História Das Fases da Lua - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Fred Weasley, Gui Weasley, Jorge Weasley, Minerva Mcgonagall, Nymphadora Tonks, Personagens Originais, Remo Lupin, Severo Snape, Sirius Black
Tags Harrypotter
Visualizações 10
Palavras 1.451
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - A Toca


Fanfic / Fanfiction Das Fases da Lua - Capítulo 7 - A Toca

 

Artêmis  jogou o pó de flu na lareira nervosa, ela entrou no fogo dizendo “A Toca” e olhando pela última vez a imagem de Remo antes de aparecer na lareira dos Weasley’s. Ela saiu encontrando a casa exatamente como se lembrava, o rosto ficou mais leve, ela já estava sorrindo quando encontrou a Senhora Weasley esperando-a na frente da lareira, a bruxa se sentiu com 14 anos de novo. Ela ajeitou o cabelo dela delicadamente.

“Seu irmão ainda corta seu cabelo?” Artêmis confirmou com a cabeça “Continua igual a quando você era mais nova”

A porta abriu.

“Mamãe acho que você não precisa se preocupar com…” Gui disse e no instante que viu a bruxa ele sorriu “Lufa-Lufa!”

Ela largou a mala e correu agarrando o pescoço dele, Sra Weasley sorriu para eles como se fossem duas crianças, Artêmis puxou o rabo de cavalo de Gui.

“Estava sem tesouras no egito é?” ela mexeu o rosto dele como se o analisasse “É continua feio do mesmo jeito”

“Você continua leve como uma folha” ele cutucou sua barriga, a bruxa deu risada “Também senti sua falta Artêmis” Ela deu um soco no ombro dele “Aí!”

“Por ter esperado seus irmãos me chamarem”

“Qual é eles estavam com a vantagem da distância” ele cochichou para que a mãe não ouvisse “Aliás, aquela fórmula que mandou para eles funcionou, tem poeira laranja até meu quarto”

Ela riu, Sra Weasley passou por eles.

“Vou para a cozinha, o jantar não vai sair sozinho, pode ficar aqui querida” ela acrescentou assim que Artêmis abriu a boca “Sentem, vocês podem conversar antes que Arthur chegue para pegar Harry...”

“Obrigada” ela disse sem jeito, os dois se sentaram na mesa “Ela está preocupada com os gêmeos?”

“Sim” ele olhou para cozinha como se verificasse se a mãe os ouvia “Minha mãe sempre se preocupa… Você também não parece muito animada”

“Remo” ela passou a mão no cabelo “Ele tem me afastado um pouco desde o ocorrido em Hogwarts, eu sinceramente não entendo por que. O lobo nunca me machucou em 13 anos, não vai machucar agora”.

“Pega leve com ele Lufa-Lufa, ele acabou de ter seu segredo contado para Hogwarts inteira e seus pais, não deve estar sendo fácil para ele”

“Eu sei” ela deu um leve sorriso “Hey falando sério, eu gostei do seu cabelo”

“Gosto do seu cabelo também, me lembra de quando você jogava Quadribol” ele sorriu “Aliás, como foi mesmo que os alunos descobriram a sua casa?”

“Foi pelo final do ano, enquanto eu entrava escondida na sala comunal da Lufa-Lufa para devolver pertences perdidos pelos alunos, um dia eu dei de cara com Cedrico Diggory”

“Ele contou para os outros?”

“Não, mas eu disse que caso alguém perguntasse ele não precisava mentir. No final de contas percebi que era bobagem não saberem”

“ O que me lembra, você nunca me disse como se entra na sala comunal da Lufa-Lufa”

“Para que você iria querer entrar na sala comunal da Lufa-Lufa Gui?” Sr Weasley disse abrindo a porta “Ah olá Artêmis" ela acenou para ele “As vezes esqueço que vocês não eram da mesma casa, no final de contas, Gui sempre falou de você como se estudassem juntos”

“Ele me adora” Ártemis disse enquanto os dois quase se derrubavam da cadeira com os braços.

“A mãe de vocês está na cozinha?” Arthur perguntou com animação.

“Sim” Gui respondeu, e quando o pai virou as costas ele sorriu “Acho que papai está animado em ir a casa dos trouxas, afinal, eu realmente acho que Remo não vai gostar que roubemos a irmã dele”

 

Às sete horas, as duas mesas postas no jardim da casa rangiam sob o peso de travessas e mais travessas da excelente comida da Sra. Weasley, e os nove Weasley, Harry, Hermione e Artêmis se sentaram para jantar sob um céu azul escuro e limpo.

Artêmis que não comia a comida de Sra. Weasley a muito tempo demorou longo minutos para começar a pensar em outra coisa se não comer a comida, ela estava sentada no centro da mesa, ao lado de Gui, ela ouvia sem querer a Sra. Weasley discutia com o bruxo por causa do brinco.

“... Com um canino horroroso pendurado, francamente Gui, que é que eles dizem lá no banco?”

“Mamãe, ninguém lá no banco liga a mínima para a roupa que eu uso desde que eu traga muito ouro para eles” disse Gui pacientemente.

“E seus cabelos estão sem corte, querido” disse a Sra. Weasley passando os dedos, carinhosamente, pelos cabelos do filho.  “Gostaria que você me deixasse aparar…”

“Eu gosto deles assim” disse Gina, que estava sentada ao lado deles “Você é tão antiquada, mamãe. Mesmo desse tamanho, eles não chegam nem perto do comprimento dos cabelos do Professor Dumbledore…”

Sra Weasley pareceu levemente magoada, Artêmis largou seu prato.

“Falando em cabelo, já que Gui não quer cortar o dele, estava pensando se a senhora não podia ajudar com o meu. Eu estava pensando em deixá-lo comprido novamente, mas não o faço isso a anos… Achei que poderia me ajudar Sra Weasley, se não estiver ocu...”

Moly se esqueceu instantaneamente do cabelo do filho, ela mostrou um largo sorriso para a bruxa.

“Ah é claro querida, posso sim”

“Hey Artêmis" Sr Weasley disse do outro lado da mesa “Fred e Jorge disseram que você arrumou sozinha sua entrada no jogo, sabe, eu não me importaria de ajudar”

“Não se preocupe, eu irei ficar com vocês de qualquer maneira” todos pareceram a encarar “Eu tenho um amigo no time da Irlanda”

“Gael?” perguntou Carlinhos “Ele ainda mantém contato com você?”

“Ele manda flores para ela todo ano” Gui disse, Artêmis o encarou por alguns instantes “Que é? Você não disse que não era para contar para minha família”

“Ele é seu namorado?” Gina perguntou ao lado dela.

“Não” a bruxa já estava rubra “Eu meio que salvei a vida dele uma vez”

“Meio que salvei…  Era um balaço” Carlinhos disse “Você ficou uma semana na ala hospitalar por causa dele”

“Balaço?” Fred perguntou a encarando.

“Eu era Batedora”

Alguns garfos caíram na mesa, alguém engasgou, o rosto de Artêmis  ficou mais vermelho.

“Batedores não precisam de grande força física para repelir os balaços?” perguntou Hermione quebrando o silêncio.

“Sim, essa posição, mais do que qualquer outra, em geral é ocupada por bruxos em vez de bruxas. Mas existem exceções… E eu possuía um certo senso de equilíbrio, e conseguia usar as duas mãos para rebater o balaço”.

“Quando ela diz certo senso de equilíbrio ela quer dizer, excelente senso de equilíbrio” Gui disse sorrindo “Ela ganhou a Taça de Quadribol por dois anos seguidos para Lufa-Lufa”

“Eu tinha um ótimo time” ela disse sem graça.

“Claro, esse mesmo time perdeu feio para Grifinória depois que você saiu”Carlinhos disse enquanto brincava com o garfo “Não é para menos, não é qualquer time que aguenta perder a capitã”

“Você era capitã?” Jorge perguntou.

“Você era batedora e capitã” Fred acrescentou “Por que você saiu?”

“Fred...” Sr e Sra Weasley disseram em sintonia, eles sabiam da história.

“Tudo bem” ela lhes deu um pequeno sorriso “Na minha última partida, Gael havia provocado muitas pessoas, ele era grosseiro e presunçoso, alguns alunos acharam que seria muito engraçado fazer os balanços correrem atrás dele durante a partida…” ela engasgou.

“Não foi uma boa ideia” Gui continuou “ Os dois  balanços foram para cima de Gael no mesmo instante, um enquanto ele estava de costas, Ártemis conseguiu rebate-lo a tempo, mas não o segundo… Ele a acertou, o apanhador da Lufa-Lufa a pegou no ar”.

“E eu nunca mais pude jogar quadribol” ela disse por fim “Mas eu não me importo, Gael mudou e se tornou um ótimo bruxo e jogador, ele fez mais proveito que eu… Não queria me tornar jogadora”

“Professora McGonagall disse que você era excelente em poções” disse Percy “Você nunca pensou em trabalhar no Ministério?”

“Eu trabalhei por um tempo”

“Sério? E o que aconteceu?”

“Ah…” ela encarou os Gêmeos pedindo ajuda

Jorge e Fred se levantaram.

“Mãe nós temos algo para te mostrar” Fred disse.

“Não sei se é uma boa idéia” ela disse em resposta.

“Não se preocupe mamãe, não explode, nem nada assim” Jorge levantou a varinha e a caixinha voo pela mesa até a mãe.

Sra Weasley pegou a caixa com receio, e ao abrir ela se transformou em vários vagalumes amarelos e alaranjados que percorreram a mesa enquanto desapareciam. Os Gêmeos sorriram para ela enquanto ninguém estava olhando.

“Você não fez algo parecido para Prof Minerva?” Gui cochichou para Artêmis.

“Não estrague a magia de tudo” ela piscou para ele “Eu não uso essas coisas, decidi que Fred e Jorge fariam melhor uso”

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...