História De repente - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Fátima Bernardes
Personagens Fátima Bernardes, Personagens Originais
Tags Comedia, Drama, Ficção, Novela, Romance
Visualizações 245
Palavras 342
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Poesias, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Nem pedir desculpas porque se não serei apedrejada virtualmente! Demorei muito. Kkkk


Boa leitura.

Capítulo 5 - Fim?






"Ele é pra mim umas das pessoas mais importantes que já passaram por minha vida, ele me faz um bem danado, ele me faz se sentir amada, ele me faz feliz... Ele é uma pessoa maravilhosa, aprendi muitas coisas com ele e o ensinei também, é uma troca, relacionamento é uma troca, de experiências, sentimentos e afins. Eu realmente não imaginava que iria amar tanto assim de novo, e, amei... De verdade, me faltam palavras para descrever esse sentimento bom que sinto por aquele pernambucano. "








"Ela foi a melhor coisa que aconteceu comigo em toda a minha vida, eu a amo, e posso dizer isso com propriedade, eu sinto isso. Ela me ensinou tantas coisas inacreditáveis que vocês nem precisam acreditar, me faz bem de verdade, sinto uma alegria enorme com estou com ela... Eu a admiro, uma mulher forte, dona de de si, do próprio nariz, linda, que sabe de suas muitas qualidades, maravilhosa, bem sucedida em todos os sentidos e mesmo assim não se sente melhor ou pior que alguém por isso, ela é realmente humana e isso é incrível. Eu só sei amar essa carioca bravinha."




Anteriormente...




-É sério! Escutei alguém no portão. 




-Tem certeza que viu gente entrando aqui? -alguém falou




-É gente Túlio! Está perto -disse com medo.



-Calma, vamos subir na árvore.




-Mas eu não...



-Vem!! -me puxou.





..



Foi só dois homens passarem por debaixo da árvore que saimos correndo dali e nem sei como chegamos em casa direito, tivemos que acordar meu motorista... Liguei pra ele incontáveis vezes. Nunca mais, prestem atenção nas minhas palavras... Nunca mais saio com Túlio sem saber pra onde realmente estamos indo, é sério.



-Fátima... 



-Nem vem Túlio, sabe-se lá qual perigo corremos hoje! E tudo porque você queria fazer não sei o que ali, eu nunca mais saio assim com você. Você foi irresponsável.



-Eu irresponsável? Você sabe muito bem que não era pra ser assim...



-Chega Túlio eu não quero brigar! 



-Mas a gente precisa conversa! 



-Para! Eu acho melhor você dormi no quarto de hóspedes hoje, eu preciso de um tempo pra pensar...



-Tempo? Você está terminando comigo?





Notas Finais


A qualquer momento apareço com o próximo, é curto, porém, necessário. Kkkkk fuiz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...