do jovem._ Por você eu estaria disposto a não ser mais o Coringa, eu seria apenas Jack._ O garoto ficou paralisado.

_ Largaria tudo por mim?_ Perguntou o menino.

_ Eu morreria por você. _ Disse o homem.

_ Jack._ Disse o garoto se aproximando do esverdeado.

_ Peter._ Diz o homem puxando o garoto para si, lhe dando um beijo ardente, tudo que Peter pensava era em Jack, e tudo que Jack pensava era em Peter, ambos se amavam.

_ As coisas vão mudar agora._ Diz Jack com os olhos fechados.

_ Jack. _ Peter abraça o homem o fazendo cair no chão._ Eu estou muito feliz._ Disse distribuindo beijos em toda a face do homem.

_ Eu também. _ Diz Jack abraçando o rapaz.

(...)

_ Foi uma festa muito bonita._ Disse Peter caindo na cama.

_ Sim._ Disse Jack, desfazendo o nó da gravata.

_ Todos falando do senhor Stark daquele jeito._ Disse Peter feliz.

_ Fico feliz de te ver assim._ Diz Jack.

_ Acho que devíamos ter um filho._ Disse Peter rindo, fazendo Jack se engasgar com a própria saliva.

_ O que? _ Pergunta o homem tentando se recompor.

_ Um filho._ Disse o menino se aproximando do homem._ Já estamos juntos a tanto tempo, acho que precisamos fechar nossa família. _ Disse o menino beijando o pescoço do homem.

_ Peter você só tem 23 anos._ Disse , logo levando uma mordida do menino._ Pra que isso?_ Pergunta o homem choramingando.

_ Não sou criança. _ Disse fazendo biquinho, logo abraçando o homem.

_ Não você não é criança, mas é jovem demais pra ter um filho._ Diz, logo recebendo um chute do garoto.

_ Não me ama é isso? Não é capaz de ter um filho comigo? _ Disse o menino com cara de choro.

_ Não é isso. _ Diz Jack segurando o rosto do garoto. _ Peter eu amo você, eu amaria ter um filho com você. _ Disse logo beijando o garoto.

_ Jack._ Disse suspirando. _ Eu amo você. _ Diz se jogando no outro.

_ Animado?_ Pergunta o homem, pegando o garoto no colo e o jogando na cama.

_ Pra você? Sempre._ Diz o menino tirando a própria roupa de uma forma lenta e sedutora.

_ Não me torture garoto. _ Disse Jack olhando o corpo do menor.

_ Me ame Jack._ Diz fazendo biquinho.

Jack se deitou sobre o menino, distribuindo beijos pela clavícula do menor, mordendo e chupando o pescoço do mesmo.

_ Jack._ Gemeu o menor.

_ Não fale nada amor, apenas apreciei._ Disse Jack beijando a barriga do garoto, logo tirando o resto de roupas de Peter e as suas também. _ Amo seu corpo, amo como ele reage a mim, amo você é todos os seus defeitos._ Diz beijando o garoto .

As línguas de Jack e Peter brigavam por espaço, ambas queriam dominação, seus corpos ardiam em chamas.

_ Jack._ Disse Peter, ofegante.

_ Que foi meu anjo?_Pergunta Jack beijando o pescoço do garoto.

_ Preciso de você dentro de mim._ Disse fechando os olhos com força.

Aquelas reações de Peter, faziam Jack se apaixonar mais pelo rapaz, suas reações durante os atos de amor e luxúria.

_ Claro meu amor. _ Disse Jack, abraçando o rapaz.

Jack se colocou entre as pernas do menor, pegando o pote que estava ao seu lado, logo jogando uma grande quantidade em seu membro. Entrando no rapaz, que gemia alto, Jack apenas observava o menor.

_ Jack._ Disse Peter chorando._ Continue por favor._ Suspira.

_ Peter._ Diz Jack enxugando as lágrimas do menino.

Jack esperou mais um pouco antes de dar a primeira estocada, lenta, calma, sutil.

_ Rápido. _ Diz Peter agarrando Jack, arranhando as costas do mesmo com suas unhas curvas.

Jack apenas continuou a estocar o garoto, vezes rápido, vezes lento, uma foda prazerosa para ambos, que gemiam os nomes um do outro, enquanto procuravam cada vez mais contado.Jack começou a estocar Peter cada vez mais rápido, a única coisa que se ouviam eram gemidos e o barulho dos corpos se chocando.Sem nem perceber ambos haviam gozado.

_ Eu te amo._Disse Peter abraçando Jack.

_ Não mais que eu ._ Diz Jack.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...