História DE REPENTE GAY ?! - Capítulo 106


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Gay, Romantico, Yaoi
Visualizações 77
Palavras 330
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Hentai, Orange, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 106 - A voz.


Fanfic / Fanfiction DE REPENTE GAY ?! - Capítulo 106 - A voz.

-O-o meu pai?!

Ela sorriu pela minha expressão de surpresa. O meu pai é o amor da vida da minha mãe...

-Seria bom se esse menino fosse o amor da sua vida, não é? 4

Me senti um pouco quente.

-Seria incrível.

Minha mãe me abraçou e senti vontade de chorar novamente; de alegria desta vez. Uma vontade que foi interrompida com o som da campainha.

Vendo meu estado, minha mãe diz que vai abrir e me deixa na cozinha, para eu me recompor.

Ouço o barulho da porta se abrindo e um silêncio curto invade a casa até eu ouvir uma voz familiar.

-Bom dia, o Brendo está em casa?

Me senti arrepiado ao ouvir aquela voz ofegante. A voz da pessoa que eu sou apaixonado.

Eu pude ver a minha mãe se preparando para responder algo, mas ela não conseguiu porque eu apareci na sala correndo.

-O-oi. O que te traz até aqui?

Eu disse tentando parecer normal, mesmo que inutilmente.

-A-ah, o Castiel disse que você ia resolver alguns assuntos mas eu fiquei preocupado então vim aqui. -Axel deu uma olhadinha para a minha mãe- Eu vou indo agora, foi um prazer.

Ele sorriu para a minha mãe e olhou para mim por um breve segundo. Eu quero pedir pra ele ficar e apresentar ele como a pessoa que eu gosto! Eu quero, mas a minha boca não se mexe...

Estou nervoso?! Por que não posso convidar o Axel para entrar?

Anda logo. Fala!

-A-Axel...

-Entre e tome uma água, querido. Você parece cansado. 4

Minha mãe disse e puxou ele para dentro de casa; eu senti um alívio inexplicável por não ter tido que ser eu a pedir.

Axel se sentou no sofá, tinha um olhar ansioso no rosto e eu imaginei que fosse pelo primeiro encontro com a minha mãe.

Quando ela voltou da cozinha com um copo de água e ele quase pulou por ela se aproximar dele eu tive certeza do meu pensamento.

-Então... você é próximo do Brendo?

Minha mãe perguntou se sentando perto de mim. Quase pude ouvir o Axel engolindo em seco.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...