1. Spirit Fanfics >
  2. Dark Empire: Death and Life >
  3. Consequências

História Dark Empire: Death and Life - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Toda ação tem consequências

Capítulo 14 - Consequências


Fanfic / Fanfiction Dark Empire: Death and Life - Capítulo 14 - Consequências

Tayvor e Drake andaram até Kaylon e quando chegaram o sol já havia nascido completamente, tinham passado a noite em claro em Wildwyrm, mas talvez tenha válido a pena. Eles entraram pela passagem norte, Drake andava um pouco mais na frente guiando Tayvor por Kaylon, estava certo de onde queria ir.

-Me diga, para onde exatamente estamos indo? -Tayvor perguntou parecendo levemente cansado.

-Existe um esconderijo ótimo aqui, tenho certeza que deixam você ficar se cooperar com alguma coisa. -Drake respondeu da mesma forma cansada.

Enquanto os dois andavam, viram alguns destroços no caminho, as pessoas estavam com rostos assustados, alguns pareciam ter chorado a noite toda, com os olhos vermelhos e rostos entristecidos, logo, os dois garotos chegam então na praça central e avistam ela toda destruída, além de vários corpos e sangue pelo chão. Drake não pode acreditar no que estava vendo naquele momento, Tayvor como já se tinha se acostumado com cenas assim, apenas bocejou e olhou para o rosto assustado de Drake.

-O que... aconteceu aqui? -Drake se questionou. Ele apertou os punhos e começou à correr pelas ruas.

Tayvor o viu correr e suspirou, nesse momento começou à levitar no ar, ele voou rapidamente até Drake e ficou o seguindo enquanto voava.

-Por que a pressa? -Tayvor questionou bem calma enquanto voava ao lado dele.

-Alguma coisa aconteceu ontem... espere, desde quando você sabe voar? -Drake perguntou sem parar de correr ou olhando para Tayvor.

-Isso não importa muito. -Ele continuou seguindo o garoto, então ele entrou em um beco que era a entrada do esconderijo e assim Tayvor parou de voar e se aproximou. -Uma passagem? -Tayvor tocou na parede e ela se abriu.

-Como você... ah, dane-se, venha! -Drake entrou primeiro e Tayvor o seguiu agora andando normalmente e sem pressa nenhuma.

Eles desceram a escada em espiral e então chegaram no salão principal, estavam com alguns feridos ali, pessoas machucadas muito ou pouco, alguns assassinos também. Drake andou entre elas procurando por algum rosto conhecido, então viu Steve, se aproximou dele e tocou seu ombro.

-Steve! O que aconteceu com todo mundo? -Ele perguntou preucupado.

-Drake, que bom que está bem. -Steve se levantou e suspirou com a cabeça um pouco abaixada. -Tivemos uma luta contra mais um dos generais do rei, Mors, ele era bastante forte e estava matando os moradores para conseguir nossa atenção, foi uma batalha longa e difícil, mas conseguimos vencer, porém, essas são as consequências... -Ele disse olhando para os feridos.

-Entendo, onde está Hana e os outros? -Ele perguntou olhando ao redor sem os ver ali.

-Na sala da Ely, pode ir até lá. -Steve respondeu apontando para a porta da sala. Ele depois viu Tayvor e o achou um pouco estranho.

-Certo, Tayvor, venha. -Drake chamou Tayvor e entrou na sala. O caçador o seguiu e lançou um olhar sombrio para Steve.

Os dois entraram na sala de Ely e ali estavam quase todos, Dragon, Hana, Jonh e a própria Ely. Drake se aproximou sendo seguido de longe por Tayvor, ele foi até a mesa e olhou para Ely.

-Steve me contou o que aconteceu... -Ele falou entristecido. -Se eu estivesse aqui...

-Não faria diferença. -Ely respondeu fazendo força para ficar de pé. Ela deu a volta na mesa mancando e ficou de frente para Drake. -Com ou sem você, ainda iríamos tomar uma surra. Mas agora, eu ordeno que não saia mais de Kaylon sem minha permissão.

-Está bem. -Drake concordou sério e olhou para os outros. -Estão todos bem?

-Todos precisam descansar, usamos muita magia hoje. -Dragon respondeu suspirando e em seguida olhando para Tayvor. -Quem é aquele?

-O caçador de monstros... -Ely respondeu o olhando. Ela ficou com um rosto levemente enfurecido e foi se aproximando dele. -Ou devo te chamar de Carrasco de Wildwyrm?

-Oh, a notícia já chegou aqui? Não me admira vocês conseguirem informações tão rápido. -Se quer me matar, pode tentar.

-Não tenho interesse nisso. -Ely respondeu o encarando de perto. Ambos com olhares intimidadores e com uma aura de poder ao redor.

-Você matou mesmo pessoas-

-Quer mesmo saber se eu matei pessoas inocentes? -Tayvor interrompeu quando Magnus estava falando. Ele desviou o olhar para o mesmo e respondeu: -Sim, eu matei cada um deles e mataria de novo se necessário.

-Desgraçado... -Magnus estava incrivelmente irritado, mas sentia uma dor leve pelo corpo por conta da grande onda de magia que havia usado mais cedo.

-Hm... e onde você estava, Drake? -Hana perguntou olhando o garoto.

-Eu fui para Wildwyrm e encontrei com o Tayvor, matamos um lobisomen, mas uma mulher estranha apareceu e invocou um espírito gigante. Foi esse espírito que possuiu os moradores que o Tayvor matou, eu não fiz nada para ajudar ou impedir... -Drake disse se sentindo arrependido por dentro.

-Um espírito foi a causa daquela chacina? -Ely perguntou e em seguida encarou Tayvor, então sua aura assassina sumiu e ela voltou mancando para a mesa. -De qualquer forma... estamos nos recuperando da última batalha, não vamos fazer nada por enquanto além de ajudar os feridos e amanhã iremos trabalhar na reconstrução da praça central. -Ely olha para Drake. -Você vai ajudar como punição por ter faltado hoje.

-Tudo bem pra mim. -Ele concordou e depois olhou para Tayvor. -Fique no meu quarto hoje.

Tayvor deu de ombros como se não ligasse onde ficaria. Apenas queria descansar um pouco antes de seguir viagem para caçar outras criaturas.

-Hana, fique com Drake no seu quarto, precisa descansar e ele pode ficar cuidando de você. -Ely disse relaxando na cadeira.

-Aff, tá tá, eu vou arrumar antes que ele tente mexer em alguma coisa. -Hana fechou os olhos e passou por Drake dando um soco na barriga dele. -Rum.

Ela saiu da sala e foi para o quarto. Os outros conversaram um pouco e logo decidiram ir para seus quartos descansarem, tinha sido um dia longo para todos. Um por um foram saindo, então Drake e Tayvor foram para o corredor dos quartos, Drake apontou onde era seu quarto e Tayvor foi para lá acenando um tchau para o garoto, iria se virar sozinho apartir dali. Drake deu meia volta e abriu a porta do quarto de Hana.

Mas então ele parou com a porta aberta, a loli estava usando apenas uma calcinha da cor bege um pouquinho transparente e um sutiã rosa, ela estava com uma saia azul escuro em mãos, parecia que estava trocando de roupa quando ele abriu a porta.

-Hã... -Drake ficou paralisando olhando aquela cena, não tinha palavras ou sabia o que fazer.

-Seu... -Hana pegou o cajado e jogou na testa de Drake com toda a força que restava, isso fez o garoto ser jogado para trás e cair com a porta fechando. -SAFADO! -Hana gritou de dentro do quarto.

Drake sentiu uma forte dor na testa e olhou para o cajado, o segurou com uma mão enquanto passava a mão na testa em um gesto de dor. Logo, Hana abriu a porta do quarto com um rosto irritado, usava uma saia azul escuro que cobria até o início de suas coxas e uma camiseta preta que mostrava sua barriga completamente.

-Entre. -Ela falou pegando o cajado de Drake e entrou no quarto.

O garoto se levantou e entrou no quarto, agora que podia ver melhor, tinha várias estantes com livros de histórias, desenhos feitos por ela em uma parte da parede, ao lado o armário de roupas, a lamparina na parede que mantinha todo o quarto completamente iluminado, a cama de solteiro coberta por uma lençol branco com um travesseiro meio rosa, parecia confortável comparada com a de Drake.

-Você fica no chão. -Hana abriu o armário e pegou um outro travesseiro, alguns lençóis e jogou em Drake. -Fique bem longe de mim hoje, pervertido.

-Nem adianta tentar te convencer que foi um acidente... -Drake falou suspirando e cansado.

Hana se virou para ele com um olhar ameaçador, se aproximou e tocou nos lençóis que havia colocado no chão com o cajado, ela os transformou em um colchão de solteiro ali no chão e se afastou indo para a própria cama onde deitou e se cobriu.

Drake sorriu levemente e fechou a porta do quarto, tirou a jaqueta e a camisa que usava e deitou no colchão deixando as roupas e a espada ao lado, ele se cobriu até a metade do corpo e fechou os olhos.

-Boa noite. -Ele falou com uma voz cansada, mas ainda gentil.

-Boa. -Ela respondeu apagando a lamparina com um toque. Tinha esgotado toda sua magia por hoje, agora precisava descansar.

Afundados na escuridão e no silêncio, os dois logo dormiram. Hana começa a ter um pesadelo. Ela vagava por uma floresta negra e com uma densa neblina, era difícil saber onde estava, mas ela apenas continuava andando, sem saber o motivo. Parecia que não tinha controle sobre seu próprio corpo, não conseguia virar a cabeça ou parar de andar, apenas seguia andando reto naquela trilha cercada por árvores sem folhas e a forte neblina que dificultava sua visão.

Até que então, ela consegue ver uma sombra passar ao seu lado rapidamente, em seguida, dor, uma forte dor em sua barriga, sentiu um líquido quente sair de seu corpo, sangue, um corte profundo e mortal havia sido feito nela sem que pudesse perceber. Em seguida, caiu no chão, imóvel, sentindo a vida deixar seu corpo aos poucos, a visão ficava embaçada e era difícil respirar, se sentiu com muito sono e aos poucos foi fechado os olhos, houve um grito estridente atrás dela, um grito de desespero junto com lágrimas de uma voz que ela parecia reconhecer, ela fechou os olhos e dormiu.

Hana acordou suada e com a respiração ofegante, não tinha entendido seu pesadelo nem um pouco. Ela olhou para o lado do quarto e viu Drake dormindo tranquilamente naquele colchão. Ela engoliu seco e desceu cama, foi até o lado de Drake e se abaixou, entrou por baixo do lençol e deitou no colchão junto com ele, frente à frente com o rapaz, ela podia sentir sua respiração lenta e suave, seu corpo forte e aquecido. Ela o abraçou gentilmente ficando colada em seu corpo e fechou os olhos, sentiu uma tranquilidade grande que a deixou com sono novamente, ela sorriu levemente e dormiu.


Notas Finais


:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...