História De Repente Caos - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Girls' Generation
Tags Snsd, Taeny, Taeyeon, Tiffany
Visualizações 17
Palavras 1.586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), LGBT, Policial, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Missão aceita


- Então kim vai começar a falar ou eu vou ter que atirar?

Eu não poderia mais não dizer nada eu tinha que pensar rápido não poderia entregar para eles a informação de onde e com quem estava mas também tinha que dar um jeito de fazer eles irem embora Tiffany estava ferida e isso era minha prioridade .

- Tudo bem como eu disse a maleta deve estar com um agente específico para guardar eu não sei com quem nem onde mas posso descobrir me deixem cuidar dela e irei descobrir quem está com a sua maleta

Eles pareceram em dúvida se olhavam como se procurassem uma resposta para minha proposta, até que o celular de um deles tocou ele olhou na tela e logo ordenou ao outro:

- solte a Kim deixe que ela olhe a mulher mas não tire a arma da mira dela qualquer gracinha atire na boneca- ele saiu do quarto e o outro me soltou como havia sido ordenado assim que me soltou apontou a arma em minha direção e ficou na porta.

- Não banque a heroína agente é melhor ficar na sua se não sua mulherzinha é quem vai pagar.

Fui até Tiffany e verifiquei o machucado não estava muito grande apenas um pequeno corte que já não saia tanto sangue, com cuidado tirei a fita de sua boca e puxei seu corpo para que ficasse em meu colo, ainda sentada passei minha mão em sua testa e senti o suor frio da febre ela respirava de maneira forte mas parecia estar bem na medida do possível . Dei um beijo em seus cabelos e a mantive colada a mim eu iria me vingar desses babacas eles não iriam se safar de terem a ferido.

- Tae...

Ouvi seu murmúrio e a afastei um pouco ela ainda tinha os olhos fechados mas parecia estar acordando

- Graças a Deus! Fany está tudo bem ok eu vou cuidar de você, aguente firme nós vamos ficar bem – dei mais um beijo em seus cabelos senti sua mão agarrar a barra de minha camisa

- Tae dói...

- Eu sei meu amor eu sei, aguente mais um pouco ok?

Ela não abriu os olhos mas estava semi consciente, continuei a mantendo perto de meu corpo e comecei a fazer carinho em suas costas. O outro cara não voltava eu já estava ficando descontrolada precisava sair daqui para cuidar de Tiffany...

Passou mais alguns minutos e o cara volto para o quarto

- É o seguinte Kim nós vamos fazer um trato meu chefe acha que você está realmente falando a verdade então o trato é o seguinte, você não vai apenas me trazer o nome, agora eu quero que você me traga a maleta e antes que você resmungue veja essa bela foto aqui que acabei de tirar acho que você deve conhecer ela não?

Era a foto da minha irmã caçula ela estava em um parque com o namorado dela, não era possível como eles sabiam que ela era minha irmã como eles podem ter essa informação!

- ela está bem só estamos a vigiando mas se vocês não trazerem a maleta em 7 dias pra gente bom aí você já sabe o que a gente pode fazer...

- seus desgraçados não encoste um dedo nela ou vocês iram pagar!

- Qual é Kim já vimos que você não consegue nem proteger quem está ao seu lado, como vai proteger sua irmãzinha do outro lado do país? Trate de aceitar minha proposta ou pague pra ver.

Eu estava com muita raiva mas no momento eu não tinha opção

- Ok vou trazer a maleta

- É assim que se fala! viu você poderia ter evitado que a bonequinha se machuca-se mas você prefere os meios mais difíceis não é?! Preste atenção agente você vai levar ela não quero ela por aí dizendo o que não deve e acho que você também não vai querer que eu ponhe minhas mãos nela sozinho certo? Não quero vocês em delegacias hospitais ou hotéis! Vamos manter os olhos em voceis duas o tempo todo então não tente bancar a esperta, estamos entendidos?

- Preciso deixar ela a salvo não posso levar ela junto comigo! – Não poderia deixar ela na linha de fogo junto comigo ela não conseguiria encarar isso

- você tem duas opções ou leva ela ou a deixe comigo.

- Vamos cuidar direitinho dela- o outro disse rindo, a ideia me deu ânsia nunca iria deixar ela com esses nojentos.

- Ela vai ficar comigo não chegaram perto dela outra vez seus desgraçados!

- isso vai depender de você Kim se seguir o trato ninguém vai se machucar caso o contrário a sua bonequinha aqui pode se machucar- ele fez menção de por a mão nela mas eu agarrei seu braço antes e empurrei para longe dela.

- Não encoste nela!

- tudo bem não precisar ficar nervosa estamos de saída quando achar a maleta é só aguardar minhas ordens não precisa nem avisar eu saberei! E nada de sair falando de mais Kim tenho homens por toda parte saberei se você abrir o bico!

Eles saíram e eu esperei até que ouvi a porta do andar de baixo batendo indicando que eles tinham ido embora. Levantei junto com Tiffany em meu colo me lembrei que não poderia levar ela ao hospital então levei ela até nosso quarto e a deitei na cama ela tinha as mãos amarradas ainda tirei as amarras e notei a vermelhidão em seus pulsos minha irá só aumentava, fui ao banheiro e molhei uma toalha de rosto voltei pra cama e comecei a limpar seu machucado ela resmungou um pouco

- Calma calma amor logo você estará bem...

Continuei até ter limpo bem desci para a cozinha e peguei o kit de primeiros socorros corri de volta para o quarto, Tiffany tentava abrir os olhos mas parecia com muita dor.

- Hey vai com calma amor estou aqui, esta sentindo algo?

- Minha cabeça- ela fez uma expressão de dor que cortou meu coração

- Vou cuidar de seu machucado de darei remédios para dor, você vai ficar bem, fiquei calma tá vou cuidar de você.

Fiz um curativo em seu corte antes passei uma pomada que ajudaria a não inflamar a maioria de seus cortes inflamávam, tinha que tomar muito cuidado para não levar a algo pior.

- Fany você consegue se sentar?

Ela se sentou encostada na cabeceira e finalmente manteve os olhos abertos ela me olhou e eu quase deixei o choro me consumir mas ela precisava de mim forte agora, uma lágrima escorreu de seus olhos ela estava tentando segurar o choro

- Hey não chore baby! estamos bem você vai ficar bem ok? tome esses remédios vão ajudar na dor- dei a ela dois comprimidos um para dor e outro para ajudar na febre.

- Tae aqueles caras ... O que houve?

- Escute Fany eles são de uma das gangues que estamos investigando eles estão envolvidos com algo grande mas não vem ao caso agora, eu vou ter que pegar a maleta para eles

- Mas você não pode entregar para eles!

- Eu sei mas eu estou de mãos atadas, eles sabem da minha família estão de olho em nós eu preciso tirar vocês da linha de fogo agora depois eu penso em algo para recuperar a maleta

- Então você vai entregar pra eles mas a polícia não vai lhe dar não é? Vocês não negociam com bandidos certo?

- Você está certa amor, por isso eu vou ter que roubar a maleta deles, vamos ter que fazer uma pequena viajem eu sei onde posso encontrar as informações que precisamos de forma rápida e sem levantar suspeitas .

- Tae precisamos ir na delegacia! Você não pode fazer isso sozinha.

- Eles estão de olho não podemos ir a delegacias, hospitais e nem hotéis eles deixaram bem claro isso! Eles tem Hayeon sobre sua mira... Eu não posso arriscar Fany!

- Então vamos atrás da maleta sozinhas? Esse é o plano?

- Eu não queria lhe por nessa missão mas não vou te deixar desprotegida aqui, eu sinto muito por ter que passar por isso tudo meu amor

- Eu não acho que seja uma boa ideia irmos sozinhas você sabe que eu não posso ajudar muito em nada mas não vou deixar você ir sozinha também, então acho que temos uma missão para resolver, quer dizer assim que eu der uma melhorada porque não da nem pra eu me levantar com essa dor

Eu ri de sua fala ela era incrível mesmo correndo risco ela ficaria ao meu lado

- Você é a melhor eu te amo tanto!

Dei um beijo em sua boca e a vi sorrir

- Eu também te amo Tae... Eu Não sei o que nos aguarda e isso é assustador

- Eu vou fazer de tudo pra te manter a salvo está me ouvindo eu prometo, depois que tudo isso passar iremos tirar férias que tal? só eu e você vamos pra bem longe!

- Você promete? – ela me estendeu seu dedo mindinho como sempre fazia e eu como sempre prendi o meu ao dela

- Eu prometo! Agora você precisa de um banho e descansar vamos ter um longo dia amanhã, você acha que consegue se levantar?

- Você terá que entrar no banho comigo sabe acho que não estarei muito segura pra ficar sozinha- ela me deu um sorrisinho que eu sabia o que significava.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...