1. Spirit Fanfics >
  2. De trouxa para bruxa. Mais uma em Hogawarts >
  3. Dance do seu próprio jeito...O jeito do coração...

História De trouxa para bruxa. Mais uma em Hogawarts - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Fala pessoas!
Hoje eu descobri que é DIA INTERNACIONAL CONTRA A HOMOFOBIA...Graças a uma postagem de uma Youtuber que eu sou muito fã.
ヾ(๑≧∇≦)ノ゙♥❤
Eu sei que essa parte da história está curta...Mas eu não podia deixar esse dia passar...Então aproveitem esse capítulo especial meus kiriduhs. ❤

Capítulo 15 - Dance do seu próprio jeito...O jeito do coração...


Fanfic / Fanfiction De trouxa para bruxa. Mais uma em Hogawarts - Capítulo 15 - Dance do seu próprio jeito...O jeito do coração...

 

§~°•°•°•CAPÍTULO 15 •°•°•°•~§

~☆•°°° Max •°°°☆

O abraço não é nem tão quente e nem tão frio...Como se os dois elementos se misturassem e ficassem em um clima ameno e muito bom. Quando eu peguei a mão da Brenda pela primeira vez... Era completamente um bloco de gelo, mas como a minha mão está sempre quente, aqueceu e eu não quis soltá-la mais. Queria que isso se repetisse mais vezes, queria ter coragem de dizer que eu...

"Eu te amo...Luh..." Digo em meus pensamentos acariciando seus cabelos. 

Ela vai se afastando lentamente de mim e enxugando suas lágrimas sem borrar a maquiagem. 


"Me desculpe...Eu não..." Tanta se justificar. 

"Tudo bem." Respondo. "O que é isso?" Pergunto apontando para o papel amassado que segura em suas mãos. 

"Nada de mais. Uma bobagem...Um verdadeiro lixo que eu gostaria de nunca ter feito." Responde fria jogando o papel amassado no chão. 

Ela vai caminhando sem rumo, e aproveito que não está olhando para pegar o papel, que na verdade é um envelope que em seu exterior está escrito: 

De: Brenda 

Para: Victor 

Essas palavras são as pistas ideiais para saber o que houve. Claro... Com certeza ela já havia notado o quanto Victor e Gabriella estavam próximos. Coloco o envelope no bolso e vou atrás de Brenda. 

"Ei! Para onde vamos?" Pergunto andando para trás para olhar ela diretamente. 

"Vamos?" Pergunta de volta sem parar de andar. 

"Sim, eu posso te acompanhar? Se você quiser também." Digo. 

"Então tá..." Responde cruzando os braços 

continuando a olhar para baixo. 
Enquanto caminhos, vejo o quanto ela está linda e fofa com o vestido rosa claro que é bem a cara dela. Faço algumas piadas debochadas para animar o clima e fico muito satisfeito com seus risos e gargalhandas. É muito bom saber que a faço sorrir. 

"Você viu aquele Smunkin que o Draco estava usando? Preferia mil vezes vestir uma camisola do que vestir aquilo." Brinco. 

"Como você é palhaço Max!" Diz gargalhando. 

"Hum...É...Acho que sou." Sorrio. "Brenda, se importa de irmos para o jardim?" Pergunto. 

"Tá bom." Concorda. 

Ao chegarmos, fico até sufocado com a variedade de perfumes de flores espalhadas por todo o canto, mas é primavera e é inevitável que isso não acontecesse. Tiro o celular do bolso, mas Brenda nem imagina o que irei fazer...Ela com certeza pensa que vou ficar parado ali, mexendo no celular. Coloco a música ButterCup, uma de nossas músicas preferidas. 

"Vem..." Chamo colocando minha mão a sua frente. 

"Eu não..." Diz em um tom envergonhado "É que eu não sei dançar."  

"Haaa...Quem precisa daqueles passinhos toscos de valsa? É mais legal quando temos o nosso próprio jeito de dançar...Sem regras." Digo pegando sua mão a puxando para minha frente. 

"Sem regras..." Repete. 

Ela suspira nem acreditando no que vai fazer e começamos a dançar com passos engraçados, mas modernos. Ela não para de rir e dá um verdadeiro show com seus passos, um deles tenho certeza que ela aprendeu comigo e com Bella nos passos de hip hop. Quando a música acaba...Ela dá um giro e quase cai para trás. 

"Hahaha...Cuidado." Digo rindo pegando seus braços. 

"Como somos retardados meu Deus!" Diz sorrindo e colocando as mãos na boca. 

"Seja bem vinda ao Clube." Respondo dando em ombros. 

Ela dá um sorriso, mas volta para sua reação triste de antes. 

"Foi ele não foi?" Pergunto já sabendo a resposta. 

"Dele quem?" Pergunta tentando fugir do assunto. 

"Dele." Respondo tirando o envelope do bolso. 

"Não era pra você ter visto isso!" Repreende tentando pegar o envelope. 

"Calma. Alyssa já havia me contado..." Digo. 

"Você deve está me achando uma completa idiota..." Fala suspirando. 

"Você não é idiota...Acontece com todo mundo alguma vez na vida." Respondo. 
Seus olhos brilham de surpresa, nenhum de nós fala de nada mas também não interrompe o contato visual. 

"Será que eu posso...." Digo abrindo os braços a uma pequena distância. 

"Sim...Por favor..." Responde abrindo os braços e dando um sorriso triste. 

Eu me aproximo e tenho o clima bom de novo, uma sensação muito boa que eu gostaria de ter para sempre...Mas talvez que nunca irá se repetir. Se eu quisesse ter um poder...Seria fogo e de ler pensamentos...Para aquecer Brenda além do abraço e de saber sobre o que ela pensa de mim. Na verdade...Ela se parece muito com a Safira de Steven Universe, é fria exteriormente, controlada, sensível, defende suas opiniões e não gosta de decepcionar e nem de machucar quem ama. Ela até disse que eu parecia muito com a Rubi, pois minhas mãos estão sempre quentes e por ser mais extrovertido. Fizemos até uma metadinha no Discord... Só falta mesmo ela descobrir que a amo mais que uma amiga e formarmos finalmente a nossa Garnet. Mas isso...É o tempo que vai decidir, só espero que ele conspire ao meu favor. 

Brenda se afasta rapidamente desta vez o que me causa até um pequeno susto. 

"PRECISAMOS FALAR COM DOBBY!!!" Grita me chacoalhando. 

"Calma Brenda. Assim você me deixa surdo." Digo lentamente. 

"Vamos para o Salão!" Diz pegando meu braço e me levando em direção ao Salão. 

"Mas... Você não se importa se chamarem a gente de par?" Pergunto. 

"Ah! Sei lá! Ou você nega ou você concorda! Mas agora precisamos falar com Dobby!" Diz rapidamente. 

"Não precisa correr!" Falo 

Ao chegarmos, esbarro sem querer em Draco Malfoy...Só para estragar meu dia. 

"Cuidado! Você vai estragar meu terno!" Repreende como se eu tivesse cometido o pior crime de todos os tempos. 

"Deixa que eu ajeito para você Draco..." Acalma Pancy sorrindo docimente. 

Ele nem agradece depois que ela termina de ajeitá-lo... Se é que tinha alguma coisa para ajeitar. 

"Parece que Pancy estava certa quando disse que você tinha vindo com Max." Provoca Draco se referindo a Brenda. 

"E qual é o problema?" Falo por ela. 

"O problema é que sua namoradinha te encobriu por pura vergonha de vim com você." Responde Pancy apontando para ela. 

Brenda suspira bem fundo e coloca a mão na testa, simbolizando pura impaciência e que se o casalzinho continuar com as provocações, ela será capaz de dar-lhes um tapa só e de xingá-los com os piores xingamentos que ela aprendeu em minha sala. Mas eu não nunca a vi murmurando qualquer palavrão desde que chegou aqui. 

"Olha Pancy...Eu e Max formamos um par há dois minutos atrás. Não foi nada programado. Então não coloque palavras em minha boca!" Explica séria. 

"Woooonnn, a princesinha começou a mostrar as garras foi?" Provoca levando sua mão até a bochecha de Brenda, mas antes de eu interrompe-lo, ela o interrompe. 

"Não ouse fazer isso. Acha mesmo que eu sou um de seus brinquedinhos? Abaixe essa mão ou eu faço questão de quebrar todos os seus dedos!" Ameaça com uma voz um pouco intimidadora. 

"Você não teria coragem..." Responde Draco dando um sorriso convencido. 

"Será mesmo? Teste para ver se eu não tenho coragem como você diz." Fala retribuindo o sorriso. 

"Argh! Você está assim porque viu Victorcom Gabriella!" Retruca massegeando sua mão. 

Brenda não diz nada, apenas vai em direção à cozinha do Salão. Draco sorri com satisfação e Pancy coloca seus braços em volta de seu pescoço sorrindo também. 

"O que há Max? Parece que você também ficou indignado nessa história." Debocha Pancy 

"Calem a boca!" Retruco indo seguir Brenda. 

'''°°°•••ALYSSA•••°°°''" 

Neste exato momento eu só quero uma coisa...SOCORRO!!! Bella não para de pegar em minha cintura e estou começando a ficar sufocada com ela e com Dani, que também é outro engraçadinho. Como se eu fosse o brinquedo deles. 

"Ok...Está conversa toda já está me dando fome. Vou pegar alguma coisa para comer." Diz Dani indo em direção a mesa cheia de doces e salgados do outro lado do Salão. 

"Beleza. Vamos continuar aqui...Pego alguma coisa para mim depois." Responde Bella. 

Ela me coloca contra a parede lentamente e sorri apoiando seu rosto no meu ombro. 

"Por que vocês fazem isso?" Pergunto séria. 

"O que você acha?" Pergunta de volta sem tirar o rosto do meu ombro. 

"Pra quê vocês fazem esse tipo de brincadeira de mal gosto?" Insisto. 

"Brincadeira?" Repete surpresa olhando diretamente para mim. "Alyssa...Se você acha que isso é brincadeira eu sinto muito em dizer..."  

Ela se aproxima mais de mim e não dá nem para fugir, pois atrás de mim fica a parede e ela coloca suas mãos em minha cintura. Seus lábios encostam nos meus como um convite, e por algum motivo não consigo pará-la. Apenas minha mente continua funcionando...

"O que estou fazendo?! Não era pra eu aceitar esse beijo!" Grito para mim mesma. 

Vendo por outro lado...Eu amo casais LGBTs, tanto em livros, como filmes ou até mesmo na vida real. Acho muito fofo e bonito as outras formas de amar. Sempre quando Bella se apoiava em meu ombro, meu coração palpitava por alguns segundos. Será que eu gostava dela...Só eu nunca percebi? Mas meu coração também palpita quando estou com Dani...Eu não sei...Ele sempre gentil, engraçado...Parece gostar de mim do jeito que me abraça algumas vezes. Mas como disse Bella...Isso tudo não é uma brincadeira como eu pensava. 

De repente... Minha mente para de trabalhar e a única coisa que faço é colocar minhas mãos em suas bochechas e fechar os olhos. Nessa parte do Salão ninguém está... Estão todos do outro lado pegando ponche, doces, salgados...

Mas alguém nos interrompe...

"Argh! O que é isso?!" Pergunta Chloe fazendo uma cara de nojo. 

"Aff... Você por acaso é cega?" Retruca Bella se virando para ela. 

"Eu sinto nojo de vocês duas! E pensar que um dia eu te convidei para fazer parte do meu grupo Alyssa! Você não sente vergonha!?" Fala Chloe em um tom de indignação. 

"Ah é? F-" Responde Bella em seu tom calmo. 

"Eu vou contar para todo mundo!" Retruca mais uma vez. 

"Conte! Todo mundo já sabe minha escolha de viver...Não dou a mínima pro que você faz ou deixa de fazer." Responde Bella. 

Chloe bufa e sai resmungando. Não sei o que faço... Bella olha para mim e segura meu queixo para eu olhar em seus olhos. 

"Alyssa...Você teria vergonha de nós?" Pergunta. 

Será que sim? Será que não? Não sei o que dizer! Mas mantenho a calma...E suspiro. 

"Não." Respondo sinceramente. 

Ela pega minhas bochechas e se aproxima, meu coração só acelera ainda mais e mais. 

"Então... Se você aceitou meu beijo...Quer dizer que estamos juntas?" Pergunta dando um sorriso. 

"Provavelmente." Respondo dando um sorriso. "Acho que sim..." 

Nossos lábios encostam novamente, fechamos os olhos, ela coloca suas mãos em minha cintura novamente. É uma sensação que eu nunca tinha sentido antes...Algo novo. Coloco meus braços em volta de seu pescoço. Não sei o que o destino reserva para nós...Prefiro descobrir isso depois. 

CONTINUA...





Notas Finais


Feliz dia Internacional contra a homofobia.
São pessoas como qualquer outra que merecem carinho e respeito ❤🏳️‍🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...