História Dangerous Love- Luwoo - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Doyoung, Jungwoo, Lucas
Tags Assassinatos, Jungwoo, Lucas
Visualizações 207
Palavras 1.350
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, LGBT, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BOA
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
LEITURA!!!!

Capítulo 11 - O Plano!!..


Fanfic / Fanfiction Dangerous Love- Luwoo - Capítulo 11 - O Plano!!..


- Hyung vou precisar da sua ajuda...- falou e Taeyong assentiu, falou todo o plano e de como ele funcionaria.
.
.
.
.
.
Enquanto isso com Yukhei, tentava o máximo possível se aproximar do Líder de umas das gangues, culpado disso tudo, não era fácil, todos queriam o matar.

Ten dava cobertura para o mesmo, atirando nos que tentavam apunhalar o maior pelas costas, até Lucas conseguir chegar até onde queria- Você é um homem morto Sang-hun..- apontou a arma para ele.

O cara deu sua risada maléfica- Eu? Mas estas sem munição Lucas...

O chinês Jogou a arma- Não preciso dessa merda para te matar Idiota...- falou.

Sang-hun arqueou a sobrancelha- que pena wong, porque eu preciso dela para te ....

-LUCAS!!- Yukhei arregalou os olhos, olhou para trás vendo Jungwoo ali.

Seu coração estava a mil agora, viu um homem de outra gangue tentar atacar o menor, porém morreu com um tiro na cabeça- J-jungwoo... O QUE FAZ AQUI!! TEN... TIRE-O DAQUI!!- mandou e Ten iria fazer isso, mas o coreano não deixou.

Sang-hun ria da situação... Mas lembrou que tinha mandado Seong-ho matá-lo- O que... Aconteceu com Seong-ho? O QUE VOCE FEZ SEU MOLEQUE!!- jun-ho via tudo do canto dele, adorou a coragem de Luta de Jungwoo.

O coreano pegou sua faca mostrando o sangue de Seong-ho ali- Morreu, assim como você vai morrer SEU MERDA!! AGORA TAEYONG!!- deu o sinal e tiros foram disparados, Lucas saiu daquela parte indo até o menor.

Segurou no braço do mesmo- SAI DAQUI JUNGWOO!!- Gritou

Jungwoo se soltou das mãos do maior- EU NÃO VOU SAIR!! Meu Lugar é Com Você, Não me importo se vou me machucar ou não!!

Lucas não podia ficar com raiva de Jungwoo agora, mas ali não é o local ideal para conversar.
O solo estava todo manchado de sangue inocente, também deles ali.

Enquanto Taeyong atirava do último andar do prédio, alguém estava atrás dele- Suas últimas palavras Taeyong?- ele conhecia Taeyong, ou digamos, "Ela".

O Lee sorriu sínico sem se preocupar, e continuou atirando- Primeiro: Não tenho culpa se ele preferiu a mim do que você. Segundo: Minhas últimas palavras são... Adeus Su-jin- foi sua última palavra para a mulher após sentir o sangue se espalhar pela sua costa, Su-jin estava sem cabeça, Taeyong havia planejado antes de começar os disparos, e sorriu satisfeito que sua armadilha funcionou.

Enquanto isso com Jungwoo, Lucas e Ten, os três corriam pelas suas vidas, mas Yukhei ainda tinha que matar Sang-hun e Jun-ho.

E Jun-hun se aproximou deles sorrindo "simpático"- Você é Ótimo com facas, onde aprendeu?

O kim ficou sério, olhou de canto para ele- com certeza não o interessa, estou aqui para ajudar Lucas!!

Jun-ho riu sarcástico- Ajuda-lo? Um psicopata... Ahhng- sentiu sua pele sendo cortada, Jungwoo havia o cortado.

- Sim ajudá-lo, e você vai pagar bem caro por Transforma-lo assim, agora se afaste da gente, ou não hesitarei em matá-lo.

Ten e Lucas estavam surpresos com isso, nem o Chinês tem toda essa coragem para enfrentar seu Líder mas o coreano, teve e muita.

Jun-ho se irritou ameaçando colocar a arma na testa do menor- Seu Merdinha, vai se arrepender disso!!

O Kim sorriu ladino - Lucas...- o chamou- Para acabar com isso tudo, não deve matar Sang-hun? Por que ainda está aqui então? Vá até lá e mate-o, Ten vá ajudar Taeyong que está no último andar daquele prédio- apontou- eu resolvo aqui com esse cara- falou olhando para Jun-ho.

Yukhei não concordou com isso- Não!! Jungwoo saia daqui, eu resolvo tudo!!

- Ande logo, se quer que tudo isso acabe logo!! - retrucou o menor, e Lucas com muita raiva saiu e foi até a parte de Sang-hun, uma luta se iniciou ali, cada um com armas, Lucas sendo o mais rápido, acabou atingindo Sang-hun no seu melhor braço.

O chinês não hesitou em quebrar o pescoço do homem o matando e assim, todos pararam de atirar e brigarem, menos Jungwoo que estava em uma grande briga com Jun-ho, sendo o menor que estava ganhando, apenas com alguns cortes pelo braço e rosto- JUNGWOO!!! - gritou vendo que outro capanga de Jun-ho tentaria acertar Jungwoo por trás, e Lucas estava sem arma, correu para tentar alcançar, para impedir o que estava prestes a acontecer, mas lembrou que Taeyong estava escondido, assim que viu o cara caindo no chão.

Jungwoo desferia socos no rosto de Jun, mesmo com sua mão doendo- Você vai morrer, e vai pro inferno, faça que nem Seong-ho, peça desculpa para os Pais de Yukhei lá de baixo- foi sua última fala, e matou Jun-ho com um tiro na boca, com a bala atravessando o cranio do mesmo, Lucas chegou bem na hora.

Ten e Taeyong desciam do prédio sorrindo e viram a cena- Conseguiram! - O Lee correu e foi abraçar o Kim.

Ten se aproximou do amigo abraçando o mesmo, consolando ele, pois o Lucas estava chorando, nunca em toda sua merda vida de psicopata pensou que conseguiria escapar desse inferno- Pai , Mãe, desculpa!! Minha vida foi transformada num inferno por causa desse desgraçado, mas acabou, foi por vocês- Jungwoo foi abraça-lo.

Seria mesmo o fim da guerra? Ou apenas um teste para eles?

Eles foram embora, antes que a polícia chegasse, nesse momento Jungwoo pensou em seu Hyung, onde ele estava, será que está bem? Seguro? Não se machucou... E ao pensar nisso, correu deixando os outros para trás indo até a casa do mais velho, chegando na mesma nem se quer bateu na porta- DOYOUNG...hyung!! Ah você está bem- Ficou feliz ao ver seu amigo ali, vivo!

Doyoung se assustou de leve, sabia o motivo da preocupação do menor- Eu to' bem pequeno- sorriu- Por que você apareceu lá sem um máscara? Agora está sendo procurado pela polícia.

Jungwoo abaixou a cabeça e sorriu fraco- eu esqueci, só pensava em Yukhei na hora. Mas eles não vão me achar..

O mais velho assentiu- Tome cuidado na volta, a policia toda está rodando a cidade, capaz deles irem até sua casa...

O menor já estava com planos na cabeça se isso acontecer- Eles não vão até lá, mas se forem, não estarei- Doyoung ficou confuso- pensei em eu e os meninos irmos para outra cidade, mas aqui da Coreia mesmo, tipo, Busan, ou a ilha de jeju.

O mais velho não teve reação, mas estava desacreditado- espera... Outra cidade? Sério?!

Jungwoo assentiu- não se preocupe, manteremos contato... Eu tenho que voltar, Lucas e os outros não sabem onde eu estou.. Tchau hyung- se despediu e saiu.

Voltando para casa Jungwoo teve que passar por policiais, e conseguiu por um fio, assim que entrou na sua casa Lucas se levantou do sofá indo até ele- Onde você estava Jungwoo?

Jung sorriu fraco- Desculpa, eu tava na casa do Doyoung hyung. Agora sou procurado como você Lucas, Ten teve sorte porque estava mascarado, e Taeyong não apareceu no noticiário, se a polícia aparecer aqui.... Pera, se ela apareceu aqui, Ten pode atender junto de Taeyong e dizer que moram aqui, e que não tem ninguém- falou sorrindo.

Ten até que gostou da ideia, já que ninguém na cidade sabia que o mesmo era assassino de alguém, claro- É uma boa ideia, assim os impedem de sair da cidade.

Taeyong correu para abraçar Ten- Taeyong, você anda muito meloso esses dias...- Lucas falou.

Jungwoo concordou com a cabeça- Verdade Hyung!!

O Lee fez um bico fofo- Você Ten Chittaphon, é só meu.

Ten riu da situação- quem apareceu para você? Foi ela?- Taeyong assentiu- Espera, você matou ela?

- ela pisou na minha armadilha!! E também queria me matar, mas falhou miseravelmente.

O Tailandês riu nasalado- Nunca gostei dela mesmo, você é melhor do que ela.

Taeyong arqueou a sobrancelha- Eu sou? Ahh.. Ten..- o Tailandês pos Taeyong em seu loco e o levou para o quarto de Hóspedes.

Jungwoo e Lucas riam da situação- Mereço...- disse o kim.

Yukhei riu alto agora- Merece... Ei, está feliz agora que tudo acabou?

Jungwoo abraçou o maior- Sim, mas espero que tudo tenha realmente acabado.

 

Continua?


Notas Finais


o capítulo ainda será totalmente revisado ^^
espero que tenham gostado rsrsrs bye bye

*capítulo revisado* ( se ainda tiver erros é só falarem)
uma leitora (eu acho) se bugou com o nome do sang-hun.... eu peço desculpa, não é sang-ho, é sang-hun mesmo, eu mesma me buguei por conta do nome *hun-ho*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...