História Dark Side - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~jikookeanana

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lay, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, V, Xiumin
Tags Bts, Dark Side, Jikook, Kookmin, Namjin, Sangue, Sobrenatural, Taegi, Taeyoonseok, Vampiros, V-hope, Yoonseok
Visualizações 124
Palavras 4.304
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Canibalismo, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa é a primeira parte, são três partes... certo? Certo!
Bom obrigada por toda a paciência, obrigada aos favoritos, eu estou me sentindo bem em saber que vocês estão aprovando minha fic. Fico contente por isso... obrigada de verdade!

Bom Boa leitura e fiquem com santo YOONGI da preguiça eterna '3'

Sorry qualquer erro!

Ass bjs = K ♥ Kawaii ~ ♥ ~

Capítulo 10 - > Capítulo Dez < Parte 1/3


Fanfic / Fanfiction Dark Side - Capítulo 10 - > Capítulo Dez < Parte 1/3

 

-G-Dragon ele não vai abrir, e nos temos que ir! - Falou Taeyang sem ânimo. 

-Verdade..! - Falou e secou os pingos de lágrimas de seus olhos. -Chegou nossa hora, vamos honrar os criadores! 

   ><><><><[Dark Side]><><><>< 

"Ninguém nota sua dor, Ninguém nota suas lágrimas, mas todos notam seus erros." (Kaneki Ken

   ><><><><[Dark Side]><><><>< 

A noite estava passando rápido, Jungkook ainda estava com os meninos na sala, um silêncio sufocante inundava todo o cômodo. Levantou-se e todos o olharam, Jeon caminhou até a cozinha pegando um simples copo de água, voltando com três copos em sua mão, entregou a todos, que o agradeceram. Voltou a se sentar, bebericando o líquido contido em seu copo. Junmyeon bebericou a água, logo pôs o copo por cima da mesa de centro, levantou o olhar para todos que pareciam tensos, os nervos de todos estavam agitados. Yixing tinha gotículas de suor em sua testa, e o pavor era nítido em sua face pálida. Suho suspirou alto chamando atenção dos dois garotos para si. 

-Escutem... O tal T.O.P, já foi embora, temos um bom planejamento, porém ainda não sabemos tanto sobre o que enfrentaremos...Então precisamos ser cautelosos e calmos! 

Ditou calmamente, fazendo com que os demais concordassem, isso de alguma forma havia quebrado toda tensão naquela sala. Oito e quarenta era marcado no relógio da sala, seu "Tic tac" era um incômodo. Algumas batidas na porta fizeram os meninos se despertarem dos seus devaneios, Jeon apenas se levantou e caminhou se ânimo até a grande abertura, abriu sem ao menos pergunta quem era o visitante. Ao abrir um sorriso tomou conta de seus lábios finos, os demais a frente de si, estavam surpresos. 

-Yoongi, Hoseok e Namjoon hyung! 

Falou rápido abrindo espaço para os mesmos adentrarem, ao entrarem se tombaram com o herdeiro dos Kim's, já sabiam o motivo, mas mesmo assim ainda não sabiam por que o Jungkook estava ali. Então a primeira pergunta foi feita pelo Hoseok. 

-Jungkook o que está fazendo em nossa casa?! - Levantou as sobrancelhas. 

-Hum... isso hyung? É melhor deixar para outra hora... mas vocês já devem saber da "Guerra", não é? - Hoseok o olhou desconfiado, arqueando a sobrancelha direita. Jungkook havia notado o que aquela cara queria dizer, "Iremos conversar sobre isso moleque!". O moreno fez uma leitura labial e deu de ombros. 

-Sim! E queremos saber mais sobre isso! - Min se faz presente interrompendo os olhares tortos de Hope. 

- Certo, acho melhor vocês sentarem... é uma longa história! - Suspirou e os demais se sentaram.  

Contava lentamente tudo que havia ocorrido, desde oo fatídico dia em que os mesmos foram "atacados", por assim dizer. As palavras de Jeon ecoava pelos cômodos da casa, dando assim mais suspense para tudo. Sua performance era de sério como um verdadeiro líder. Todos estavam em silêncio, prestavam atenção somente na voz rouca do moreno. As mãos suadas e um frio na barriga, todos se sentiam assim, o medo do que poderia lhe ocorrer foi tomado quando o moreno falou a última frase. "Se entrarem na guerra, só temos duas alternativas...-Suspirou sôfrego e continuou. - Se perdemos, seremos mortos ou morreremos enquanto batalhamos... Se ganharmos, seremos expulsos de nossos cargos ou até mesmo da nossa própria província!" 

Aquilo fez com que todos entrassem em desespero, Jungkook percebendo que seus amigos estavam meios apavorados, tentou acalmar todos. Mas obviamente falhou, todos começaram um falatório, as vozes deles faziam eco na cabeça do moreno, o mesmo tampava as orelhas com as mãos numa tentativa de afastar o som atormentador das vozes. Se levantou automaticamente, seus olhos já estavam em tom escarlate, olhou furioso para todos da sala, sua artéria do pescoço pulava, sua fúria era nítida. Esbravejou furioso para com todos, chamando atenção de todos, que o olharam com olhos arregalados.  

 -S.I.L.Ê.N.C.I.O!  

 

  Se aliviou quando todos cessaram seus gritos, que para ele era uma tormenta. Repassou o plano todo para os demais, todos estavam atentos. Se levantaram juntamente com Namjoon, Yixing e Junmyeon que voltariam para suas casas e se organizariam. Quando os três rapazes saíram, Jungkook passou suas palmas geladas no cabelo o bagunçando, respirou fundo e olhou para seus Hyung's, que se estavam de braços cruzados e esperando alguma explicação do menor.  

Jeon se pôs a contar o porquê de estar ali, eles se entre olharam, sabiam do "humano" e isso não era nada satisfatório para eles, antes que pudessem lhe interrogar sobre algo, o moreno se apressou em falar. 

  -Se vocês estão assim por causa do Jimin, não esquentem... - Deu uma pausa. -Não farei nada para com ele, não ainda!  -Sussurrou o final para si, com um sorriso pervertido nos lábios finos e ressecados. 

-Certo, certo...iremos te dar esse voto de confiança, pelo único motivo de que você não fazer mal a ninguém! - Fala Hoseok ainda com um pouco de receio. 

Suspirou aliviado, caso seus Hyung's não deixassem teria que voltar para sua casa e isso seria um grande problema, já que não estava de bem com seu pai.  

- Você pode ficar no quarto do Hoseok, ele irá ficará no meu, para nos prepararmos! - Yoongi falava sério enquanto Hope tinha um grande sorriso nos lábios. 

-Pode se vestir com minhas roupas, mas não se aproxime de minhas cuecas! Toalha na última gaveta lado esquerdo do guarda-roupa. - Hope fala ainda com seu grande sorriso. 

- Ok! - Jeon respondeu já ao pé da escada, subindo as escadas apressadamente e andando pelos corredores, recaiu seu olhar para uma porta de madeira escura com detalhes rústico e bem sombrios, julgou ser a porta do quarto do Yoongi. 

Havia uma outra na frente desta; essa era de madeira clara, com poucos detalhes, o marrom da mesma era considerável, nada muito sombrio mas também não era nada muito simples, tinha uma pitada de sombra, podia ser considerada até como uma porta sem muitas cerimônias porém ela transmitia algo parecido como "Paz e Guerra". Abriu a porta devagar o barulho do ranger da mesma era até que bom de se ouvir. O quarto era grande, havia uma cama de casal box preta - sua vestimenta era verde folha com vermelho sangue - Um enorme guarda roupa verde também porém com detalhes em preto, um sofá marrom em forma de L, uma TV de 60 polegadas, o chão era totalmente forrado com um tapete vermelho bem macio. Jeon já dentro do local se deixou procurar uma muda de roupa confortável no grande guarda - roupa. Trouxe consigo uma calça de couro preta, uma blusa praça de manga comprida e por cima uma jaqueta de couro da mesma cor. 

Pegou na última gaveta uma toalha qualquer, antes de continuar a caminhada para o banheiro, parou colocou o dedo no queixo como se estivesse pensando. 

"Como irei trocar de cueca?" 

Lembrou da cueca sua antes do banho, a qual ele havia lavado e estendido no varal. Deixou a muda de roupa sobre a cama e desceu, não encontrando mais os rapazes, julgou terem subido. Abriu a porta que dava a varanda dos fundos. Não tinha muito do que se ver era grande, tinha dois tanques, uma máquina de lavar e de secar e vários varais extensos. Pegou sua box, que por sorte já estava seca voltou para dentro da casa e subiu novamente. Já tomado de banho se olhou no espelho*, penteou seus fios negros ainda não estava de todo confiante com toda aquela tal batalha, algumas perguntas rodavam seus pensamentos. 

"O que ou por que eles sequestraram o Jimin? Porque meu pai se envolveu nesse tipo de coisa? Como iremos ganhar..? Por que estou fazendo essas perguntas? " 

Era mais que óbvio que o quê estava acontecendo com ele. Suas pernas tremiam, seu estômago se revirava*,suas mão soavam frio, a sua mente entrava em pânico. Sintomas do fracasso do medo evidente. Jungkook temia o que estava por vim, de perde a única coisa que lhe importava nesse mundo. Não sabia o que o humano de cabelos rosas, baixinho tinha com essa história, mas alguma coisa não lhe cheirava bem, talvez porque não sabia exatamente o aconteceu, o humano não parecia querer falar sobre o que lhe aconteceu quando estava preso com os sequestradores e isso causava ainda mais perguntas em sua mente. Saiu lentamente do quarto, pretendia chegar a sala de estar porém algo lhe impediu. Uma pequena e fofa mão segurava em seu pulso, olhou para trás vendo o rosado com a cabeça meio baixa e as bochechas rubras, deixando o mesmo muito fofo. 

-Aconteceu algo Jimin? - Perguntou um pouco baixo, para evitar falatórios dos demais. 

-N-não... mas eu ouvi Yoongi e Hoseok hyung conversarem sobre um confronto... - Suspirou e se atreveu a olhá-lo. - Vocês vão mesmo atacar a matilha dos Lobos?! 

-Sim... mas... Deixa, não se preocupe... nada irá lhe acontecer! - Exclamou com receio. 

-Hum... N-não... irá acontecer algo com você né? - Seus olhos se desviaram do rosado. 

-É... eu não sei se devo lhe responder isso com certeza, confie em mim pequeno! - Sorriu tentando quebrar a tensão que havia se formado, continuou. -Agora volte a se deitar, certo? -Jimin apenas assentiu de leve o soltando. 

Park se preparava para voltar para o quarto, quando se surpreendeu com um par de braços o apertando colando seu corpo. Olhou através do ombro e viu a face pálida do vampiro, de olhos fechados e um pequeno sorriso, isso fez seu coração pular, fechou os olhos e permitiu um sorriso alcançar seus lábios cheios. Ao se separarem o rosado tomou um susto pois o moreno havia sumido bem na sua frente. Voltou para o quarto, se sentou na cama e fixou o olhar para a janela. Jimin não pretendia causar aquela bagunça. 

Mesmo que a culpa não fosse dele, ele se culpado. Parecia algum tipo de maldição, uma praga! Ele passava suas pequenas mãos no cabelo o bagunçando, respirou fundo, seu nervosismo era mais que nítido. Olhou para seu celular, o pegou desbloqueando, viu a hora. 

 Exatas 09:30 PM. Se contentou em mandar uma mensagem pequena para seu amigo da cafeteria. Jin em pouco tempo que tiveram já era muito próximo de rosado, tratava - o como um filho. Isso transmitia certa segurança para o Jimin, sabia que podia confiar no mesmo. 

Msn on 

Watsapp Jin Omma 

Jin... - Você às 09:40 PM {lido} 

Jiminie, quanto tempo! Como está? Estou muito preucupado consigo. -Jin às 09:41 PM {lido} 

Estou perdido e com medo... Estou precisando de ajuda Jin! -Você às 09:42 PM {Lido} 

Hum...Bom me passa se endereço irei te buscar, vc pode ficar na minha casa, estou só terminando um bolo de chocolate..! - Jin às 09:44 PM {lido} 

Obrigado Jin hyung... eu aceito! (Endereço: Rua ***** N ° **) - Você às 09:45 PM {Lido} 

Já estou indo... daqui uns vinte minutos chego aí e próximo do meu edifício! -Jin às 09:50 PM {Lido} 

Certo, estou lhe aguardando! -Você às 09:51 PM {Lido} 

Msn off 

Levantou-se e caminhou para fora de seu aposento devagar, desceu as escadas e foi caminhando até a sala de estar. Se sentou apoiando o cotovelo no braço do sofá. Estava com fones no ouvido, ouvia atentamente a canção que tanto amava, lembrou de canta - lá quando foi fazer sua entrevista de emprego. 

Aquela música soava tão bem com o seu sentimento interior, ele amava escuta - lá novamente! 

Sem se dar conta começou a cantarolar a música para si, seus lábios se mexiam, seus olhos fechados, o frio e o silêncio da casa ajudava a música de seus ouvidos apoderasse de cada canto daquela casa. 

Tell me pretty lies 

Look me in the face 

Tell me that you love me 

Even if it’s fake 

Cause I don’t fucking care 

At all... 

A cada palavra dita mais um mar de sentimentos e emoções lhe tomava. 

- You’ve been out all night 

I don’t know where you’ve been 

You’re slurring all your words 

Not making any sense but 

I don’t fucking care 

At all... 

Nada naquele momento lhe importava e um filme passava em sua cabeça, cada momento até aquele exato dia. 

- Cause I have hella feelings for you 

I act like I don’t fucking care 

Like they ain’t even there 

Cause I have hella feelings for you 

I act like I don’t fucking care 

Cause I’m so fucking scared... 

Abriu seus olhos vermelhos e cheios de lágrimas, mas continuou cantarolando. 

- I’m only a fool for you 

And maybe you’re too 

Good for me 

I’m only a fool for you 

But I don’t fucking care 

At all... 

A espera do Jin parecia uma eternidade, que para Jimin não chegava a incomodar, pois sua concentração era na música e nada mais. Acabou por se pegar pensando no vampiro, parou de cantar e o primeiro dia em que se virão e as primeiras palavras que trocaram -mesmo que curtas- tomaram seus devaneios. 

Flashback on 

— Olha bem Jeon este mero humano...Acho que vou me deliciar de seu sangue doce e quente! E agora o que vai fazer... sua conduta não é proteger os mortais? 

O moreno a frente de Park respirava com dificuldade, mas mesmo assim ainda não deixava de olhar com fúria para o outro, Jimin por outro lado já estava fazendo um testamento de morte, pois acreditava que iria morrer ali, esse dia estava muito bom para ser verdade, como sempre jimin é sortudo… 

O Alto que segurava jimin aproximou-se de seu pescoço e o lambeu, Jimin fechou os olhos o medo estava estampado em seu rosto pálido, Jeon vendo aquilo correu até o moreno o tombando no chão. Os três haviam caído, antes de algo acontecer Jeon puxou jimin e colocou-o atrás de si, como forma de o proteger, sem mais delongas, Jeon partiu para cima do moreno o socando em varias partes, dando chutes e mais chutes e logo o pegou pela camisa e bateu-lhe a cabeça numa parede o fazendo o desmaiar. Jeon voltou a sua atenção ao humano e foi até o mesmo, Jimin deu alguns passos para trás e acabou por cair de bunda no chão duro e gelado fazendo o mesmo resmungar de dor. Jeon estendeu a mão que logo foi apertada por Park e então Jungkook o ajudou a levantar, Jimin ainda parecia assustado. 

— Ei calma eu não irei fazer nada a você. Eu me chamo Jeon Jungkook e você?  

Jimin ainda estava receoso e com um pouco de medo e falar algo naquele momento parecia arriscado, mas acabou por ceder e falou. 

— M-me chamo P-park J-jimin. 

Falar seu nome para estranhos estava virando um hábito e sentiu um arrependimento tomar conta de seu corpo o fazendo abaixar a cabeça. Jeon percebendo o incômodo do mesmo colocou a mão no ombro dele e disse.  

— Acho melhor você ir para casa. antes que esse babaca acorde novamente.  

Jimin assentiu e levantando a cabeça para olhá-lo e viu que o mesmo agora tinha olhos normais e parecia mais calmo, o que realmente o aliviou um pouco.  

— Bom. Obrigado por me salvar Jeon Jungkook!  

Falando isso jimin se virou para sair andando, porém no primeiro passo seu braço foi segurado por uma mão gelada e branca.  

— De nada, Park Jimin. 

Falou sério e depois o olhou de cima a baixo até parar em sua bunda logo podia ver-se um pequeno sorriso ladino em seus lábios, o que fez Jimin corar ao perceber para onde o Jeon olhava com tanta atenção, Jimin puxou seu braço e disse. 

— Boa noite para você!  

Falou num tom rude e saiu ele viu o Jeon sorrir e logo o mesmo falou distante e alto para que o Jimin ouvisse.  

— Cuide-se! Você tem uma bela traseira hein... 

Flashback off 

A campainha tocou tão freneticamente que acordou Park de seus pensamentos, balançou a cabeça para afastar a lembrança. Caminhou lentamente até a porta, pegou sua mochila que havia posto algumas roupas e outras coisas. Abriu lentamente a porta e deu de cara com um Kim Seokjin com uma carranca de bravo, braços cruzados e batendo fortemente o pé direito no chão.  "Igual a uma mãe quando está brava" Pensou para si mesmo e acabou por rir um pouco, logo recebendo um tapa na nuca e um olhar ameaçado. 

-Aish! Por qual motivo você fez isso? - Falou enquanto acariciava o local ferido. 

-Jimin! Eu estou aqui a meia hora... e você demorou para atender, pensei que havia se machucado, Aigo! - Ditou bravo, porém, com uma preocupação enorme. Jimin olhava seu amigo e ainda sorria, seu amigo estava bem e isso lhe deixava aliviado. 

-Desculpe Hyung... eu estava de fone e preso no meu próprio mundo como dizia minha mãe! - Sorriu ao se lembrar da sua velha, sentia saudades da mesma. 

-Certo... entra no carro. Me dá a mochila! -Entregou a mesma na mão do mais alto, entrou no carro, não era qualquer carro aos olhos de Park, uma Honda Civic prateada, tocava uma música de um Girl Banda que parecia ser a cara do mais velho gostar de K-pop, a música que tocava era Up and Down, perguntou para seu hyung qual era música e de quem, de acordo com o rosado que agora tinha cabelos marrom mel, a música era da EXID. 

A medida que o carro se movia, Park observava o céu, tudo parecia mais lindo naquele breu. As estrelas brilhavam, a lua cheia totalmente dourada dava destaque à aquela enorme tela preta. Quando se deu conta já estava no edifício, Jin estacionava o carro enquanto ele apenas olhava através do vidro o estacionamento. Assim que parou, Jimin desceu e pegou sua mochila, Jin o guiou até um elevador. O cubo metálico, começou a subir e um frio na barriga fez Jimin se arrepiar - odiava elevadores - Apertados e sem ventilação, apenas um pequeno ventilador, sua claustrofobia se fazia presente. Sua mão tremia assim como todo corpo, fechou seus olhos com força estava apavorado, clamava para que aquelas portas se abrissem. 

Assim que a porta abriu Park saiu igual a um flash do elevador, Jin deu uma pequena risada, ele percebeu o pavor do menor. Julgou de primeira que era Claustrofobia, acertou ao ver a face pálida e toda desesperada. 

-Não tem escada não? - Jimin pergunta ainda apavorado, enquanto andava atrás do mais velho que deu uma risada baixa. 

-Tem sim na próxima vamos de escada, mas não reclame eu moro no 12° andar, até o térreo deve ser puxado. - Olhou novamente para o mais baixo que arregalou os olhos, abriu a porta Park adentrou devagar e começou a observa cada detalhe do local. 

O apartamento não era grande, tinha tonalidades rosas claros com branco. A sala tinha um sofá branco simples, uma estante com livros, um a TV presa a parede, uma varanda com portas de vidro -Onde uma cortina floral rosa e branco cobria- Jimin observava atentamente tudo até os mínimos detalhes. 

Notou um tapete de pele de urso no chão, deu um pequeno pulo ao sentir algo roçando em sua perna, Jin se agachou ainda rindo. 

-Pede desculpa ao Jimin Solar... pede desculpas! - Jin repreendia a tal solar, que era uma pequena gatinha branca de olhos azuis, muito fofa para o Jimin. 

-Aigo, que coisa mais fofa! - Fez uma cara fofa e se aproximou da gata a acariciando, em resposta ronronou aproveitando as caricias. 

-Então você já desculpou minha filha! - Riu -Jimin fique a vontade, o banheiro e bem aqui... - Apontou para uma porta pequena branca, Jimin assentiu. - Meu quarto e no lado esquerdo e você fica com o dá direita. - Park sorriu e caminhou até o quarto, ao entrar no local. 

O quarto era pequeno, porém aconchegante, era branco com exceção de uma parede que era amarelo areia, uma mobília com quatro armários, uma TV pequena, uma cama de solteiro, com vestimentas brancas, ar condicionado, uma janela coberta por uma cortina amarelo areia. Sorriu ao ver tamanha delicadeza de cada parte da casa do Jin, era muito comum, aliás o mesmo sempre foi muito cuidadoso com todos os pertences do café -Pelo menos era o que percebeu no meio tempo que teve trabalhando- Deitou - se na cama e fechou os olhos, a cama era macia e perfeita. 

Jimin se levantou e pegou em sua mochila um pijama confortável e quente, pois o frio estava o arrepiando. Ao se vestir, saiu do quarto vendo o Kim mais velho ver um Dorama qualquer na televisão e acariciando o pelo da bichana no seu colo. 

-Hyung vou dormir, tudo bem? - Seokjin assentiu positivamente o olhando e falou. - Qualquer coisa meu quarto e na frente do seu, não excite em me chamar! - Park Assentiu e ser curvou em agradecimento e forma de respeito ao mais velho. 

Voltou para o quarto e se deitou se cobrindo com a coxa branca e um cobertor vermelho que achou no guarda-roupa, fechou os olhos e deixou o sono lhe buscar e o levar para um mundo melhor, seu sonho, seu mundo, suas regras! 

"Enfim... em paz... Estou em paz né? " 

   ><><><><[Dark Side]><><><>< 

Jungkook após sumir perante os olhos brilhantes de Jimin, apareceu no telhado da casa. Logo após Jung e Min apareceram. O silêncio entre eles era estranho, Jeon sabia que não estava em condições para falar muita coisa, optou por deixar que o seus Hyung's quebrassem a quietação presente. 

As respirações dos três, era ouvida, davam suspiros longo e quando abria a boca uma fumaça branca saia. À noite fria, seus corpos frios, o breu e tudo que nele acompanha, iluminava os vampiros ali. Hoseok notando tamanha tensão se pronunciou. 

-Não deveríamos está indo para casa do Namjoon? - Jeon o olhou e assentiu, se levantou ajeitando suas vestes. Min continuava em silêncio, mas acompanhou todos. 

Voar parecia coisa de desenhos e filmes idiotas de Vampiros, então eles foram de carro como seres comuns, não queriam chamar a atenção. O caminho era longo e muito remanso, ninguém falava nada e o único som era do carro junto com as respectivas respirações. A estrada estava meio molhada, gotículas de chuva caia, entretanto parecia que não iria progredir. À medida que o automóvel deslizava pela pista, o coração de Jungkook batia mais forte. 

Ao chegarem viram o arroxeado parado a espera, ao seu lado havia Junmyeon e Yixing. Também alguns carros parados em fileiras, todos ligados. Jungkook saiu do carro juntamente com Min e Hope, todos os carros abriram a porta e de cada um desceu famílias e mais famílias principais vampíricas. Os Byun's foram os primeiros a darem a cara, logo após DO's, Kim's, Min's -que quando viram o Yoongi sorriram sem mostras os dentes, o pai do mesmo estava presente, suga desviou seu olhar rapidamente-, Jung's, Oh's viram Sehun e um alívio passou por todos, Sehun era conhecido como o rei das batalhas e os membros das famílias Park ' s -Chanyeol olhou para Baekhyun, que fazia tempo que não dava as caras-. 

- Esses são nosso exército! - Junmyeon ditou sorrindo, enquanto olhava uma figura se aproximar de si. 

Jun - Junmyeon...- Sorrio fraco para o garoto a sua frente. 

-Oi... Jongdae, quanto tempo... - Suspirou. -Maninho! 

-Eu deveria te bater, por aparecer sem mais nem menos na casa de nossa família, depois de todo o absurdo que disse! - Ditou raivoso recebendo um dar de ombros do mais velho, que voltou a sua atenção para o Jeon, o mesmo sorria ao ver tanta família unida. 

-Então agora só nos resta esperar o tal T.O.P.! - Um barulho alto de moto e logo depois Passos apressados, logo viram a cabeleira azulada aparecer, sua feição era séria e transmitia preocupação. 

-Não precisam, temos que ir...-Chegou mais próximos dos homens e continuou. -Kwon Jiyong já partiu, devem estar buscando o senhor Jeon Hyu-Min! 

Todos se entre olharam, e se viraram para o imundo* presente ali, seu cheiro fedia a cão e dava enjoo nos sanguessugas, sua presença não estava sendo muito aceita. Choi Seung-hyun percebeu a tensão que causará, se limitando a não se aproximar de mais dos que estavam presentes. Movimentou-se para próximo do carro do Jeon e conversou numa distância boa dos mesmos. 

Explicava como seria o modo o qual os adversários iriam agir respirou fundo, sentindo os olhares de todos atentos a si. Quando estava preste a terminar quatro carros totalmente pretos de alta classe Lamborghini ' s começou a se aproximar lentamente, ele olhou os vampiros e eles não estavam entendendo também. Os carros pararam dois em cada lado da rua cercando os demais. Respiram fundo todos, alguns preparavam até para atacar seja quem fosse, as portas se abriram juntas cada uma de um carro, a única visão era de Botas de coro pretas, com várias Spaikes distribuídas como detalhes, mãos com luvas pretas e Spaik ponte - agudas e unhas enormes num tom preto. Logo julgaram serem mulheres, mais não era muito coerente, mulheres estarem ali. Choi arregalou os olhos e já sabia de quem se tratava, deu pequenos e desajeitados passos para trás. 

-Uma dica, não as conteste e em hipótese alguma olhem nos olhos delas! - Choi falou com um nó na garganta e engolindo a seco. 

-Como assim... Você sabe quem são? - Jungkook questionou meio confuso. 

-As Black Skulls* conhecidas também como Black Demons* ...Como preferirem! - Falou olhando para a mão passando pela porta e de lá saindo uma loira com máscara, sua face pálida amedrontava todos ali, óculos escuros pretos cobriam seus olhos, sua roupa era totalmente de couro e com detalhes de correntes prateadas, Spaikes espalhadas, seu cabelo era preso com uma caveira prateada; gótica era a definição daquela mulher. 

-Olha só se não é meu cão favorito Choi Seung-hyun! - Falou debochada. 

><><><><[Dark Side]><><><>< 

Se eu estiver errado, basta voltar e começar de novo. (Kaneki Ken

><><><><[Dark Side]><><><>< 

Continua... 

 


Notas Finais


*Espelho= Os vampiros da minha fic, não releva as histórias de terror onde os vampiros brilham ou se queimam no sol, não tem reflexo e tals. O único da minha fic que não tem reflexo são os Dráculas, pois esses são vampiros antigos. Os vampiros das famílias principais tem na sua mão a linha da vida e da morte, eles não morreram porém também não estão vivos! (Explicarei isso caso esteja meio confuso)

*Revirava= É tipo um frio na barriga.

*Imundo= Vampiros tem um olfato apurado, o cheiro dos Lobos são como cães de mata é seu sangue é de animal. Para eles lobos são criaturas horrendas e imundas.

*Black Skulls= Caveiras Negras ou Crânios Negros.

*Black Demons= Demônias Negras ou Demônios Negros.

***********Dark Side*****************
(Pergunta)

Quem são essas quatro garotas...alguma idéia meu Kawaii's?

......

Obrigada por lerem até aqui até a segunda parte..!
Desculpe qualquer errinho... a outra eu não sei se Spaik se escreve assim, mas decidi deixar assim pq eu quis ok? Ok !

Fiquem com santo Kook dos TODYNHOS ♥

Ass bjs = K ♥ Kawaii ~ ♥ ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...