História De onde veio esse amor? (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Monsta X, TWICE
Personagens Dahyun, I'M, Joo Heon, Momo, Personagens Originais, Rap Monster, Sana, Suga, Tzuyu, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine, Min Yoongi, Suga
Visualizações 707
Palavras 2.087
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura Bolinhos 💖

No capítulo anterior eu agradeci pelos mais de 70 favoritos, e nesse já estou agradecendo pelos mais de 80 favoritos hehe Muito obrigadaaa por isso, amo vocêsss 💕

Capítulo 16 - Capítulo 16


Fanfic / Fanfiction De onde veio esse amor? (Imagine Min Yoongi) - Capítulo 16 - Capítulo 16

{...}-M-mas...o que...porque? -meus olhos marejam, e eu gaguejo ao ver fotos minhas, nua, enquanto durmo estarem passando naquela tela gigantesca.

Suga: Mas que porra é essa? -ele grita ao ver aquilo.

No mesmo instante, todos os olhares se viram para mim. Eu conseguia ver no olhar das pessoas a surpresa e o espanto.

Meu coração começa a bater de forma descompassada, e tudo ao meu redor ficou confuso, eu só conseguia ouvir vozes distantes, como um eco.

Eu lembro de ver o Bang PD desesperado, sem saber como agir, ele apenas gritava para desligarem aquilo, até um homem qualquer ir até a tomada do telão e puxá-la com muita força.

(Depois que fui exposta em público e todos viram minhas fotos nua? Já era um pouco tarde não é?)

Suga: S/n -ouço a voz dele soar como um eco. - S/n, você está bem? -fala e passa a mão a frente dos meus olhos.

- Ahn? O-oi? -olho pra ele, enquanto passo a mão nos olhos para impedir que as lágrimas acumuladas em meu globo ocular caíssem pelo meu rosto.

Suga: Você está bem? -vi a preocupação fixada em seu rosto. -Quer sair daqui?

- Eu q-quero... -mas quando estava terminando de falar, acabo voltando o meu olhar para trás do Suga.

Vejo o Jooheon me fitando com um olhar de decepção, e após nossos olhares se cruzarem por breves segundos, ele decidi quebrar o nosso contato visual e anda de cabeça baixa até a porta, se retirando do local.

Suga: Vamos sair daqui, eu te levo. -ele insiste.

E-eu preciso ir, mas...sozinha. -digo, correndo atrás do Jooheon em seguida.

Eu saio correndo daquele lugar e começo a seguí-lo por um corredor extenso, eu consigo avistá-lo um tanto distante, então começo a correr na direção do mesmo.

- Jooheon, espera. -grito com a voz trêmula ao me aproximar dele.

Ele para no meio do caminho, porém continua de costas.

- Por favor, olhe pra mim, não me faça sentir pior do que já estou me sentindo. -digo com a voz baixa.

Ele se vira para mim lentamente

Jooheon: Me trouxe aqui pra isso S/n? Para ver fotos suas provavelmente tiradas por um homem com o qual você "dormiu"?

- Eu não sabia de nada disso, precisa acreditar em mim -tremo a voz. -Acha que eu iria me expor dessa maneira?

Jooheon: Eu não sei -abaixa a cabeça, fixando seu olhar no chão.

- Me perdoa por isso Jooheon, eu não sabia que nada disso iria acontecer, eu juro. -levanto delicadamente seu rosto com minhas mãos.

Jooheon: Essas fotos suas que passaram ali, são recentes? -perguntou e pude perceber a magoa estampada na sua voz. -Aquilo foi depois que você e eu resolvemos nos dar uma chance?

- Jooheonnie. -eu o olho com tristeza. Eu não queria magoá-lo, ele não merecia isso.

Jooheon: Só me diz...se são recentes.

- S-são. -a palavra quase não saiu da minha boca.

Ele tira minha mão do seu rosto e se afasta.

Jooheon: Eu sou um idiota mesmo. -fala e põe a mão na cabeça. -Como eu pude acreditar que você era diferente das outras? Você é igual a todas elas. -ouvia a decepção soar claramente em sua voz. 

- Mas...eu não sou igual as outras. -falei quase derramando as lágrimas que lutava para segurar. -Foi só um erro.

Jooheon: Um erro? Isso foi uma escolha sua S/n. -ele se altera. -Espero que o famosinho com quem você transou, te faça muito feliz. -dá passos para trás, como se fosse sair dali.

(Provavelmente ele deduziu que foi com um dos meninos do BTS)

- Não, por favor. -seguro a mão dele. -M-me perdoa Jooheonie, eu não quero...perder você. -deixo uma lágrima escorrer pelo meu rosto.

Jooheon: Sabe...eu só queria entender... -ele puxa sua mão separando-a da minha. -Porque você fez aquele showzinho todo no bar? Era só um teatrinho para chamar atenção? Porque primeiro você me diz que não é como as outras, e agora transa com um cara que mal conhece.

- É diferente Jooheon. -eu abaixo a cabeça.

Jooheon: Diferente? -me encara. -Diferente como?

- O que eu fiz com ele não significou nada pra mim, porque eu não sinto nada por ele. -levanto a cabeça olhando-o nos olhos. -Já com você, seria diferente, eu não queria que isso acontecesse de qualquer forma ou rápido demais, queria que fosse direito, porque eu realmente gosto de você Jooheon. -digo entre suspiros. -Eu gosto mesmo de você.

Jooheon: Se gosta tanto assim de mim, porque transou com outro S/n? Me fala. -ele grita, fazendo seus escândalos ecoarem por todo o corredor.

- Por favor Heonnie, eu...eu não queria ter feito isso, não queria ter feito nada disso. -sussurro de cabeça baixa, e uma lágrima escorre dos meu olhos e pinga no chão.

Jooheon: Mas fez S/n. -ouço a voz dele ficar chorosa. -Só...me dá um tempo. -ele segura ao máximo o choro. -Quando souber o que realmente quer e decidir parar de brincar com o sentimento dos outros, você volta a falar comigo. -se vira, e de cabeça baixa consigo escutar seu passos cada vez mais distantes.

Após ouvir a porta do final do corredor ser fechada brutalmente por ele, todas as lágrimas que eu segurava, agora tomavam conta do meu rosto. Minhas pernas fraquejaram e eu cai no chão, e encostada na parede trouxe meus joelhos até mim e os abracei fortemente.

(Porque eu sempre tenho que afastar as pessoas que me fazem bem ou se importavam de verdade comigo? Eu sinceramente me odeio, estou tão arrependida de ter feito isso com ele, a pessoa que mais me fez bem nesses últimos dias.)

~S/n off

~Suga on

Depois que a S/n saiu correndo e me deixou aqui sem entender nada, eu vejo o Bang PD pegar o microfone se desculpar com todos pelo ocorrido, com todos, menos com a S/n, o que admito ter me deixado bastante irritado.

Namjoon: Mas o que foi isso que acabou de acontecer? -se aproxima de mim com o Jin e o J-hope.

J-hope: Acha que vão demitir a S/n por isso?

- Claro que não, ela não teve culpa nenhuma. -me altero.

J-hope: Calma hyung. -coloca a mão em meu ombro. -Foi só uma pergunta.

- Quem vocês acham que fez isso com a S/n?

Jin: Não tenho a mínima ideia. -diz meio pensativo.

Namjoon: Isso foi de muito mau gosto, coitada da S/n. -ele entristece a voz.

Jin: Será que ela está bem?

J-hope: Bom, considerando o que acaba de acontecer com ela, suponho que não né. -fala de forma grosseira.

Jin: Aish, pra quê essa ignorância? -infla as bochechas.

Jimin: E aí hyung. -me abraça por trás. -Viu o corpo delicioso da S/n? Ela é 'mó' gostosa né não? -sussurra em meu ouvido.

- Tá falando sério Jimin? -empurro ele. -Tá fazendo piada com isso seu imbecil?

Jimin: Calma ai, foi só uma brincadeira. -levanta as mãos em movimento de defesa.

- Vai brincar assim na casa do caralho. -digo quase que gritando, e me retiro dali.

Eu odiava esse tipo de coisa, principalmente ao se tratar de fotos íntimas vazadas. Tudo isso me trazia a memória uma época em que eu faria de tudo para esquecer por completo.

(Flashback on)

Mingyu: Ô galera, o magricela do Min Yoongi está tomando banho neste exato momento lá no banheiro da escola. -grita para uma parte da sala. -Quem ai quer tirar umas fotos? - puxa uma máquina fotográfica do bolso.

...

Eu estava tomando tranquilamente meu banho, quando percebo a porta ser arrombada por um chute e se abrir completamente.

Mingyu: Sorria para a foto magricela. -ele ri alto, enquanto me fotográfa.

Jun: Isso definitivamente vai para o site da escola. -tira fotos minhas com o celular.

- Parem por favor. -tento empurrar a porta e me cobrir ao mesmo tempo, mas um dos meninos estava segurando a porta com o pé.

Eles começam a dar altas gargalhadas.

- Por favor, eu não fiz nada pra vocês. -as lágrimas escorrem pelo meu rosto já vermelho.

SeungCheol: Caralho, tu é muito magro Yoongi. Vou registrar isso. -começa a tirar fotos minhas.

- Parem com isso. -dou um grito.

Mingyu faz sinal para eles pararem

Mingyu: Tá se achando é moleque? -me dá um chute me fazendo cair no chão. -Não recebemos ordens de um babaca como você, nós vamos parar porque eu decidi isso. E não ache que acabou, isso aqui é só o começo do inferno que vamos fazer na sua vida. -ele puxa a porta e a fecha brutalmente, fazendo a mesma produzir um barulho muito alto.

...

No outro dia, lembro de chegar a escola e fotos minhas, em que eu estava totalmente despido, estarem espalhadas por toda parte. Estavam coladas em murais, armários, paredes, portas, janelas e qualquer outro lugar possível para se pôr uma foto. As fotos se espalharam de maneira inexplicável, e mesmo depois de quase 5 meses, ainda se viam fotos minhas pela escola.

(Flashback off)

Eu comecei a andar por um corredor que ficava atrás do salão de festas, onde tinham várias salas vazias. Enquanto caminhava, ainda meio emotivo pelas lembranças do passado que vieram à tona, ao passar na frente de uma das salas, ouço sons que soavam como gemidos. Eu levo meus olhos até a brecha aberta da porta, e vejo o Jungkook e a Momo se beijando de forma desesperada, pensei que iam se engolir.

Momo: Ah Kookie, você foi tão esperto ao fazer aquilo com ela. -fala enquanto o mesmo beija seu pescoço.

Jungkook: Aquilo? Não foi nada. -ele ri.

Momo: Quando você dá uma de malvado me faz ficar tão excitada, Daddy. -ela morde os lábios.

(Espera ai, eu escutei direito? Foi o Jungkook que fez aquilo com a S/n e agora está ai querendo comer a puta da Momo?)

- Como é que é Jeon Jungkook? -entro na sala, surpreendendo ambos.

Jungkook: A-ah...hyung? O-oque você ouviu? -ele tira a Momo de cima dele.

- Você fez aquilo com a S/n? -semicerro os olhos para ele.

Jungkook: E-eu? N-nunca faria isso. -fica nervoso ao falar.

Momo: Foi ele mesmo, e daí? Aquela vadia mereceu. -dá de ombros.

- Logo você Jungkook? -pergunto com decepção na voz. - Tem certeza que a S/n merecia aquilo?

Momo: Claro que...

- Cala a boca ai sua... Momo. -ia xingar a mesma, mas lembrei que ela é a filha do meu chefe.

Jungkook: Ela me rejeitou hyung. -ele altera a voz. -Nós transamos em uma noite e no outro dia ela disse que não queria nada comigo.

- Já ouviu falar em "sexo sem compromisso"? -dou uma risada. -Achou que o que? Vocês iam ficar juntos pra sempre? -debocho.

Jungkook: Não importa. -se altera. -Eu fiz o que tinha que fazer, e espero que ela esteja se sentindo péssima, assim como ela fez eu me sentir.

- Escuta aqui Jungkook. -me aproximo do mesmo e ponho o dedo na cara dele. -Se você ousar fazer alguma coisa com a S/n, ou tentar magoar ela de novo, eu juro que vou bater tanto em você que vai desejar nunca ter nem dito um "Oi" para ela. -digo entre dentes. -Você me entendeu?

O mesmo concorda com a cabeça.

- E pode tratar de pedir desculpas a ela, e contar a verdade ao Bang PD. Ou eu mesmo conto, e não vou te favorecer muito não, só para avisar. -caminho até a porta e me retiro dali.

Eu volto até o salão de festas, e por incrível que pareça, a festa estava ocorrendo normalmente, como se nada tivesse acontecido.

Volto meu olhar para um lado e vejo os meninos todos juntos, se divertindo e dançando. Olho para o outro lado e vejo pessoas satisfeitas sorrindo umas para as outras como se aquela fosse a melhor festa da vida delas.

E eu? Só queria sair dali e procurar saber como a s/n estava. Se ela estava bem, se precisava de um abraço, ou se queria um ombro para chorar. Eu queria dizer a ela que eu entendia o que ela estava passando, eu queria confortá-la.

Eu caminho de cabeça baixa até a saída do local, e ao abrir aquela enorme porta, começo a andar por um corredor extenso. Eu vou andando de cabeça baixa, e tudo em que eu pensava era em como eu queria pedir desculpas a S/n por ter sido tão babaca com ela. Ao chegar na metade do corredor, começo a escutar um som de choro um tanto alto. E ao voltar meu olhar para a frente, eu a vejo sentada no chão, chorando compulsivamente.

- S/n? -a chamo, e a mesma levanta sua cabeça e me fita com seu olhos vermelhos ocasionados pelo choro.

S/n: Yoongi. -a mesma sussurra, e posso até dizer que vi um sorriso se formar em seus lábios.

Eu me sento ao lado dela, e ela me abraça no mesmo instante. Põe a cabeça no meu ombro e volta a chorar. Eu a abraço como nunca abracei ninguém na vida, e naquele abraço eu senti que poderia ficar assim com ela para sempre. Eu queria ficar ali para sempre.

Continua


Notas Finais


Espero que tenham gostado 💗
E me desculpem por qualquer erro! E caso não gostem dos capítulos assim tão grandes, é só me pedir que eu reduzo eles :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...