1. Spirit Fanfics >
  2. Dangerous Love >
  3. Two

História Dangerous Love - Capítulo 2


Escrita por: e Projeto_Nejiten


Notas do Autor


Olha quem atualizou depois de meses auahauaha
Decidi -Finalmente- atualizar essa Fic.
Ela é da máfia, perigosa sacô? Hehe

Enfim, espero que gostem<3


Boa Leitura!

Capítulo 2 - Two


Capítulo - Two

 

”Ele tem dois chifres que me machucam um pouco “

 

 

Ato II - Tenten Sarutobi


 

Os olhos do Hyuuga se arregalaram minimamente perante aquela informação de seu funcionário.

Não imaginava que teria a possibilidade de uma pessoa o dever a mais de cinco anos e ainda estar viva.

Aquilo era inadmissível!

Não fazia ideia de como aquela dívida tinha escapado de seu conhecimento mas agora não deixaria barato.

-Karin! - chamou pela secretária que prontamente veio. - Descubra tudo o que puder sobre Assuma Sarutobi e eu ordeno que assim que descobrirem sua localidade vão atrás dele e o tragam! - Ordenou seriamente e logo todos os funcionários assentiram silenciosamente e logo saíram da sala. A secretária de cabelos ruivos anotou tudo em seu pequeno caderno e rumou para a saída da sala de reuniões em busca de cumprir com o que lhe foi ordenado.

O Hyuuga suspirou pesadamente tamborilando os dedos sobre a mesa, estava enraivecido com aquilo, era uma falta de atenção grandíssima.

Ele definitivamente não tolerava dívidas.

Ajeitando os longos cabelos castanhos ele tomou sua decisão:

Assim que encontrassem Assuma Sarutobi ele seria Morto!

 

X

 

A Garota de estatura baixa e cabelos curtos castanhos ajudava o pai na plantação de verduras no fundo de sua humilde residência localizado na área rural da cidade.

O suor que escorria insistentemente pelo rosto bronzeado demonstrava o cansaço dela com a atividade.

Assuma não pegava leve no quesito de cuidar de onde moravam e de ela ter que ajudá-lo nas atividades de dentro e fora de casa.

A garota só não entendia o porquê deles terem que morar tão longe e afastados da área urbana da cidade, o pai nunca a explicou os motivos de terem que morar ali.

Já cansada de ficar remoendo sobre aquelas dúvidas ela parou o que estava fazendo para ter o um mínimo de descanso de que tanto precisava.

-Sem pausas Tenten, temos que terminar isso hoje. - O mais velho disse secamente para a filha que apenas suspirou exausta. Não podia reclamar, caso o fizesse provavelmente Assuma lhe daria um sermão acompanhando de um tapa na cara. Sim, Assuma era do tipo explosivo que se fosse altamente irritado ou contrariado agia por impulso, isso incluía agressões.

Só faltava plantar os tomates e assim que o fizeram, puderam finalmente descansar.

Tenten correu para dentro da pequena casa e se jogou sobre o chão duro de madeira da sala, o alívio de ter terminado algo tão cansativo era grande.

O vestido surrado e velho de malha que ela usava se mostrava cada vez mais sujo. Entretanto não podia pedir um novo para o pai porque como sempre Assuma diria a ela que não tinha dinheiro para satisfazer seus caprichos  e o importante era ela não estar pelada.

A Sarutobi se ergueu do chão assim que viu o pai atravessar a porta da sala.

-Vá tomar um banho filha, e depois venha preparar o jantar. Estou faminto. - o mais velho ordenou e Tenten nada disse, apenas foi para o banheiro fazer o que o seu pai havia mandando. Ela fazia o jantar porque era muito melhor na cozinha do que o homem.

Assuma se manteve impassível sentado no sofá velho e empoeirado da sala. 

Ele Reconhecia que Tenten não merecia viver aquela vida de miséria mas era necessário. Ele não podia se dar ao luxo de viver uma vida boa na cidade e morrer nas mãos do cruel mafioso mercenário, continuaria fugindo custe o que custar, isso incluía uma vida decente para a filha.

Já tinha exato cinco anos que seu plano de se esconder na zona rural da cidade vinha dando certo, não seria agora que ele falharia.

Tudo que eles tinham havia sido conquistado de sua própria maneira, fazia o possível para esconder sua verdadeira identidade.

A casa na verdade não pertencia a ele, o mesmo havia a invadido mentindo para Tenten que era uma herança de seu avô.

A plantação era o único meio de comida que tinham e por isso ele sempre cobrava muito da filha para ajudá-lo, os móveis da casa eram velhos pois obviamente eram usados assim como as roupas deles que eram antigas e reutilizadas.

Assuma evitava o máximo ter que sair daquela localidade, tinha um tremendo medo de ser descoberto.

Seu maior medo era que Tenten soubesse de tudo ou então que ela tivesse que pagar pelos erros dele.

Por isso ele era tão frio com a filha, era necessário ser daquela forma. No seu ponto de vista é claro.

Quanto mais fechado fosse menos informações teria de dar a ela.

Imerso em seus próprios pensamentos nem percebeu quando a garota saiu do banheiro já banhada e usando roupas limpas.

-Irei preparar o Jantar papai. - ela avisou rumando para a cozinha que assim como o resto da casa estava caindo aos pedaços.

A Sarutobi ainda estava cansada mas se quisesse ter uma noite tranquila teria que fazer suas obrigações antes de ir se deitar.

Assuma se levantou do sofá pronto para banhar e jantar logo após.

A noite já se mostrava presente lá fora.

 

 

X

 

Neji aguardava impaciente banhando em sua banheira de luxo alguma informação útil sobre seu maior devedor.

Nem mesmo as carícias de Shion estava melhorando seu humor, bufou impaciente quando a mulher reclamou sobre seu temperamento.

-Calada! - ele ordenou olhando-a duramente.

-Você precisa relaxar senhor Hyuuga. - ela pediu mais uma vez olhando fixamente para o rosto do homem, este apenas revirou os olhos. O corpo escultural dela com toda certeza não valia o dinheiro que Assuma o devia.

-Senhor Neji! - a secretária Karin chamou pela sua atenção adentrando o banheiro no qual ele se encontrava.

-Diga. - respondeu ansioso empurrando Shion para longe.

-Descobrimos o paradeiro de Assuma Sarutobi, ele se encontra morando atualmente em uma zona rural bem afastada da cidade em um pequeno vilarejo abandonado. - a mulher o informou e Neji sorriu debochado, que otário, achou mesmo que iria se safar.

-E meus homens já foram atrás dele? - o Hyuuga inquiriu saindo da banheira.

-Sim senhor, pelo o que parece ele se escondeu todo esse tempo por detrás de uma identidade falsa. - A ruiva acrescentou e Neji enrolou a toalha na cintura rindo da estupidez do homem.

-Que seja! De qualquer forma ele já está morto. - Ele disse e não obteve resposta nem reação da apática informante. - Pode ir Karin, fez um bom trabalho e está dispensada. - Falou e a secretária apenas assentiu saindo do local. Shion que até o momento se mantinha em silêncio se manifestou.

-O que irá fazer com esse homem Hyuuga? - a loira perguntou realmente curiosa.

-Ele simplesmente irá morrer Amorzinho. - respondeu saindo de forma imperativa do cômodo. - Ele e quem mais estiver no meu caminho. - acrescentou com o tom de voz baixo apenas para si mesmo escutar.

 

 

Que os jogos comecem!

 


Notas Finais


Eai meus amados?
Nejizão vai atrás dessa grana aí em

Tenten e Assuma que se preparem auahauah


Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...