História De Repente Lésbica - Camren - Capítulo 90


Escrita por:

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Camren, Romance, Yuri
Visualizações 179
Palavras 1.255
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eita que esse é o último capítulo, socorro senhor!
Comentem e favoritem!

Capítulo 90 - Finais Felizes


Fanfic / Fanfiction De Repente Lésbica - Camren - Capítulo 90 - Finais Felizes

P.O.V. Camila

 Lauren vinha acompanhada por meu pai. Ela estava fabulosa. Nossos olhares se encontram e não conseguimos segurar a emoção. Pra mim nada mais importava além da Lauren.

 Eles chegam à minha frente e meu pai dá um beijo na testa da Lauren e na minha. Ele sai e nos viramos para a juíza.

- Boa noite a todos! – A mulher inicia. – Estamos aqui hoje para celebrar as melhores coisas da vida: A confiança, a esperança, o companheirismo e o amor entre este casal. – Olho para Lauren e ela sorri. – Camila, Lauren. Vocês já foram muitas coisas uma da outra. Amigas, companheiras, namoradas, noivas. Agora, com as palavras que estão prestes a trocar, vocês passarão para a próxima fase. Karla Camila Cabello Estrabão, é de livre e espontânea vontade que você aceita Lauren Michelle Jauregui Morgado como sua esposa? – Pergunta pra mim.

- Sim. – Falo sem pestanejar e sorrio.

- Lauren Michelle Jauregui Morgado, é de livre e espontânea vontade que você aceita Karla Camila Cabello Estrabão como sua esposa? – A juíza pergunta para Lauren e eu não vou negar que fiquei com medo da resposta dela.

- Sim. – Lauren responde e eu solto o ar que nem sabia estar prendendo.

- Sendo assim, por favor, deem as mãos e preparem-se para dar e receber os votos de amor.- Damos as mãos.

- Bom... – Resolvo começar. – Você foi um presente que a vida me deu. Desde o início sabíamos que tínhamos sido feitas uma para a outra. – Lauren tenta segurar as lágrimas e eu também. – Você é a mulher mais forte que eu já conheci e tenho muita sorte de te ter ao meu lado. Eu te amo, Lo. – Finalizo e a vejo respirar fundo.

- Quando eu te conheci, algo me disse que você estaria comigo para sempre. Você esteve comigo nos piores e nos melhores momentos. Eu te admiro muito. É ao seu que eu quero viver. – Me emociono. – Você é o amor da minha vida, Camz. Eu te amo muito. – Lauren termina e vemos Sofi entrando com as alianças enquanto carregava um lindo sorriso. Ela nos dá as alianças e sai.

- As alianças são símbolos físicos do compromisso do casal. Elas são consideradas um círculo perfeito, sem começo nem fim. – A juíza diz e eu pego uma das alianças.

- Lauren, eu te dou esta aliança em sinal de que escolhi você para ser minha esposa. Receba-a e saiba que eu te amo. – Falo e coloco a aliança em seu dedo.

- Camila, eu te dou esta aliança em sinal de que escolhi você para ser minha esposa. – Receba-a e saiba que eu te amo. – Lauren coloca a aliança em meu dedo.

- Tendo testemunhado suas trocas de votos diante de todos que estão aqui hoje, é com grande alegria que as declaro casadas. – Diz a juíza. – Podem de beijar. – Lauren e eu sorrimos ao mesmo tempo. Coloco a mão em sua cintura e damos um selinho enquanto ouvimos os aplausos.

 Vamos para a pousada onde ocorre a festa e recebemos muitos elogios até lá. Realmente, tudo estava lindo. Chegamos em um lugar mais reservado e Lauren me abraça.

- Camz, estamos casadas! – Fala sem acreditar.

- Sim, agora você é minha esposa. – Ela sorri.

- Amor, você lembra o que a gente conversou... – Diz.

- Uhum. Você quer resolver isso agora? – Pergunto e ela assente. - Certo, vamos só avisar as meninas.

 Caminhamos em busca delas e achamos as lindas no bar.

- Que ótimas madrinhas, hein. – Lauren fala e elas se assustam.

- Ué, você sumiram e nós mandamos os meninos irem te procurar. – Vero fala.

- Olha, nós vamos dar uma pequena saída. – Falo.

- Saída? – Ally pergunta.

- Sim, vai ser rápido. – Lauren diz.

- Vocês vão vestidas assim? – Normani pergunta e aponta para os nossos vestidos.

- Sim. Beijos, daqui a pouco voltamos! – Exclamo e saio com Lauren.

P.O.V. Autora

 Elas entram no carro e saem da pousada.

- Você tem certeza disso, Lo? – Camila pergunta enquanto estaciona o carro.

- Sim, Camz. Eu preciso disso. – Elas descem do carro e entram no local.

- Olá, boa tarde! – Camila fala com a policial ali presente. Isso mesmo, elas foram para um presídio.

- Boa tarde. – A policial responde e as olha de cima a baixo.

- As visitas ainda estão disponíveis? – Lauren pergunta.

- Sim, mas preciso dos nomes dos presidiários. – A policial pega algumas fichas.

 As meninas dão os nomes e a visita é liberada.

- Você quer que eu entre com você? – Camila pergunta preocupada.

- Não precisa. Dessa vez eu preciso encarar isso sozinha. – Lauren fala e entra na sala de visita, encontrando as pessoas que mais a fizeram mal: Seus pais.

- Ah não, você? – Clara fala quando vê a filha.

- O que faz aqui vestida assim? – Michael pergunta com desdém. – Veio do circo? – Ri.

- Já acabaram? – Lauren indaga. – Essas provocações não me abalam mais.

- Oh, então o que você está fazendo aqui, senhorita forte que não se abala por nada. – Clara provoca novamente.

- Começando por aí, agora eu sou Senhora Cabello. – Lauren enche a boca para falar.

- Como é? – Michael se choca.

- É isso mesmo que você ouviu. Eu me casei com a Camila. Não tem nem meia hora. – Lauren sorri.

- Aquela vad... – Clara inicia um xingamento, mas Lauren a interrompe.

- Alto lá! – Exclama. – Você não envolva a minha esposa nessa história. Eu sei que vocês não apoiam esse casamento e muito menos a minha felicidade. Vocês deixaram isso claro quando me abandonaram em uma estrada. E foi pra isso que eu vim aqui, pra mostrar a vocês que eu casei com a pessoa que eu amo e que sim, eu estou muito feliz.

- Você me dá nojo, Lauren! Eu tenho vergonha de você! – Michael exclama.

- Sabe o que me dá vergonha? – Lauren indaga. – A barreira de preconceito e de ódio que vocês criaram, mas ela não é mais forte que o meu amor. Era só isso mesmo, agora vocês sabem que eu me casei e que o plano fútil de vocês pra me deixar infeliz não funcionou. – Sai da sala.

- E aí, como você está? – Camila pergunta assim que vê Lauren.

- Eu tô bem. Não pensava que eu ia consegui falar tudo o que eu queria, mas eu consegui. – Lauren fala e Camila sorri.

 Lauren estava se sentindo mais leve, como se um peso fosse retirado das suas costas e Camila estava feliz por Lauren ter descarregado esse peso.

- Vamos? – Camila pergunta.

- Vamos. – Vão para o carro e seguem de volta para a festa. – Será que um dia meus pais vão me aceitar?

- Eu não sei, meu amor. Mas o importante é você se aceitar. – Camila diz. – Afinal, é a sua felicidade que está em jogo.

- Tem razão. – Lauren concorda. – Eu te amo. – Coloca sua mão sobre a da Camila e deixa um carinho por lá.

- Eu também te amo, Lo. – Beija sua mão. – Demais.

 Pois é, nem sempre a história tem que começar bonita para terminar feliz. Ah, sobre finais felizes, você tem total controle sobre eles, basta ter cautela com as escolhas que você fará. É impossível não errar; mas não deixar que esse erro mude o final da sua história não é.

 Por isso, perdoe quando se sentir pronto para isso, ame no seu tempo e o mais importante: Não se prive de algo para se encaixar em um rótulo, você não precisa disso.


Notas Finais


Pois é, meu povo, acabou! Eu quero agradecer a cada um que dedicou seu tempo à minha fanfic . Como vocês sabem (eu acho), essa é a minha primeira fanfic e eu não esperava todo esse feedback. Pra mim, escrever foi a melhor coisa que eu resolvi fazer esse ano.
Ah, e não se preocupem, logo eu estarei de volta com outra história, afinal, uma vez autora, sempre autora.
Obrigada por cada visualização, comentários, favoritos... Espero tê-los como leitores novamente. Vocês são os melhores!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...