1. Spirit Fanfics >
  2. Dark Empire: Death and Life >
  3. Raios e tormenta.

História Dark Empire: Death and Life - Capítulo 36


Escrita por:


Notas do Autor


Que comece a guerra!

Capítulo 36 - Raios e tormenta.


Fanfic / Fanfiction Dark Empire: Death and Life - Capítulo 36 - Raios e tormenta.

Os assassinos da rebelião saíram correndo contra o exército que estava ali nas planícies, esse mesmo exército tinha sido enviado por Kanon para invadir Vermênia e começar a guerra mundial que ele tanto queria. Não eram inocentes e nem culpados, mas naquele momento, nessa guerra civil, eles eram o inimigo.

Alguns poucos soldados já tinham se preparado para o ataque, mas a maioria ainda estava dormindo ou se preparando, e quando a Luz do Amanhecer invadiu o acampamento inimigo, um massacre começou. Eles foram destruindo e vencendo os soldados rapidamente, alguns eram mortos enquanto outros apenas desmaiavam.

Words saiu correndo e atropelando vários soldados no seu caminho, sua força e tamanho facilitavam bastante esse processo. Words estava usando seu martelo na mão esquerda e o machado de seu falecido irmão Magnus na direita. Após parar de correr, ele girou com as armas em suas mãos e como estava cercado de soldados, eles foram cortados ao meio rapidamente de forma brutal.

Michael saiu incendiando várias tendas cheias de soldados os queimando até a morte ou deixando eles sufocados com a fumaça, ele puxou sua espada e derrotou diversos soldados com um único golpe, mesmo que estivessem usando armaduras ou usassem escudos para defender, a lâmina estava em uma temperatura muito alta e por isso atravessava o metal facilmente.

Hana apontou seu cajado para o exército inimigo e concentrou uma grande quantidade de magia na esfera, agora seu fluxo de magia tinha voltado ao normal, ela podia disparar magia livremente. A garota sorriu e um enorme raio foi lançado de seu cajado contra o exército, ao serem atingidos, eles tomaram um grande choque de eletricidade e seus corpos explodiram como bombas causando grandes danos na área ao redor.

Dragon e Haiiro estavam trabalhando juntos, Haiiro fazia cordas de luz lançarem os soldados para o céu e Dragon os congelada, assim que caiam no chão, eles quebravam em pedaços, eram um trio e tanto trabalhando juntos.

Karolina estava invocando diversas espadas que ficavam fincadas no chão e Steve corria em alta velocidade pegando cada uma das espadas e cravando elas nos pés dos soldados que encontravam, em poucos segundos, eles tinham formado um círculo de soldados com os pés perfurados por espadas. Eles agonizavaram de dor e quando retiravam as espadas, saiam correndo ou se rastejando.

Na capital, no castelo estavam Kanon e Moon já vestidos e caminhando para a sala do trono quando a águia enviada para Moon entrou por uma janela e pousou no ombro da feiticeira. Ela pegou a mensagem na pata da águia e leu rapidamente.

-A Luz do Amanhecer inteira... está atacando as tropas do sul? -Moon ficou confusa após terminar de ler a mensagem. -Eles ficaram loucos de vez?

-No sul? -Kanon questionou e se aproximou da janela. Ele fechou os olhos e sentiu uma grande onda de violência e poder vindo daquela área, abriu os olhos e ficou com um sorriso super leve. -Estão realmente atacando, é nossa chance de por um fim nisso e começar logo a guerra mundial.

-É um bom plano, e já que eles não podem nos ferir, basta os eliminarmos rapidamente. -Moon falou enquanto abria um portal na frente deles.

Os dois entraram e agora estavam na linha de defesa dos soldados, bem em frente onde o ataque estava acontecendo e os diversos soldados estavam morrendo. Kanon apenas absorvia toda a violência ao redor dele enquanto observava atentamente os assassinos da rebelião agindo.

Drake que também estava participando do ataque, tremeu levemente ao sentir a grande aura que tinha chegado ali. Ele enxergava aquela névoa vermelha novamente e toda ela estava vindo do Kanon, parado bem ali na frente.

-Ely! -Gritou Drake para ela e depois olhando na direção dos dois.

Ely olhou para onde Drake apontou e reconheceu de longe, Kanon. Ela se lembra de quando era uma das tenentes do antigo rei e viu Kanon junto com Moon atacando os soldados, passando facilmente por todos no caminho e matando o rei sem piedade nenhuma.

-Desgraçado... -Ely concentrou sua energia nos músculos do corpo se tornando bem mais rápida e ágil. -Eu vou vingar a alma de Rywen!

Ely correu na direção dos dois enquanto matava todos os soldados inimigos no caminho com rápidos golpes da espada que carregava, ela corria de maneira muito ágil e habilidosa como uma onça em alta velocidade, já estava bem perto dos dois os encarando com ódio.

Kanon virou o rosto para a direita e viu Ely a quatro metros de distância dele, ele ficou parado a encarando e então a garota saltou com a adaga apontada para seu pescoço, ela estava em câmera lenta para todos, aproximando a lâmina aos poucos do pescoço de Kanon enquanto o garoto apenas continuava parado. Faltavam três metros, dois metros, um metro, poucos centímetros para a lâmina perfurar a pele de Kanon.

Ao se dar conta de que seu escudo de violência não havia surgido para o defender, Kanon pensou em desviar do ataque, mas já era tarde, qualquer movimento iria apenas resultar no sucesso do ataque e consequentemente em sua morte.

Moon percebeu que o escudo de violência não foi gerado bem antes de Kanon e por isso ela usou a telecinese para lançar Ely longe quando faltavam apenas cinco centímetros para a adaga perfurar a garganta de Kanon.

-Vadia maldita... -Ely falou a encarando com um rosto irritado. -Eu estava tão perto...

Kanon tocou o próprio pescoço se perguntando o que tinha acabado de acontecer, ele viu uma espada no chão perto de onde ele estava, se abaixou pegando ela com a mão direita e levantou a mão esquerda, ele deixou apenas o dedo midinho levantado e o golpeou com a lâmina.

-Está brincando... -Drake falou observando aquela cena de longe.

Kanon então cortou o próprio dedo midinho esquerdo, ele não fez nenhuma expressão de dor, apenas aproximou a mão sangrando do rosto olhando bem para ela.

-Eu não tenho mais o escudo de violência? -Kanon perguntou para si mesmo.

Depois ele manifestou seu poder na mão direita o observando também, depois o absorveu novamente e suspirou de olhos fechados.

-De alguma forma, eu perdi o escudo de violência, mas continuo com meus poderes. -Kanon falou entediado e depois abriu os olhos para Moon. -E você?

-Hm... -Moon mostrou levemente a sua aura e depois criou um pequeno raio na mão. -Deixa eu ver... -Ela olhou para Ely e ergueu a mão com o pequeno raio, aquele raio se tornou gigantesco, emanava uma forte magia que era visível da cor azul e parecia materializada.

Moon sorriu e jogou o raio contra Ely, ele se aproximou em grande velocidade e explodiu ao entrar em contato com a matéria.

-Ely!!! -Gritou Hana olhando aquela cena de longe, ela matou mais um dos soldados cravando seu cajado no olho dele e foi correndo na direção da explosão.

Drake cobriu o rosto com uma mão para se proteger da poeira e em seguida olhou bem para o local onde Ely estava, ele podia sentir com seus poderes da morte que havia algo morto ali. Quando a poeira abaixou, ele pode ver.

Steve tinha se jogado na frente de Ely usando sua hiper velocidade e recebido toda aquela carga elétrica em seu corpo de uma vez, mesmo tendo tentado absorver a energia de alguma forma, foi inútil. Steve estava ainda em pé, com a pele queimada e os olhos brancos, suas roupas estavam emanando um vapor como se estivessem quentes. O corpo do garoto caiu de joelhos e depois totalmente no solo, Ely o olhou com lágrimas nos olhos, Hana percebeu Steve ali e também caiu de joelhos chocada, Dragon percebeu o que tinha acontecido quando olhou e ficou paralisado.

Steve estava morto.


Notas Finais


(,_,


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...