1. Spirit Fanfics >
  2. Dangerous Passion >
  3. Capitulo 1 - "A proposta...."

História Dangerous Passion - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii amores da minha vida, espero que gostem da história, e que gostem dos casais dela também, eu ainda não escolhi nenhum casal principal então paciência né. Cada personagem vai narrar um pouco mais a maioria da história eu vou escrever o que cada um tá sentindo,então escolham seus preferidos a vontade.

Capítulo 1 - Capitulo 1 - "A proposta...."


Fanfic / Fanfiction Dangerous Passion - Capítulo 1 - Capitulo 1 - "A proposta...."

*Deise narrando on*

Oi, meu nome é Deise , Deise Mancini, meu pai tinha descendência itáliana por isso o sobrenome chique e chamativo, bom mas não é só o sobrenome , onde passo sempre chamo atenção,mas não porque eu gosto de chamar atenção , na verdade é o contrário disso. Mas é que eu realmente não consigo passar por dispercebida , e isso deve se a minha família e o meu namorado....ou melhor dizendo ex namorado. Bem é uma longa história mas por enquanto o que eu posso dizer é que minha vida era incrível, na verdade eu amava muito minha vida e não queria por nada mudar .....mas como nem tudo na vida são flores acabei tendo meus autos e baixos , recentemente mais baixos que autos né. Mas sim tinha uma vida ótima, eu era gerente de uma empresa de perfumes muito famosa chamada "Mild Fragrance". Uma empresa criada porimha mãe e uma amiga dela, elas eram muito amigas e amavam os aromas das flores ,rosas entre outros, até que um dia ela criaram essa empresa que agora faz muito e muito sucesso,mas como a presa é muito grande minha mãe e a amiga dela decidiram abrir outras empresas fazer entrevistas e espalhar marketing por aí. Elas agora estão em Paris , sim na França na França. Eu queria tanto tá na França , mas tenho que ficar aqui cuidando de uma das empresas onde sou gerente encarregada de tudo. Bom meu emprego não é ruim não não mesmo, amo meu trabalho, principalmente aquele aparelho que coloco no ouvido e fico pedindo meu capuccino quente toda manhã,minha assistente chega ficava doida me vendo tomando tantos cafés e capuccinos, acho que ela achava que eu era meio lelê mais tá amo café e isso não vai mudar , não mesmo. Mas vamos focar né, então... enquanto trabalhava na empresa conheci um dos nossos acionistas Leonardo, conhecido como Leo...ele era tão tão bonito, sempre andava com estilo, ele tinha um look todo trabalhado dos pés a cabeça, era alto, cabelos  e olhos castanhos claro, tinha uma cara de mau, um verdadeiro play boy na aparência, um carro lindo pra combinar com ele, assa ele era muito muito perfeitinho,a personalidade dele era meio romântico, não meloso demais mas sabia o horário certo de ser carinhoso e de ser sério porém pervertido também. Eu realmente gostava muito muito dele e esse sentimento virou algo mais forte , tão forte que pensávamos em nós casar. Mas aí em uma dia "magnífico" tudo mudou , a empresa começou a perder ações e investidores, parece que tínhamos sido roubados , isso não é o pior, o pior é que me avisaram de roubo desconfiar de mim por eu ser a gerente então "como gerente eu era responsável por tudo" . Mas por sorte não  acharam indícios de que eu possa ter roubado, as contas da empresa cresciam, os imprestimos que pedíamos estavam sendo cobrados e com juros altíssimos, tipo tô falando de milhões pra bilhões. Perdi meu emprego , e não so eu como muitos funcionários importantes ou não, tive que vender meu apartamento por um preço pequeno já que todos estavam se aproveitando pela imagem mau vista agora da empresa, a e meu namorado....ele também estava com alguns problemas ,as ele disse que tudo era uma confusão e que se estivessemos juntos iria pegar mau pra imagem dele por causa da minha família. Minha mãe,meus amigos , meu namorado ...todos me deixaram sem mais nem menos,e estou sozinha....a não ser por uma pessoa mais será que me ajudaria? Faz tempo que não converso com ele mais arranjei coragem pra mandar uma mensagem e torcer pra que me ele me responda já que não tenho outra alternativa, bom não tenho onde ficar e estou empacotando todos os móveis no apartamento , que vou ter que entregar amanhã por sinal, e a fita parece que não quer colaborar comigo hoje ....affs tudo tá dando errado.

Bom, era uma noite entediante e cansativa de sexta feira pra mim, e eu estava no chão toda suada recuperando o fôlego olhando pras caixas me lamentando comigo mesma, mas um sono vem do nada e eu acabo abraçando minhas pernas em frente meu corpo e encosto minha cabeça em meus braços dormindo de leve. Mas logo escuto uma porta ser aberta, mas estava com tanta preguiça de olhar que continuei como estava. Sinto depois uma mão firme pousar no meu ombro.

Xx:_ei , acorda dorminhoca *sorri*

Pera aquela voz , aquela voz era famíliar.....mas estava realmente cansada e não queria sair doeu sono que tava ótimo por sinal.

Deise:_hum.....

Xx:_Deise.....Deise...*me sacode* ei eu não vim aqui pra te ver dormindo...

Deise:_hum....quem é ? *Levanto minha cabeça e olhando com os olhos entre abertos*

Xx:_como quem é? *Ele fica na minha frente e se agacha me olhando sorrindo* não se lembra de mim Deise?

Pera , agora a ficha caiu , era ele, ele veio mesmo , não sabia que ele viria*

Deise:_Aaa....Alan? Alan é você *me ânimo sem conter o sorriso o olhando*

Alan:_já era hora né *sorri*

Deise:_não acredito que veio mesmo....

Alan:_como não viria ham? Ein , você é minha priminha mimada que precisa de mim 

Deise:_hum....

Alan:_soube que estava com problemas mas não sabia que estava tão ruim assim *ele olha em volta de apartamento vendo praticamente tudo empacotado dando um grande espaço*

Deise:_infelizmente sim tá muito ruim *acabo ficando um pouco triste mas me levanto não querendo que o mesmo tanha pena de mim*

Deise:_então quer comer alguma coisa *sorrio forçado o olhando*

Vejo o mesmo se levantar e me olhar um pouco preocupado mas tentando me distrair.

Alan:_vai fazer o que que pra mim comer , parece que tá tudo empacotado e não acho que saiba cozinhar.

Deise:_ei sei cozinhar sim.

*Cruzo os meus braços e o olho indignada, mas eu realmente não sabia cozinhar muita coisa, no mínimo sabia preparar meu café da manhã mas o resto. E ele sabia , aquele chato me olhava zombando , então ouvi minha barriga pedir por comida e tive que deixareu orgulho de lado e desistir pra ele me alimentar.

Deise:_ta tá tá bom você venceu *reviro os olhos mas logo o vejo rindo e paro* mas você também não sabe.

Alan:_mas ...tenho isso *mostra cartão de crédito*

Deise:_nossa *fico mais indignada ainda, mas admito que faria o mesmo*

Alan:_vamos então *ele segue até a porta com expressão neutra a abrindo*

Deise:_hum....tá bom mais vou logo dizendo que tô com fome, e não devia ter me mostrado seu cartão de crédito.

Sai pela porta ajeitando meu cabelo, e logo escuto os passos do mesmo me seguir tranquilamente até a saída, eu realmente precisava sair um pouco.

Um tempo depois no restaurante estávamos em frente um do outro na sacada com uma incrível vista para cidade de New York.

Alan:_então....Deise não vai pedir ?

O vejo me olhar curioso deixando fechando seu cardápio e entregar ao garçom.

Deise:_aaa sim sim

Saio de meus pensamentos, olhando pro garçom.

Deise:_vou querer ...hum...bolo de carne moída com batata frita por favor.

Sorrio simpática,e o mesmo confirma com a cabeça anotando o pedido.

Garçom:_mais alguma coisa ?

 Alan:_assim...me traga uma garrafa de vinho 2012 por favor 

Ele pede educamente para o garçom o mesmo acente e sai

Deise:_Alan obrigada por vir ....eu...não tenho com quem contar , as pessoas que eu achei que me ajudaria sumiram...e você veio

Alan:_como? Achou que eu não viria?

Deise:_faz um tempo que não conversávamos, eu só mandei mensagem porque eu precisei sinto muito.

Alan:_não que isso, eu estava ocupado com certos negócios sabe, mas saiba que pode contar comigo priminha.

Vejo ele sorrindo me dando apoio com o olhar

Alan:_mas do que você precisa?

Deise:_eu não quero que você me banque ou algo assim, quero apenas que me ajude a arrumar um emprego.

Alan:_hum....não seria mais fácil me pedir um empréstimo ou uma casa.

Eu sabia que ele me daria o que eu pedisse porque ele é assim comigo, sempre me ajudando, mas eu também sabia que no fundo ele estava testando minha resposta. E claro que não ia pedir algo assim, e eu ainda tenho meu orgulho, quero me esforçar e ser independente como sempre fui.

Deise:_obrigada pela oferta , mas não preciso de imprestimos , ou de carros ou casas .

Na verdade precisava, mas não assim, não assim.

Deise:_eu quero uma oportunidade...um emprego pra que eu possa mostrar meu potencial.

Falo decidida e o mesmo me olha orgulhoso.

Alan:_mas você tem experiência com perfumes e não trabalho com isso.

Deise:_hum....acho que vou ter que aprender um novo ofício.

Alan:_hum.....

Alan cruza os braços me olhando pensativo. E quando aguardo sua resposta um pouco ansiosa tento agir naturalmente pra não parecer desesperada olhando para a bela vista daquela cidade.

Garçom:_aqui senhores.

Coloca os nossos pedidos na mesa junto ao vinho pedido por meu primo e sai. Eu estava com muita fome e minha barriga não disfarçava isso, então não demorei pra me servir olhando de vez enquando pro moreno a minha frente. Alan faz o mesmo, logo colocando vinho em nossas taças. Após ele  terminar de comer ele decide se pronunciar experimentando o vinho, que por sinal parecia gostar.

Alan:_preciso te contar uma coisa sobre meu trabalho...como posso dizer ...eu não tenho um emprego normal vamos falar assim

Apenas tomo o vinho que estava realmente bom prestando atenção.

Alan:_eu...bem eu tenho alguns amigos , e nós somos meio que uma equipe formada por pessoas que tem suas próprias opiniões e convicções, meio que somos chamados de vários nomes "rebeldes", "bandidos", "piscicopatas".

Engulo o vinho rápido quase engasgando tentando entender.

Alan:_pra ficar mais claro, nós somos uma gangue. 

Ele termina de beber o vinho me olhando curioso.

Deise:_caramba eu.....eu sabia que o seu irmão era mas você, não esperava.

Alan:_hum...... pois é, mas calma fazemos o possível pra não machucar inocentes, e nos só matamos aqueles que querem nos matar....

Deise:_tipo....

Alan:_outras gangues.....outros inimigos.

Fico surpresa, na verdade era meio que na cara que ele poderia ser igual o irmão mas ....uou era o Alan....faz realmente um bom  tempo que não conversavamos sobre...sobre tudo.

Deise:_bom você tá certo de que isso é o que quer....porque seu irmão....não tá mais aqui por isso.

Alan:_sei bem do risco, mas preciso me vingar pelo meu irmão.... então..não vou te obrigar a nada sei que é perigoso,posso ver se consigo um trabalho com alguma industria pra você....

Eu ainda fico sem saber o que dizer.

Deise:_não ...pera sim....eu eu aí eu tô meio confusa.....

Alan:_tudo bem tá confusa , você tem amanhã pra escolher....eu posso te treinar e não precisa fazer trabalho de campo,é só uma ideia que poderia funcionar talvez....

Deise:_Alan.....

Eu realmente estava desesperada por uma solução, e ele queria me ajudar , ele é uma pessoa legal e eu precisava de ajuda....mas será que valeria o risco...será que eu aprenderia o ofício, será que eu poderia me tornar uma "fora da lei" com objetivos de salvar minha própria vida. Pelo menos caso aceitasse mostraria meu esforço pra conseguir o que eu quero.

Alan:_vamos fazer assim dou amanhã pra você decidir ok, sem pressão e não tem problema recusar, se for aceitar aceite por achar ser a melhor opção.

Deise:_vou pensar nisso, obrigada pela oferta de qualquer jeito. Te ligo quando decidir.

Me levanto o olhando, e aceno pra ele enquanto saio pondo a mão nos meus bolsos  da calça jeans decidindo o que eu quero.

*No próximo capítulo*

Alan:_e então Deise decidiu? 

Deise:_*o olha decidida* sim....já sei minha resposta final.

Alan:_e tem certeza dela?

Deise:_nunca tive tanta certeza nessa vida como agora...

Alan:_e então...*se aproxima curioso* qual vai ser sua resposta final Deise, vai aceitar trabalhar comigo e aprender o ofício....quer fazer parte da resistência?

Deise:_*respira fundo e o olha*

(.........)





 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...