1. Spirit Fanfics >
  2. De repente pais! >
  3. Finalmente pais!

História De repente pais! - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


espero que gostem♡

Capítulo 3 - Finalmente pais!


Fanfic / Fanfiction De repente pais! - Capítulo 3 - Finalmente pais!

p.o.v Jeongin.

E era segunda  feira,8:30 da manhã  e eu estava lutando para acordar  Somi e Hyujin!Ja havia gritado com o maior e minha ultima opção foi bater nele com o travesseiro.

-Acorda,pelo amor de Deus!-resmungo para o maior esticado no sofá. -Temos muito o que fazer hoje!

-Aaaah como voce é chato!-ele diz manhoso,abrindo levemente os olhos.-Acordei, acordei, feliz?!?-ele se senta me olhando cansado.

-Muito. -sorrio falso.-Agora vai da um jeito de acordar a Somi,ja ja o Felix e o Binnie vai vir pra ca,tenho muito o que conversar com eles.-me sento ao lado do maior.

-Como vai da essa notícia? -ele pergunta rindo.

-Estou pensando nisso...-alguem bate na porta. -Vai,tente acorda ela,de banho a mamadeira ja esta la.Depois eu te chamo.-digo e me levanto,abro a porta quando o maior ja estava no quarto.-Hyungs!-sorrio nervoso dando espaço para eles entrarem.

-Não consegui  ligar pra voce!Perdi meu celular, fiquei preocupado porque não apareceu na festa ontem.-Felix diz.

-Voce e Hyujin apenas sumiram.-Binnie sorri malicioso.-Eu vi voces saindo juntos no sabado.

-É...ele não apareceu ontem tambem,neh?-Felix pergunta confuso.Olho os dois sem saber o que dizer, ChangBin ri.

-Qual é?Vai dizer que voces tão morando juntos  e ja tem filhos?-ele pergunta ironicamente.

-Exato.-Hyujin surge das profundezas do inferno com Somi no colo, suspiro pronto para aguentar os surtos.-Eu vim trazer ele para que não viesse sozinho,estavamos passando por um beco,ouvimos um choro..-ele explica.

-Eu entrei no beco e encontrei ela.-me levanto indo para perto dos dois,acariciando o rosto da pequena.-Eu não podia deixar ela la,pra morrer então a trouxe,cuidei.Ontem o dia foi cheio,tivemos que decidir muitas coisas,no final das contas Hyujin e eu decidimos adotar a Somi.-sorrio fraquinho

Felix estava com um perfeito "o" em sua boca,Binnie sorria de nervoso,minhas pernas estavam trêmulas  e se podia ouvir a respiração pesada de Hyujin, enquanto isso Somi nos olhava curiosa.

-Deixa eu ve se entendi..-Felix finalmente diz algo.-Dois adolescentes que não se conhecem,imaturos,vão adotar uma recém nascida achada na rua?-ele ri de nervoso.

-Tenho quase 20 anos,Felix.-Hyujin revira os olhos.-Posso não saber ao certo cuidar de uma criança, mas Jeongin é ótimo e pode me ensinar.-ele garante.

-Não podemos negar amor,Jeongin sabe cuidar de crianças,Hyujin ja é adulto,Jeongin não é criança.-Binnie acalma o namorado. -Ela vai ficar no nome de quem?Alias,tem que ter o nome do pai e voces ...não são casados.

-Vai ficar no nome dele.-digo apontando para o maior ao meu lado,este que babava em Somi.-Vamos no fórum hoje para resolver tudo e adotarmos ela.-digo com um sorriso no rosto.-Nunca estive tão certo de algo em minha vida.

-Fez bem em cuidar desta criança Jeongin,espero que Hyujin possa te ajudar de todas as formas.-Binnie o olha mortalmente.-Vão ser...pais,precisam de responsabilidade, precisam dar conforto a ela,amor,carinho,um lar estruturado.-ele diz calmo.

-Sabemos disso.-Hyujin diz.-Faremos de tudo para o bem de Somi.Vou procurar um emprego o quanto antes para poder comprar as coisas necessarias para ela.-ele sorri fraquinho me olhando 

-Sim,não precisam se preocupar hyungs.-digo tentando os acalmar.-Hyujin e eu seremos bons..pais.-confesso, ainda é estranho falar assim.-Agora que sabem,podem ficar conosco e depois irmos todos juntos ao fórum...afinal ela vai precisar de padrinhos.-coço a nuca.

-Claro!-Binnie concorda sorridente. -Felix amor?Tudo bem?-ele o sacode  levemente.

-Eu só preciso de ar,da licença.-ele sai da minha casa,suspiro,sem pensar duas vezes vou atras do maior,ele se encontrava encostado no capô do carro do seu namorado.-Quando eu disse pra se aproximar dele não queria dizer que deviam adotar uma criança!-ele diz alto.

-Hyung por favor calma!-peço me aproximando.-Eu sei que é estranho,acredie,ainda tento racioconar...

-Uma criança é muita responsabilidade, muito trabalho, muito tempo,muito tudo!-ele suspira.-Voce mal o conhece...

-Mas eu o amo  hyung,não quero cuidar desta criança ao lado de mais ninguem a não ser dele.-fico a sua frente.-Fiquei surpreso quando ele disse que me levaria pra casa,fiquei surpreso quando ele aceitou isso tudo mesmo sem me conhecer..isso me faz pensar;E se ele gostar de mim?-pergunto esperançoso.

-Acontece pequeno que não é mais sobre você, ele,voces dois...agora são tres,tem outra mini vida começando agora que vai precisar muito de voces,como vai explicar isso pra ela?-ele me olha.-Isso é doidera,surreal.

-Eu sei,mas ele parece tão interessado nisso,tanto quanto eu.-abaixo o olhar.-Acho que seria bom ter isso em minha vida,mudou tudo tão de repente...ter ele perto de mim,conhecer ele de uma forma mais íntima, criar uma vidinha ao lado dele...-digo apaixonado.

-Jeongin,não é facil assim,voce não sabe quem é ele de verdade.-Felix suspira me puxando para  um abraço.-Não se decepcione se ele não for como voce imagina.-ele bagunça meus cabelos.

-Tenho certeza que ele é perfeito,assim como nos meus pensamentos. -digo confiante,Felix sorri não tão animado.-Aceita ser padrinho da Somi junto com o Binnie?-sorrio alegre.

-É claro,vou amar ela,assim como amo voce!-ele sorri-Vamos voltar pra la,erramos em deixar Binnie e Hyujin sozinhos com ela!-rimos e fomos correndo ver se estava tudo bem.

~quebra de tempo~

Estavamos assinando os ultimos papéis da adoção,Hyujin não largava Somi,segundo ele:ela havia gostado dele.Eu sorria de orelha a orelha,não havia alegria maior dentro do meu peito,todas as pessoas que amo estavam ali me apoiando,Felix segurava minha mão e ChangBin sorria em minha direção...mas meus olhos estavam apenas focados no ser esculpido pelos anjos,vulgo Hwang Hyujin, este que sorria radiante.

Estava ali o homem que amo na minha  frente segurando minha,oficialmente,filha nos braços.Eu não sei o que o destino havia preparado pra mim,não sabia o que seria daqui pra frente,confesso que estava pensatico nas palavras de Felix;

-Não se decepcione se ele não for como voce imagina...

Isso de fato foi meio assustador,mas nada podia tirar a ideia de que eu estava formando uma familia de um jeito inusitado com a pessoa que a 1 ano fui/sou loucamente apaixonado.

Finalmente Hyujin cede a criança para meus braços,sorrio brincando com a menor enquanto saimos do fórum  com olhares curiosos sobre nós,confesso que me intimidei.

-Ei...-sussurra Hyujin.-Não ligue para o que pensam ta?Estamos juntos nessa!-ele sorri acolhedor,me deixando mais apaixonado .

-Ta na hora dos padrinhos cuidarem dela!-grita Felix pegando a criança.

-Pra quem não queria ele esta bem animado.-comenta Hyujin rindo.

-O novo "casal" tem muito o que conversar,porque vocês não se conhecem!-ele diz alto,pegando a mãozinha da Somi e acenando.-Da "tchau ".-ele sorri

-É uma boa ideia.-Binnie comenta-Vão sair,ela dorme lá em casa hoje, não vamos matar ela!-ele sorri.

-Eu sei que não,tome as coisinhas dela.-chego perto da menor dando um beijinho na bochecha dela.-Tchau,papai ama.-sorrio fraquinho.-Qualquer coisa me liga!-aviso.

-Tudo bem,papai.-brinca Felix.

-Tchau filha.-Hyujin sorri meio sem graça,nos despedimos do casal e ficamos um minuto parado sem saber o que fazer,suspiro.-O que foi?-ele me olha.

-Estou com saudades.-digo rindo bobo.-Que doidera!-comento caminhando ao seu lado.

-Somos oficialmente pais.-ele ri.-Como...sera daqui pra frente?-ele pergunta meio prepcupado

-Não sei.-dou de ombros.-Farei de tudo pra que ela seja feliz.-sorrio.

-Faremos Jeongin.-ele sorri fraquinho olhando pra baixo.-Quer sair comigo?-ele pergunta meio baixinho.

-Claro...-agradeço aos céus por não gaguejar.-Onde vamos,que horas?

-Podemos ir jantar num restaurante mais tarde,agora a tarde ja que estamos na rua podemos tomar sorvete.O que acha?-ele me olha,se aproximando.

-Eu topo!-aceito animado,adorava sorvetes! 

~quebra de tempo~

Estavamos a mais ou menos meia hora na sorveteria,Hyujin entrou numa disputa sozinho de comer 6 sorvetes. 

-Sabe que eu não to brincando neh?-pergunto suspirando,vendo que ele se forçava a comer ja que não conseguia mais.-Assim não vai aguenta o jantar.-brinco.

-Tem razão, desculpe.-ele sorri desistindo.-Uau,comi muito.-ele passa as mãos  por sua barriga que no momento estava inchada pela recém refeição.

-Eu vi.-dou risada certificando se não havia mensagens de Felix.

-Ela esta bem,calma.-ele comenta.-Acabei focando no sorvete e nem perguntei de voce..-ele ri sem graça.-Me conte sobre voce Yang Jeongin. -ele se apoia na mesa,prestando atenção inteiramente em mim.

-Hum..tenho 17 anos,minha faculdade é de musica,moro sozinho desde dos meus 15 anos.-ele arregala os olhos,eu sorrio.-Desde pequeno sempre fui muito independente, sou bem proximos dos meus tios,tenho um priminho de 2 meses e um de 22 anos.Minha  relação familiar com eles é ótima.-digo pensativo.

-E seus pais?-me olha.

-Eu os perdi quando tinha 11 anos.-coço a nuca.

-Desculpa...eu não devia.-ele fica sem graça.

-Tudo bem,não tinha como saber.-sorrio fraco.-Esta tudo bem,fui criado pelos meus tios mas eles não tinham como me criar totalmente na época  então com muito trabalho me deram a casa a qual moro hoje,com ajuda da minha tia e do meu tio pude pagar as despesas e me virar sozinho,depois de um tempo comecei a receber dinheiro do governo pela morte dos meus pais então assim pude levar a vida de uma maneira...humana.-dou de ombros. 

-O que gosta de fazer?-ele ainda me olhava atentamente.

-Eu amo ler,cantar,me divirto na cozinha e gosto de testar receitas novas.Eu gosto bastante de piquiniques,praias,passeios ao ar livre,parques e muito doce.-sorrio timido.

-Uau,voce é muito interessante.-ele sorri abertamente.-Sua historia é linda se me permite admira-la,voce é todo fofinho,delicadinho,jamais imaginaria que passou por tantas coisas.-ele diz sincero, desvio o olhar. 

-Assim voce me deixa sem graça.-sorrio de lado.-Mas..me conte sobre voce.

-O que gostaria de saber?Não sou interessante senhor Yang.-ele rapidamente desvia o olhar.

-Porque não me conta sobre o que gosta de fazer?-tento anima-lo.

-Eu amo a dança é uma forma que me comunico com as pessoas de uma maneira intensa,onde eu coloco meus sentimentos pra fora da maneira mais verdadeira.Eu gosto muito de lugares altos,desde pequeno ia para as colinas  e ficava horas e horas vendo o sol se por e a lua nascer.-seu olhar se perde enquanto pensava,eu obviamente amei presenciar aquilo.-Em area familiar prefiro não comentar muito,isso é um assunto delicado pra mim.-ele coça a nuca,sem graça.

-Tudo bem,não precisa me contar se não se sentir a vontade. -coloco  minha mão por cima da sua tentando transparecer confiança,mas logo coro fortemente e timido retiro a mesma.-Vamos,temos que arrumar a casa e nos preparar para o jantar.-me levanto deixando o dinheiro em cima da mesa.

-Eu iria pagar!-ele diz bravo.

-Não tem problema nenhum eu pagar agora-dou de ombros rindo.

-Se voce pagar o jantar eu te desmaio no soco.-dou risada diante sua suposta ameaça.

-Sempre carinhoso assim Hyujin?-brinco saindo da sorveteria.

-Muito.-ele ri.-Mas ta ai uma coisa que não sei.-ele diz.

-O que?-o olho enquanto caminhava ao seu lado.

-Demonstrar sentimentos,acabo machucando as pessoas e a mim mesmo,sempre odiei isso!-ele suspira.

-Podemos trabalhar juntos  nisso!-sorrio sincero.

Se apaixone por mim Hwang Hyujin,por favor.

~quebra de tempo~

O jantar de fato havia sido agradável, divertido, diferente de tudo que pudesse imaginar,ainda mais perfeito por assim dizer.Ele estava lindo vestido socialmente,seu sorriso a cada palhaçada que fazia era perfeito, o jeito a qual seu olhar permanecia sobre mim quando eu contava algo sobre minha vida era admirante.Sua voz,seu jeito,seu perfume,tudo naquele homem me tirava o ar.Ainda me perguntava como alguem podia ter tanto poder sobre a vida de alguem,Hyujin tem um poder surreal sobre mim...Isso de certo modo me assustava porque as palavras de Felix ainda ecoavam vagamente por minha memória. Meu celular vibra,era uma chamada de video de Felix,prontamente atendo junto  a Hyujin que estava apreensivo.

-Olha o papai e o...papai!-Felix ri,Somi estava sorridente na tela,meu coração se aquece.

-Filha!-aceno para a tela.-Como ela esta,como vocês  estão?-pergunto sorrindo.

-Estamos bem!Somi quase mata o titio Binnie.-Felix morre de rir,Somi vendo aquilo imita o titio rindo tambem.

Hyujin quase tem ataque de fofura e eu tambem.

-Ela começou a chorar e eu não sabia o porque,troquei a fralda dela e ela cagou em mim.-Binnie aparece enxugando os cabelos,aposto que havia acabado de sair do banho.

-Se preparem!-Felix avisa.

-Jeongin vai trocar as fraldas!-Hyujin se defende

-Depois conversamos sobre isso...-olho mortalmente o garoto a minha frente,este que ria travesso.

-Bom,só ligamos  para avisa que Somi ja esta indo dormi.-sorrio.-Beijinhos jovem casal,amanhã a levaremos ai.-então ele desliga o celular.

-Ja esta na hora de irmos,precisamos descansar.-me levanto,Hyujin paga e saimos.

-Jeongin,posso dormir com voce hoje?-ele me pega de surpresa com essa pergunta,um sorriso interno é criado.

-Pode,mas porque?-pergunto calmo.

Eu e esse meu dom de fingir normalidade com mil surtos internos.

-O sofa é duro.-ele ri e eu tambem.

Minutos depois chegamos em casa,não nos damos nem ao luxo de nos trocarmos,apenas tiramos os sapatos e nos deitamos,eu estava um pouco longe dele.

-É assim rotina de pais?-ele me olha.

-Hoje foi tranquilo,quero ver quando Somi vir,começar  a crescer.Pensa no trabalho que vai dar!-dou risada.

-Nem me fale,vamos descansar,amanhã eu vou sair pra procurar emprego.Boa noite Jeo...

-Innie,me chame de Innie.-peço o cortando, ele sorri fraquinho antes de apagar as luzes.

-Boa noite Innie..


Notas Finais


apenas love♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...