1. Spirit Fanfics >
  2. De novo você >
  3. Caindo nos braços de Morfeu

História De novo você - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Caindo nos braços de Morfeu


Dois dias. Dois dias restantes daquela tortura. Sakura era médica residente no hospital de Konoha e estava a dois dias de terminar a residência. Mas enquanto esse prazo não findava, ainda precisava encarar o final de seu expediente de 30 horas. Plantão é foda.

        Estava sentada numa maca, na sala de descanso destinada a funcionários do hospital. Tinha feito uma pausa de meia hora, apenas para esticar as pernas e acalmar a mente. Era fim de tarde de um domingo chuvoso, estava atendendo na área de emergência e aquele dia estava particularmente agitado. Havia se refugiado naquela sala na esperança de obter um pequeno descanso, seus pés e costas doíam devido a inúmeras horas em pé, sua cabeça pesava e sentia como se tivesse areia nos olhos.

            Na sala onde estava havia um relógio de parede redondo, com fundo preto e números brancos. Os ponteiros se arrastando, longe de completar as duas horas que faltavam para terminar o seu plantão. Fazia dias que não dormia bem, sempre preocupada em dar conta de modo exemplar de todas as tarefas que garantiriam sua aprovação naquela etapa de sua carreira como futura pediatra.

            As paredes alvas, duas cadeiras com o estofado azul. O cheiro de álcool da limpeza. A luz entrando por baixo da soleira da porta. Seus olhos cada vez mais pesados. A maçaneta começando um leve giro como se fosse abrir. Uma sensação de desiquilíbrio, a fronte pendendo para frente. A porta entreabindo-se. A sensação de iniciar uma queda suave e dois braços fortes a amparando. Enfim o escuro, acompanhado de uma voz grave e rouca:

            --Humpf, como pode trabalhar aqui se não consegue ao menos se controlar!

 

 

            -- Sakura! Sakura! Acorda!

            Ouvia ao longe uma voz a chamando e braços finos a sacudindo. Que inferno, só queria dormir mais um pouco... estava tendo um sonho tão bom, encontrava-se aninhada num colo firme e quente, sentindo o sopro de uma respiração no topo de sua cabeça, junto com um cheiro gostoso de hortelã e sabonete caro.

            --Testa de marquise! Seu amor de infância te salvou de uma queda e te carregou como uma princesa! Mas você ficou igual uma jaca podre atirada nessa maca depois que ele te deitou aí!

            Sakura fechou os olhos com ainda mais força. Tinha acordado de sopetão ao ouvir o apelido que odiava, mas as palavras seguintes fizeram ela se sentir como se estivesse num filme clichê, bem na parte em que a protagonista quer sumir da face da terra. Amor de infância? Carregada como princesa e jaca podre? Essas frases não faziam sentido, a menos que a pessoa que estivesse dizendo tal disparate fosse Ino, aquela melhor amiga vaca, digo, flor, melhor amiga flor e corações saltitantes. Plim, plim.

             Elas se conheciam desde muito pequenas e se tinha alguém que sabia da história sobre seu amor de infância era Ino. Inclusive, quase se tornaram inimigas por conta disso. Mas, enfim, a paixão de ambas foi embora, elas cresceram e amadureceram juntas. Por que diabos estava trazendo isso à tona agora? Com relutância, Sakura foi abrindo os olhos até  focar o rosto angelical da loira debruçada sobre ela, a qual parecia séria demais para estar inventando alguma piada.

                 -- Ino, o que aconteceu? Por que você está desenterrando histórias?

            -- Sakura, meu amor. Não fui eu, a história veio até nós e está perambulando por aqui, no hospital.

            Levantou-se de supetão, quase acertando a loira no caminho, que pulou para trás para desviar dos movimentos nada graciosos da amiga.

            -- Explique isso, porquinha! – pediu com o rosto lívido, cada vez mais alerta sobre a peça mais estranha que o destino podia estar lhe pregando. Ino logo lhe respondeu, contente por poder colocar para fora o que estava entalado na garganta.

            -- Sasuke. Nosso Sasuke. Ainda mais lindo. Ele está aqui no hospital. As mulheres estão alvoraçadas. Ele veio com o baka do Naruto. Meu Kami, ele está muito sexy! Eu tinha rezado pedindo que ele ficasse feio quando crescesse, mas a prece aconteceu ao contrário!  O cabelo está mais comprido, a cara mais fechada, misterioso, o corpo tá...

            -- Ino! Minha nossa! E a história da princesa e da jaca podre?

           -- Ah, sim, você desmaiou em cima dele. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...