História Dark Dreams - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice: Madness Returns, Kuroshitsuji
Personagens Alice Liddell, Alois Trancy, Bardroy "Bard", Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Elizabeth Midford, Finnian "Finny", Grell Sutcliff, Hannah Annafellows, Lau, Madame Red (Angelina Dalles), Mey-Rin, Personagens Originais, Ran-Mao, Sebastian Michaelis, Sr. Tanaka, Undertaker, William T. Spears
Tags Ação, Alice Madness Returns, Aventura, Drama, Fantasia, Kuroshitsuji, Magia, Mistério, Novel, Poesias, Romance, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo
Visualizações 45
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem vindos ao novo Capítulo de Dark Dreams, espero que gostem.

Capítulo 10 - Plush Rabbit


Fanfic / Fanfiction Dark Dreams - Capítulo 10 - Plush Rabbit

Alice estava tirando seu cochilo matinal na biblioteca. Ela estava sentada em uma poltrona, com os seus pés em cima de um mini banco, a garota estava com um livro em seu rosto. O relógio batia 08hrs00min e Sebastian chega na biblioteca junto com Ciel. O garoto ver a garota com o maior desgosto, e ele se assusta um pouco quando Alice dá um mini ronco, então ele se aproxima dela junto com sua bengala. E ele tira o livro que estava no rosto de Alice e o coloca em cima da mesa, então ele bate sua bengala no chão. Alice leva um susto tão grande que acaba dando um grande pulo na poltrona, e assustada olha ao redor.

- O que? O que houve?

Ela olha para Ciel e ele a olha.

- Vamos, temos que sair.

- O que?

- Vá se arrumar.

Alice continua olhando ele, mas ela leva uma das suas mãos para seus olhos e começa a coçá-los.

- Onde vamos?

- Para minha fabrica.

- Qual delas?

- Você na hora vai saber.

- Ok.

Alice se levanta da poltrona, como ela teria acabado de acordar ela andava cambaleando, ela quase que tropeçava mais ela conseguia se equilibrar, chegando na porta ela foi para o lado e bateu o rosto na parede. Ciel segurou o riso.

- Eu vou ajuda-la.

- Vá logo.

Sebastian caminhou até a garota e a tirou da biblioteca e Ciel saiu também, ele foi até seu escritório ,enquanto Sebastian levava Alice para seu quarto. Chegando no quarto de Alice, ela caminhou até a cama, mas Sebastian a puxou e a sentou no banco em frente a penteadeira.

- Eu quero dormir mais.

- Como você consegue dormir depois do café da manhã?

- Acho que você se esqueceu que naquele lugar eu não conseguia dormir.

- Você era maltratada todos os dias, eu sei.

- Então deixe-me dormir.

- Não pode. Temos que ir para a fabrica.

- Que fabrica?

Sebastian se dirigiu para o guarda roupa da garota e pegou um casaco preto com babados brancos em sua ponta e uma tiara com preta com babados brancos. Alice pegou um escova e começou a escovar seus cabelos, quando ela terminou ela colocou a escova no lugar e se levanto e foi até o mordomo e virou de costas, a garota levantou os braços e ele colocou o casaco nela, quando Sebastian iria fechá-los ela começou a fechá-los e quando terminou, o mordomo colocou a tiara nela e amarrou um laço em baixo do pescoço dela.

- Quero dormir.

Alice abaixou os ombros e se virou e saiu do quarto, saindo dele Sebastian fecha a porta e os dois vão até o escritório do conde. Alice abriu a porta tão rápido que Ciel se assustou.

- Alice!

Alice sorriu. O mordomo apareceu atrás da garota com um guarda sol preto, Ciel caminhou até a porta e saiu, Alice fechou a porta e eles saíram da mansão e foram até uma carruagem que estava no lado de fora.

- Queria dormir mais.

- Dorme de noite.

- Osh.

Alice levou a mão para o bolso do vestido e tirou alguns doces, Ciel viu e ficou assustado e pegou os doces.

- Ei!

- Eu fico com isso.

Ciel começou a abri um e Sebastian ouviu.

- Bocchan, nada de doces.

Alice riu e pegou os doces de volta e comeu alguns, ela levantou e sentou no lado do garoto, e começou a fala quase sussurrando no ouvido dele.

- Abre a boca.

Ciel viu que ela estava com doces nas mãos, então ele abriu a boca e Alice colocou um doce dentro da boca dele.

- Bom?

Ciel afinou com a cabeça. E em seguida engoliu o doce.

- Falta muito?

- Não.

- Certo.

Ciel olhou para a garota.

- Por que ficou daquele jeito na biblioteca?

- Por que?

- Sim.

- Não sei.

- Se estar cansada, vá dormir no seu quarto.

- Mas estava longe.

- Estava não, você que é preguiçosa.

- Foi perceber isso agora?

Ciel ficou um pouco irritado e gritou.

- Não fale assim comigo!

- Fica tão fofo irritado!~

- Não brinque comigo, Alice.

Alice começou a rir, o garoto corou um pouco e olhou para fora da carruagem. Alice percebeu que ele teria corado, então ela se aproximou um pouco dele.

- Que fofo, ficou corado.

- Alice.

- Tão fofo.

Era incrível a facilidade que Alice teria de irritar Ciel, parecia que ela conhecia ele desde muito tempo, e por dentro Alice sabia que Ciel se divertia. Alice agradecia sempre por ter saído daquele pesadelo, aquele asilo ficou no passado, agora ela vive uma aventura cheia de alegria como ela tinha no País das Maravilhas.

Fazia meia hora que eles estavam na carruagem, Alice começou a enlouquecer, ela colocou as mãos em sua cabeça e gritou.

- Que demora.

- Deixa de show, Alice.

Alice deslizou até o chão da carruagem, e quando a carruagem estava quase parando ela voltou a sentar.

- Chegamos.

- Até que fim.

Alice ficou em pé na carruagem.

- Se senta, Alice.

A carruagem parou e Alice caiu.

- Eu avisei.

Sebastian foi abrir a porta da carruagem e ajudou Ciel a descer, Alice levantou e desceu da carruagem. Ela ficou um pouco surpresa com o tamanho da fabrica. Ciel sorriu.

- Gostou dela?

- Para que tudo isso?

- Quando mais grande, melhor.

Alice olhou para Ciel e sorriu.

- Quando mais grande melhor, né?

- O que você pensou?

Alice olhou para Sebastian. Ele olhou para ela confuso.

Ciel começou a caminhar em direção a fabrica, Alice e Sebastian o seguiram. Por dentro a fabrica era muito grande, Alice observava tudo, enquanto Ciel falava com Sebastian.

- Tudo ficou bem depois do que Lau fez.

- Verdade.

Alice observou as maquinas fazendo os ursos de pelúcia, ela sorriu. Ciel olhou para garota. Alice parou em frente a uma maquina que fazia coelhos de pelúcia , ela ficou observando o coelho e acho ele maravilhoso. Ele era branco e tinha um tapa-olho preto e um terno. Alice olhou para os outros coelhos e percebeu que ele seria o único. Ciel aproximou da garota e pegou o coelho, e a garota o olhou. Ciel estendeu o coelho para Alice.

- Para mim?

- Sim.

- Estar tudo bem, Ciel?

Era estranho Ciel dar algum presente para alguém, principalmente para Alice,  ela também achou estranho, mas ela aceitou o presente. Ela abraçou o coelho e sorriu e começou a chorar quando começou a lembrar do seu antigo coelho de pelúcia, Ciel ficou surpreso.

- Por que estar chorando?         

- Porque, esse coelho lembra muito do meu antigo coelho.

- Que bom que ele estar sendo importante.

Alice aproximou do garoto e o abraçou, Ciel ficou um pouco surpreso e começou a ficar vermelho.

- Obrigada, Ciel.

- De nada.

Ciel colocou uma de suas mãos na cintura de Alice e retribuiu o abraço, mas quando Sebastian apareceu ele tirou a mão da cintura da garota e a empurrou.

- V...Vamos continuar.

- Sim.

Alice voltou a abraçar o urso. Ela passou o caminho todo da fabrica rindo e abraçando o urso que Ciel deu para ela, ela não atrapalhou ele em nada, e depois de uma hora eles voltaram para a carruagem, o caminho de volta para a mansão Alice ficou quieta abraçando o urso e rindo. Depois de quase uma hora eles chegaram, Mey-Rin, Finnian e Bardroy ficaram olhando o urso de Alice.

- Espera, o Bocchan deu esse urso para ela?

Alice foi até eles.

- Olha pessoal, o urso que Ciel me deu.

Todos ficaram surpresos.

- O Bocchan te deu um urso da companhia?!

- Sim.


Notas Finais


Todos nós odiamos quando alguém nos acorda da nossa soneca matinal e quando acordados parecemos bêbados. Ciel leva Alice para conhecer uma de suas fabricas, mas a garota,como sempre, não estava muito interessada. Como Alice adora pelúcias ela ficou fascinada com um coelho de pelúcia muito parecido com com Ciel, e ele dá a pelúcia para ela,que isso é muito estranho. Qual foi o motivo desse presente?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...