1. Spirit Fanfics >
  2. De Seul a Daegu; O encontro de almas. >
  3. A tragédia-Capitulo 1

História De Seul a Daegu; O encontro de almas. - Capítulo 1


Escrita por: Minzy56

Notas do Autor


Avisos antes de começar a fic:

Essa fic é de minha autoria, portanto não permito nenhuma cópia dela.
Os personagens são totalmente fictícios, algumas personalidades, aparência, idade, sexualidade e etc serão mudadas! (Apenas usarei o nome e algumas características da pessoa como referência).
Tentarei postar todos os dias às 18:30(seis e meia-dezoito e trinta).

Sobre a autora:
Meu apelido é min.
Minha idade é confidencial (podem ficar tranquilos que eu não sou uma criança! Já tenho idade para votar ksks)

Capítulo 1 - A tragédia-Capitulo 1


Fanfic / Fanfiction De Seul a Daegu; O encontro de almas. - Capítulo 1 - A tragédia-Capitulo 1




Mina é a filha única dos Kim's, um dos casais mais conhecidos da Coreia do Sul, portanto sua reputação é o que mais importa.


_Filha?-Diz Senhora Kim na sacada da casa com um cigarro na mão, como sempre fumando.


_Oi mãe, fumando novamente?-diz Mina com o celular na mão vendo notícias.


_Você sabe que é um vício, eu não consigo largar de mão.-Diz a mãe apagando o cigarro no cinzeiro.


_Mas está fazendo mal para a nossa família-Mina sai da sacada e vai para seu quarto.


A mesma fica mexendo no computador jogando e escutando música.


_Senhorita Kim?-Diz armoni Kim batendo na porta do quarto de Mina.


_Armoooniii-Mina levanta de sua cadeira correndo indo abraçar sua avó com toda a força do mundo.


_Vim me despedir, irei morar com a sua tia em Daegu.-Diz a mais velha


_Como assim Armoni? Vai me deixar?-Diz se desfazendo do abraço e cruzando os braços.


_Sua tia descobriu que está grávida, e me pediu ajuda para cuidar da casa e do restaurante. Eu não quero deixar você minha linda, mas sua mãe também não gosta de mim-Diz Armoni se sentando na cama. 


_Mas a senhora é a única que me entende. Minha mãe só vive fumando e meu pai só trabalha-Mina fala com lágrimas nos olhos!


_Você precisa ser forte filha, além disso, que você pode visitar a vovó quando quiser.


_Mas eu não sei andar em Daegu-A garota limpa as lágrimas dela mesma enquanto sua avó acaricia seus cabelos ondulados e amarronzados.


_Vai ficar tudo bem, minha filha…



*2 meses se passaram*



Mina e sua família se encontram tomando café da manhã em sua grande sala de estar.


_Como está indo na escola?-Pergunta sem interesse(senhor Kim)com o celular nas mãos


_Péssimo!-Mina responde em um tom frio 


_Ah, não responda seu pai assim!-senhora Kim diz em um tom nervoso


_Minha avó vai voltar? Não! Se eu pudesse eu morava com ela para nunca mais ver vocês.-Mina sai da mesa e vai para o carro, onde seu motorista estava esperando.


O motorista leva a mesma para sua escola, chegando lá, Mina vai até à sala e fica esperando a professora.



*5 minutos depois*



A professora chega já passando problemas matemáticos. Mina cópia os deveres e tenta resolver os problemas matemáticos.


_MINA-AH!a mesma escuta os gritos de sua mãe vindo até sua sala e a mesma se esconde 


_Senhora Kim, não pode entrar enquanto está tendo aula.-A diretora entra na sala com Senhora Kim


_QUEM É VOCÊ PARA FALAR O QUE EU DEVO FAZER OU NÃO? MINA-AH! APAREÇA AGORA!-Diz se irritando ainda mais.


_Senhora Kim, sua filha problemática está atrás dessa cadeira-Diz Hyori apontando para a cadeira onde Mina estava se escondendo.


_Puta do caralho-Mina sussurra.


Sua mãe pega Mina pela as orelhas e leva até o carro onde estava seu pai, a mesma da vários tapas em Mina fazendo vários machucados na garota. 


_É para você aprender a se comportar!-Mãe de Mina se senta no banco da carona e seu pai da partida.


_Seu castigo ainda não acabou!-Diz o pai



Chegando em casa, seu pai pega Mina e leva a mesma até a sala.


_Se ajoelhe!-Diz o homem velho


_Eu não vou!


_SE AJOELHE!-no mesmo momento Mina obedece.


Seu pai levanta a blusa e abaixa a saia da mesma e tira seu cinto, o mesmo bate nela até tudo ficar vermelho, a mesma chora, horrores e sobe para seu quarto.


A mesma vai para o seu banheiro, toma seu banho e se deita na cama voltando a chorar.


_Ah, levanta daí. Nós vamos sair-Diz senhora Kim na porta de seu quarto.


Mina obedece e sai do quarto, indo para a sala principal.


_Onde nós vamos?-Diz Mina em um tom de choro


_Para uma apresentação muito importante, portanto, não nos envergonhe!-Diz seu pai


_Fiquem tranquilos.-Sua mãe pega a roupa que a menor tem que usar e a mesma coloca


Roupa: Vestido colado amarelo quadriculado, tênis ALL star branco, jaqueta.


Mina e sua família entra no carro e vão para a apresentação de um novo celular.


Chegando na apresentação, os pais de Mina largam a mesma e vão dar entrevista.


Mina vai até uma mesa onde tem várias bebidas, a mais nova pega uma vodca com limão e cria coragem para beber. 


_ Não é muito nova para beber?-Diz um garoto bem alto, de cabelos morenos.


_nunca bebi, mas me deixa-Mina tenta colocar a bebida na boca, mas não consegue 


_Isso é um hematoma?-Diz colocando o dedo onde está machucado, no mesmo segundo Mina Levanta sua jaqueta e bebe a vodca


_Eca-Faz uma cara de nojo


_Bom, crianças não gostam disso-Diz caçoando com Mina


_Criança? Só se for você-Mina se vira pegando outras bebidas e começa a beber.


_Se eu fosse você não beberia isso tudo de uma vez-a mesma começa a beber muito e ficar bêbada.


_Então gatinho, aqueles ali são meus pais. Eu odeio eles, e eles me odeiam-Diz Mina quase caindo. 


_Meu Deus, então você é filha dos Kim's? Eu também sou um Kim, não dá sua família, sou Kim Taehyung.


_Então… quando eu posso te bei…


_Mina?-Diz sua mãe sussurrando 


_Que bafo de cigarro, mãe hahaha-Diz Mina quase caindo.


_Eu não acredito que você bebeu, vamos para casa-A mesma pega no braço de Mina e vai atrás de senhor Kim que também estava bêbado


_Vamos logo papai e mamãe-Os mesmos entram no carro e dão partida para casa.


A estrada estava bem escorregadia por conta da chuva, o carro deslizava muito.


_HAJUN, A CARRETA-Diz a mãe se segurando 


O carro bate na carreta Causando um acidente feio.



*1 semana depois*


Mina abre os olhos e vê que está deitada em uma cama de hospital, a mesma fica desesperada e começa a gritar.


_Senhorita Kim?-Uma enfermeira imediatamente vai até o quarto da mesma, chamando um médico


_O que aconteceu?-Diz Mina confusa enquanto o médico a examina 


_Você ficou em coma por uma semana-Diz o médico.


_E os meus pais?-Diz a menina chorando e o médico faz uma cara triste e a mesma já entende e começa a chorar 


_Vou chamar sua avó-A enfermeira sai da sala com o médico, enquanto Mina só chora.


Depois de um tempo sua avó chega para la conforta.


_Armoni, meus pais morreram mesmo?-Diz Mina com a voz trêmula


_Seu pai morreu na hora do acidente, mas sua mãe ficou no hospital até ontem e infelizmente não resistiu.


_Eles já foram enterrados?-Diz apertando forte a avó


_Seu pai já foi velado e enterrado, sua mãe vai ser velada daqui a dois dias, devido à família do Brasil que está vindo para cá.


_Posso ir?-Diz chorando muito 


_Claro…


Dois dias depois~


Mina finalmente recebe alta do hospital, sua avó leva a garota para sua grande casa.


_Mina-Ah! com que roupa você quer ir?-Diz a senhora ajudando Mina a abrir o closet


_Acho que esse vestido preto tá ótimo, como eu estou de muletas e minha perna está engessada, terei que usar um sapato baixo. Acredito que vou de ALL star-Diz Mina se sentando no banco de sua penteadeira.


_Eu pedi para que você fosse de cadeira de rodas, já que o velório será realizado em um lugar alto.


_Armoni, vou de ALL star então-A mesma vai para sua cama e se deita.


_Ok filha. Ah! Eu preciso contar algo-Diz sua avó se sentando na cama de Mina.


_Pode contar armoni


_Você terá que morar comigo e com sua tia em Daegu-Diz sua avó 


_Como assim? Eu não posso morar lá, e a escola?-Diz Mina se levantando. 


_Vai ser legal, tem a sua prima Urin que provavelmente vai ser da mesma sala que você-Tenta animar a neta.


_Armoni, ela riscava as minhas bonecas e puxava meu cabelo.


_Mas agora vocês são duas moças, devem se comportar! Aliás, tem o seu priminho que vai nascer também.


_Eu não sei se vou me adaptar!


_Vai sim, minha linda, te prometo.


 …


Depois de 20 minutos o carro chega e leva Mina e sua avó para o velório de sua mãe. Chegando lá, estavam várias pessoas, principalmente da imprensa.


_Mina? Que saudades-Diz em português a senhora!


_Desculpa, quem é a senhora?-Diz Mina se virando com a cadeira de rodas


_Sou sua tia Luísa, moro no Pará.


_Ah sim, oi tia-A mesma responde em um tom não tão alegre.



Depois de tempos o caixão chega e todos começam a rezar e chorar.


Após velarem o corpo, pessoas fazem a rua toda parar para prestar homenagem.


O carro chega para pegar o caixão e levar até o cemitério.


Todos vão para o cemitério, menos Mina que fica no portão, pois não aguentaria ver aquilo.


_Senhorita Kim?-Aparece um homem alto na frente de Mina e ela olha confusa 


_Oi?-Diz a menina com os olhos inchados 


_Você não se lembra de mim? O Kim Taehyung da apresentação!-Diz se sentando no chão para poder falar melhor com ela.


_Me desculpe, mas eu não lembro de ninguém e de nada daquele dia, e nem quero lembrar.-Diz limpando suas lágrimas com um lenço


_Desculpa, mas eu vim aqui para prestar meus pêsames a família-o mesmo se levanta e faz reverência e sai.





Depois de um tempo a avó de Mina chega e leva a mesma para casa.


_Hoje a noite vamos para Daegu, ok?-Diz pegando uma mala bem grande e colocando em cima da cama


_Ok armoni, irei tomar banho.-Mina vai ao banheiro e toma seu banho com ajuda da cadeira de rodas.


Depois que acaba seu banho a mesma vai para o seu quarto e vê sua avó arrumando as suas roupas e acessórios.


Depois que ele arruma suas malas sua avó vai tomar um banho.


...



Próximo capítulo: Ida para Daegu









_



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...