1. Spirit Fanfics >
  2. Dark Crystal: A Rainha De Cristais >
  3. Eu te amo

História Dark Crystal: A Rainha De Cristais - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - Eu te amo


Fanfic / Fanfiction Dark Crystal: A Rainha De Cristais - Capítulo 17 - Eu te amo

/Dark on/

Logo percebo que atrás de mim o cachorro louco endemoniado.

Night Fury: Dark tem certeza que agiu só pela razão? Não sentiu que era preciso proteger as pessoas? Que tinha que ajudar?

O que ele queria dizer com aquilo?

Como eu poderia ter agido com a emoção sem saber o que ela era, quando pensei em perguntar algo ao cachorro louco falante e endemoniado ele já tinha ido.

Black se aproximou de minha irmãzinha e a abraçou dizendo que estava feliz dela estar bem, era o momento dos dois ficaram sozinhos, resolvo deixa-los e ir para casa.

Me sentia tão sozinha e só pensava no que poderia ter acontecido se não tivesse interrupções entre mim e o Lih, eu ainda tinha um sentimento em mim por ele, algo que o chamava, que o queria por perto, que sabia que se ele estivesse longe seria a pior coisa a se ter. Eu me sentia inútil, como se não tivesse feito nada para ajudar as pessoas e ao mesmo tempo feliz em tomar uma iniciativa, estava vazia, não sabia o que seria, como seguiria minha vida.

Eu era um desastre.

Ouço a campainha tocar e atendo, era Star, disse que teria uma festa em frente ao coração de Cristal para comemorar mais uma Vitória contra os espíritos.

Eu não estava nem um pouco afim de ir, mas ela insistiu tanto que prometi que me arrumaria, ali estava em frente ao espelho olhando meu rosto, me achava horrível eu era horrível, tinha alguém pior que eu? Por que raios eu sou o elemento do amor se eu nem sei o que é isso direito? Passei a mesma maquiagem de sempre, coloquei um vestido simples, fui ao canto do meu quarto, olhei para o céu apartir da janela, respirei fundo, imaginei minha mãe, se ela estivesse aqui o que ela me aconselharia a fazer?

Já era a hora da comemoração, os pôneis estavam felizes e animados o meu inverso, se teria um elemento que eu seria capaz de representar era a tristeza. Os conches coloridos, os aperitivos e as músicas deixavam o ambiente incrívelmente alegre.

Minha irmã veio a mim e me pegou pelos braços me fazendo dançar um pouco, mas não me sentia a vontade em levanta-los..., os sorrisos eram muitos e nada contidos, minha irmã e Star que brotou no nada tentavam me animar, porém era impossível, eu só queria uma pessoa, o Light e onde ele estava?

Resolvi ir a minha árvore, ao meu canto, sou um lixo, aliás é até um ximgamento para o coitado, eu devo ser pior que ele, estava um caco, estava machucada, confusa e irritada, alguem se aproximou e se sentou ao meu lado.

/Dark off/

/Light on/

Quando cheguei a festa minha irmã disse que Dark estava estranha e que saiu em direção a árvore, eu só conseguia pensar nela, tudo me lembrava ela e depois de quase nos.. nos beijarmos, eu queria vê-la e terminar o que começou.

Ela estava chorando, sentada apoiando suas costas na árvore e de cabeça baixa, me sentei ao seu lado, ela me olhou e começou a chorar mais:

- O que foi Darkzera ?

- Lih... E-eu tenho que falar uma coisa. - Sequei as lagrimas dela.

- Pode falar, qualquer coisa. - Me controlava para não beija-la.

- Eu percebi desde que cheguei que você não é o mesmo garoto alegre que eu conheci... nada mais te anima, eu tento o meu máximo para ver seu lindo sorriso, mas não funciona! Eu sinto como se eu fosse insuficiente para você.

- Hm. Dark, você é o suficiente pra mim, por que você está se preocupando desse jeito?

- Por que eu te amo lih! É isso! Eu te amo! Te amo mais que tudo, te amo infinitamente e sempre te amei!

Ela chorava mais a cada palavra que ela dizia. Então eu a abracei.

- Ei.. não fica assim..

- Lih, você sente o mesmo?

- Eu..

Não queria responder isso, mas eu devia, era a maneira de ver quem eu amo feliz.

- É, eu também te amo Dark.

- Lih, por favor, me solte..

- Por que?

- Eu... estou namorando um cara, ele se chama Silver.

- Mas você acabou de dizer que me ama.

- Eu amo, mas não dá! Eu nao quero te expor ao perigo, só quero te ver bem, feliz e comigo isso nunca aconteceria! Eu não amo ele, mas ele é um dos cavalheiros de meu pai e se eu fizer algo adeus Império. Ele vê tudo o que acontece comigo por algum motivo, se um dia eu tiver coragem para pagar o preço por você, eu vou.

- Você não precisa se entregar assim.

- Preciso sim! Eu não quero me separar de você novamente!

Ela se levantou e..

saiu correndo para sua casa..

Conseguia me ver correndo atras dela e a pegando por trás, abraçando ela novamente e depois a beijando.. mas.. eu não tive coragem para fazer isso.

Continuei parado olhando para ela indo embora com minha pata estendida como se eu quisesse alcança-la de alguma forma.

Me levantei e comecei a socar a árvore.

- Droga!

/Light Off/

/Dark on/

Droga eu tinha que amar quem eu justo não podia?

Cheguei em casa me coloquei de costas e fechei a porta, quando me virei, bati o rosto no peitoral de alguém, não pode ser.

Olhei para cima e era... Silver?

- S-Silver! Meu querido... o que fa-

Ele me bateu denovo.

Ele.. ele viu tudo? Ele ouviu tudo?

- Aiai Dark! Você nunca aprende?? Quantas vezes eu te disse para não cair nessa dele "Eu também te amo Dark"? Se ele te amasse, teria vindo correndo te abraçar para impedir que você fosse embora! Igual EU fiz!

- E você nunca entende? Você até fez isso, mas foi a ANOS atrás! Quando você realmente me amava independente do meu pai, e eu também te amei! Mas não dá mais!

Você se tornou um monstro! E você não me ama mais! Eu sei que não! Então porque me obriga a fazer coisas que nenhum dos dois quer?

Ele me bate denovo...

- Nós dois até não podemos sentir mais amor, mas você será minha para sempre, e terá o mesmo fim trágico de sua mãe! ESTÁ ME ESCUTANDO? DARK!

Ele ia me bater com mais força novamente, mas vejo alguem arrombar a porta e pular em cima dele o segurando pelo pescoço.

- Quem você pensa que é em falar com ela assim seu corretivo!?

Ele se virou pra mim.. Light? Meu Light Storm? Era ele...? Ele havia.. me protegido..

- Dark! Saia daqui e vá para minha casa, star vai cuidar de você. Eu dou um jeito nele.

- Mas você pode morrer!

- E você também! Se for preciso, por você eu morro.

- Lih..

Os olhos deles estavam mais amarelos que o normal, e me fizeram ir até a casa dele.

- LIIIH!

Comecei a chorar.

Se eu o perdesse, seria minha culpa.

Estava na casa da star, ela passava um pano com gelo no meu olho.

- Não vai terminar com ele?

- Quando eu tiver coragem sim.

- Tendi...

- Star, cadê a mid? Não vejo ela a um tempo.

- Ah, ela ta estudando lá no quarto.

- Tendi...

Barulhos de janelas se quebrando na minha casa, me levanto e me viro para a janela.

Silver havia sido derrotado?

Ele estava caído no chão pra fora da casa enquanto Light estava la.. com seus olhos bem amarelos dentro.

Fui correndo para ver o que estava acontecendo. Me aproximei de Lih e o abracei de lado.

- LIH! O que está acontecendo aqui? É tudo culpa minha.

Ele colocou a mão na minha cabeça e olhou diretamente em meus olhos.

- Hm. Não, não é.

Seus olhos voltaram a ser amarelo claro, quando olhei, Silver ja havia ido embora, subi para meu quarto e comecei a chorar.

- Por que? Por que eu tenho que te amar Light?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...