1. Spirit Fanfics >
  2. De repente casamento >
  3. Capitulo 1

História De repente casamento - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capitulo 1


Nana não estava mais aguentando falar sobre o assunto casamento e decidiu dar uma saída para distrair a cabeça. Faltava alguns dias para o grande dia e Nana não sabia como contar para o seu pai que não haveria mais casamento.

Nana estava sentada no balcão da cafeteria esperando seu café quando um homem vestido com uma camisa bem estampada sentou ao seu lado. Ela o observou mas não deu muita importância.

- Quero um café, por favor! – diz o homem da camisa esquisita ao atendente – Pode me informar as horas? – pergunta ele

- Prefiro ficar na minha, se não se importa – responde Nana

- Eu estava falando com o garçom – fala o homem

- São 16:30 - fala o garçom

- Obrigado! – agradece ele

- Desculpe – fala Nana

- Agora você está falando comigo? – pergunta o homem da camisa esquisita

- Eu exagerei... Sinto muito – Nana tenta se desculpar

- Está tudo bem. Entendo que queira ficar na sua. Sei que muitos se aproveitam quando veem uma menina sozinha. Mas, acredite não sou assim.

- Obrigada, por ser compreensivo.

Eles se olham e um sorrir para o outro.

- Só estou tendo um dia ruim.

- Olha, se quiser conversar estou aqui.

Nana e o homem caminham até uma mesa para conversarem.

- Eu acabei não perguntando, qual é o seu nome?

- Mariana e o seu?

- Mário

 

Nana então começa a contar para Mário sobre sua relação conflituosa com o seu pai.

 

- Parece que você e seu pai têm um conflito sério e que precisa ser resolvido – fala Mário

- De que lado você está? – pergunta Nana

- Do seu lado claro. Continue a história.

- Bom tudo começou quando eu disse para minha família que iria para Itália fazer um curso.

 

04 de fevereiro

Era um dia normal, na Mansão dos Prados Monteiros, todos estavam jantando juntos quando Nana decidiu fazer um comunicado.

- Bom, já que está todo mundo aqui eu queria fazer um comunicado – diz, Nana

- Que comunicado? – Pergunta Alberto

- Eu decidir fazer um curso de artes na Itália

- Nossa, Nana, que maravilha! – fala Vera

- O que você disse, Nana? – questiona Alberto, não acreditando no que ela tinha dito

- Eu preciso de uma inspiração. Sem ofensa, pai, mas eu não estudei artes para trabalhar na editora.

- Eu acho uma ótima ideia. – Diz, Marcos

- Um dia essa editora será sua e do seu irmão. Pense nisso.

- Quero ser artista – afirma Nana

- Ninguém disse que não pode fazer sua arte. – Rebate Alberto

- Minha querida, você acha que ir fazer esse cursos vai lhe trazer inspiração? – pergunta Vera

- Acho que sim, Vera!

- Então, vai ficar quanto tempo? – pergunta Marcos

- Ela não vai – fala Alberto

- 1 mês – responde Nana

- Você não ouviu o que eu disse? – fala, Alberto já alterando seu tom de voz

- Tarde demais. Já comprei minha passagem. Vou semana que vem.

- Você não vai, Nana

- Por que não? Está com raiva porque não pedi sua autorização.

- É, deveria ter me perguntado primeiro

- Para que perguntar se eu já sei o que o senhor vai dizer?

- Porque não pode tomar esse tipo de decisão sem conversar!

- Eu vou e pronto. – Nana fala, e se levanta da mesa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...