História Dangerus games - Capítulo 51


Escrita por: ~

Visualizações 204
Palavras 1.431
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Esporte, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E não é que a autora teve tempo de escrever um pouco... Kkkkk
Boa leitura amores😘

Capítulo 51 - Notícias que correm


Liam

Céus, não acredito que finalmente consegui ter coragem de fazer o pedido e ainda não consigo acreditar que ela aceitou.

Achei que ela fosse correr e gritar dizendo que era loucura que não poderia se casar comigo, mas ela simplesmente disse sim parecendo ter toda a certeza do mundo.

A vejo deitada ao meu lado e pensar no passo que acabei de dar me assusta um pouco. Não sei como vou formar uma família, a minha é tão bagunçada mas posso me inspirar na única pessoa que se esforçou ao máximo para não nos deixar cair. Minha mãe, a mulher que tanto lutou por nossa família e eu só soube decepcioná-la. Eve já tinha me dito para tentar consertar as coisas mas eu não sei nem por onde começar. Será que se eu contar de primeira mão que vou me casar ela ficaria alegre?

Pego meu celular e disco seu número, como estamos em fusos horários diferentes provavelmente ela está em casa assistindo algum programa de TV.

-Mãe?

-Liam, meu amor a quanto tempo

-Como a senhora está?

-Tirando a saudade dos meus filhos ausentes estou ótima- ela ri

-Mãe preciso te contar uma coisa

-Ai meu Deus, Liam Campbell Hall o que você aprontou?

Começo a rir tentando controlar a altura da risada pois Eve dorme ao meu lado. Minha mãe surtando é a coisa mais cômica que já vi.

-Calma dona Melissa, eu não matei ninguém ou algo do tipo.

-Menos mal- mamãe solta um suspiro forte

-Então, eu vou me casar.

-O QUE? Você vai fazer o que Liam?

-Eu vou me casar mãe. Pedi a Eve em casamento hoje

-E ela aceitou?

-Óbvio

-Liam você não engravidou essa menina não é?

Novamente começo a rir

-Não mamãe, eu decidi me casar com ela porque eu realmente a amo e sei que ela é a mulher certa para mim.

O silêncio do outro lado da linha me incomoda

-Mãe? Ainda está aí?

-Filho você não sabe o quanto estou feliz com isso, não sabe o quanto sonhei em te levar para o altar. Seu pai ficaria tão orgulhoso…

-Eu sei mamãe e eu gostaria de te pedir perdão por toda raiva que te fiz passar, por cada preocupação e gestos infantis.

-Essa garota realmente mudou você não foi mesmo meu filho?

-A senhora não sabe o quanto mãe.

-Nunca guardei raiva de você pois sei que tudo era uma fase. Mas quando vocês voltarem quero um jantar de noivado oficial aqui na nossa casa, a nossa família e a dela todos reunidos.

-Liam para de fazer barulho- Eve se acorda um pouco irritada.

-Vamos marcar sim mamãe. Preciso desligar, minha noiva está um pouco brava com minha falação na madrugada. Eu te amo

-Também te amo meu amor.

Desligo o celular e fico me perguntando como vou contar ao Stive Clark que irei me casar com a filha dele. Desde que Eve saiu de casa Stive me odeia ainda mais, ele acha que é culpa minha a princesa dele ter abandonado o castelo. Nesse jantar vou providenciar que todas as facas sejam sem pontas. Não quero que a Eve fique viúva ou órfã de pai.


Eve

3 semanas depois

Fim das férias. Infelizmente está na hora de voltar a realidade, está na hora de encarar o meu pai e mostrar meu belo anel de noivado. Apesar de não morar mais com ele tenho medo que meu pai tenha um infarto ao saber que vou me casar com o cara que ele mais odeia na face da terra. Apesar disso tudo eu estou feliz e mesmo que a senhora Hall tenha me pedido para fazer um teste de gravidez ela parece bem feliz com a ideia do casamento.

Quem diria Evelin Clark, a garota louca que nunca se prendeu a rótulos está prestes a dizer sim em um altar…


-Pequena está pronta? Precisamos ir- Liam me chama para pegarmos o jatinho

-Estou sim, já vou.

Então esse é um até logo, provavelmente vou querer voltar aqui para comemorar algumas bodas de casamento. (O que é que eu estou dizendo?) Sorrio internamente e me direciono até ele. Esse tempo na praia nos deixou com belos bronzeados, principalmente ele. Quando eu acho que esse homem não pode ficar mais bonito ele vai e se supera…

                              ***

Fico sentada na recepção da Dreams um pouco tensa, cheguei de viagem há dois dias e só tive coragem de visitá-lo agora. Marcamos de almoçar na nossa casa, mamãe viajou e levou Louise então será só eu e o papai. Que Deus me ajude.

Ele sai da sala sorridente e me abraça com toda sua força.

-Minha princesa como senti sua falta

-Também senti a sua papai

-Vamos para casa? Mandei a Consuelo fazer seu prato favorito.

Eu sorri e agarrei a mão dele como fazia quando era criança. Meu pai tem esse efeito sobre em mim, ele me faz sentir como uma criança indefesa e ele um grande e forte herói.

Almoçamos tranquilamente, contei sobre a viagem e não vi ele tão irritado quando eu tocava no nome do Liam. Mas eu sabia que já estava na hora de começar a soltar minha língua e contar que estou noiva.

-Papai, preciso te contar algo.

-O que?- ele pergunta calmamente

Não vai ter jeito vou ter que soltar de uma vez

-Eu vou me casar

-Você o que?- ele se engasga com o suco e me olha espantado

-O...o Liam me pediu em casamento durante a viagem e eu aceitei- digo em voz baixa

-Você está grávida?- ele pergunta alarmado

-NÃO!

Porque sempre que uma garota nova quer se casar ela tem que estar grávida? Que pensamento mais tosco.

-Então não vejo motivos para você se casar com aquele verme- ele levanta a voz

-Papai, ele realmente mudou. Eu sei que o senhor tem raiva dele mas o Liam é o cara que eu amo.

-Evelin, você é tão jovem para dar um passo assim, você nem se formou ainda.

-Pai isso não será problema, não vou largar a faculdade, eu amo o que faço mas eu também amo o Liam e me sinto pronta para isso.

Ele ficou em silêncio e esfregou as têmporas, olha para mim e para a mesa em uma sequência lenta e agonizante.

-Eu não vou conseguir tirar essa ideia da sua cabeça não é?

-Não

-Tudo bem, eu acho que posso tentar me acostumar com isso.-ele solta um suspiro frustado

-Sério?- um sorriso enorme surgiu em meu rosto

-O que eu não faço por você?- ele dá um sorriso- Mas só para deixar claro que se ele ousar te magoar eu vou fazer aquele moleque desejar nunca ter nascido, ou eu não me chamo Stive Clark.

Dou risada e o abraço forte, não acredito que meu pai aceitou a ideia do meu casamento. Agora sim, tenho a benção do meu pai e posso dar esse passo tranquila.


Cadeia municipal Miami FL

Thiffany

-Eles vão o que?- grito no telefone enquanto a idiota da Melanie fala

-Eles vão se casar, a notícia vazou nas colunas hoje pela manhã.

-Quando é a cerimônia?

-Eles ainda não marcaram a data

-Ok, me mantenha informada.

Me controlo muito para não jogar o celular longe, essa porcaria é meu único meio de contato com o mundo externo. Aqueles miseráveis me trancaram aqui e agora vão se casar…

Eles realmente acham que isso acabou? Realmente acham que vão viver felizes para sempre como a porra da família real? Nem fodendo que eu vou deixar isso acontecer. Evelin Clark já fodeu muito com a minha vida, nada mais justo que foder a dela de volta. Ela tomou tudo o que era meu. Meu homem, meu time, minhas amigas… mas o pior de tudo é que ela sai como a princesa e eu como a vilã da história. Eu só queria uma grana extra e por isso me aproveitei daqueles viciados de merda daquela universidade de merda.

Mas não vou ficar aqui por muito tempo, logo logo vou recuperar o que é meu e sei das pessoas certas para contar.

-Alô?

-Olá querido, já sabe da notícia?

-Tiffany? Você não está presa?

-Sim estou mas não por muito tempo. Você não respondeu minha pergunta, já sabe da notícia?

-Que notícia sua maluca?

-Sua querida Evelin vai se casar

-O QUE? Para de mentir.-ele parece assustado

-Você tem que ler mais jornal Stefan. Até eu que estou presa sei das notícias

-Isso só pode ser brincadeira, ela não pode se casar com aquele merda.

-Não é brincadeira, eu sei que você a ama e  quero te pedir ajuda.

-Para que?

-Acabar com a fome no mundo- digo ironicamente- é lógico que é para acabar com essa palhaçada seu idiota.

Ele fica em silêncio e isso me irrita

-STEFAN!

-O que eu preciso fazer?- sua voz sai magoada e com raiva. Perfeito!

-Eu te aviso logo, só queria saber se posso contar com sua ajuda. Bye bye

Desligo o telefone sorrindo.

Um homem magoado pode ser bem útil, esse amor nojento que ele sente por ela pode render a queda triunfante desse amor de quinta categoria.

Me aguardem seus bastardos...


Notas Finais


E pra quem achou que o Stefan só tinha sumido, olha ele de volta...
E aí o que vocês acham que pode sair dessa aliança do mal ?
Espero que tenham gostado até logo 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...