História Darkness and Lightness -Bangtan Boys - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys (bts), Gatinhadokooki3, Leitor
Visualizações 3
Palavras 951
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, meus amores!!
Sei que estou MUITOOO sumida, tive um grande branco pra ter ideias em minha cabeça, mas não vou deixar de escrever!
Espero que gostem<3

Capítulo 16 - Inconsciência


Fanfic / Fanfiction Darkness and Lightness -Bangtan Boys - Capítulo 16 - Inconsciência

[P.O.V. Jungkook]: 

-Pronto? -perguntei ansioso quase que de forma negativa. 

-Não, Jin, J-hope e suga ainda estão escolhendo os presentes. - Rap monster respondeu. Suspirei fundo com sua resposta. 

-O que foi? - Rap monster perguntou observando que eu estava meio apreensivo com a situação e imaginar qual seria a reação dela ao ver a surpresa que estávamos prestes a fazer pra ela me deixava ainda mais ansioso. 

- Eu só... Estou um pouco ansioso... -respondi tentando me acalmar. 

-Um pouco? Você está muito desinquieto! E agora está começando a suar, jungkook hyung.  

Levei uma das mãos até a testa, afim de limpar o suor que estava quase escorrendo por minha testa. 

-Precisa se acalmar! - rap monster deu dois tapinhas no meu ombro. 

Respirei fundo novamente. Ele tinha razão. Se eu não me acalmasse, não iria conseguir fazer nada direito. 

-Tudo bem. - respondi, me levantando do sofá de couro preto onde eu e rap monster estávamos sentados. -Vou no banheiro e já volto. 






Passei as mãos molhadas pelo meu rosto, suspirando fundo. Eu estava me sentindo muito mal. Respirei fundo algumas vezes, mas não adiantou nada. "Porque estou me sentindo assim?" Pensei. Me encostei na parede com uma das mãos na testa, percebi minha respiração um pouco pesada. Um rapaz que havia acabado de entrar no banheiro caminhou até mim em passos rápidos. 

-Você está bem, rapaz? - ele olhou para meu rosto, preocupado. -Espere aí, que eu vou buscar ajuda! - o homem caminhou em direção a porta. 

-N-Não, não precisa! - falei, antes que ele chegasse até a porta. - Eu estou bem. 

-Tem certeza? - ele me perguntou. 

-Sim! - Tentei fazer a melhor cara de "Estou ótimo" que eu pude e sorri. -Só fiquei um pouco tonto de repente. - lavei as mãos e caminhei até a porta. Comecei a sentir meu corpo enfraquecendo, minha visão estava ficando turva. Senti meu corpo bater contra o chão, e depois tudo ficou preto.






[P.O.V. Rap Monster]: 

- Terminaram de escolher? - perguntei me aproximando de J-hope e suga. 

- Estamos quase terminando... - respondeu J-hope enquanto olhava uma corrente delicada de prata com um pingente de rosa.

-Tudo bem. - respondi voltando para o sofá de couro preto. Eu sentia muita vontade de ajudá-los a escolher o presente, mas acho que gostariam de dar algo totalmente escolhido por eles para Jisoo. Assim ficaria mais especial. 

-Onde está o jungkook? Preciso de uma ideia. - suga perguntou. Congelei por um momento. Eu não sabia o que pensar. 



Sabe quando algo acontece sem você ao menos perceber? E pensamos o que pode ter acontecido. Nossa mente se torna o início de uma tempestade. Mas Rap Monster não era o tipo que ficava sentado esperando por respostas prontas e claras. Ele é o tipo que saia e procurava por respostas. E era isso que ele queria fazer. 



Me levantei do sofá e caminhei em direção a saída da loja. 

-Onde vai, Rap Monster? - suga perguntou, quase gritando. 

-Já volto! - respondi sem pensar. Eu já estava no centro da loja. Caminhei quase correndo para o banheiro. 

-Espera! - suga disse alto correndo até onde eu estava. -O Que foi? 

-Jungkook!!... ele ainda não voltou!! - respondi, nem percebendo meu tom de voz engrosando. Continuávamos com nossa caminhada frenética até o banheiro do shopping. 


Abri a porta sem esperar. E, encontrei meu amigo desmaiado no chão ao lado de três rapazes que pareciam tentar ver o que ouve. Corri em direção a eles, e me ajoelhei ao lado de jungkook. 

-Jungkook!!! - o chamei sacudindo-o um pouco. Um medo forte segurou minha mão.    -O que houve? -perguntei preocupado, para os caras que já estavam ali antes de chegarmos. 

- Não sei, quando cheguei aqui ele estava passando mal e desmaiou. - Um dos garotos respondeu, parecendo preocupado.     -Mas fica calmo, eu já chamei a ambulância. Eles já devem estar chegando.

Senti o suor escorrer por minha testa.  Suga que estava ao meu lado com sua respiração descompassada tentava manter a calma. Fiz o melhor possível para me controlar antes que eu começasse a ficar quase histérico. 




Os médicos entraram segurando uma maca, e precisaram afastar eu e o suga. Ainda estávamos meio que paralisados, observando tudo com nossos semblantes preocupados. Os homens que haviam se juntado ali, alguns curiosos e outros impressionados e preocupados, nos olhavam apreensivos. O médico colocou uma máscara de oxigênio e Jungkook por alguns minutos mas não resultou em nada. Eles então colocaram Jungkook sobre a maca e o levaram para fora do banheiro. 

Saímos junto com os médicos sem dizer uma palavra. Estávamos sem palavras pra descrever o tamanho de nossa preocupação. 

Por ironia do destino, os meninos nos encontraram. 

-O que aconteceu, Rap Monster? - eles perguntaram quase em conjunto, assustados com a situação. 

-Não sei... chegamos e ele estava desmaiado. - respondi triste, e assustado. Nossos semblantes se tornaram preocupados, em um silêncio quase perturbador. Jimin se sentou em um banco ali perto e colocou as mãos no rosto, começando a chorar. 

Mas o mais difícil de fazer ainda estava por vir. "Como iríamos contar para Jisoo?" Essa pergunta ecoou pela minha mente. Eu já não conseguia saber como contar pra ela. Tudo isso era... muito sufocante. 

-Calma, Jimin... - J-hope se ajoelhou perto dele. Todos nos estávamos quase chorando. Me levantei. 

-Gente... acompanhem jungkook até o hospital. E J-hope e Jin, vamos voltar para contar a Jisoo... -um nó se formou na minha garganta. 






***





O caminho de volta nunca pareceu tão longo. Não havíamos conversado nada, praticamente. 

-Como vamos contar pra ela? - Jin perguntou olhando para a janela com o rosto apoiado em uma das mãos, no banco do carona. Suspirei fundo. 

-Não sei...




Notas Finais


Bem, meus amores... é isso. Espero que tenham gostado! :3 Beijos e até o próximo capítulo<3<3<3<3<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...