1. Spirit Fanfics >
  2. Daylight

História Daylight


Escrita por: e LukaHatsune


Fanfic / Fanfiction Daylight
Sinopse:
Se aquele fosse um dia comum, Lotor aproveitaria-se da iluminação momentânea e, com agilidade, retiraria seu celular do bolso para fotografar seu namorado. Arrancar de Bram um sorriso lindo mesmo que parcialmente cansado pelo dia cheio.

Não era um dia comum.

“E quando a luz do dia chegar eu vou ter que ir, mas essa noite vou te abraçar bem forte.”

[lobram] [oneshot] [SoftAngst] [Lotor!Centric] [#ComAmorLance]
Destacado em 21/02/2021 por @ladyshirahime
Entre a euforia e a insegurança, o destaque da semana é um sensível reflexo do amontoado de sentimentos e pensamentos que o amor traz de brinde. Espero que também possam aproveitar essa pequena e bela história!
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 1.198
Favoritos 232
Comentários 17
Listas de Leitura 60
Palavras 3.318
Concluído Sim
Categorias Voltron: O Defensor Lendário
Personagens Lotor, Personagens Originais
Tags Comamorlance, Gay, Lobram, Lotor, Softangst

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Gay / Yaoi, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Porque você é meu rei e eu sou seu valente
17
1.198
3.318

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por LukaHatsune
Capítulo 1 - Porque você é meu rei e eu sou seu valente
Usuário: LukaHatsune
Usuário
Olá olá, eu vim me expressar devidamente já que eu falhei em fazer isso pela chamada.

Acho que não é segredo pra você que eu amo amo amo a sua escrita, tem uma coisinha nela que eu não sei dizer o que é, mas que me passa uma sensação muito gostosa, eu leio e eu sinto como se tivesse deitada debaixo da minha cama com a barriga no chão (não me culpe se a minha cidade faz tanto calor assim, okay?) MAs o que eu to querendo dizer é que eu sinto essa comodidade gostosa e me faz bem demais.

Eu ainda fico boba como que você adotou a ideia do Lotor e do Bram juntos, tipo, o Bram é um oc, e o Mitch e a família dele também, mas você vai com tudo nisso e isso me deixa tão tão feliz, me dá um gostinho bom de nostalgia, eu nem sei explicar. Mas isso me deixa super bem.

Agora sobre a fic em si: EU AMEI, tu sabe que eu amei, mas eu sinto que tenho que dizer isso em caps lock como se fosse no tt EU A M E I, foi tão meiga, tão doce, nem lembro quando que um soft angst me deixou assim, eu chorei (e de novo, você sabe, você viu), mas é porque o coração tava tão cheio, tão AAAAAAA, eu passei metade do tempo lendo sorrindo, eu sempre tive um riso "frouxo" por assim dizer, mas uau, daquela vez eu tava realmente sorrindo de felicidade e de ansiedade porque eu tava super animada desde que você mandou o link da playlist (e eu escutei ela de novo, ainda não escutei ela lendo, mas tu sabe como eu amo ela).

O jeito que você mostrou o relacionamento do Lotor e do Bram foi tão doce e tão realista ao mesmo tempo (o que que o Bram tinha na cabeça? ele é de casa poxa!) o jeito que eles se apoiam, e são carinhosos, e sabe? Dá pra sentir o amor. Eu acho que o que mais me balançou foi quando o Bram não tinha percebido que tava chorando, já senti isso algumas vezes e wow, é um soco no estômago, mas eu fiquei tão tão feliz que o Bram tinha alguém lá com ele, alguém que amava ele e que passava a segurança que ele precisava sentir, eu meio que senti também essa segurança? É estranho, eu quase senti o Lotor me abraçando também e dizendo que ia ficar tudo bem e que eles iam passar por aquilo juntos, foi puro, foi lindo, e ah, sei lá, eu tô apaixonada.

E eu nem vou falar do "minha joia", "meu príncipe" os "olhos de ametista", todas as referências, aquilo me pegou também, especialmente a parte da vida, veio aquele gosto agridoce na boca de saber que eles já sofreram tanto, mas que eles nem lembram e agora estão juntos e tudo que restou pra eles foi a felicidade que eles merecem.

(Aliás, obrigada por não terminar isso do jeito que eu achei que terminaria, continue sendo esse anjo, por favor.)

Meu aniversário esse ano não foi dos melhores, eu não tava bem, e foi o primeiro que eu passei longe de casa, mas eu já te disse e insisto em dizer de novo que foi o melhor presente que eu ganhei, melhor até que o bolo, porque bolo eu posso comprar várias todos os dias, mas essa fic eu só poderia ganhar vinda de você, e eu acho que é isso que me deixa ainda mais feliz, e mais AAAAAAAAAAAA.

Eu amei demais, eu acho uma injustiça eu não poder abraçar você (pela distância + quarentena), mas fica avisada que quando isso tudo passar e eu puder te ver eu não vou te largar nunca, e você me deve, tu sabe que deve.

Sinceramente Andy, só muito obrigada, eu já te disse isso, mas essa fic pode ter vindo no meu aniversário, mas veio exatamente quando eu tava precisando, e sei lá, só tô inteiramente apaixonada.

Obrigada demais, demais mesmo, eu amo você Azulzinha <3