História De Qualquer Forma o Vento Sopra - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Mo Dao Zu Shi
Personagens Jiang Cheng
Tags Jiang Cheng, Mdzs, Mo Dao Zu Shi, Morte, Sad
Visualizações 16
Palavras 270
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Em primeiro lugar: ok fodase eu admito talvez eu goste do Jiang Cheng

SAUDAÇÕES :)

Essa é a minha primeira fanfic de Mo Dao Zu Shi - essa coisa perfeita, criada pelos anjos para a felicidade de muitos. Sério, eu amo essa novel. Assim como as outras da MXTX e de outros autores.

Espero que esteja do agrado de vocês.

Boa leitura!

Capítulo 1 - Único - E as folhas voam em tons roxos


De Qualquer Forma o Vento Sopra

Jiang Cheng; único – E as folhas voam em tons roxos

Lan XiChen caminhava ao lado do novo namorado sorridente. Eu sentia sua felicidade do outro lado da praça, enquanto seguia no sentido contrário ao dele. Não me resta palavras para descrever o quanto o amei nessa vida.

Mas não era o suficiente.

Porque de qualquer forma o vento sopra.

Seu destino não era ao meu lado, assim como o de vários outros – que podem não ter sido amados na mesma intensidade, mas foram fissuras que marcaram a minha vida.

Wei WuXian era um belo exemplo; eu o amo como um irmão, mas mesmo assim ele preferiu me abandonar, para viver seu grande romance com Hanguang-Jun. Pode parecer egoísta essa forma de pensar, porém, querendo ou não, ele era a única pessoa que eu tinha.

E eu sinto saudades de viver.

Já que, neste momento, eu estou apenas existindo.

Todo dia quando eu acordo, eu não sinto vontade de levantar da cama. Eu não sinto vontade de correr pela manhã ou beber um bom chá. Eu não sinto vontade de discutir com os outros líderes de empresa, muito menos de xingar.

Eu sinto que vou ser sempre a pessoa angustiada no canto da festa, que ninguém quer se aproximar porque tem medo.

– Tio! – Gritou o menino, de nove anos, do outro lado da calçada.

Eu estou vendo o carro se aproximando de mim no meio da rua, Jin Ling.

Contudo, eu não quero caminhar rápido.

Espero que me perdoe.

É que eu já obtive tanta pressa nesses trinta anos de vida que agora estou cansado.


Notas Finais


Aaaaaaaa~
E aí? Gostaram? Odiaram?

Além dessa, eu estou escrevendo uma AU onde o Mo XuanYu é uma espécie de "anticristo" e foi adotado pelo nosso casal WangXian.
Vou tentar escrevê-la mais rápido (já estou no terceiro capítulo).

Obrigado por lerem. Até~! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...