História Dark Love - Clace - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias As Peças Infernais, Mitologia Grega, Os Artifícios Das Trevas (The Dark Artifices), Os Instrumentos Mortais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Camille Belcourt, Catarina Loss, Céline Herondale, Church, Clary Fairchild, Emma Carstairs, Hodge Starkweather, Imogen Herondale, Isabelle Lightwood, Jace Herondale, Jem Carstairs, Jocelyn Fairchild, Jonathan Christopher Morgenstern, Julian Blackthorn, Luke Graymark, Madame Dorothea, Magnus Bane, Maia Roberts, Mark Blackthorn, Maryse Lightwood, Max Lightwood, Personagens Originais, Raphael Santiago, Robert Lightwood, Simon Lewis, Stephen Herondale, Tessa Gray, Valentim Morgenstern, Will Herondale
Tags Clace, Ficdark, Malec, Sizzy
Visualizações 128
Palavras 1.056
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


UMA PARTE DA CAPA PQ SIM
ADORO ESSA EDIT <3
5-6
BOA LEITURAAAA!

Capítulo 8 - Ready?


Fanfic / Fanfiction Dark Love - Clace - Capítulo 8 - Ready?

No capítulo anterior...

Sebastian levantou, seguindo o som. Ele saiu do quarto, mas sem sinal de onde vinha. Continuou seguindo o som, e cerrou os punhos de raiva ao perceber de onde vinha: Do quarto de Clary.

Fiquem agora com o capítulo de hoje...

 

Sebastian bateu na porta. Com a força que usou, o mesmo quase a arrombou.

-Clarissa Fairchild-Morgenstern! –ele berrou batendo na porta. –O que está fazendo aí?!

Dentro do quarto, Jace saltou. Ele saiu de perto da mesma, numa rapidez quase absurda. Clary levantou da cama e foi buscando suas roupas pelo chão do quarto.

-Oi, Sebs? –ela respondeu torcendo pra que sua voz não saísse ofegante.

-Que barulhos eram aqueles?! –ela percebeu a irritação na voz dele, mesmo do outro lado da porta. –O que você estava fazendo?!

-Estava... –ela mordeu o lábio inferior, vestido outra calcinha que tirou da gaveta. –Eu estou colocando gaze nos ferimentos!

-Abra a porta! –ela ouviu Sebastian gritar.

-Não dá! –ela gritou de volta, colocando o vestido. –Eu estou nua!

-VOCÊ O QUÊ?! –ele berrou, tão alto que ela sentiu as paredes tremerem.

-Desse jeito fica mais fácil pra colocar, seu bobão! –ela brincou terminando de colocar o vestido e riu pra disfarçar. –Vou me vestir!

-Onde está aquele seu coleguinha? –Sebastian perguntou, ela teve a leve impressão de ter sentido ciúmes no tom dele.

-Eu não sei, Sebs! –ela respondeu colocando os sapatos. –Deve estar lá embaixo!

-Tem certeza que ele não está aí?! –Sebastian perguntou batendo na porta.

-Te-te... Ah!

Poft! Ela caiu. Quando estava prestes a levantar da cama e por os saltos, o salto virou. Jace teve que colocar a mão na boca pra não rir, e ao mesmo tempo controlar o impulso de ajuda-la.

-Clary? –Sebastian gritou batendo na porta. –Que barulho foi esse?!

-Eu caí! –ela riu alto, sendo ajudada por Jace a levantar. –Tropecei no vestido.

Ela ouviu Sebastian rir por questões de segundos, mas logo ele voltou a bater na porta.

-Vem, por aqui! –ela sussurrou no ouvido de Jace.

Ela foi até o seu guarda roupa e abriu. Jace estranhou de início, mas logo Clary pode ver a expressão impressionada dele quando ela mostrou uma parte vazia do guarda roupa dela onde tinha uma pequena fechadura: Uma passagem secreta.

-Ela vai dar embaixo da escada da sala, vá o mais rápido que puder! –ela sussurrou no ouvido de Jace, o mesmo assentiu, já vestido, e entrou na passagem.

Assim que Jace passou, ela fechou a passagem, fechou o guarda roupa e amarrou rapidamente os laços do salto, indo até a porta. Ela fez um rápido coque no cabelo e prendeu com um “pregador”, e abriu a porta.

-Pronto! Satisfeito?! –ela ironizou rindo e deu passagem pra ele entrar.

-Um pouco. –ele entrou olhando os lados desconfiado. –Tem certeza de que não tinha ninguém aqui?

-Tenho, Sebs! –ela bufou rindo. –Vem, Jace já deve ter esperado de mais!

Ela puxou o irmão e desceu, lentamente as escadas. Ao chegar na sala, Clary suspirou aliviada ao ver que Jace já estava lá, sentado como se nada tivesse acontecido.

-Desculpe a demora, ocorreu um imprevisto vergonhoso. –Clary riu sentando ao lado, porém um pouco afastada de Jace.

-Tudo bem. –Jace sorriu disfarçadamente e deu de ombros. –Vamos terminar?

-Terminar o quê?! –Sebastian berrou irritado e confuso.

-O trabalho, Sebastian! Mas que merda, pare de gritar! –Clary exclamou também irritada. –Será que dá pra me deixar em paz por um segundo?

-Desculpe, eu...

-Sai, Sebastian! –Clary gritou apontando a saída.

Sebastian assentiu e saiu cabisbaixo.

-Você foi meio dura, não acha? –Jace perguntou abrindo o caderno.

-Não! Nem um pouco. –Clary suspirou massageando as têmporas. –Não se intromete, Jacezinho.

-Eu... –ele ignorou o comentário franzindo o cenho e recompôs a postura. –Digo, ele é o seu irmão mais velho, não?

-É. Por quê? –ela arqueou uma sobrancelha.

-Você é a irmãzinha dele, ele só quer te proteger. Nem todas as pessoas do mundo são boas, Clarissa. –Jace disse com um olhar compreensivo. –Eu faria a mesma coisa se tivesse uma irmã. Ainda mais tão bonita como você.

Um leve rubor passou pelas bochechas de Clary, mas foi embora tão rápido quanto veio.

-Não justifica. –ela disse dando de ombros. –Mas chega desse assunto. Temos que terminar.

-Certo. –Jace pousou o caderno sobre as coxas malhadas e a olhou. –O que falta na sua parte?

-Sua cor favorita. –ela respondeu trocando olhares entre ele e o caderno. –Qual é?

-Hmm... –Jace pensou. –Eu não tenho uma cor favorita, mas se fosse para escolher, seria dourado. Por causa dos meus olhos.

-Interessante. –ela disse sarcástica, fazendo- o rir e revirar os olhos. –Vou parar por aqui. Sua vez.

-Finalmente! –Jace riu e ela revirou os olhos. –Nome inteiro por favor, madame.

-Clarissa Adele Fairchild-Morgenstern. –ela respondeu passando a mão pelo vestido.

-Data de nascimento? –ele perguntou anotando.

-Vinte e três de agosto de mil quinhentos e trinta e quatro. –ela disse entediada.

-Ou seja, vai fazer dezoito daqui a cinco meses. –ele anotou pensativamente.

-Isso mesmo! –ela exclamou sarcástica, e ambos riram.

-Nome dos pais? –ele perguntou levantando o olhar a ela.

-Jocelyn Adele Fairchild-Morgenstern e Valentim Verlac Morgenstern. –ela respondeu fazendo cachos com o dedo indicador.

-O que mais gosta de fazer, ruiva? –Jace perguntou girando a caneta no dedo.

-Cavalgar, tocar piano, também gosto de compor. –Clary respondeu abrindo um sorriso.

-Você compõe? Musicas? –Jace perguntou sorrindo surpreso.

-Uhum. –ela concordou assentindo como uma criança.

-Me mostra algo que você compôs! –ele pediu.

-Claro. –ela alargou o sorriso. –A minha favorita se chama Dark Horse.

-Então canta aí. –ele pediu empolgado.

-Você poderia me ajudar na melodia com o piano? –ela perguntou apontando para o piano no canto da sala.

-Claro. –ele sorriu indo até o piano, ela logo atrás.

-Ah, espera um pouco, eu tenho as cifras. –ela disse.

Ela deixou o caderno no sofá e correu para o seu quarto, pegando seu diário onde tinha a música. Logo, desceu e deixou o diário em cima do piano, de modo que Jace pudesse ver as cifras.

-Pronta? –ele perguntou.

-Uhum. –ela assentiu e suspirou.

Jace começou a tocar o instrumental da música, e Clary se impressionou com a facilidade que ele teve de pegar o ritmo, como se ele já conhecesse a música. Então, após o instrumental, ela começou....

 

Continua....


Notas Finais


CREURI VAI CANTAR PRODUSAUM??
ATÉ O PRÓX CAP!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...