1. Spirit Fanfics >
  2. De volta ao começo. >
  3. Indo para o Passado

História De volta ao começo. - Capítulo 12


Escrita por: HiyoriOtaku

Notas do Autor


Voltei com mais um cap, agora quero tentar trazer um cap por semana, no máximo dois, espero que vcs gostem.
Obs: percebi que no cap anterior escrevi Konohamaru errado. Nesse capítulo já arrumei, bjs!

Capítulo 12 - Indo para o Passado


Fanfic / Fanfiction De volta ao começo. - Capítulo 12 - Indo para o Passado

Em frente ao escritório do Hokage se encontrava o time de buscas, o qual Boruto se encontrava caído, provavelmente inconsciente. Konohamaru que antes ouvia a conversa, ao ouvir barulho de passos se escondeu e viu o Boruto cair no chão. Shikadai mais que depressa abriu a porta gritando.

Shikadai: Nanadaime! Encontrei o rapaz que o senhor queria, agora poderemos levar alguém para o passado para salvar Sasuke e Sakura. Mas a algo pior, o Boruto está apagado- sua expressão era de puro nervosismo.

Naruto: mas quem é Boruto? Alguém que eu deveria conhecer?- aparentava não estar entendo o que Shikadai dizia.

Todos que estavam ali não conseguiam acreditar que o Naruto não se lembrava de seu próprio filho. Tsunade que estava presente começou a tratar Boruto, mas assim como Naruto não sabia quem era aquela criança.

Naruto: que bom que o encontraram, pelo menos foi antes do Katsuke terminar a ferramenta, que se fosse por ele já teríamos morrido, antes que vocês reclamem, não estou falando que ele é incompetente, apenas que sob pressão ele não funciona direito- disse antes que um deles falasse merda.

Shikamaru: mas você está certo, só temos uma semana, e desse prazo já se passou três dias, estamos sem dormir, apenas preocupados, com razão- sua voz e feição era de puro cansaço.

Tsunade: vou levar esse menino para o hospital, acredito que ele esteja com o mesmo problema daquela garota.

Tsunade saiu e achou Konohamaru do lado de fora preocupado com Boruto, já que o viu caindo, este ajudou a antiga godaime a levá-lo para o hospital. Dentro da sala se encontrava Inojin pronto para atacar a mente do rapaz se necessário, Cho-Cho que o segurava com seu jutsu de expansão, Mitsuki que não sabia se ia para o hospital ou se ficava no escritório, Shikadai que pensava sobre Naruto não lembrar de seu filho, o rapaz preso, Shikamaru cansado, Kakashi encostado na parede observando tudo e Naruto em sua cadeira.

Kakashi: certo, comece a falar sei filho de uma égua! Onde você levou meus alunos e porque?- havia raiva em sua voz, sua expressão também era nítida a raiva.

Rapaz: primeiro, não fale mal da minha mãe, segundo, você já deve saber que eles foram o passado, e terceiro, essa não era a minha intenção, a real intenção era outra- respondeu olhando Kakashi de cima a baixo o encarando.

Naruto: calma Kakashi. Qual o seu nome?

Rapaz: finalmente alguém que perguntou o meu nome! Me chamo Hiro- sua pose lembrava aqueles bonecos de posto.

Naruto: certo Hiro, se aquela não era, qual a intenção real?

______________________________________________

Sasuke continuava andando, estava sem rumo; em alguns momentos sua cabeça doia, era como se tivesse levado uma surra. Depois de muito andar encontrou alguém que lhe era familiar, alguém que o mordeu e lhe deu uma marca amaldiçoada.

Orochimaru: vejamos se não é Sasuke Uchiha, você veio até mim, alguma ocasião especial?- seu rosto expressava a mais pura vontade de devorar Sasuke por inteiro.

Sasuke: Orochimaru, eu vim me juntar a você, preciso ficar mais forte para derrotar meu irmão- olhava apenas pára baixo, era como se aquilo não fosse certo.

Orochimaru: entendi, ainda bem que veio até mim, vou deixá-lo mais forte!

Enquanto isso na velha folha, Sakura que já havia sido liberada do hospital, não queria pensar em Sasuke e muito menos o que ele havia feito, pensava apenas em sair com sei amigo e treinar mais, ficar mais forte. Mas a ideia de que seu controle de chakra era mais elevado do que o normal, chakra de usuários de ninjutsu médico a deixava atordoada. No caminho para casa encontrou com Naruto, e aquela foi a chance para irem até o Ichiraku lamen.

Naruto: sabe Sakura-chan, eu sempre gostei de você, será que no futuro a gente possa ficar juntos?- sua voz estava super fofa.

Sakura: Naruto, eu não posso dizer sim ou não, pois não sei como será o futuro, mas posso lhe dar um talvez- ele ficou feliz com a resposta- Agora vamos comer?

Hinata que soubera que Sakura havia ido o hospital, mas que agora já se encontrava bem, queria como uma boa amiga saber se a rosada estava bem mesmo, mas acabou presenciado a cena, vendo aquilo saiu correndo e chorando.

____________________________________________

Naruto: Hiro, você é muito idiota! Mas agora que sabemos disso, o levem até uma sala aqui no escritório e fiquem de olho, quando acharmos o Konohamaru, o enviamos.

Cho-Cho, Inojin e Mitsuki o levaram até uma sala isolada no prédio Hokage e lá permaneceram de guarda. Já Shikadai tomou coragem para falar, já que foi o único do time de buscas que ficou na sala.

Shikadai: Nanadaime, quantos filhos você tem?- seu pai lhe olhou sem entender nada, mas mesmo assim ele esperou a resposta do Naruto.

Naruto: dois filhos.

Shikadai: pode me descrever?- seu olhar lembrava de um investigador.

Naruto: um é loiro com olhos verdes, e a menina tem olhos azuis com um longo cabelo rosa.

Shikadai: certo, e sua esposa é?

Naruto: a Sakura! Que em falar nisso não me lembro onde está.

Antes que Naruto pudesse perguntar o porquê, Shikadai havia saído e estava em direção ao hospital. Percebeu que Konohamaru não poderia voltar no passado, pois seria pior do que já estava. A única pessoa que podia voltar era Sarada; ele demorou para chegar, o céu estava muito nublado, trovejava, crianças gritavam, roubos estavam ocorrendo, pessoas perigosas que já haviam sido presas por Sasuke estavam chegando. Chegou no hospital e correu para encontar Sarada, logo a achou.

Shikadai: Sarada, você precisa vir comigo, você vai para o passado salvar seus pais- havia pavor e pressa em sua voz.

Sarada nem teve tempo de reagir, ele a pegou nos braços e saiu correndo, Shizune saiu atrás gritando, já que o menino levava uma paciente sem a permissão. Vendo a cena Konohamaru que estava voltando para o escritório começou a correr atrás. Ao chegar no escritório antes que os outros, Shikadai correu para a sala em que Hiro se encontrava; Shikadai por sua vez abriu a porta e a fechou com força, fez um gesto para Mitsuki ficar de guarda, já Mitsuki queria saber o que ela fazia com Sarada.

Shikadai: Hiro faça a ferramenta funcionar, se você ajudar depois eu falo para o hokage- mais que depressa começou a mexer no objeto- Sarada quando chegar não fale com ninguém estranho e esconda o símbolo Uchiha.

Hiro começou a mirar na morena, a qual afirmou que faria o que ele havia falado. Quando ela já tinha sumido, Shizune e Konohamaru chegaram e olharam feio para todos.

_____________________________________________

Quando abriu os olhos, Sarada apenas viu a lua e as estrelas, se levantou e notou estar no passado. Tudo que deveria fazer era achar e salvar seus pais deles mesmos.












Notas Finais


É isso, não pretendo demorar para postar outro cap. Espero que gostem, deixem suas opiniões.
Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...