História De volta a estaca zero - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Chelia Blendy, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Grandeeney, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lucy Ashley, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Natsu Dragneel, Scorpio
Tags Nalu
Visualizações 17
Palavras 469
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Isso é uma caixa de metal


Tentei levantar o mais rápido que pude, afinal eu não sabia onde eu estava. Quando levantei senti algo caindo das minhas costas, era minha mala.

  Olhei ao meu redor e minha boca se abriu em um perfeito "O",aquele lugar era igual a meu antigo apartamento, só mudava algumas coisas.

  Olhei no relógio para ver as horas e vi que ainda era de manhã. Desfiz as malas, arrumei o lugar e decidi tomar um banho, e depois dar uma volta pelo lugar. 

》》》》》》》《《《《

  Ótimo, já estou com tudo, chaves, remédio, chicote, tudo pronto! 

  Sai da minha nova residencia e dei de cara com um tipo de porta talvez. Andei pelo corredor tentando procurar uma saída daquele andar cheio de portas, provavelmente este é um prédio ou seja, moro em um apartamento. Depois de procurar as únicas saídas que achei foram de uma janela que era consideradamente alta e uma enorme porta escrita "escada de incêndio",quando a abri, estava tudo escuro, tão escuro que me deu um arrepio na espinha. 

  Deixei aquela saída pra lá e tentei focar naquela porta de metal. Ao chegar na porta dei de cara com uma senhorinha que aparentava ser bem simpática. 

  --Bom dia.--diz ela sorrindo. 

  --Bom dia.--digo um tanto desconfiada. Afinal, nesses últimos tempos aprendi que é sempre bom ficar com um pé atrás. 

  -- Você deve ser a vizinha nova né?

  --Ah sim, sou eu mesma--digo coçando a nuca. 

  --Avemaria, essa porcaria de elevador deve estar quebrada, já tô aqui esperando a tempos e essa bugiganga não sobe. 

  --Senhora, o que é elevador?--digo e vejo a senhora começar a rir.--Qual é a graça?-- digo um pouco indignada. 

  --Desculpa, é que você é tão jovem, como não conhece um elevador?--disse rindo mais um pouco.Eu tenho cara de palhaço? --Desculpa de novo. Elevador é um tipo de caixa que te leva pra qualquer andar do prédio, é só apertar o botão--diz me mostrando. --aí você espera ele chegar. 

  No momento em que ela disse aquilo, o elevador abriu.

  --Olha só se o sumido não apareceu.--diz acho que tentando fazer piada.--Vamos mocinha, entre, se não ele irá fechar novamente. 

  E assim fiz.

  --E agora? Como vamos para baixo?-- pergunto envergonhada. Provavelmente vai demorar para eu me adaptar aqui. 

  --Agora você aperta o botão do andar para onde você quer ir. Você quer ir para o térreo, não? 

  -- Ah sim.-- digo enquanto vejo ela apertar um botão com o número 0.-- E agora, o que fazemos? 

  --Esperamos o elevador chegar no andar escolhido. --diz calmamente. 

  -- E essa coisa não cai não?--digo receosa.

  --Bem, já houve casos, mas nada muito grave, é bem difícil isso quebrar, principalmente com a tecnologia de hoje. 

  -- Ata.--digo enquanto uma sensação de estar caindo levemente me atingia. Usar elevador é realmente estranho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...