História De repente, Hogwarts! - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Andromeda Tonks, Arthur Weasley, Charlus Potter, Dobby, Dorea Black, Lílian Evans, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Lucretia Prewett (Lucretia Black), Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Murta Que Geme, Narcissa Black Malfoy, Órion Black, Pedro Pettigrew, Personagens Originais, Petunia Dursley, Regulus Black, Remo Lupin, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter
Tags 1977, Bruxos, Hogwarts, Magia, Marotos, Sirius Black, Universo Alternativo
Visualizações 59
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 21 - Uma nova amizade! Agora só falta um lufano....


A pessoa que esbarrou em mim continuava a me encarar então comecei a prestar mais atenção nela.

Era uma garota, parecia ter a minha idade, cabelos pretos, olhos azuis escuros, era meio morena e mais importante; ainda não se levantou do tombo que levou depois do esbarrão.

Estendo minha mão pra ajudar ela e a mesma segura e então ajudo ela a levantar.

Oi! Eu sou a.... — ia me apresentar mas ela não deixou.

Stephanie Clibo, já sei disso. Na verdade, todos sabem. Você criou uma casa em Hogwarts. — ela fala rapidamente e eu a encaro fazendo a mesma corar — desculpa, é que quando eu começo a falar não consigo me segurar. Me chamo Luane Marquês, prazer — ela estende a mão e eu a aperto.

Então Luane, o que estava fazendo? — perguntei curiosa.

Nada demais, acabei de sair do salão comunal da minha casa e estava indo até a biblioteca — ela responde e aí eu reparei em seu brasão no uniforme.

Corvina? — perguntei arqueando as sombrancelhas.

Algum problema? — pergunta um pouco receosa.

Na verdade, nenhum. Eu adoro pessoas espertas, menos aquelas que não param de falar e querem dar uma de sabe tudo. — disse e vi a garota encolhendo os ombros com isso — Você não é dessas, é?

Bem.... — ela cora.

Bom, acho que não tem problema de você ser assim se formos amigas, consigo aturar meus amigos.... — mando uma indireta e ela se animada visivelmente.

É sério?! — ela pergunta bastante animada.

Claro, por que não seria? — perguntei confusa.

É que..... — ela fica meio receosa — geralmente as pessoas não ficam perto de mim porque eu não consigo parar de falar. Todos os corvinos são assim porém eu sou pior que eles, quando começo a falar não sei quando parar e por isso não deixava as pessoas ao meu redor falar e elas ficavam zangadas com isso, o que implicava elas a pararem de falar comigo e me evitar fazendo com que outras pessoas façam o mesmo e..... — ela para de falar e fica escarlate colocando as mãos cobrindo o rosto — eu fiz de novo.....

Pego suas mãos e as tiro do rosto enquanto ela encara o chão.

Ei, olha pra mim — peço e ela nega com a cabeça — tá tudo bem. Não se preocupe com isso, já conheci amigos com problemas piores. — digo e logo me lembro de Remus.

Verdade? — ela pergunta baixinho.

Claro que sim — afirmo convicta e ela relutantemente levanta a cabeça — além do mais, aqueles que te ignoram são uns idiotas — falei e ela sorriu.

É, acho que sim — concordou divertida.

Enfim, o que queria com a a biblioteca? — indagei curiosa e ela arregala os olhos em susto.

Ah! Eu esqueci completamente! Tenho que fazer o dever de história e pegar alguns livros! Tchau Stephanie, a gente se fala depois — ela diz rapidamente e vai embora sumindo pelo corredor enquanto eu a encarava perdida.

Pelo menos eu fiz uma nova amiga. — comentei à mim mesma — Eu já falei com um soncerino, virei amiga de grifinórios e uma corvina — enumerei com os dedos — agora só falta um lufano — disse pensando alto — bom, isso fica pra depois, tenho que falar com Neve.

Olho em volta percebendo que ainda estava perdida. Como diabos eu consegui chegar ao meu salão comunal das outras vezes? Sorte? Acaso? Destino? Hotel? Trivago! Não! Pera, que? Quer saber, deixa quieto.

Vi um garoto passando ao meu lado e o parei perguntando como chegar ao sétimo andar e ele com seu bom humor me respondeu enquanto gesticulava as direções, o agradeci e fui embora.

***

Eu juro, minha sorte ainda me surpreende, se eu contasse ao Sirius e James que me perdi em Hogwarts e que as escadas se moveu pra direção oposta da minha 4 vezes eles não vão parar de rir de mim. O que não seria de todo ruim já que poderia ouvir o riso de Sirius de novo, não que eu esteja interessada em sua risada ou nele ou algo do tipo, é só que.....pera, por que eu tô dando satisfação à minha própria mente?

Aproveitei que cheguei ao andar certo e agora não tem erro, é só chegar ao último corredor a direita e pronto.

***

Caminhei e parei em frente a Hiamoe pigarreando pra ela acordar e assim que ela abre os olhos pergunta.

A senha? — diz sonolenta.

Anticonstitucionalissimamente — respondo me arrependendo de escolher uma palavra tão complicada.

A porta de abre e eu entro a procura de Neve. Pelo menos espero que ele possa me ajudar....


Notas Finais


Oi [email protected], turu pão? Foi mal pela demora, é pq bateu uma inspiração do nd e comecei a escrever e pensar em 3 histórias originais e uma fic de Naruto então já sabem né.

Enfim, as histórias originais vão demorar um bom tempo (eu acho) até serem lançadas mas a do Naruto eu já lancei no Wattpad e daqui a pouco lanço aqui, OK? OK!

Se estiverem interessados na fic do Naruto vou deixar claro que vai c um ItachixOC e aqui tá o link:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-dor-que-posso-impedir-13620760

Enfim, espero que tenham gostado do cap e....

Até a próxima!!! 👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...