História Dark Souls - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Sofia Carson
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Ação, Amor, Aurora, Crimes, Justin, Los Angeles, Misterios, Nova York, Romance, Sexo
Visualizações 713
Palavras 1.599
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - A verdade


Fanfic / Fanfiction Dark Souls - Capítulo 29 - A verdade


Aurora's P.O.V

Já era noite e nada de Jacob aparecer. Passei o dia tentando encontrá-lo, procurei em todo lugar, mas até agora nada. Essa tarde foi um pouco intensa, com Bieber me dizendo tudo aquilo, que por algum motivo, não sai da minha cabeça.

Enquanto as cenas de mais cedo repassavam na minha cabeça, peguei meu celular e quando percebi, ele já tinha atendido

- Não achei que você fosse me ligar.- disse Justin.

- Eu só... Como seria? Sabe, se nós ficássemos juntos.

- Eu finalmente teria paz. Nós compraríamos uma casa em Los Angeles com vários quartos, porque eu quero no mínimo três pivetinhos correndo pela casa daqui a alguns anos. Nós seríamos os maiores da Califórnia, e você ia estar ao meu lado todos os dias, assim o dia sempre seria bom. Daqui algum tempo, ou nem tanto tempo assim, eu iria te pedir para ser minha pra sempre, e você teria um lindo anel de diamantes na mão esquerda.- eu sorri como uma idiota em cada palavra. 

- Seria uma vida feliz.- eu disse.

- Seria.

Pensamentos sobre o futuro rondam a minha mente. Pensamentos que eu sempre tive com Jacob, agora abriam espaço para Justin.

- Eu sei que ele é o amor da sua vida.- disse ele.- Mas você é o meu. Já te perdi uma vez, não acho que sobreviveria se te perdesse de novo.

- Eu posso pensar sobre isso.- e eu podia ver ele sorrindo do outro lado da linha.

- Você deveria pensar nisso.

- Boa noite, Justin.- e desliguei.

A porta do quarto se abriu e Jacob entrou com a cara mais lavada do mundo.

- Oi, amor.- ele disse e então veio até mim e me beijou.

- Onde você estava?

- Cuidando de algumas coisas no Queens. Como foi seu dia?

- Péssimo.- disse, seca.

- O que houve?

- Você está mentindo pra mim, eu posso ver nos seus olhos.- Jacob tirou a jaqueta  e encostou na parede com os braços cruzados.

- Aurora, você pode pelo menos uma vez parar de ser paranóica?

- Eu liguei para Combo, ele disse que não sabia de você, mas sabia que você mandou Jesse mandar os homens fazerem a segurança de alguém no Manhattan Hospital.-Jacob não se move, ele apenas revira os olhos.- Vai continuar mentindo pra mim?

- Você não tinha o direito de me monitorar.

- É claro que eu tinha!

- Você poderia ter me ligado!

- Eu liguei! Liguei mil vezes mas você não atendeu.

- Não ligou...- ele pegou o telefone e desbloqueoou a tela, decepcionado quando viu as chamadas perdidas.- Me desculpa. Eu não ouvi, eu não sabia...

- Jacob, o que está acontecendo?- eu disse.

Ele se sentou na cama e respirou fundo.

- É a minha mãe.


Acordei no dia seguinte e fui tomar café. Jacob veio logo atrás de mim. Comemos apenas os dois já que era cedo demais e todos estavam dormindo. 

Descemos para o saguão e o carro com o motorista já nos esperava. Seguimos para o hospital. Chegando lá, a mãe de Jacob estava dormindo. Nós entramos no quarto e ficamos um pouco até ele desatar a chorar, me levantei e o abracei.

- Eu vou falar com o médico, ok?- ele assentiu e eu saí do quarto.


Jacob's P.O.V

Aurora estava conversando com o médico na frente da grande janela de vidro que tinha no quarto. Me sentei ao lado da minha mãe, e seus olhinhos se abriram.

- Oi, mãe.- eu disse quando nossos olhos se encontraram.

- Aquela é Aurora?- ela perguntou, olhando pela janela.

- Sim, ela mesma.

- Ela está ainda mais linda.- ela disse, com a voz rouca e fraca.

- Não está?- ri fraco.- Aurora e eu estamos fazendo tudo o que podemos para você melhorar logo.

- Meu filho, eu não vou melhorar. Se você quer fazer algo por mim, então pegue a Ary e nunca solte mais.

- O que? Eu não entendi.

- Seja feliz, eu quero que você seja feliz, e sem ela você não vai ser, nunca foi. Não deixe ninguém tirá-la de você, case com ela Jacob.

- Eu vou, mãe, penso nisso todo dia. Mas não acha que ainda é cedo?

- Vocês se amam desde que eu consigo me lembrar. Seja feliz, meu filho, por mim.


Lola's P.O.V

Como Drake não tinha dado sinal de vida desde ontem a noite, decide ir vê-lo. Bati na porta mas ninguém atendeu, então entrei no apartamento mesmo assim. Ouvi barulho de alguém correndo e risadinhas de mulher, do outro lado da sala duas vadias colocavam seus vestidos- que mais pareciam uma blusa- e depois saíram correndo pela porta.

Drake apareceu logo depois, sem camisa.

- Bom dia, Lolita.

- Certo.- murmurei indo para a porta.

- Ei.- ele ficou na minha frente, bloqueando a entrada.- O que houve?

- Você não espera que eu finja que é normal pra mim ver você suado depois de transar com duas putas de luxo, espera?- Drake pareceu confuso.

- Desculpa Lola, mas eu não estou entendendo.

- Você quer que eu explique? Então lá vai: eu amo você.- os olhos dele se arregalaram.- Eu quero você, e não só como amigo, mas como meu, só meu. Eu te amo e cansei de tentar esconder. Você pode me chamar de malu...- fui interrompida quando Drake me puxou para perto, e me beijou. Não podia acreditar que aquilo estava mesmo acontecendo.

- Sabe com quantas outras eu transei pensando em você? Ainda bem que você cansou, porque eu ja não aguentava mais.


América's P.O.V

Nova York estava com seu céu nublado e suas ruas cheias como de costume. Eu estava no banco de trás do carro enquanto o motorista me levava para casa. O carro parou em uma rua movimentada e eu pudi ver uma Ferrari vermelha parada em frente ao beco em que eu ia todas as noites, encostado na Ferrari, encarando o beco, estava Christian.

Desci do carro correndo e fui até ele, que estava imerso em seus pensamentos. Assim que ele percebeu a minha presença, ele sorriu.

- Achei que o Imperador só deixasse você andar de carro.- ele disse.

- As vezes é bom dar uma caminhada.- ele riu e voltou a observar o beco.

- Eu fiquei pensando nas coisas ruins que aconteceram aqui.

- Tira o meu sono todas as noites, as coisas ruins.

- Porque você sempre volta pra cá?

- Quando eu estou aqui eu posso controlar.

- O que?- ele perguntou.

- Os meus demônios.- os olhos de Chris encontraram os meus.- É aqui que eles param de me consumir, aqui que eu os controlo, porque é aqui que eles pertencem.

- Todo mundo tem seus demônios, não se envergonhe dos seus.

- Quais são os seus?- perguntei.

- Aurora Carter.- me surpreendi ao ouvir o nome dela, mas tentei não demonstrar.- Eu a amava, e mesmo assim deixei que Justin a destruísse. Quando ele a espancou eu não estava lá para protegê-la, eu nunca estive lá para protegê-la. Eu quem sugeriu que ela fosse a traidora, foi tudo culpa minha.

- Não é sua culpa. Ary gosta muito de você, você é o único de quem ela sente falta. E agora eu entendo o porquê.

Meu telefone tocou e o nome de Alfredo apareceu na tela.

- Tenho que ir.- eu disse.

- É claro que tem.


Hazel's P.O.V

As portas do elevador se abriram e eu entrei no apartamento de Sebastian. Era o melhor quarto do Garden, na cobertura. Morgan estava jogando sinuca com Bieber quando notou que eu estava ali.

- Veio jogar também?- perguntou Sebastian.

- Não, vim perguntar porquê vocês nunca pensaram em trazer a Imperatriz para o nosso lado.- eu disse, fazendo os dois pararem de jogar e prestarem a atenção em mim.

- Como a gente faria isso?- perguntou Justin.

- Você.- eu disse apontando para Bieber.- Vocês tiveram alguma coisa em LA, nós poderíamos usar isso.

- Então você está dizendo que...- começou Sebastian.

- Aurora é idiota, se eu disser que estou apaixonado ela vai acreditar. Então ela vai acabar o namoro com Heroes e vir para o nosso lado.- finalizou Justin, falando exatamente o que eu queria ouvir.

- Exato.

- Ótimo, deixa eu te falar algumas coisas: 1, Aurora Flores nunca cairia nessa. 2, Eu nunca faria isso. 3, Aprende a jogar sujo, mas joga com dignidade. Ela é a melhor, aceita e para de achar que você pode mudar isso.

Fiz uma cara feia e saí dali. Quando o elevador fechou as portas peguei o meu celular e liguei para o Imperador.

- Chefe, acabei de te mandar a gravaçao, é só cortar algumas partes. Ele caiu direitinho.


Aurora's P.O.V

Jacob me deixou em casa e foi para o Brooklyn fazer algumas coisas. Cheguei na sala e os empregados me disseram que Alfredo estava me esperando no escritório.

Fui até lá e me sentei na cadeira de frente para ele.

- Mandou me chamar?- perguntei. Alfredo me olhou e jogou várias fotos em cima da mesa. Nas fotos eu estava com Justin, ontem a tarde, com ele em volta das minhas pernas. Então ele colocou um gravador em cima da mesa.- Onde...

- Escuta.- ele disse e deu play na gravação.


"Aurora é idiota, se eu disser que estou apaixonado ela vai acreditar. Então ela vai acabar o namoro com Heroes e vir para o nosso lado." 


Não acreditei. Era Justin, era ele mesmo, eu reconheceria aquela voz em qualquer lugar. Como eu fui tão burra? Era tudo um jogo pra ele, e eu estava deixando ele ganhar. Uma raiva tão grande preencheu o meu peito que eu nem sabia como me conter.

- Eu amo você, irmã.- disse Alfredo.- Não vou deixar ele te usar.

- Obrigada, por me mostrar a verdade.

Sai do escritório com falta de ar, me joguei no sofá da sala quando meu celular tocou.

Justin.

- Não me ligue mais.- eu disse ao atender, sem dar margem para respostas.- Fique longe de mim, e espere, porque eu vou fazer você cair mais uma vez.



Notas Finais


AHHHHHHH
O Imperador finalmente fez, ele acabou com o Justin e a Ary.
Gente, o que foi o Drake e a Lola finalmente juntos? Eu shippo SIM!
COMENTEM MUITOO
Tenho dois capítulos já prontos, e estou pensando em postar, mas vai defender do que vocês acharem desse. Quero comentários grandesss, contando tudo o que acharam kkkk
Amo vcsss
ASSISTAM O TRAILER DA FIC


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...