História Day Of - Yoonseok or Sope - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Alfinhamin, Bangtan Boys, Bts, Chimchim, Família, Hope, Hoseok, Jimin, Jiminnie, Jin, Jonnie, Jungguk, Jungkook, Kookie, Namjin, Namjoon, Pandora, Rapmonster, Romance, Seokjin, Sope, Suga, Taehyung, Taetae, Yoon, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 133
Palavras 5.822
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha só quem voltou cambada, eu mesma❤

A horas atrás eu decidi que o duo-shot teria um extra e quando falamos em extra é pq vem lemonada, e dessa vez de NamJin.

Enfim, eu queria agradecer a todos que leram, comentaram e gostaram, é com enorme prazer que lhes entrego o capitulo final e bem...

Sem delongas, espero que gostem, desculpa algum erro e boa leitura, nos vemos lá embaixo🌼

Capítulo 2 - Dia dê se conhecer melhor;


Fanfic / Fanfiction Day Of - Yoonseok or Sope - Capítulo 2 - Dia dê se conhecer melhor;

      Não era cedo da manhã quando Seokjin se levantou, vestiu seu roupão e foi até a cozinha, enquanto esperava o café ficar pronto naquela maquina que tinha comprado, ficará apoiado na bancada da pia olhando atraves da janela o quintal, viu os brinquedos das crianças, o balanço e o andamento da casinha na arvore que Namjoon havia prometido de fazer no ultimo natal. Por mais que a noite tinha sido quente e muito divertida com o marido, ele sentia falta da bagunça e dos três pequenos falando alto.


      Foi rapidamente surpreendido pelos braços do moreno envolvendo sua cintura, e virou para o mesmo que estava de cabelos bagunçados e a cara totalmente de sono, mas não deixava de esboçar um sorriso e só agora Seokjin prestou atenção que ele ainda estava só de cueca box vermelha, mostrando o belo corpo que tinha, as coxas grossas e o abdomen levemente definido.


- Namjoon, vai colocar uma roupa! - Ordenou preocupado, sabia que Namjoon era o que mais pegava gripe facil da familia.


- Não gosta do que vê, hyung? - Questionou em um tom baixo e rouco, Seokjin passou a mão pelo seu peitoral antes de responder. Sua pele era tão macia.


- Gosto... - Sussurrou fitando a clavicula do mais novo vendo as marquinhas que tinha deixado noite passada.


- Então não aja como um appa e sim como meu marido, que me deseja... - Selou os labios de Seokjin rapido fazendo-o ficar atento e lhe olhar no fundo dos olhos. 


- Só não quero que fique gripado. - Resmungou puxando Namjoon para mais perto e lhe beijando, o moreno apertou sua cintura e passou a acariciar seu rosto enquanto sua lingua estava em sincronia com a de Seokjin. O beijo foi intenso o bastante para o mais velho suspirar no final, eles podiam fazer aquilo por dias que não se cansariam.


    Ouviram batidas na porta e Namjoon arqueou uma das sobrancelhas.


- Yoon. - Seokjin murmurou vendo o marido assentir e se afastar correndo para a escada, com certeza indo trocar de roupa no andar de cima.


    Seokjin sorriu indo abrir a porta e vendo seus filhos adentrarem a casa com pressa em largar a mochila no sofá. Jungkook era o unico que não largou as suas coisas já que se encontrava sentado nos ombros do Min com os olhinhos quase se fechando, enquanto o mesmo levava sua mochila nas mãos.


- Woah, como foi? Como foi dormir na casa do tio Suga? - Seokjin perguntou se agaichando na frente dos filhos.


- Eu gostei, o café da manhã foi bom. - Jimin respondeu enquanto Taehyung concordava.


   Seokjin riu da sinceridade do filho e se levantou olhando para o amigo.


- Pelo menos gostam do meu café. - Yoongi tentou achar um lado bom e fez o mais velho rir mais, ergueu a criança em seus ombros para o pai pegar e logo fez movimentos tentando exercitar o pescoço.

 

- Pelo menos você sabe fazer um café. - Disse brincalhão ajeitando o menor em seu colo.


- Você sabe que cozinho muito bem. - Yoongi respondeu arqueando uma das sobrancelhas.


- Não confio em quem trocou de faculdade a anos atrás... - Comentou e Yoongi negou tendo que rir. 


 - Vão trocar de roupa. - Ordenou aos filhos que subiram a escada correndo, subiu atrás com Jungkook no colo e Yoongi lhe seguiu.


- Você trouxe as roupas deles? - Perguntou já no corredor.


- Não, deixei para lavar em casa. - Yoongi respondeu. - Afinal, eles ficam a cada duas semanas comigo. - Disse parando na porta do quarto dos meninos.


   Seokjin mantinha tudo arrumado, mesmo tendo três crianças em casa e isso fazia Yoongi se surpreender, havia uma cama com o cobertor azul com bolinhas amarelas ao lado da janela e uma no canto do comodo com um edredom amarelo, um berço com um cobertorzinho dos vingadores perto da comoda que se encontrava ao lado da porta do banheiro, seus olhos percorreram o resto do lugar vendo os brinquedos que estavam em um canto na prateleira de madeira baixinha e  por fim viu o chão que era todo revestido de um tapete emborrachado colorido, as paredes tinham fotos dos meninos e desenhos dos mesmo. Yoongi viu o amigo colocar um Jungkook sonolento no berço e tapar com o cobertor vermelho depois de tirar seu casaquinho amarelo.


- Appa vimos o tio Hope no parque. - Jimin se recordou do acontecido fazendo Yoongi focar em sí. 


- Que legal, filho. E como ele estava? - Seokjin puxou assunto com a criança enquanto ajudava-o a se trocar.


- Bem, ele falou com tio Suga. - Respondeu.


- ChimChim, vamos brincar lá fora? - Taehyung perguntou colocando o chinelo. Seokjin checou sua roupa e deixou os mesmo sairem do quarto.


- Não sabia que os meninos tinham um outro tio além de mim. - Yoongi comentou baixinho se aproximando do berço e observando Jungkook dormir, enquanto seu hyung via as roupas dos maiores para guardar.


- O que é isso? Algum tipo de ciumes dos meus pequenos? - Questionou fazendo o mais novo revirar os olhos.


- Claro que não. - Respondeu. - Só foi uma surpresa saber que vocês tem amigos além de mim. - Seokjin riu com o seu comentario.


- Não somos um casal chato, ok? - Prosseguiu. - Hoseok é amigo do Namjoon, trabalham juntos na BigHit, ele é dançarino. - Contou.


- Ele quem deu esse cobertor ao Jungkook ?  - Yoongi perguntou e Seokjin assentiu.


- Hoseok tem um carinho grande pelos meninos, sempre que vem tenta ficar um pouco com eles. Não é atoa que Jungkook é grudado com ele e o Homem de ferro.


- Hoseok tem quantos anos? - Perguntou curioso e o mais velho se virou sorrindo.


- Tem vinte e quatro. - Respondeu parando de dobrar e ajeitar as roupas das crianças e observar o branquelo. - Por que? Se interessou? 


   Yoongi se virou para o mesmo vendo o sorriso malicioso em seus labios.


- Não... Só sei lá, achei legal o jeito que ele trata as crianças, atencioso com elas... - Deu uma pausa. - Ele tem filhos? - Seokjin riu de imediato.


- E depois não esta interessado. - Afirmou ironico e Yoongi franziu a testa um tanto irritado. 


- Agora querer saber se ele tem filhos é ter interesse?


- Suga, que dia eu nasci? - Perguntou.


- Dia quatro de dezembro. - Respondeu confuso.


- Em que ano?


- Mil novecentos e noventa e dois. - Repondeu novamente.


- Que dia é hoje? Aliás, qual ano estamos?


- Dia cinco do an - Ele mesmo se interrompeu vendo a cara de Seokjin, que expressava o obvio. - Ok, já entendi.


- Eu nào nasci ontem. - Deu uma pausa. - E ele não tem filhos e tão cedo não terá. - Comentou voltando a fazer as tarefas.


- Por -...


- É gay assumido e esta solteiro. - Otimas informações ao amigo, Yoongi levantou as sobrancelhas em sinal de que havia entendido o recado.


- Vamos lá para baixo, preciso preparar o almoço. - Seokjin afirmou saindo do quarto e pegando a baba eletronica, Yoongi também desceu.


          Quando foram para a cozinha passaram pelo escritorio de Namjoon que estava com a porta fechada.


- Namjoon esta trabalhando? 


- Acho que deve estar resolvendo algo, não é de se trancar no escritorio no fim de semana. - Seokjin explicou. Tirou alguns legumes da geladeira e começou a picar tudo colocando em uma panela. - Corte a carne para mim, vou pegar cebolinha na horta. - Pediu saindo da cozinha.


         Yoongi cortou a carne em tiras e voltou a pia enchaguando a mão, observou os meninos brincando lá fora e logo o barulho da por rangendo perto de sí, virou-se para ver que o barulho vinha do escritorio do Kim mais novo, que saia do comodo rindo e conversando com o amigo, Hoseok. Yoongi apenas observou eles até Hoseok notar sua presença e dar um sorriso mais largo ainda. E digamos que o Min constatou ali mesmo que o ruivo tinha um sorriso lindo e de alguma forma os olhos sorriam também.


- Oh, Min Yoongi. - Se aproximou indo apertar sua mão.


- Jung Ho -...


- Apenas Hope. - Pediu interrompendo-o e o mesmo assentiu.


- Se conhecem? - Namjoon perguntou surpreso.


- Ele estava com os meninos ontem, quando nos encontramos no parque. - Explicou, a porta de vidro do quintal fora aberta revelando Seokjin com algumas cabolinhas na mão.


- Hoseok, que bom lhe ver. - Disse dando um abraço rapido no mesmo, largou as coisas na pia e se virou para os demais. - Como esta Dawon? Vi a coleção de roupas novas que ela fez.


- Sério hyung? Woah... - Disse inclinando a cabeça para o lado e voltando ao normal logo emseguida, mostrando estar surpreso. - Ela irá gostar de saber, anda cansada com toda essa correria, omma esta insistindo para ela viajar com a gente no final do mês. - Contou e Seokjin sorriu.


- Ela precisa de um descanso mesmo. - Concordou.


- Bom, tenho que ir. - Avisou apertando a mão de Namjoon.


- Mas já? - Questionou Seokjin sorrindo para Yoongi que teve se coração desparado. Conhecia muito bem seu hyung, sabia que aquela expressão era de que ia aprontar. - Fica para o almoço... - Ele se virou para a janela da pia e bateu no vidro chamando atenção das crianças, fez sinal que viessem para dentro.


     Jimin e Taehyung adentraram a cozinha feitos verdadeiros furacões. - Tio Hope! - Gritaram em unissono.


- Não gritem, o irmão de vocês está dormindo. - O pai avisou, Hoseok agaichou-se e começou a conversar com os pequenos.


- O cheiro esta bom. - Namjoon se aproximou do fogão abrindo as panelas. - O que está fazendo de comida, amor?


- Bibimbap... Agora me ajuda a fazer Hoseok ficar para o almoço. - A ultima frase foi sussurrada e Namjoon assentiu sem questionar.


- Hoseok fica para o almoço, nosso grande chef está fazendo Bibimbap.


- Woah Jin-hyung, não posso recusar sua comida. - Hoseok disse sorrindo se levantando.


- Não só minha, Yoon está ajudando. - Disse fazendo o olhar dos demais serem direcionados a sí e Yoongi ficou um tanto desconfortavel.


- Você sabe cozinhar? - Perguntou retorico. - Eu não sei fritar um ovo sem que a gema fure. - Disse suspirando. - Sou um desastre.


- Acho que é só falta de pratica. - Yoongi deu de ombros mostrando estar timido.


- É verdade, das vezes que fui na casa do Hoseok-ssi, ele cozinhou uma vez só e nas outras pedimos pizza. - Namjoon relembrou.


- É dificil cozinhar com tutoriais da internet, a comida sempre sai estranha. - Seu comentario e sua careta fez o Min rir. - Você aprendeu com Jin-hyung?


- Yoon fazia faculdade de gastronomia a três anos atrás. - O mais velho do grupinho respondeu. - Mas mudou para musica. - Hoseok pareceu analisar o Min e ficar surpreso.


- Nossa é uma mudança e tanto, você é compositor? - Hoseok perguntou.


        Acabaram se sentando na sala e falando mais sobre a faculdade e a vida em Seul. Na hora do almoço, Seokjin pediu que os dois colocassem a mesa e enquanto isso Hoseok contou algumas piadas que fizeram Yoongi rir, ele fazia algumas caretas e contava alguns acontecimentos engraçados que aconteceu consigo.


- Que descarado! - Seokjin exclamou baixinho espiando os dois pela porta da cozinha.


- Quem? - Namjoon perguntou fazendo Seokjin dar um daqueles pulos e se tremer todo com o susto.


- Yoongi. - Respondeu depois de um tempo. - Ri das piadas do Hoseok e não das minhas. - Namjoon riu soprado.


- Amor, as usas piadas são de tio. - Comentou e Seokjin bufou.


- E as do Hoseok são engraçadas por acaso? - Perguntou retorico, sabia que Namjoon ia responder então foi mais rapido. - Se responder, hoje vai dormir no sofá, Kim. - Advertiu e o mais novo fechou a boca. - Yoon é semvergonha, ele tenta negar, mas se interessou pelo Hope. - Contou.


- Ah grande empate, Hoseok perguntou dele enquanto falavamos sobre o trabalho na BigHit. - Namjoon disse e Seokjin sorriu virando-se para o marido.


- Eu acho que tive uma ideia. - Avisou.


       Escutou o barulho da babá eletronica e subiu as escadas, Namjoon adentrou a sala de estar vendo o quão Yoongi interagia com Hoseok.


- Não sou fã dos Vingadores. - Comentou o mais velho se sentando a mesa.


- Mas deve ter algum super herói que goste. - Hoseok insistiu sentando ao seu lado.


- Hum... - O Min pareceu pensativo. - Super Man, é um heroi otimo.


- Woah, sério? - Hoseok fez uma careta e Yoongi assentiu.- Sou TeamBatman. 


- Sério? O que Batman tem demais? - Yoongi questionou.


- Já estão falando de super herois? - Seokjin que descia as escadas com Jungkook no colo questionou. - Olha quem chegou.


- Olha se não é o meu heroi favorito. - Hoseok disse se levantando e pegando o garotinho que ainda acordava no colo do pai. - Jungkook-ah. - Chamou. - Como vai amigão? 


     Yoongi observou o ruivo e sorriu quando ele começou uma conversa com a criança. Depois do almoço Seokjin se comprometeu em lavar a louça e pediu que Yoongi e Hoseok cuidassem de Jungkook um pouquinho. Mas era tudo fachada, assim que terminou de fazer as tarefas ficou na janela espiando os amigos conversando, enquanto davam atenção ao pequeno garotinho no meio deles.


- Que feio ficar espiando as pessoas, Seokjin-ssi. - Namjoon murmurou chegando perto e vendo os amigos com o filho.


- Eu só estou checando algo.


- Aham, pensa que não sei do que está tramando? - Perguntou.



    No gramado onde Hoseok e Yoongi estavam sentados Jungkook brincava de super heroi enquanto os irmãos andavam de balanço.


- Agora... Agora eu sou o Homem de ferro e você é o vilão, tio Hope. - Jungkook informou e Hoseok riu.


- Por que sou o vilão? - Jungkook deu de ombros.


- Vou salvar o tio Suga. - Avisou puxando o braço que estava perto do corpo de Hoseok.


- Não antes que raptar ele. - Murmurou se aproximando de Suga e pegando em seu braço de leve.


- Tae, Chim. - Jungkook chamou os irmãos que estavam atentos, os mesmos vieram correndo em direção ao tio mais novo e pularam em suas costas.


- Oh, vocês me derrotaram. - Hoseok disse se jogandk no tecido estendido no gramado. - Eu perdi. - Constatou e fechou os olhos encenando sejá lá o que fosse para que os meninos que começaram a pular e rir, brincando entre sí.

 

       Hoseok abriu um olho apenas para ve-los e aproveitou para olhar Yoongi, de algum jeito o mais velho lhe fazia ficar mais curioso, tinha um jeito gentil e direto para falar as coisas, era quieto e ria das suas idiotices, sem contar que era muito bonito, a cor do cabelo verde menta combinava com seu tom de pele branquinho, o sorriso doce fazia Hoseok entender o por quê do apelido "Suga". Yoongi se sentiu ser vigiado e olhou para Hoseok que lhe observava ainda.


- Os meninos gostam muito de você. - Comentou vendo Hoseok se sentar ao seu lado novamente.


- Eles são adoraveis. - Hoseok disse concordando.


- Yoon, Seok. -Seokjin chamou da porta da cozinha e os mesmo se levantaram e foram até ele. - Queria pedir um favor a vocês, segunda vou ter que ir em um jantar com a omma do Namjoon e não tenho com quem fique as crianças.


Falcatrua! Seokjin era otimo em juntar casais e pensara que do jeito que os dois estavam se olhando e conversando era só deixa-los sozinhos por um tempo.


- Ok, eu posso ficar. - Hoseok disse.


- Yoon podia ficar também, ajuda o Seok com os meninos. - Namjoon veio da cozinha comendo um medaço de maçã.


   Os dois se entreolharam e assentiram.


- Pode ser. - Ambos disseram.


                           ¤¤¤¤♡¤¤¤¤


        Era segunda a noite quando Hoseok pegou o carro e foi até a casa de Namjoon para cuidar das crianças como combinado, quando chegou viu que Yoongi já estava lá com as crianças e o casal de amigos com roupas de sair.


- Que bom que chegou agora, já estamos indo. Deixei o jantar quase pronto, Yoongi esta na cozinha. - Seokjin disse saindo no patio da frente de casa. - Voltamos as dez. - Avisou.


- Obrigado por ficar com as crianças. - Namjoon deu tapinhas nas suas costas e ele assentiu.


- Tio Hope. - Jungkook chamou já na porta, Hoseok adentrou pegando-o no colo e levando ate a cozinha.


- O cheiro esta bom, não é? - Questionou o sobrinho que assentiu com um brinquedo na mão, adentrou o comodo escutando Yoongi cortar algumas coisas na tabua de legumes.


- Ah você veio. - Yoongi parecia animado e o mesmo também, Jungkook quis descer de seu colo e ir para a sala com os demais.


- Precisa de ajuda em algo? - Perguntou tentando puxar assunto.


- Corte isso para mim. - Se referiu aos nabos, foi até a panela onde continha molho e pegou uma colherada experimentando. - Só tem que cozinhar mais um pouco. - Disse baixando o fogo, Hoseok cortou tudo direitinho e começou a ouxar assuntos aleatorios com Yoongi.


        Se sentaram na bancada e começaram a conversar durante o tempo que a comida não ficava pronta, Hoseok inventou de abrir um dos vinhos de Namjoon e provar enquanto não era hora do jantar, Yoongi aceitou e bebeu metade de uma taça ficando com as bochechas rosadas e a boca mais vermelhinha  - como se pudesse ficar mais fofo -, Hoseok não sabia se era o vinho ou se realmente estava com vontade de roubar alguns beijos de Yoongi, secava a sua boca descaradamente e pode ver quando o mais velho percebeu e ficou sem jeito.


                         ¤¤¤¤♡¤¤¤¤


      O jantar foi tranquilo, as crianças comeram tudo e depois foram para a sala brincar, Yoongi começou a recolher as coisas da mesa e a lavar a louça, vendo aquilo Hoseok se despôs a secar. Estavam quietos quando o mais novo pegou a concha de molho picante e começou a lamber, havia comido dois pratos cheios da comida que Min fizera.


- Ainda esta comendo? - Yoongi perguntou rindo.


- A sua comida ficou muito boa. - Afirmou lambendo o objeto.


- Cuidado para não se sujar. - Advertiu e Hoseok negou, mas no instante que se virou deixou cair um pingo grande de molho na camiseta azul pastel que vestia.


- Merda! - Murmurou largando a concha em cima de um pires e saindo da cozinha.


- O que houve? - O Min questionou, mas não teve resposta.


Hoseok sabia que aquilo manchava então tirou o excesso do molho e em seguida a camiseta deixando seu torso desnudo, colocou a camiseta na maquina junto a outras roupas de Seokjin e Namjoon e apertou alguns botões incerto, já que era diferente da sua maquina de casa.


- Ei, o que - A voz do esverdeado foi sumindo após observar cada cantinho do abdomen definido de Hoseok e ficar praticamente babando.


- O molho mancha... - Disse abrindo um sorriso sem jeito. - Vou pegar uma camiseta do Namjoon. - Avisou desviando de sí e indo até o andar de cima, Yoongi voltou para a cozinha,  mas sua mente estava ainda lá naquela cena.


Como Hoseok escondia aquele corpo? Jesus, que abdomen era aquele? Hoseok parecia ser tão gos-


- Voltei. - O ruivo disse e Yoongi saiu de seus pensamentos e se virou para olha-lo, lá estava ele com aquela concha novamente, mas logo largou dentro da pia e Yoongi foi lavar.


- Será que as crianças já estão dormindo? - Perguntou e Hoseok deu de ombros.


- Talvez não, Jungkook já deve estar dormindo. - Comentou.


- Me da aquela panela. - Yoongi pediu e ao perceber que Hoseok estava com resquicios de molho no canto da boca, enchaguou a mão e se aproximou. - Esta sujo aqui. - Informou limpando sem malicia alguma, Hoseok lhe observou um tanto sem reação e sentiu o coração desparar quando o tal desejo lhe consumiu outra vez. Aproximou-se rapido do Min e selou seus labios em um beijo afoito, prenssando o corpo de Yoongi contra o balcão, fazendo o mesmo soltar um arfar e dando a chance de Hoseok enfiar sua lingua dentro da sua boca, estava tudo tão perfeito. As mãos de Yoongi foram no pescoço do mais jovem e continuou o beijo mesmo quase sem folego, Hoseok apalpou sua cintura e deu uma leve apertadinha.


- Tio Hope. - A voz fininha de Taehyung se fez presente e Yoongi se soltou de Hoseok com a boca vermelha um tanto envergonhado.


- Hm, oi Tae, o que foi? - Hoseok perguntou se aproximando da criança. Foram para a sala e Yoongi tentou recuperar o seu juizo, tinha beijado Hoseok, acabado de trocar saliva com o cara mais lindo que já tivera visto e mais gostoso também. Porque puta que pariu, que corpo era aquele? 

    

      Logo que terminou de ajeitar a cozinha o casal de amigos chegaram e ambos ficaram conversando por um tempo, na saída e ele se despediu das crianças e Hoseok quis lhe dar uma carona, o mesmo até aceitou. Entretanto o caminho para casa foi silencioso, não conseguia raciocinar, quando foi se despedir de Hoseok ficou tão sem jeito que deu um aperto de mão e saiu do carro. Quando chegou em seu quarto se sentiu patetico por estar agindo assim, mas Hoseok era demais para ele que estava prestes a surtar.


                           ¤¤¤¤♡¤¤¤¤


          Quatro dias se passaram depois daquilo, fora o suficiente para Hoseok pensar que não ligar para Yoongi foi um erro, assim como ele Yoongi também esperava por uma ligação e naquela tarde, depois da faculdade o coração do Min quase foi a boca quando ouviu o toque do celular, só quem lhe ligava era sua mãe e já tinha conversado com ela na hora do almoço, então só podia ser Hoseok, tinha quase quarenta por cento de chances de ser o ruivo. Yoongi queria que fosse ele, mas ao ver a tela e quem lhe ligava, bufou, Seokjin não sabia mandar mensagem? Pensou consigo, mas logo mudou aquilo se perguntou se era algo grave com os meninos.


- Alô? - Disse depois de apertar o botão.


- Ques historia é essa de beijar Hoseok na minha cozinha e não me contar nada? - Seokjin quase berrou do outro lado do telefone.


- Ele te contou? - Perguntou curioso, Hoseok tivera falado dele, mas não ligou? Será que seu beijo era ruim?


- Tae deixou escapar hoje na saída do colegio. - Seokjin disse baixinho. - Até achou que ficariam brabos se ele contasse... Como você não me conta algo assim Min Yoongi? - Questionou.


- Eu... Ele nem sequer me ligou, por que iria contar? Foi um erro. - Afirmou suspirando pesado.


- Você que tomou iniciativa?


- Não, estavamos lavando a louça e ele ainda estava lambendo a colher do molho quando deixou o canto da boca sujo, eu fui limpar e rolou um clima e ele veio para cima me beijando.


- Francamente e você nem para me contar, cheguei em casa e vocês estavam como se nada tivesse acontecido. - Seokjin disse em um tom severo. 


- Porque depois disso TaeTae chamou chamou a gente para colocar um filme para eles olharem e você chegou na hora que eu estava indo para a sala. - Explicou.


- Ok. Agora ligue para ele e chama ele para sair.


- O que? - Yoongi perguntu incredulo. - Ele nem me ligou, certeza que não quer nada.


- Vai por mim, Yoon. Ele está só esperando sua ligação. - Afirmou. - Namjoon disse que ele perguntou sobre você denovo e que estava com uma cara de borocoxô. Ligue para ele e convide-o para ir naquele aquario que abriu no centro da cidade... E vá arrumado, nada de camisetas xadrez. - Ordenou.


- Ok, eu vou ver isso. - Yoongi dissera, mudou de assunto e perguntou sobre os meninos e o restaurante, a conversa durou pouco e logo que ele desligou, discou o numero de Hoseok e pensou bem antes de apertar o botão para chamar.


            Não era nenhum pouco medroso com isso, pelo menos não com os relacionamentos anteriores, mas Hoseok lhe fazia se sentir inseguro, com aquele frio no estomago, ele era tão fofo, gentil, atencioso, lindo e... Deus, estava apaixonado pelo tio dos  filhos de Seokjin, negava com a cabeça repetidas vezes pensando que aquilo iria lhe foder e não do jeito que queria. Otimo, estava pensando demais, apertou o botão e colocou o celular no ouvido, a ligação chamou um, duas vezes e Hoseok atendeu.


- Yoon? - Chamou animado e Yoongi sentiu o coração pular dentro de sí.


- Hm... Oi, Hope. - Pigarrentou. - Como está?


- Estou bem, na verdade estou bem melhor agora. - Seu tom risonho fazia Yoongi sorrir bobo. - E você?


- Bem também... Então... - Yoongi respirou fundo. - Tem um aquario novo no centro da cidade e eu queria muito ir, mas sozinho não é legal. - Afirmou. - Que tal ir comigo? - Perguntou.


- Claro... Hoje? - Hoseok perguntou ansioso.


- Pode ser. 


- Otimo, a gente se encontra lá? - Questionou e recebeu um "sim" em murmurio. - Até mais então, Yoon.


- Até. - Disse desligando, encarou a tela do celular ainda pasmo, tinha chamado Hoseok para sair, riu de sí mesmo.



       Assim que chegou em casa e trocou de roupa, desceu até o estacionamento do condominio onde morava e entrou dentro do carro, dirigiu até o centro da cidade e procurou um bom lugar para estacionar que era perto da ponte Han e do aquario. Logo que estacionou viu Hoseok na ponta do lugar esperando-o, vestia um jeans e uma camiseta branca, com um tenis cinza e o boné amarelo.


        Yoongi olhou para a roupa que vestia e notou que eram parecidos, apenas o tenis que trocara de cor e o fato de que não estava usando boné aquela tarde.


- Hey. - Yoongi comprimentou se aproximando, Hoseok sorriu.


- Oi, hyung. - Fez uma breve reverencia e os dois ficsram se olhando sem jeito.


- Então vamos entrar? - Convidou e o mais novo assentiu, assim que Yoongi quis pagar os ingressos, Hoseok quis pagar algo para ele beber ou comer lá dentro, optaram por comprar pipoca e tomar refrigerante, conversaram sobre o trabalho e começaram a comentar sobre os bichinhos aquaticos que tinha naquela especie de zoologico aquatico. Por um momento Hoseok achou que o mais velho tinha decidido esquecer a situação de dias atrás, mas estava errado.


- Pensei que não ia aceitar vir comigo. - Yoongi admitiu andando pela ponte Han enquanto viam a paisagem do lugar.


- Por que? - Hoseok questionou se sentando em uma mureta baixinha e o mais velho se sentou ao seu lado.


- Sei lá, você não ligou e... - Yoongi coçou a nuca um pouco nervoso. - Pensei que tinha se arrependido de... - Viu o olhar do Jung sob sí. - Ah você me entendeu.


 Hoseok riu, Yoongi era fofo quando ficava envergonhado.


- Não me arrependi, na verdade achei que você que não tinha gostado. - Confessou e Yoongi arqueou uma das sobrancelhas e logo riu.


- Eu gostei. - Afirmou olhando nos olhos do homem a sua frente. - Na verdade acho que podiamos repetir a dose. - Sua voz soou baixa e ele se aproximo colocando a mão no ombro de Hoseok que fitou sua boca por um bom tempo, antes do mesmo selar seus labios um tanto rapido por estarem em publico.


    Hoseok lhe olhou no fundo dos olhos e viu um Yoongi um pouco envergonhado. 


- Aish não me olhe assim. - Desviou o olhar e virou a cabeça para o outro lado, Hoseok riu.


- Você fica tão fofo assim, hyung. - Murmurou acariciando o rosto do mais velho, Yoongi se virou para ele um pouco sério e Hoseok não perdeu tempo, inclinou a cabeça para o lado e selou seus labios com vontade, com direito a língua e tudo, ao final Yoongi mordeu de leve o labio do ruivo, que abriu os olhos lentamente depois de se afastar.


- A gente pode repetir isso mais algumas vezes? - Yoongi perguntou com uma expressão pensativa, olhando somente para os labios de Hoseok que assentiu rindo.


- Podemos, mas não aqui. - Respondeu acariciando o rosto de Yoogi. - Vamos para casa.


       É quase obvio que Hoseok ficou até tarde no apartamento de Yoongi, a base de trocar muitos beijos e caricias, só não foram a ponto de algo mais quente por conta de ambos achare cedo.


                           ¤¤¤¤♡¤¤¤¤


   Já se fazia duas semanas que os dois estavam saindo, Seokjin nunca se viu tão animado, mas não como Yoongi. O mais novo estava apaixonado e disposto a pedir Hoseok em namoro, faria isso o mais rapido possivel e viu uma chance quando Hoseok lhe chamou para irem a um restaurante perto de casa, Yoongi não sabia como começar aquilo, esperou até o final do jantar, até Hope beber todo o vinho que queria e foram para sua casa. No elevador mesmo Hoseok lhe agarrou de lado e tentou lhe dar um chupão no pescoço.


- Seok! -Exclamou dando um leve afastar no ruivo que riu.


- Você é gostoso hyung. - Seu timbre estava rouco e baixinho, aquilo fez Yoongi se eriçar como um gato, por que Hoseok tinha esse efeito sob sí? Toda vez que fazia aquela voz e que ficava com aquela expressão sexy devorando-o com os olhos, ele se sentia quente, derretendo talvez?


         E naquela noite não foi diferente, parecia uma eternidade não chegar no seu andar, e quando chegou abriu a porta rapido sentindo as mãos do mais novo em sua cintura. Hoseok sabia como enlouquecer alguém, deixou beijos molhados naquela pele branquinha e até uma marquinha de dentes fazendo Yoongi suspirar enquanto trancava a porta, o mesmo se virou para frente e beijou o garoto sem cerimonia, sem caricias, Hoseok foi empurrando seu corpo para o lado até bater a cintura na mesa, Yoongi quebrou o beijo olhando onde estava e o Jung não perdeu tempo, puxou sua camiseta para cima tirando-a.


- Hoseok-ah. - Chamou arrastado, as bocas voltaram ao contato afoito que tivera antes, Yoongi sabia usar sua lingua muito bem e isso fazia Hoseok suspirar entre um beijo e outro.


       Estavam tão necessitados um do outro que não se deram conta de quem começou a tal fricção, só sabiam que estava bom assim já que os dois estavam completamente duros, Yoongi sentia tudo quente e intenso e não era diferente com Hoseok, o mesmo puxou o cinto da calça do mais velho e desabotoou. Yoongi apenas lhe seguiu com o olhar e deixou que o ruivo abaixasse sua calça, ele voltou a lhe beijar, começando a massagear seu membro ereto por cima do tecido, mas logo apertou um pouco ouvindo um gemido baixinho, foi abaixando os beijos no corpo do Min fazendo uma trilha até chegar na cueca, onde tirou e começou a massagear lentamente.


- Deus. Ahh. - Yoongi gemeu alto sentindo seu pré gozo sendo expelido, por um momento encarou a face do ruivo que sorria vitorioso. O menor viu quando Hoseok se agaichou e puxou sua cueca, fechou os olhos com força sentindo a cavidade umida e quente que seu pau estava sendo envolvido. Estava prestes a explodir, se não fosse por conseguir se apoiar na mesa teria caído já. 


         Hoseok brincava com seu penis atraves da lingua, lambia toda extensão, ora outra enfiava tudo na boca ou lambia a glande e dava chupões fortes na fenda fazendo Yoongi gemer e puxar seus cabelos para cima, se levantou rapido ficando cara a cara com o Min e lhe olhando de pertinho, não deixou de continuar massageando o membro alheio.


- Você está me deixando louco. - Yoongi murmurou recuperando-se ou tentando, estava soado.


- É ? - Hoseok questionou mordendo o labio inferior, em seguida pegou a mão do mais velho e colocou dentro de sua causa fazendo ele apalpar sua ereção. Yoongi lhe fitou depois de olhar para baixou. - Você faz isso só gemendo, imagina quando estiver entregue a mim. - Murmurou em seu ouvido provocando, Yoongi apertou sua ereção e escutou o gemido alto.


- Me fode logo. - O pedido de Yoongi era alto e claro, Hoseok nunca se sentiu daquele jeito, parecia não ter fim e de fato, não tinha.



              Os dois ferviam em tesão.


       Yoongi não esperou para abrir a calça do ruivo e empurrar para baixo, o mesmo puxou Yoongi pelo braço e virou-o contra a mesa colocando seu torso deitado sobre a madeira, não deixando-o lhe tocar, passou o proprio membro que estava sujo de pré-gozo na entrada do mais esverdeado que soltou um gemido se apoiando sob os cutuvelos. Não tinha nada com o que preparar Yoongi e ele estava com medo de lhe machucar, mas a vontade parecia maior.


- Yoon, eu não tro -...


- Não importa, só vai logo. - Disse respirando fundo, Hoseok segurou sua cintura e puxou para mais perto, passou seu pau na entrada novamente e pressionou colocando metade. Um gemido alto se fez presente, e Hoseok podia diferenciar que esse era de dor.


- Quer que eu continue? - Perguntou vendo o mesmo assentir, então ele começou a estocar segurando com as duas mãos a cintura fina de Yoongi, os gemidos alto dos dois, o barulho das estocadas rapidas e fortes eram os unicos sons que podiam ser escutados naquele apartamento, naquela noite.


       Hoseok parou de estocar sentindo seu apice chegar, puxou Yoongi e lhe manteu de pé enquanto estocava fundo e forte, gemendo rouco em seu ouvido, Yoongi estava beirando a loucura, sua sanidade tinha ido para o espaço graças ao Jung. Enquanto sentia sua prostota ser surrada a cada estocada, tentou se masturbar querendo um prazer mutuo, foi quando Hoseok tirou sua mão e ele mesmo lhe masturbou rapido.


- Oh Yo-on. - Murmurou contra seu ombro enquanto estocava mais e mais.


          Logo Yoongi soltou um gemido alto e sentiu suas pernas ficarem bambas ao se derramar nas mãos do ruivo, Hoseok sentiu seu membro ser apertando pelo interior de Yoongi durante os espasmos do orgasmo que tivera, isso induziu ele a ficar mais sensivel e a gozar na estocada seguinte.


- Humm... - Yoongi murmurou sentindo um liquido sair de sua entrada, levantou o corpo se apoiando na mesa com as mãos, sentiu Hoseok beijar seu ombro, seu pescoço e em seguida lhe virar e selar seus labios.


- Eu acho que precisamos de um banho. - Afirmou dando selinhos no mesmo. 


- Não antes de eu te falar uma coisa. - Yoongi que ainda estava um pouco ofegante disse. - Eu sei que nos conhecemos a pouco tempo e que talvez você queira só sexo casual, mas eu quero bem mais que isso. Eu quero oficializar se você quiser também.


- Esta me pedindo -...


- Em namoro, sim, eu sei que pode pare -...


          Hoseok o beijou e o puxou para o banheiro.


- Ei o que esta fazendo? - Perguntou franzindo o cenho, ele estava falando e o lhe interrompeu. Que falta de educação!


- Levando meu namorado para tomar banho. - Disse como se fosse obvio e o Min sorriu bobo.


        Naquela noite percebeu que foi bom ter levado as crianças no parque, naquele dia.


Notas Finais


E então? Gostaram? Comentem;🌼

Gostei tanto de escrever Day of, isso me lembrou um pouco Our Castle e que já está acabando ( pra quem não sabe, Our Castle é um hino de NamJin, que sou apaixonada) e consequentimente me fez ficar triste, mas to feliz com o fato de que Day of superou minhas expectativas pra uma primeira fic familia dos membros... Então é isso, nos vemos por ai❤

Oh, já ia me esquecendo, essa semana já posto aqui mesmo o extra de NamJin, então pra você que quer ler até mais🌼❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...