História De sempre , pra sempre - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias The 100
Personagens Anya, Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Indra, Jasper Jordan, Lexa, Lincoln, Marcus Kane, Octavia Blake, Personagens Originais, Raven Reyes
Tags Clexa
Visualizações 207
Palavras 1.080
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Antes de tudo eu gostaria de agradecer a todas vocês por serem as melhores leitoras que eu poderia ter, valeu pelas palavras de força, e pelo carinho, vocês são incríveis, e eu me sinto feliz de poder contar com vocês, clexinhas da minha vida. Meus bolinhos ❤️

Capítulo 15 - Festa de pijama?


Pov lexa

—Lexa tem alguém aqui que estava ansiosa pra ver você, —Clarke diz apontando pra Nina que se encolhe no sofá e permanece quieta, parece envergonhada talvez tímida.

—Isso é verdade mesmo? —vou até onde ela está, e me abaixo para dá-lhe um beijo no alto da cabeça. —fico feliz em saber disso, já que eu também estava ansiosa pra ver você de novo, —Nina sorrir de forma doce e logo se senta dando espaço para que eu sente ao seu lado, o que eu faço de bom grado, a quem posso enganar sou louca por crianças acho que são bem mais fáceis de relacionar, além de serem leais e sinceras, e outra não tem como não gostar de Nina ela é adorável. 

Ela estava querendo que eu ligasse pra você, mais nem precisei, já que você mesma está aqui, e eu estou feliz —diz Clarke fechando a porta atrás de si, e vindo até nós,.

—bom eu queimei a pipoca, e a pizza ainda não chegou, então pra não ser totalmente uma perda de tempo, o que acham de um filme?

Por mim tudo bem —digo. —então o que vamos assistir? —pergunto.

Bom temos muitas opções, e como você é nossa visitante, você escolhe hoje, não é mesmo Nina? —fala Clarke me entregando uma pilha de DVDs, e confesso que não sei o que é escolher, não sou muito de assistir filmes infantis, mais percebo que é o que temos, não quero parecer sem graça,então pergunto a Nina.

Tem alguma sugestão Nina? —a vejo saltar do sofá e ir em busca de um controle,.

—Bom vou primeiro logar na Netflix, —e Clarke logo se senta ao meu lado.

—Eu não sei porque você me faz comprar tantos DVDs de filme se no fim das contas assistimos online —diz Clarke com um bico, franzindo a testa.

É pra o caso de talvez a Internet falhar Clarke, além disso é a primeira vez da Lexa com a gente aqui, e tenho certeza que ela vai gostar do que vou escolher. —diz Nina colocando um filme,

Frozen? —Clarke pergunta. —Assistimos ele um milhão de vezes, e você falou que era nosso filme —Clarke fala fazendo drama,.. E eu sorrio ao ver que ela parece mais criança que Nina as vezes, e por demonstrar ser apaixonada pela irmã, de uma forma linda de se vê, e eu não ousaria mudar nada.

—por isso quero Mostar a Lexa, agora vai ser de nós três,.

➡️➡️➡️➡️➡️➡️➡️➡️➡️➡️➡️➡️➡️

Depois de comermos una pizza gigante e eu literalmente ter quebrado todas as regras de não comer besteiras, tipo chocolate e bolinhas de queijo, estamos assistindo à um musical, que por coincidência é um dos meus clássicos favoritos, Clarke está com a cabeça apoiada sobre meu peito e Nina, sobre ela, cantando, tudo.. E devo admitir que ela tem uma voz linda e suave.

—Clarke vamos fazer a coreografia, vem você sabe, —Nina propõe levantando e chamando Clarke que sacode a cabeça em negação.

—Nina depois de tanto comer se eu dançar eu passo mal, além disso já está ficando tarde e tá na hora da mocinha ir dormir. —Clarke diz a puxando pra fazer cócegas. Nina se contorce toda e derrepente de joga sobre mim procurando ajuda..

—socorro Lexa —diz entre risos, então a pego nos braços e saio correndo, não vejo saída, e Clarke corre em nossa direção, Nina então fala.

—Sobe Lexa, vamos nos esconder, —e  assim coloco Nina nas costas e saio em disparada escada acima chegando lá nina salta das minhas costas e me puxa para seu quarto, então entramos e bolamos um plano rápido pra pegarmos Clarke.

—Eu sei que vocês estão aí —ouvimos uma Clarke ofegante falar do lado de fora,. Nos preparamos e assim que ela abre a porta a atacamos com travesseiros ela não consegue lutar e finge estar pedindo paz, quando Nina e eu baixamos a guarda ela pega um dos travesseiros da cama de Nina e sai dando com travesseiro em mim e em Nina.

Okay eu me rendo —digo cansada e suada por nossa pequena guerra de travesseiro, pode ter sido a coisa mais infantil que já fiz na vida, mais foi também a mais divertida,. E vendo o sorriso de Clarke só posso presumir que ela também tenha gostado.

Então é isso mocinha pro banho já, eu preciso de um também, —diz arrumando o cabelo, e soltando o travesseiro no chão,.

Bom acho melhor eu ir então —digo arrumando minha roupa em mim, —já está tarde e eu..

Não Lexa dorme aqui —diz Nina —depois vem a melhor parte, a das histórias, Clarke conta a melhor história.. —diz Nina orgulhosa.

Ah eu não sei se é.—nem termino a frase e Clarke já me corta.

Você pode ficar se quiser, além disso como você mesma disse já está tarde, e eu não ficaria bem com você indo a essa hora, além disso temos muitos quartos, se preferir, ou podemos.. Ah hum.. —fala nervosa.

—O que Clarke está querendo dizer é que vocês podem dormir juntas e dividir a cama —Nina fala inocente —a cama dela é gigante e ótima pra pular. —termina.

Eu devo estar vermelha e totalmente sem palavras, Clarke também, mais não comenta nada, apenas pede pra Nina ir logo para o banho enquanto me puxa para fora. 

Ela gosta de me deixar em maus lençóis —diz me apertando contra a parede. —além disso eu não deixaria você ir a lugar algum linda —fala o apelido que me deu no cruzeiro. —quero matar a saudade,. E assim ataca meus lábios e eu correspondo com a mesma fome e vontade.

—Eu não iria _falo entre os beijos. —quantos beijos me deve por termos ficado longe 3 anos, —falo entre beijos, e apertando sua cintura, —quero tudo com juros. —e ela então me puxa para seu quarto.

E eu não recuo apenas a olho e derrepente paro, quando ela já está dentro. 

—o que foi linda? —pergunta curiosa.

—eu só lembrei de algo. —vamos dividir o quarto novamente.. E dessa vez é o seu, então estou no seu lugar agora..—digo concluindo.

—não se preocupe Lexa, serei boazinha e não farei nada que você não queira, além disso sou noiva —diz fingindo ter uma Aliança., ela está recriando nosso primeiro encontro.faço cara de nervosa, e entro,a seguindo., olho para a cama e em seguida pra ela, e ela então diz.

—Posso dormir no sofá se você quiser, —fala inocente, e como antes repito as mesmas palavras que ela me disse no quarto do cruzeiro.

Não precisa a cama é grande o bastante pra nós duas.. Podemos muito bem dividir.. Quer dizer dormir..

E quem disse que eu quero dormir lexa? 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, obrigada mais uma vez, vocês são demais 😎 ❤️❤️até amanhã.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...