1. Spirit Fanfics >
  2. De Volta a Gravity Falls (Reescrevendo) >
  3. Greasy's Diner

História De Volta a Gravity Falls (Reescrevendo) - Capítulo 2


Escrita por: e IllumyZ


Notas do Autor


Bem pessoal ai está mais um capítulo, espero que gostem, e pegue algumas referências que coloquei no capítulo, acreditem isso ficara bem comum.

Capítulo 2 - Greasy's Diner


29 de Maio - Terça feira - Manhã

Dipper On: 

Fui o primeiro a acordar, como de costume, fui para o banheiro tomar um banho, ao sair olhei para o espelho, encarei meu rosto, numa profundidade olho a olho, flashes de partes dos sonhos que tive vieram a minha cabeça, e todos eles me deram sensações desconfortáveis mesmo não lembrando exatamente o que eram, saudades de quando eu conseguia ter uma noite calma, se é que me lembro como eram, respirei fundo

Dipper: Sonhos, são apenas sonhos, você está na realidade e não em um sonho, hoje é um novo dia e assim você deve vivê-lo - terminei de recitar um dos diversos mantras ao qual Mabel e algumas pessoas me ensinaram, voltei para meu quarto, liguei meu notebook e a segunda tela que eu usava, enquanto o mesmo iniciava, fui caminhando até a varanda do meu quarto, dei uma boa respirada naquele ar puro, e de longe consegui ver a floresta, olhei o relógio, 6:10, logo logo a Mabel vai acordar, voltei para a frente do Notebook e comecei a ler umas notícias sobre coisas misteriosas e outras coisas menos importantes, depois mandei uma mensagem para Ford e Stan, falando que estávamos em Gravity Falls e que Mabel adorou o quarto, e eu também modéstia parte. Conversar com os Tivos nunca foi algo simples, eles estão sempre viajando e nunca tem sinal, fora as incontáveis vezes que monstros destruíram, devoraram, amassaram os celulares de ambos, então trocamos mensagens de email, e mais fácil.

Dipper: Bem, estamos começando as Férias de Verão, o que fazer ? - disse enquanto colocava meus pés em cima da bancada e me apoiava na cadeira com as duas mãos atrás da cabeça, olhei para meu quarto quando vi meu diário 2, livros... - Já sei !, A biblioteca do Ford - Levantei em um pulo, e desci as escadas, até onde antigamente era a pequena lojinha de lembranças da Cabana, ao chegar lá meu cérebro começou a passar rapidamente por todas as obras, fiquei surpreso, não tinha somente livros sobre monstros ou coisas sobrenaturais havia coisas como Romances, Clássicos e outras obras que eu mesmo não esperava, tipo O senhor dos Anéis e a Saga: Eragon, mas eu não estava aqui pelos clássicos, pelo menos não agora, peguei alguns livros simples: "O diário de John Gregorio - O caça feitiço", "Criaturas da Noite - Os filhos de Arkay", "A Besta e a Lanterna - O desconhecido", "Troca equivalente - Irmãos  Elric"!, foram os Livros que mais chamaram a minha atenção, não sabia do que se estava mas estava louco para descobrir, subi ao meu quarto e peguei umas folhas que eu usava para rascunhar ou anotar algo antes de passar para o Diário, e também Meu Crypto-Diário um diário que fiz apenas para armazenar códigos e padrões que frequentemente via, assim como alfabetos, símbolos e etc.

Dipper: E agora - Disse pensativo - Por qual devo comecar ?  - Fiquei um tempo pensando e por fim não consegui escolher, suspirei, fui andando até minha mochila e peguei minha Bolsa de Dados para Masmorras, Masmorras e mais Masmorras, entre eles tinha um dado de 4 lados, deixei os livros em Ordem e numerei cada um deles, lancei o dado e o escolhido de hoje é: "A Besta e a Lanterna - O desconhecido"

Mabel On: 

Acordei com meu celular despertando as 7:30, enrolei mais um pouco, mas no fim sai da cama, Waddles puxou minha coberta, Aquele porquinho travesso aposto que está com fome, alimentei o meu pequeno porquinho e fui para o banheiro lavei meu rosto e passei na porta no quarto do Dipper, o mesmo estava rodando uma caneta enquanto ouvia alguma coisa no seu celular e com os olhos agitados em um livro, bati na porta até ele perceber que eu estava ali

Dipper: Ah ! Oi Mabel, Bom dia - Disse ele focando em mim, geralmente eu faço o café-da-manhã porém pelo que tinha na geladeira, não daria pra fazer muita coisa 

Mabel: Então, não tem muita coisa na Geladeira, portanto o café vai ser meio fraquinho hoje - disse terminando de alongar meu corpo com preguiça

Dipper: o que você sugere ? - disse ele tirando os fones

Mabel: Bem eu tenho que correr mas não achei ainda um lugar bom pra correr então… - Eu sempre praticava exercícios de manhã, não apenas para me manter saudável mas também para aquecer o corpo, porém hoje não estou nem um pouco afim de correr, acho que foi o álcool

Dipper: Comer fora hoje ? - disse ele levantando os ombros, eu pensei um pouco e até que não era uma má ideia, 

Mabel: Cara, é uma boa Ideia, Só espera eu tomar banho e vamos, pode ser ? 

Dipper: Tá bom - Algum tempo depois voltei já pronta para ir, coloquei uma blusa rosa estampada e peguei um arco e uma xuxinha pra prender meu cabelo num rabo de cavalo, não estava muito afim de escová-lo, minha calça jeans também era básica, nada muito pra chamar a atenção, quanto ao meu irmão, pegou a primeira camisa que viu na frente e vestiu uma calça Jeans, colocou seu chapéu e já estava na sala me esperando, trancamos a casa e fomos para o Carro do Stan, ele não era novo mas dava uma ajuda

Dipper: E ai ? Pra onde vamos tomar nosso café ? - disse aproximando da cidade

Mabel: Não sei - olhei pra fora por um minuto e veio cenas na minha cabeça de quando íamos na lanchonete da Lazy Susan… - Já sei ! Que tal irmos na Susan

Dipper: E uma boa, la sempre abre cedo não é ? - concordei com a cabeca, nao demoro muito para chegarmos, mas meu irmão se perdeu um pouco, Gravity falls havia crescido então tem muito mais ruas que não conhecemos, estacionamos o carro próximo da loja e entramos, o local não estava vazio na verdade havia bastante gente, pegamos a primeira mesa que vimos e nos sentamos, consegui ver Lazy Susan de longe com aquele seu jeitão peculiar e adorável que só ela tinha, balancei a mão enquanto Dipper olhava o cardápio, Susan me viu e logo logo veio andando

Suzan: Vocês, o que desejam ? - ela estava com a cabeça baixa anotando o número da mesa quando levantou e nos olhou de modo desconfiado, ela parecia está tentando fazer uma força sobrenatural para se lembrar de nós - Vocês... eu sei que conheço oceis de algum lugar - Dei uma risadinha 

Mabel: Somos os Sobrinhos-Netos do Stan, o Ex-dono da Cabana - Então ela abriu um sorriso

Suzan: Isso mesmo, sabia que conhecia vocês, que bom que estão de volta a cidade já faz muito tempo

Dipper: Sim, já faz uns 5 ou mais anos 

Suzan: Nossa, tanto tempo assim, como ele voa não é ? - ela ia falar mais alguma coisa quando, um garoto de cabelos pretos chegou e a chamou

????: Tia Suzan, você precisa ficar na cozinha, eu atendo aqui pra senhora - era um garoto de pele branca, relativamente bonito, admito que tirei umas casquinha dele, ele usava uma espécie de blaze que era o uniforme, parecia com aqueles bar dos anos 90, mas misteriosamente caía bem nele

Suzan: Tudo bem, Sebastian, já estou voltando para a cozinha, Mabel mande um Abraco para seu Tio Stan - ela disse se virando 

Mabel: Pode deixar - disse balançando o braço

Sebastian: Bem em que posso servi-los - eu talvez, estivesse parada olhando demais para ele, porque meu irmão tomou a iniciativa e pediu

Dipper: Gostaríamos de um Café-da-Manhã no estilo ala Suzan com Calda nas Panquecas, para os dois, ponha no nome do Mason,

Sebastian: Sim senhor, algo para beber ?

Dipper: Um café forte e um suco de laranja - ele fechou o cardápio e entregou para o mesmo, Sebastian terminou de anotar tudo quando agradeceu e saiu eu acompanhei aquele garoto até a bancada quando Dipper me cutucou com um lenço na mão 

Mabel: Pra que esse lenço ? - disse desconfiada

Dipper: E para você limpar a baba que ta escorrendo da sua boca - Fiquei envergonhada e chutei ele de baixo da mesa, ele deu uma risada e levantou - Vou no banheiro 

Mabel: Vai lá - peguei meu celular e fiquei perdendo meu tempo no Facebook

Dipper on: 

Mabel não mudou nada, ainda sonhando com seu romance de verão, mesmo mais pé no chão que antigamente, certas coisas não mudam afinal, pois bem terminei de lavar as mãos e sai, estava caminhando em direção a minha mesa quando uma voz me chamou a atenção

????: Ora Ora Ora, se não e Dipper Pines de volta na cidade - olhei de canto de olho num cerrando os olhos de desconfiança, o velho então se virou, ele ainda era baixo mas sua coluna parecia muito melhor que antes, seus olhos mostravam a simplicidade daquele homem, usava trajes mais “normais” do que antes, mas mantinha seu jeitão largado, e sobretudo seus óculos de soldagem verde estavam na sua testa, e de cara não pude conter um grande sorriso ao reconhecer Mc Gucket 

Dipper: Mc Gucket a quanto tempo! - disse apertando sua mão, e o mesmo me puxou para um abraço

Mc Gucket: Veio passar o verão aqui ? Que maravilha - disse ele com um sorriso, enquanto eu me sentava no  banco elevado que tinha do seu lado, perto do balcão existia uma série de bancos alto para as pessoas se sentarem e se apoiarem no balcão

Dipper: Sim, faz tempo que Mabel e eu não vinha para a cidade  - ele se surpreendeu

Mc Gucket: Sua irmã também veio, que bom - ele se virou e procurou por ela, Mabel deu um tchauzinho quando viu que era Mc Gucket, e voltou para mexer no celular 

Dipper: Pois é estamos de volta, e ai como anda a vida ?

Mc Gucket: Bem, ando fazendo uns projetos para o governo, Ford me deu a ideia de vendê-los e deu bastante certo, algumas tecnologias que vocês usam hoje em dia é minha, mas não posso falar por conta de contrato - disse ele dando uma piscadinha e terminando de beber o seu café

Dipper: Então deve ta nadando no dinheiro - ele concordou com a cabeça, ele se levantou colocou o dinheiro debaixo da xícara de café - Fico feliz por você, acho que merece ter um descanso depois de tudo que passou, mas conta o quão diferente a vida de rico é ?

Mc Gucket: Ah não mudou muito o fato

deu ser rico, lógico a casa onde moro é melhor que o lixão e meu filho morou comigo, até o ano passado, mas agora estou apenas eu e meu aprendiz, estudando e fazendo projetos

Dipper: Um Aprendiz, isso é incrível Mc Gucket - ele ficou sem jeito, olhou para o relógio ficando abismado com a hora 

Mc Gucket: Nossa já são 8:20, eu tenho que voltar para Cabana Hootenanny

Dipper: Hootenanny? 

Mc Gucket: é minha cabana, meu filho deu o nome, e acabei gostando, bem - ele tirou um cartão de visita, me entregou e deu um sorriso - dá uma passada la quando estiver à toa, aliás estou oficialmente convidando você e sua irmã para almoçar, hoje lá em casa, e acredita oces não vai incomodar em nada. - ele disse colocando a mão no meu ombro como se soubesse exatamente o quê eu estava pensando 

Dipper: OK então, vamos por volta das 13:00 pode ser ? - disse sorrindo e ele concordou com a cabeça e saiu da loja, olhei para o cartão de novo e no verso tinha o endereço, eu li e reli umas três ou quatro vezes para ter certeza, o endereço não me era estranho mas por algum motivo eu não conseguia lembrar com precisão aonde era, bem voltei meu olhar para minha mesa enquanto guardava em meu bolso o cartão de Mc Gucket, e só consegui dar risada do que estava vendo, Mabel estava rindo enquanto conversava com Sebastian, ai ai e só eu virar o rosto por 1 minuto, me aproximei lentamente, sentei do lado oposto da mesa, ele se assustou um pouco, ele ia dizer algo mas uma mão puxou a sua orelha do outro lado

????: O Romeu poderia por favor para de dar em Cima das Clientes e focar no seu trabalho - a voz vinha de uma linda garota que estava do lado dele, ela tinha lindos olhos azuis, tão azuis quanto a cor do céu, e seu cabelo era dourado como o ouro  amarrado em um simples e gracioso coque, dessa vez era eu que estava estava babando com a beleza dessa garota, ela usava um vestido listrado azul-celeste com detalhes Xadrez, na cestinha de sua saia tinha um bloco de folha, ao qual ela usava para anotar seu pedido, ela se posicionou - Se você continuar assim vou ter que contar para Susan que você não está trabalhando 

Sebastian: Por favor não conte nada para a tia Susan, ela vai me matar

????: Então ande logo, volte para o trabalho, e sai da frente que eu preciso entregar o pedido dessa mesa - ele saiu da frente e ela colocou a bandeja com os nossos pedidos, o garoto então completou 

Sebastian: Obrigado, Pacífica - disse ele ao sair, nesse momento eu e Mabel olhamos simultaneamente para o outro, fizemos gestos de desentendidos não acreditando, aquela ali na nossa frente trabalhando em uma lanchonete, era Pacifica Northwest, a maior patricinha de Gravity Fall, pelo menos há muito tempo atrás, rival declarada de Mabel e um dos Signos do Zodíaco, logo vi um lenço se aproximando de mim, olhei de relance para  Mabel estava com um sorriso na cara de vingança, maldita, antes que pudéssemos dizer alguma coisa Pacífica comentou

Pacífica: Me desculpe se o Sebastian disse alguma coisa, ele é assim mesmo, não pode dar um pingo de confiança que o garoto cresce - disse colocando os copos na nossa frente, ainda de olhos fechados , depois pegou a anotações para ver se tava tudo ali, sussurrando em voz baixa - Está tudo certo senhor Mason ? - foi só então que ela olhou para mim e para Mabel, Minha irmã estava apoiada com as duas mãos no queixo, esperando Pacífica notar e eu estava com a xícara de café na mão já virando quando a mesma se assustou quando caiu a ficha de quem éramos 

Mabel: Oooooooiiiiiii, Minha “Animiga” favorita - disse a mesma mandando uma balançadinha de dedos

Pacífica: Mabel, Dipper, o que vocês estão... - ela parou pra pensar em alguma coisa mais importante, ela pegou o papel novamente, leu e perguntou - Peraí, quem diabos é Mason ? - demos uma risada de leve e eu respondi 

Dipper: Sim, está tudo dentro do pedido -  com um sorriso no rosto, levantando a xícara de café em agradecimento, ela colocou a bandeja do seu lado segurando por baixo, e com a outra mão colocou na cintura

Pacifica: Peraí seu nome é Mason ? - disse desacreditada, mabel deu um riso

Mabel: Não se preocupe, nem Tivôs sabiam no princípio

Pacifica: Bem não importa, vou te chamar de “Dipper” de qualquer forma 

Dipper: Chame do que quiser - disse rindo - Agora conte porque da roupinha de garçonete ?

Mabel: Ele preferiria ser chamado de amo.. - ela cochichou, e eu chutei ela por baixo da mesa, para que pacifica não escutasse e pelo visto deu certo

Pacífica: Ah isso aqui, eu to trabalhando aqui já faz uns 5 ou 6 anos eu acho 

Mabel: Mas você não é rica, pra que isso? - disse Mabel, enquanto passava a mão na canela

Pacífica: Cansei de depender dos meus Pais - disse ela olhando para o bloco de notas dela, e então ela foi chamada por Susan - De qualquer forma, Bem Vindos de Volta, a Cidade e calma sem vocês, então por favor não faça suas “esquisitices” - ela apontou pra mim com a caneta -  ou suas “mabices” - apontou pra mabel - pela cidade, Ok ? - disse ela com um sorriso de canto e dando uma piscadinha, esse era o jeitinho dela de dizer que estava com saudade - Agora, licença que tenho mais o que fazer, bom apetite

Dipper: Vai lá, garçonete - disse eu revirando os olhos enquanto ela saia para ir em outra mesa, 

Mabel: É uma víbora mesmo né - ela fez um gesto, com a mão de modo disfarçado e demos boas risadas - Hey Dip, não se esquece de limpar a baba em - disse comendo uma panqueca, revirei os olhos ignorando

Dipper: Tem algo pra fazer a tarde? - disse mastigando 

Mabel: Por que da pergunta? E claro que não 

Dipper: Sei lá ué, é só eu virar o rosto que você já arrumou um namorado - Ela mostrou a língua numa careta, enquanto eu ria

Mabel: Não, eu não chamei o Sebastian para sair - ela mordeu mais um pedaço, olhou pro lado - por pouco 

Dipper: Ah Mabel, Você não muda mesmo em 

Mabel: Mas, vai conta qual o seu plano para hoje a tarde

Dipper: Bom, Mc Gucket nos convidou pra almoçar na casa dele - disse tirando o cartão, ela analisou o cartão completo

Mabel: Tem o numero dele ai também, mas só de saber que não vou precisar fazer o almoço já fico mais tranquila

Dipper: Você fala como se fosse uma obrigação, já falei que eu faço se você quiser

Mabel: Não, obrigada, seu jeito Dipper é sem gosto - Ela sempre dizia isso, não cozinho mal mas Mabel ama me zoar 

Dipper: Em falando nisso, temos que passar no mercado comprar coisas 

Mabel: Verdade - ela olhou para o celular - já são quase 9 horas acho que já deve ter algo aberto não ? - concordei com a cabeça 

Dipper: Bem vou pagar a conta de uma vez e depois, vamos para o mercado, quer alguma coisa ? 

Mabel: Hum, traz um pirulito de morango - disse olhando com olhos pidões

Dipper: Mas é uma formiga mesmo - Suspirei, cheguei no balcão, Pacífica está na registradora, dei mais uma boa olhada nela, eu lembrava que ela era bonita, mas isso também já era demais, fui interrompido pela voz da loira

Pacífica: E ai, vai ficar apreciando a vista ou vai me dizer alguma coisa Dipper ? - fiquei envergonhado e me lembrei do porque está ali 

Dipper: Vim pagar a conta - entreguei pra ela o dinheiro e pedi o pirulito 

Sebastian: Peraí esse é o Famoso Dipper - disse o garoto por trás de mim, olhei desconfiado para ele - Garoto, se não sabe o quanto eu ouvi falar de você - olhei pra Pacífica e ela esta com uma cara de ódio e vergonha - Sabe aquela garota ali… - apontando pra Pacífica

Pacífica: Sebastian, cala a sua boca - disse a mesma - ou não vou esperar a Susan chegar e acabarei com você eu mesma - o garoto rapidamente ficou quieto

Sebastian: Calma amor você tá muito brava, olha lá como você fala com o seu namorado - Pacífica namorando, essa é nova, mas já esperava que isso acontecesse ela é uma garota linda apesar da personalidade, que pra alguns e problemática, eu admito que até que gosto, por isso apenas relevei, mesmo sentindo um pouco

Pacífica no meio de uma risada completou: Sua Namorada, Nunquinha - Disse ela rindo, e me deixando mais feliz do que eu esperava - Sabe que é mais fácil eu namorar o Toby do que você, agora vai, para de incomodar os clientes - ele saiu meio cabisbaixo 

Dipper: Não acha que pegou pesado com ele ? - disse a ela 

Pacífica: Ta com dó dele agora é ? - disse apoiando na bancada - Olha lá - me virei para ver o que ele tava fazendo e ele tava trocando uma ideia com Mabel - aquele garoto e o maior mulherengo que eu já vi, mas até que ele é um cara legal - dei uma risada com a situação

Dipper: Eles trocaram os números, não trocaram ? - ela concordou com a cabeça - Quem perdoa é Deus, A Mabel só passa o rodo - Pacífica riu

Pacífica: Aquela lá só tem cara de Anjo - Rimos mais um pouco, até ela suspirar e completar sua frase - Bem aqui está, disse ela me entregando um papel - olhei de canto de olho 

Dipper: o que é isso ? - Peguei, parecia um cartão da Lanchonete

Pacífica: E o cartão da lanchonete, com os horários de funcionamento, para caso de quererem aparecer ai de novo 

Dipper: Isso aí foi pessoal ou formal ? - disse a deixando meio vermelha 

Pacífica: Interprete da forma que quiser, vou estar trabalhando aqui do mesmo jeito, na parte da manhã - parece que você é mesma de sempre, não mudou muito

Dipper: Pode deixar, vamos aparecer sim, quem sabe você não anima de sair conosco ? - disse saindo em direção a porta da loja

Pacífica: Se eu não tiver nada melhor pra fazer - disse olhando as unhas de costas pra mim dei uma risada, chamei Mabel e ela estava falando com Sebastian, quando ele se virou pra mim e disse 

Sebastian: Cara eu ainda não acredito que vocês são Dipper e Mabel Pines, Pacífica falou tanto de vocês 

Dipper: Falou é ? - disse curiosos para saber o que ?

Mabel: Aparentemente somos famosos aqui na cidade Dip 

Sebastian: Nem fala, já ouvi o nome de vocês em várias vezes desde que cheguei aqui há tipo uns anos - Sebastian então escuta seu nome sendo gritado lá da cozinha - Nossa acho que minha Tia está me chamando, de qualquer forma foi um prazer conhecer vocês - ele deu um tchauzinho e saiu, demos um sorriso 

Dipper: então pacífica falou de nós - disse olhando Mabel se levantar 

Mabel: Ela nunca vai admitir que ela é nossa amiga, mesmo já sendo e nos considerando - ela colocou a mão no meu ombro - imagina admitir que ela é caidinha por você 

Dipper: Para de inventar coisas, Mabel - disse seguindo ela, peguei novamente o cartão que Pacifica me deu e olhei no Verso e tinha uma série de número dei um leve sorriso - talvez...

 


Notas Finais


Z YVHGZ VMQZFOZWZ ZTFZIWZ KLI FN IZRL WV OFA KZIZ KLWVI VMXZMWVXVI MLENVMGV


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...