História De todas as estrelas, tu serias a Lua - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Deathfic, Drabs, Drama, Estrelas, Hobi, Hopega, Hoseok, J-hope, J-hope!povs, Jin, Lua, Namjoon, Neptunegnam, One-shot, Povs!j-hope, Rap Monster, Seinen, Seokjin, Shounen Ai, Slash, Sobi, Sol, Sope, Suga, Suícidio, Taehyung, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 27
Palavras 585
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabs, Drama (Tragédia), Festa, LGBT, Seinen, Shonen-Ai, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus momonekos trevosos :3

Hoje tô inspirada pro Drama ;u;

Dessa vez uma One-Shot YoonSeok, que combina pra c#ralho com Drama e com o tema ;u;

Preparem seus lencinhos e boa leitura

Até as Notas Finais :'3

Capítulo 1 - "Sol, Lua, Estrelas, um pouco do vasto Céu"


Fanfic / Fanfiction De todas as estrelas, tu serias a Lua - Capítulo 1 - "Sol, Lua, Estrelas, um pouco do vasto Céu"

Lembro-me vagamente do dia em que nos encontramos pela primeira vez. Você era apenas um amigo da faculdade de Kim TaeHyung - meu amigo de infância -. Não tinha nenhum motivo para que eu me aproximasse de ti.



Só que não consegui evitar isso.



A festa de aniversário de TaeHyung estava tão animada, um bando de jovens dançando na sala de estar, ao som de Black Pink e EXO, alguns do lado de fora fazendo bagunça no jardim da mansão Kim. Imaginei que NamJoon e SeokJin matariam TaeHyung por gerar tanta desordem em uma única noite.



Com os braços escorados no balcão de granito da cozinha, eu te vi pela primeira vez.



Teu olhar vazio me chamava bastante atenção, TaeHyung praticamente me empurrou para cima de ti, apresentando-me como Jung HoSeok, o Sol da sua vida.



TaeHyung estava claramente bêbado, mas deixemos isso de lado.



– Festa animada, não?



Foi o meu jeito de iniciar um assunto; clichê, eu sei.



– Sim.



E ficamos em silêncio por um tempo. Percebi teu olhar profundo sob o copo de refrigerante, quase como se estivesse buscando algum motivo sólido para permanecer na festa, que parecia lhe desagradar.



Hoje, sei que estavas buscando um motivo para permanecer aqui, neste mundo.



– Então... Está gostando da festa?



Insisti.



– Não muito... Estou com sono...



Realmente, tu parecias deveras cansado, e um antro com som alto e pessoas gritando por alguma razão que desconhecíamos não era o melhor ambiente para tirar um cochilo.



– Também estou.



E silêncio novamente. Mas por pouco tempo.



– Você... Você é bem bonito.



Fui sincero em minhas palavras. Aliás, fui sincero a minha vida toda. Não seria diferente contigo.



– Você acha?



E, com um semblante surpreso, ao mesmo tempo divertido, viraste o rosto para me encarar. Um meio sorriso desenhado em tua face, um olhar misterioso, uma galáxia inteira perdida em tuas orbes negras.



Estava a contemplar uma das maiores obras de arte do universo.



– Uhum.



Dei meu sorriso mais sincero, e tu riu. Um riso tão bonito, que eu adoraria escutar mais uma vez.



– Vamos começar isso direito. Muito prazer, Jung HoSeok!



Apresentei-me na maior empolgação, e tu pareceu achar graça nisto.



– Prazer, Min YoonGi!



E passamos a conversar pelo restante da noite. Fora uma conversa muito agradável, mais agradável do que olhar um amanhecer, um pôr do sol, uma Lua Cheia, um Eclipse. Mais agradável do que todos os outros dias de minha vida, após esta festa.



Não tenho certeza se o sentimento fora recíproco, mas naquela noite me apaixonei completamente por Min YoonGi.



E após aquela noite, você se tornou poeira cósmica. Tornou-se Sol, Lua, Estrelas, um pouco do vasto Céu.



E com os dias seguintes, lamentei-me profundamente por não ter lhe conhecido antes. Por não ter lhe ajudado antes. Por não ter lhe impedido de cometer tal ato.



Estava estampado na minha cara, revivi aquela noite em minha mente por meses, e os sinais estavam tão claros quanto o brilho de uma estrela cadente. Os sinais estavam claros tarde demais.



Não sei se tu se encontras no Céu agora, YoonGi. Mas espero que um dia possa me juntar a ti para lhe iluminar.



Se tu ainda estivesse aqui, eu poderia lhe dizer o que sinto.



– De todas as estrelas, tu serias a Lua!



Com uma expressão confusa, questionaria:



Por que?



E eu responderia:



Pois teu brilho só apareceu quando eu lhe irradiei!



E, após soltar aquele riso que desejei e desejo tanto ouvir pelo menos mais uma vez, retrucaria num tom sacana:



– A Lua é um Satélite!


Notas Finais


E então gente?

Meio pesado, eu sei.

Espero que tenham gostado :3

Kisu e até a próxima >u<

-NeptuneGnam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...