História De repente Acontece - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anorexia, Comedia, Doramas, Eu Odeio Ela, Eu Odeio Ele, Passados, Romance, Segredo, Suspense
Visualizações 215
Palavras 1.225
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


GENTE LEIAM N VÃO PARA DE LER PQ ACHARAM ALGO QUE NÃO É???? SKSKSKSKSKSKSK



O QUE SERÁ Q ACONTECEU COM A BONNIE?

Capítulo 17 - Disturbo Alimentar!


Fanfic / Fanfiction De repente Acontece - Capítulo 17 - Disturbo Alimentar!

Eu faço tudo errado não? - Sam.

Você é a pessoa menos errada que já conheci! - Nathan.

 

1 Semana Depois:

Sabe aquela sensação de que seu coração está morrendo? Aquela dor que não passa por nada? Por mais que você tente se animar ou alguma pessoa tenta te oferecer a alegria, você não consegue aceitar?

 Por exemplo essa pessoa tentou me animar esses dias:

– Você precisa comer está fraca! – Diz Nathan me entregando uma bandeja cheia de comida na mão.

Ou:

– Eu vou jogar vídeo-game, não vai brigar comigo hoje piolho? – Diz ele sorrindo pra mim, mais eu o ignoro.

E olha que Fazia um bom tempo que ele não me chamava por aquele apelido idiota!.

– Vou apagar todas as suas listas de doramas na netflix! – Diz ele com um sorriso diabólico.

Eu não estava triste eu estava desanimada, até chegar aquela notícia.

–––––––––––––––

Eu coloco as mãos sobre os cabelos e tranco a porta. Eu soluçava de tanto chorar, minhas mãos tremiam e eu já estava zonza.

Levantei lentamente colocando a minha mãos sobre minhas costas me fazendo sentir alguns ossos que parecia que queriam sair para fora de meu corpo, havia mais manchas se formando em minha pele, e meu cabelo estava começando a ter queda. Sim eu estava com anorexia nervosa. E esse é um dos sintomas mais causados na anorexia, pelo menos foi o que Priscila disse após me levar ao médico. Mais isso não importava agora, o que importava era o que estava acontecendo com a Bonnie, uma criança inocente de apenas 8 anos.

– Piolho abre a porta, por favor, – Dizia Nathan com a voz trêmula.

Eu me levanto lentamente com as pernas bambas e vou em direção ao espelho. Deixo uma lágrima cair. Eu estava com medo, não queria perde-la.

 

FLASHBACK ON:

5 Dias atrás:

– Mamãe mandou isso para você comer pirralha!

Eu faço careta para a comida e Nathan se senta em meu lado com a bandeja de comida. Ele me encara.

– Você já se olhou no espelho?

– Já, e eu não gosto do que vejo! – Disse a ele.

Ele abaixa o olhar e fala:

– Sabe Sam, eu sempre te xingava pra te provocar, e hoje vejo o que eu fiz, e estou muito arrependido.

– Não sei do que está falando!

– Você está com anorexia okay? Todos dessa casa já percebeu e mamãe vai te levar para o hospital amanhã.

Eu me levanto da cama rapidamente ainda zonza:

– EU JÁ DISSE QUE NÃO ESTOU COM ISSO! – Grito.

Nathan fica sério e se levanta pegando em meu braço fino:

– ESTÁ VENDO ISSO SUA TROUXA? ISSO É O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO COM VOCÊ MESMA! – Grita ele.

Eu deixo uma lágrima cair e largo os meus braços de sua grande e forte mão:

– Por que não cuida da sua vida em?

Falo me afastando.

Ele se aproxima de mim pegando em minha mão e me levando até o espelho:

– Está vendo essa garota? – Diz ele apontando para o espelho.

Eu fico olhando para mim mesma no reflexo:

– Essa garota?– Diz ele atrás de mim passando suas mãos sobre o meus braços fazendo um leve carinho – Essa garota do reflexo foi um dia uma garota com saúde, e que não ligava para a opinião dos outros, ela foi forte...

– Eu sou forte! – Digo com os olhos marejando.

– Não está sendo agora, você está ligando tanto para a opinião das pessoas que está deixando a Sam que conhecemos para trás... Aquela Sam que brigava com migo por causa de bobagens, a Sam que tocava e cantava músicas com carinho, a Sam que comia barras de chocolates enquanto assistia aqueles carinhas japonês na TV...

É COREANO!

– Aquela Sam que... Era alegre... Aquela Sam que me mostrou um lado que eu nunca pude ver antes... Aquela Sam que...

Ele começa a se aproximar de meu pescoço fazendo a sua respiração falhar sobre minha pele fazendo-me um leve arrepio.

– Aquela Sam que eu posso dizer que odeio mesmo sabendo que... Não!

Diz ele fazendo eu fechar os olhos lentamente. Ele começa subir as suas mãos apertando os meus ombros e da um leve selinho em meu pescoço. Ele ainda estava atrás de mim me acariciando ambos com os olhos fechados, até que eu me afasto:

– Não, isso é idiotice Nathan... Eu não tenho anorexia, é só uma dieta okay?

– A claro bela dieta, ficar sem comer por quase 2 semanas, parabéns ótima dieta... Sabe Sam eu gostava de você mais como era antes.

– Claro, aquela garota que você zoava não é?

Eu reviro os olhos e abro a porta de meu quarto com tudo indo para a sala:

– EU AINDA NÃO TERMINEI DE FALAR! – Gritava Nathan.

Priscila e Andrew observava toda aquela discussão. Eu estava começando a ficar irritada, muito irritada. Meu corpo estava cada vez mais bamba e tudo girava. Sinto meu braço ser puxado com muita força:

– VOCÊ ESTÁ SENDO UMA OTÁRIA FAZENDO ISSO!

– OLHA NATHAN EU NÃO PRECISO DE BAB...

Eu paro um tempo colocando a mão na cabeça. Todos me encaram e Andrew vem em nossa direção:

– Você está bem Sam?

– Meu Deus Sam, eu preciso te levar para o médico! – Diz Pri.

Eu me viro para Priscila e abro um falso sorriso:

– Olha eu juro que estou...

Tudo rodou tão rápido que eu caio no chão e um forte apagão acontece.

Eu acordo com  luz em meu rosto, eu abro os olhos e avisto Priscila conversando com o médico assim como Andrew e Nathan que estavam em seu lado.

– Ela está com anorexia nervosa, reparei que está havendo algumas manchas em seu corpo isso é natural na anorexia, e a queda de cabelo também acontece, ela está muito desidratada precisa comer, precisa de ferro se não...

– Se não?

– Não quero dizer isso mais... Ouve muitas pessoas principalmente adolescentes que já morreram por esse caso!.

Eu paro ouvindo cada detalhe que o médico dizia, eu me viro de lado meio pensativa quando sinto olhares em cima de mim:

– Sam? Meu amor acordou?

Eu olho para a Priscila e me fico sentada:

– Quero ir pra casa! – Digo.

– A gente vai – Diz ela.

– Não! Eu quero ir pra minha casa de verdade, eu quero os meus pais!

Todos ficam me encarando meio sem reação:

– Querida, você sabe que seus pais estão trabalhando na França e que terá que ficar com a gente até eles voltarem.

– Eu sei... Mais está demorando.

O Médico se aproxima:

– Sam querida, ir embora não vai fugir dos problemas. Toma isso é pra você tomar de 8 a 8 horas.

Diz o médico entregando um remédio. Era pra hidratar meu corpo.

– Olhá Sam, sei como está sua situação. Mais você tem que intender... Você está doente e se não se hidratar pode correr risco de morte.

Eu abaixo o olhar e concordo com a cabeça:

– Olha vamos fazer um acordo? Eu vou trazer uma comida muito gostosa pra você e em troca diminuo os dias de repouso pra você aqui no hospital que tal? Assim você vai poder voltar para a casa que tal?

Eu aceno com a cabeça um “ sim” e ele vem em minha direção.

- Toma fique ai que eu vou buscar a comida pra você           

Eu fico quieta sem falar e depois de um longo minutos em silêncio, o médico aparece com a bandeja de comida.

Continua....                                         ( NÃO ACABOU O FASAHBACK ON OKAY?)


Notas Finais


TO PREOCUPADA COM A BONNIE!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...