1. Spirit Fanfics >
  2. Dc darkness super hero >
  3. Mudança

História Dc darkness super hero - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


e ai
estou aqui
com mais
um capitulo
espero que gostem

e o cara na capa e o konjiki no yami, para saberem como ele é

bem, agora fiquem com o capitulo

Capítulo 2 - Mudança


Fanfic / Fanfiction Dc darkness super hero - Capítulo 2 - Mudança

Já faz alguns dias, desde que konjiki no yami, aceitou aquele trabalho, depois disso, a arma se sentiu sendo observado e seguido na maior parte do seu dia, mas ele não se importou com isso e seguiu com a sua vida.

O que ele não sabia é que quem estava seguindo ele eram as super hero Girls, que ficaram o vigiado boa parte do dia, mas ela não descobriram nada sobre o garoto.

Tudo que elas descobriram e que o konjiki no yami, ficava boa parte do seu dia no parque, lendo um livro, depois ia para uma lanchonete comer e passava boa parte do dia comendo todo tipo de doces, como balas, chocolate, donuts, entre outros.

Bumblebee - como ele consegue comer isso o dia todo? - pergunta com as outras super hero Girls.

Batgirl - não sei, mas é impressionante.

Wonder woman - estranho, desde aquele dia, ele não fez mais nada, além de vim ao parque, ler seus livros e comer.

Green lantern - nem parece que ele é uma arma assassina - diz olhando para o garoto, que ainda usava um manto que cobria o seu corpo, mas ele está sem o capuz e a máscara.

Supergirl - o que a gente deve fazer?

Todas olharam para konjiki no yami, que fechou o seu livro, colocou de volta à sua máscara e capuz, enquanto se levantava e começou andar saindo do parque, sem saber que estava sendo seguido pelas hero Girls.

Konjiki no yami seguiu até uma casa, que se parecia com uma mansão, o que surpreendeu as garotas que nunca deram conta que tinha aquele lugar e o garoto bateu na porta, tirando seu capuz e máscara, olhando para a porta, que foi aberta e o yami entrou enquanto a porta se fechou atrás dele.

Zatanna - isso é estranho - diz olhando para a casa.

Batgirl - por que nunca notamos essa casa antes? - pergunta olhando para a mansão.

Wonder woman - vamos investigar isso amanhã - diz com todas acenando com a cabeça.

 

No dia seguinte

Diana junto com as suas amigas estão indo na direção da mansão, para descobrir o que tem naquele lugar.

Karen - eu acho que não é uma boa idéia - diz olhando para a mansão.

Diana - não se preocupe, jovem karen, nada vai acontecer enquanto estivermos juntas.

Elas pararam na frente da mansão e tocaram a campainha, mas nada aconteceu.

Kara - parece que não tem ninguém.

??? - o que estão fazendo aqui? - pergunta uma voz atrás das garotas, que se viraram e viram o konjiki no yami, usando uma jaqueta preta, o zíper solto e detalhes de lantejoulas nos bolsos. Por baixo, ele usa uma camisa cinza com estampas de caveira. Sua calça é cinza e também possui estampas de caveira, e suas botas têm fivelas pretas e solas vermelhas. Ele também usa uma luva preta de couro de motoqueiro na mão esquerda - estão me seguindo? - pergunta carregando em suas mãos sacolas com compras.

Babs - A-a gente… - diz pensando no que disse, quando a porta da mansão foi aberta por uma mulher na faixa dos vinte.

Essa mulher tem olhos verdes e cabelo vermelho acastanhado, ela também tem orelhas pontudas de elfo que ela esconde embaixo do cabelo, ela está usando uma calcinha e sutiã rendada dá cor preto e um jaleco por cima.

As garotas ficaram envergonhadas, por verem uma mulher na porta usando apenas roupas debaixo, como se não fosse nada e ainda mais na frente do Konjiki no yami, que por sua vez parecia nem se importa com isso.

??? - Dean, que barulheira é essa pela manhã? - pergunta limpando os seus olhos, mostrando está claramente cansada.

Dean - parece que elas queriam algo com você, doutora mikado - diz o garoto que até agora era conhecido como Konjiki no yami - ou por minha causa.

Jess - doutora?! - diz olhando para a mulher, que se chama mikado.

Mikado - sim, eu sou ryouko mikado - diz se apresentado - e eu quero saber porque as super hero Girls, estão fazendo na minha porta - diz chocado as garotas, que foram descobertas.

Dean - acho melhor continuarmos isso lá dentro - diz passando pelas garotas e pela mikado, entrando na mansão.

Mikado - me parece uma ótima ideia - diz sorrindo.

Dean - e você vai colocar alguma roupa - diz com a mikado, rindo, enquanto ia para o seu quarto se trocar - e vocês - diz olhando para as garotas - entrem! - diz com as garotas, acenando com a cabeça e entraram na mansão.

Dean guiou as garotas até a sala de estar, onde elas se sentaram no sofá, enquanto o moreno foi colocado as compras na cozinha. Um tempo depois, mikado chegou e se sentou no sofá de frente para as garotas.

Mikado - então a que eu devo a visita das heroínas de metrópolis? - pergunta, enquanto Dean chegou com uma bandeja servido a ryouko uma xícara de chá - obrigada, dean! - diz sorrindo para o Konjiki no yami, que apenas acenou com a cabeça.

Dean - vou fazer o almoço - diz indo para a cozinha.

Zee - ele cozinha? - pergunta olhando para mikado.

Mikado - sim, meio que ele cuida de mim e eu cuido dele - diz tomando um gole de chá - mas então, porque estão aqui? - pergunta olhando para as garotas.

Diana - você sabe sobre o konji… quero disse dean?

Mikado - se por acaso eu sei, que ele é uma arma - diz olhando para a amazona, que se surpreendeu - então sim, eu sei.

Karen - e você não sente medo?

Mikado - não, eu cuidei dele a alguns anos atrás - diz colocando a xícara na mesinha entre os dois sofás - desde então, dean tem vivido comigo… menos quando ele está em uma de suas missões - diz fechando os seus olhos, suspirando.

Jess - você deixa ele fazer essas coisas?

Mikado - e o que vocês querem que eu faça? - pergunta abrindo os seus olhos e olhou para as garotas - ele foi criado como uma criança normal no começo, mas depois eles começaram a criar o dean para se uma arma, tirando completamente os seus sentimentos e para eles nada mais importava além de fazer o dean se uma arma perfeita, que não se importasse com nada além de completar suas missões - diz suspirando, olhando para baixo - eu venho durante anos, desde que ele chegou a minha porta tentando mudá-lo, mas como vocês podem vê nada mudou desde aquele dia - diz pegando a xícara e tomou mais um gole de chá - a única coisa que mudou foi que ele começou a pelo menos me trata como um tipo de “irmã mais velha”, por isso, ele de vez enquanto me ouvir.

Karen - ele simplesmente foi criado para isso, mas…

Diana - sim, ele pode mudar, só precisa de alguém que o guie para o caminho correto.

Mikado - mesmo que alguém apareça e queira fazer isso, ela levaria alguns anos para torna o dean humano - diz terminando o chá - mesmo que eu queira que ele mude e fique mais humano isso não vai acontecer da noite por dia.

Babs - se você o deixa com a gente - diz olhando para a doutora - podemos tentar mudá-lo, o torna humano ou pelo menos podemos tentar.

Mikado - vocês fariam isso? - pergunta surpresa olhando para as garotas, que acenaram com a cabeça - eu agradeço por isso.

Kara - bem, seria melhor assim do que deixa ele sai por aí, fazendo trabalho para os vilões.

Babs - ainda mais sabendo que ele é mais forte, mais rápido e mais resistente que a gente e talvez mais que qualquer outro herói por aí.

Mikado - sim, ele é um perigo para o mundo, mas ainda assim é um apenas uma criança que não teve o direito de crescer e ainda como uma criança teve que vê o lado mais cruel e sangrento desse mundo - diz um pouco triste - ele não merecia isso, nenhuma pessoa merece isso.

Jess - ele deve ter sofrido tanto para te aqueles olhos vazios e sem vida - diz com a mesma expressão que a ryouko.

Kara - a dor que ele deve esta sentido deve se muito maior que a minha quando perdi o meu planeta natal, krypton.

Karen - ele sofreu tanto que agora não deve conseguir confia facilmente nas pessoas.

Mikado - meio que sim, mas eu sei que ele pode mudar, que ele pode se tomar alguém... melhor - diz com um leve sorriso - eu posso perguntar algo a vocês?

Zee - claro, pode pergunta.

Mikado - vocês acham que até a pior da pessoa pode mudar? - pergunta olhando para elas - que qualquer um pode se uma pessoa melhor, se ao mesmo tenta?

Diana - eu acredito, que sim.

Babs - e claro.

Jess - sim.

Karen - sim… pode mudar.

Zee - mudança faz parte da vida, então sim, eu acho que ele pode mudar.

Kara - eu não tenho certeza… mas acho que pode - diz pensativa.

Mikado - entendo - diz pensativa - eu estou pensando em transferir o dean para a escola de metropolis, lá vocês podem cuidar dele e o mostra o caminho correto - diz com as garotas, acenando com a cabeça - obrigada - diz sorrindo docemente.

Dean - mikado, o almoço está pronto! - diz da cozinha, enquanto fechava uma panela.

Mikado - obrigada, dean! já estou indo - diz sorrindo, olhando para a porta que leva para a cozinha e depois olhou para a garotas - vocês querem ficar para comer?

Zee - queríamos, mas temos que volta para casa - diz se levantada com as garotas.

Mikado - entendo - diz sorrindo - então tenham um bom dia - fiz acenando, enquanto via as garotas indo embora.

Depois, quando as garotas foram embora, mikado se levantou e foi para a cozinha, vendo sobre a mesa um verdadeiro banquete, que vai impressionar qualquer um.

Mikado - você exagerou de novo - diz suspirando, olhando para toda aquela comida.

Dean - e que eu estou com muita fome, então…

Mikado - entendo - diz suspirando e se senta numa das cadeiras - aliás queria dizer que a partir da segunda você vai estudar no colégio metrópoles.

Dean - tudo bem - diz comendo.

Mikado - sério?

Dean - sim, não vejo motivos para não ir.

Mikado - aquelas seis vão ficar com você para garantir que você não faça nada idiota.

Dean - eu já disse que fiz aquele trabalho para conseguir o dinheiro necessário para nós e também não queria preocupa você com essas coisas - diz parando de comer.

Mikado - ah… tudo bem, mas você pode me prometeu que não vai fazer mais nada de mal ou maligno - diz olhando para o konjiki no yami.

Dean - tudo bem - diz sorrindo de canto, para ryouko que se surpreendeu em ver o garoto sorrindo.

 

Domingo de noite

Dean estava com suas roupas de konjiki no yami, andando pelos tetos das casas e prédios de metrópolis.

Desde que ele aceitou entrar para o colégio, Dean decidiu parar de aceita trabalhos e começou a agir como um vigilante, esmurrando os bandidos, escondido pelas sombras.

Agora o garoto estava de frente a uma fábrica de pesticida, onde viu a batgirl conversando com o comissário gordon, mas o que chamou a atenção do yami, foi ver uma garota de pele verde, cabelos vermelhos, usando um vestido verde, saindo do carro e começou a fugir, enquanto a batgirl e o comissário conversavam, com isso, konjiki no yami, foi atrás da vilã.

Konjiki no yami foi na direção da vilã e no caminho ele viu a ruiva caída no chão em um beco, inconsciente, com o yami parado de frente para ela e ficou a encarando por um tempo, pensativo, enquanto olhava para a ruiva.

Konjiki no yami - poison ivy - diz reconhecendo a ruiva na sua frente.

 

Flashback on

Konjiki no yami, estava pulando pelos prédios de gotham, fazendo mais um trabalho que é elimina um homem. yami entra em um dos prédios e viu o seu alvo e na frente dele uma garota de cabelos vermelhos, usado roupas verdes.

A garota estava com as mãos presas e sem chances de conseguir fugir e não tinha nenhuma planta em volta.

Vilão - quem é você? Como entrou aqui?

Poison ivy - quem é você?

Konjiki no yami - konjiki no yami! - diz sem se importa, enquanto olhava para o seu alvo e ergueu o seu braço na direção do mesmo, transformando o seu braço em uma lâmina e rapidamente cortou a cabeça do homem, surpreendendo a poison ivy - alvo eliminado - diz pegando a cabeça do seu alvo e se virou para a poison que estava na defensiva, olhando para o escuridão dourado.

Poison ivy - o que você vai fazer comigo? - pergunta com um pouco de medo.

Konjiki no yami - eu não tenho nada contra você, minha missão era apenas matar esse homem - diz se virando.

Poison ivy - eu sou poison ivy - diz olhando para o konjiki.

Konjiki no yami - siga com a sua vida.

Poison ivy  - obrigada - diz vendo o yami sumindo num piscar de olhos.

Flashback off

 

Konjiki no yami - hm… - diz pensativo olhando para a ruiva.

Em uma casa coberta de vegetação, konjiki no yami colocou poison ivy em um balde de plástico humano cheio de terra e despejou água sobre ela de um regador. os olhos da poison ivy se abrem e ela acorda, sentindo com se um trem tivesse a atingindo.

Poison ivy - hm… o que aconteceu?

Konjiki no yami - você desmaiou com todos aqueles pesticidas, tentou fugir do comissário, então eu a trouxe para cá, este lugar e como uma estufa e a proprietária aqui e um especialista em botânica e em todos os tipos de plantas - diz tirando o seu capuz e sua máscara, mostrando o seu rosto.

Poison ivy - você me ajudou, de novo? porque?

Konjiki no yami - todo mundo merece uma mão amiga, pelo menos foi o que me disseram - diz afastando alguns fios de cabelo da poison, revelando o rosto da mesma, que corou ao ver o rosto do dean - você até que e bonita - diz olhando para a poison, com seus olhos neutros, fazendo a poison ivy sentir o seu coração começa a bater forte - bem, tenho que ir, estou indo para casa - diz se levantando - até mais - diz usando sua habilidade para criar um par de asas de anjo em suas costas e saiu voando.

Poison ivy ficou parada, vendo o konjiki no yami ir embora voando, enquanto ela sente que tem uma queda pelo mesmo e depois que percebe que se apaixonou por um parasita de todas as plantas.

Poison ivy - konjiki no yami… - diz sentindo o seu coração palpitando - eu não amo esse cara. ele é como todos os outros: destrutivo, bonito, parasita, bonito, inteligente, e-e... oh, que eu estou enganando, eu o amo! O amo desde que me salvou!

 

Konjiki no yami voltou com as suas roupas normais e seguiu andando pela rua de metrópoles indo na direção da casa da mikado, pensativo sobre o que acabou de fazer com a poison ivy.

Dean - “será que foi certo, salvá-la em vez de entregará ao comissário gordon?” - pensa enquanto andava - “será que eu fiz a escolha certa em ajuda a poison ivy” - pensa olhando para o céu noturno e solta um suspiro - agora isso não vale de nada - diz olhando para frente - eu já fiz, agora e vê no que vai dar - diz indo para a casa da mikado - devo volta para casa, amanhã eu tenho aula.

Dean chegou na casa da mikado, entrou e viu a ryouko que estava dormindo deitada no sofá, vendo isso, dean pegou a mikado em seu braços no estilo noiva e a levou para o quarto dela e a colocou na cama e depois foi para o seu próprio quarto, mas ele parou no caminho e olhou para a janela, olhando para a lua nova topo mais alto do céu.

Dean - a lua está linda hoje - diz sorrindo, enquanto os seus olhos brilhou de leve, mostrando que ele estava mostrando uma pequena fagula de emoções - tear…


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...