História Dangerous Negotiations - Capítulo 27


Postado
Categorias The 100
Personagens Anya, Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Echo, Emori, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Lincoln, Marcus Kane, Maya Vie, Octavia Blake, Personagens Originais, Raven Reyes, Roan
Tags Clexa
Visualizações 470
Palavras 1.242
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que curtem rs.. Com o tempo vai melhorar prometo.

Icarus Zor-El~

Capítulo 27 - CEO's 27


Fanfic / Fanfiction Dangerous Negotiations - Capítulo 27 - CEO's 27

Lexa Woods

 

Suas palavras atiçaram em mim algo inexplicável em nenhum relacionamento de uma noite senti isso, ela consegue despertar meu lado mais instável possível.

Derrubo tudo da minha mesa sem me importar papeis, canetas, copos, meu computador, meu celular em resumo tudo mesmo.

Tiro o paletó do terno o jogando no chão junto do colete, deixo minha gravata na minha cadeira e arranco seu vestido com brutalidade, nada mais importava só o desejo do meu corpo de saciar e ser saciado pelo dela.

Sua linda lingerie vermelha destacando sua pele que parece brilhar, me aproximo mais dela que estoura os botões da minha camisa, parece que não é só eu que estou ansiando por isso.

Sinto uma mistura de gruído com gemido ser parado por meus dentes serrados e eu não resisto em puxar seu cabelo de forma bruta expondo todo seu pescoço, deixo uma mordida forte no mesmo e ela deixa uma mistura de gemido de prazer e dor sair por seus deliciosos lábios.

-Você é minha. – Digo pegando a gravata prendendo suas mãos. – Seu corpo agora me pertence Griffin.

Arranco seu sutiã o arrebentando e o jogando em qualquer canto, a viro fazendo ficar de costas para mim, tiro meu sinto e coloco do seu lado.

-Sabe qual o meu maior fetiche? – Pergunto e ela nega com a cabeça.

Deixo um tapa forte na sua bunda e ela geme pela dor.

-Quando eu fizer uma pergunta direta quero que me responda em palavras Griffin.

-Não sei.. – Fala com a voz meio rouca.

-Eu gosto de dar muito prazer, mas meu maior fetiche é a dominação, eu que mando quando o assunto é sexo então te dou duas opções ou desista agora ou se entregue por completo. – Digo mostrando meu sinto para ela que treme um pouco.

-Faça tudo que desejar Woods, poucas palavras e mais ações. – Provoca e volto a bater em sua bunda com força a fazendo levar o corpo um pouco para frente.

-Língua afiada, mas daremos um jeito nisso. – Falo indo até meu bar pegando uma garrafa de uísque. – Vamos ver se a Leoa lutará contra seu instinto felino.

Deixo a garrafa na cadeira e tiro meus sapatos, meias e calça ficando só de sutiã e com minha boxer preta, percorro meus dedos pelo lindo corpo e ela se arrepia com meu toque.

-Vire-se. – Ordeno e ela faz.

Oh porra o jeito dela me encarar, seu olhar de cobiça e prazer, tiro a gravata dela deixando suas mãos livres.

-Que se foda tudo hoje eu farei de forma diferente. – Digo mandando a sanidade para o espaço e a puxo colando nossos lábios em um beijo forte e quente.

Sinto suas mãos passearem pelas minhas costas e suas unhas me arranharem com força, ela tira o resto das minhas roupas e eu a pego a prensando na parede do meu escritório.

Seu olhar mais escuro que nunca, sua boca entreaberta tão convidativa, a beijo mais uma vez, mas mordo seu lábio inferior sentido o gosto do seu sangue, se misturando com o sabor único dos seus lábios.

-Woods..

Enlaço suas pernas na minha cintura e a penetro com força e ela para abafar o grito de surpresa me morde com força.

-Isso Griffin assim mesmo! – Gruo e começo a estocar com força deixando minha mão como apoio na parede. – Eu quero que me de tudo de si, me morda me ataque me mostre que não será dominada facilmente.

Sinto minha pele arder com a forma que ela rasga minha pele com suas unhas e sinto meu rosto esquentar com o tapa que ela deixa no meu rosto, ela ataca meu pescoço com mordidas para abafar seus gemidos.

Nos afasto da parede e volto pegando a garrafa da cadeira me sentando na mesma.

-Cavalgue para mim Griffin quero seu lindo corpo subindo e descendo, mostre para mim o quanto quer tudo isso. – Ordeno e ela faz no mesmo segundo mordendo o próprio lábio para conter seus gemidos altos.

Bebo direto da garrafa e derramo um pouco da bebida nos seus seios e os ataco, chupando e mordiscando com vontade arrancando de uma vez seus deliciosos gemidos roucos.

-Anhh.. Woods.. – Geme puxando meu cabelo, a encaro e sorrio.

Seu corpo suado, sua boca entreaberta, seus olhos fechados e seus gemidos manhosos, tudo faz dela a mulher mais sexy do mundo.

Desfiro um tapa na sua bunda e a mesma geme mais parecendo gostar dos meus toques brutos nela.

-Isso Griffin estamos quase lá. – Sussurro, mas a vejo um pouco cansada por estar fazendo o trabalho mais pesado.

A tiro de cima de mim e deito seu tronco na minha mesa a deixando quase que de quatro para mim, que linda visão é essa, seguro seu pescoço com mais firmeza e volto a penetrar ela com força e estoco com rapidez sentido seu ápice e o meu perto.

Com mais algumas estocadas chegamos ao ápice juntas e sentir o seu gozo com o meu foi algo inexplicável, saio dela e a deito na mesa e abaixo meu rosto passando minha língua pelo seu clitóris agora sensível aos meus toques.

Começo a chupar ela deixando claro que eu serei capaz de dar para ela um prazer único, encaro seu rosto e céus que mulher, seu corpo suado, sua boca entreaberta e seus olhos fechados com força pelo prazer que estou dando a ela.

-Woods.. – Geme segurando minha cabeça com força

Sinto seu segundo ápice e a chupo com mais vontade e ela se desmancha em meu lábios, me afasto sorrindo e limpo minha boca com seu delicioso gosto me sento na minha cadeira e puxo seu corpo para o meu a sentando no meu colo.

-Essa foi só uma pequena amostra do que posso te dar, quando estivermos no local apropriado no caso minha casa, poderemos dar tudo de nós sem barreiras.

-Se essa é só uma amostra será que vou resistir a experiência completa? – Pergunta sorrindo.

-Sim, porque seu corpo foi moldado para se encaixar com o meu, faremos tudo sem pressa e com muito mais brinquedinhos.

Relaxo o corpo e seguro o dela para que ela não caia.

-E essa bagunça toda?

-Amanhã mando arrumar isso, valeu a pena e só para repetir essa transa que tivemos eu faria tudo de novo. – Sussurro acariciando seu rosto.

-Safada. – Solta rindo.

-Griffin. – A chamo e ela encara meus olhos com os lindos olhos azuis dela.

-Oi Lexa.

-Não quero nomear tudo isso, só fique comigo. – Volto a sussurrar acariciando mais sua face. – Não suportaria só te olhar e muito menos ficar aqui nessa sala me remoendo em pensamentos pensando se está com outra pessoa, não quero que ninguém mais a toque, só eu.

-Tipo uma amizade colorida? – Pergunta incerta.

-Mais que isso. – Digo deixando rastros de beijos em seu pescoço e rosto. – Você a partir de hoje me pertence tanto quanto eu te pertence, ninguém poderá te tocar com segundas intenções e o mesmo será valido para mim, não precisamos nomear isso só será eu e você e ponto.

-Isso me soa como um contrato verbal. – Brinca sorrindo para mim.

-Que se torne isso. – Abro minha gaveta e pego a pequena lamina que fica ali e furo meu dedo vendo meu sangue e faço um “x” onde fica seu coração. – Assinado de uma forma que nada poderá quebrar.

Ela pega a adaga e faz o mesmo comigo e deixa um beijo casto em meus lábios.

-Temos um contrato então senhorita Woods.


Notas Finais


Até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...